A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teorias de aprendizagem: Abordagens sociocultural, humanistas e gestalt.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teorias de aprendizagem: Abordagens sociocultural, humanistas e gestalt."— Transcrição da apresentação:

1 Teorias de aprendizagem: Abordagens sociocultural, humanistas e gestalt

2 Teorias de Aprendizagem Teoria Behaviorista ou Comportamental Ivan Pavlov John Watson Edward Thorndike B.F. Skinner Teoria Cognitivista Robert Gagne Albert Bandura Jean Piaget Seymour Bruner David Ausubel Teoria Sociocultural Lev Vygotsky Teoria Humanista Carl Rogers Teorias das Inteligências Múltiplas Howard Gardner

3 Abordagem sociocultural de Vygotsky Lev Semenovitch Vygotsky

4 -Leon S. Vigotsky defende a idéia de que a aprendizagem é necessária para o desenvolvimento. -O enfoque dado por Vigotsky destaca a participação em atividades com pessoas mais experientes é o que permite às crianças apropriarem-se dos conteúdos culturais e progredirem na elaboração interna das capacidades humanas superiores. Questão central: aquisição de conhecimentos pela interação do sujeito com o meio.

5 -A linguagem desempenha papel muito importante na construção do conhecimento e é a ferramenta psicológica mais importante -O desenvolvimento cognitivo é produzido pelo processo de internalização da interação social com materiais fornecidos pela cultura, sendo que o processo se constrói de fora para dentro. - A aprendizagem implica apropriação de conhecimento, com planejamento e reorganização das experiências para o aluno.

6 - A aprendizagem é fundamental ao desenvolvimento dos processos internos na interação com outras pessoas. - O ensino deve passar do grupo para o indivíduo. - O ambiente influenciaria a internalização das atividades cognitivas no indivíduo, de modo que, o aprendizado gere o desenvolvimento. Portanto, o desenvolvimento mental só pode realizar-se por intermédio do aprendizado.

7 Vigotsky distingue duas formas de funcionamento mental: 1ª. Os processos mentais elementares: Os processos mentais elementares correspondem ao estágio de inteligência sensório-motora de Piaget e são resultantes do capital genético da espécie, da maturação biológica e da experiência da criança com seu ambiente físico.

8 2ª. os processos mentais superiores: são construídas ao longo da história social do homem. Como? Na sua relação com o mundo, mediada pelos instrumentos e símbolos desenvolvidos culturalmente, fazendo com que o homem se distinga dos outros animais nas suas formas de agir no e com o mundo.

9 Elementos que sustentam a teoria do desenvolvimento dos processos mentais superiores: 1º. : Relação entre educação, aprendizagem e desenvolvimento; 2º. : O papel da mediação social nas relações entre o indivíduo e seu ambiente (mediado pelas ferramentas) e nas atividades psíquicas intraindividuais (mediadas pelos signos): 3º.: A passagem entre o interpsíquico e o intrapsíquico nas situações de comunicação social.

10 - A escola é o lugar onde a intervenção pedagógica intencional desencadeia o processo ensino-aprendizagem. - O professor tem o papel explícito de interferir no processo, diferentemente de situações informais nas quais a criança aprende por imersão em um ambiente cultural. Portanto, é papel do docente provocar avanços nos alunos e isso se torna possível com sua interferência na zona proximal.

11 - Educação: a importância da atuação dos outros membros do grupo social na mediação entre a cultura e o indivíduo, pois uma intervenção deliberada desses membros da cultura, nessa perspectiva, é essencial no processo de desenvolvimento. Isso nos mostra os processos pedagógicos como intencionais, deliberados, sendo o objeto dessa intervenção: construir conceitos. - O aluno não é tão somente o sujeito da aprendizagem, mas, aquele que aprende junto ao outro o que o seu grupo social produz, tal como: valores, linguagem e o próprio conhecimento.

12 Abordagem humanista Carl Rogers

13 -A sua teoria não busca o controle do comportamento, o desenvolvimento cognitivo ou a formulação de um bom currículo e sim o crescimento pessoal do aluno. -Esta abordagem considera o aluno como pessoa e o ensino deve facilitar a sua auto- realização, visando à aprendizagem "pela pessoa inteira", que transcende e engloba as aprendizagens afetiva, cognitiva e psicomotora.

14 O objetivo educacional deve ser a facilitação da aprendizagem. Por esse ponto de vista, o único homem educado é o homem que aprendeu a aprender; o homem que aprendeu a adaptar-se e mudou, que percebe que nenhum conhecimento é seguro e que só o processo de buscar conhecimento dá alguma base para segurança. Vale ressaltar três pontos na aprendizagem para Rogers Vale ressaltar três pontos na aprendizagem para Rogers: 1. Para que o professor seja um facilitador, segundo Rogers, ele precisa ser uma pessoa verdadeira, autêntica, genuína, despojando-se do tradicional "papel", "máscara", ou "fachada" de ser "o professor" e tornar-se uma pessoa real com seus alunos.

15 2. Uma segunda atitude que deve existir na relação entre o facilitador e o aprendiz é a que nasce de duradoura confiança e aceitação. - E a aceitação do outro como uma pessoa separada, como sendo digna por seu próprio direito e como merecedora de plena oportunidade de buscar, experimentar e descobrir aquilo que é engrandecedor do eu.

16 3. Em qualquer relação que deva ocorrer aprendizagem, precisa haver comunicação entre as pessoas envolvidas. Comunicação por natureza, só é possível em um clima caracterizado, por compreensão empática. - Os estudantes precisam ser compreendidos, não avaliados, não julgados, não ensinados. Facilitação exige compreensão e aceitação empática.

17 Para Rogers, a aprendizagem significante envolve a pessoa inteira do aprendiz (sentimentos, assim como intelecto) e é mais duradoura e penetrante. Além disso, aprender a ser aprendiz, isto é, ser independente, criativo e autoconfiante é mais facilitado quando a autocrítica e a auto-avaliação são básicas e a avaliação por outros tem importância secundária

18

19 Abordagem Gestalt Max Wertheimer ( ), Wolfgang Köhler ( ) e Kurt Koffka ( ).

20 -A Gestalt e o behaviorismo surgem praticamente na mesma época como uma reação ao estruturalismo. No entanto, são completamente diferentes. -A premissa básica da Gestalt (tradução mais próxima é forma) é que o todo é mais do que a soma de suas partes. Tomemos como exemplo uma árvore: ela é mais do que a soma de suas partes (tronco, raiz, galhos e folhas). Ela é isso e mais: uma árvore está presente em nossa mente como um conjunto de símbolos que não são suas partes. -Assim, a interpretação e a percepção desempenham papéis importantes na Gestalt.

21 Veja neste quadro: quando você olha para ele você vê as figuras no parque (o todo). Porém este quadro é pintado por pequenas pontinhos de tinta que você só vê quando chega perto (parte).

22 A Gestalt não era exatamente uma teoria de aprendizagem, mas uma teoria psicológica. -O seu conceito teoria mais importante para o estudo da aprendizagem é o de "insight" – súbita percepção de relações entre elementos de uma situação problemática. - Uma característica da aprendizagem por insight é que algumas situações são mais favoráveis do que outras na eliciação do insight.

23 Por meio das leis de percepção/aprendizagem, na teoria da Gestalt, veem-se outras contribuições para o ensino-aprendizagem. Por exemplo, a Lei da Pregnância (do alemão Prägnanz): nossa mente tende a organizar nossas percepções de forma a capturar as sensações da forma mais simples, simétrica e ordenada possível. Subordinados a essa lei estão, entre outras:

24 a)O princípio da similaridade (itens semelhantes tendem a formar grupos na percepção), na proximidade (grupos perceptuais são favorecidos de acordo com a proximidade das partes. b)b) O princípio do fechamento (áreas fechadas formam mais rapidamente figuras na percepção); c) O princípio da continuidade (fenômenos perceptuais tendem a ser percebidos como contínuos).

25 No processo ensino-aprendizagem, a organização psicológica será tão boa quanto o permitirem as condições de contorno: a experiência consciente será mais organizada se uma figura apresentada, por exemplo, for o mais simples, concisa, simétrica e harmônica possível para que sua percepção assim o seja. As semelhanças e proximidades entre conteúdos devem ser ressaltadas, pois itens semelhantes e próximos tendem a formar grupos na percepção.

26 Enfim, -As abordagens apresentadas contribuem para outros aspectos relevantes para a aprendizagem humana: a)Vygotsky: o interacionismo sujeito e o meio social em que se encontra como parte do desenvolvimento do individuo; b)Roger: a aprendizagem como elemento fundamental do “tornar-se humano” em sua autorrealização no mundo. c)Gestalt: a aprendizagem realizada a partir da interpretação e da percepção da realidade do mundo em seu todo e suas partes.


Carregar ppt "Teorias de aprendizagem: Abordagens sociocultural, humanistas e gestalt."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google