A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os consumidores percebem maior risco na compra de serviços do que na compra de produtos Os consumidores usam o preço e evidências físicas como as maiores.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os consumidores percebem maior risco na compra de serviços do que na compra de produtos Os consumidores usam o preço e evidências físicas como as maiores."— Transcrição da apresentação:

1 Os consumidores percebem maior risco na compra de serviços do que na compra de produtos Os consumidores usam o preço e evidências físicas como as maiores pistas da qualidade do serviço Natureza do Planejamento e Controle

2 Importante!!! Ler Capítulo 10 do livro Administração da Produção Slack et al...

3 O que é? Natureza do planejamento e controle Carga finita e infinita Sequenciamento Programação Para a frente Para trás Empurrada Puxada Influência do volume e variedade Agenda

4 O que é o Planejamento e Controle? Fornecimento de produtos e Serviços Planejamento e Controle Demanda por produtos e serviços Recursos da Operação As atividades que conciliam fornecimento e demanda Consumidores

5 O QUE É PLANEJAMENTO E CONTROLE? Garantir que a produção ocorra eficazmente e produza produtos e serviços como deve. Recursos produtivos devem estar disponíveis: Na quantidade adequada No momento adequado No nível de qualidade adequado

6 DIFERENÇAS ENTRE PLANEJAMENTO E CONTROLE Plano : formalização do que se pretende acontecer no futuro; Declaração de intenções; Baseados em expectativas; Quando Operações tentam implementar planos, as coisas nem sempre ocorrem conforme o esperado... Controle : Lidar com desvios, planos precisam ser redesenhados; Fazer uma intervenção nas operações para ela “entrar nos trilhos”; Conjunto de ações que visam o direcionamento do plano. X

7 Gestão da Capacidade/Demanda Programação Políticas de Priorização Políticas de Estoques Gestão da Capacidade/Demanda Programação Políticas de Priorização Políticas de Estoques Monitoramento e Controle Plano de Contingência Monitoramento e Controle Plano de Contingência Planejamento Controle

8 Longo prazo Curto prazo desagregação Grau de Importancia PLANEJAMENTO CONTROLE prazo Operações sem 2 Médio prazo Produtos ano 1ano 5ano 3ano2 Famílias Curtíssimo segterquaquisexsab Componentes sem 1sem 2sem 3sem 4 mês1mês 2 mês 3mês 4mês 5 mês 6

9 Planejamento e Controle precisa…. Informações dos níveis de Demanda Informações dos Recursos Mas também…. os objetivos de desempenho Qualidade ? Rapidez ? confiabilidade ? Flexibilidade ? Custo ? Tipo de Operação: Volume – Variedade Variação da demanda - Visibilidade C C

10 Comprar Fazer Entregar D P Fazer para Estoque Fazer contra pedido P D D P Recursos contra pedido Comprar Fazer EntregarComprar Fazer Entregar Montar Contra pedido D P Comprar Montar Entregar Fazer D: tempo total de espera dos consumidores ( desde pedir o produto ou serviço até receber)‏ P: tempo total de processo (operação deve obter recursos, produzir e entregar o produto ou serviço)‏

11 Fazer Contra Pedido Fazer para Estoque Demanda Dependente Demanda Independente Cada produto ou serviço é uma grande fração da capacidade produtiva da operação Cada produto ou serviço é uma pequena fração da capacidade produtiva da operação Montar contra Pedido Recurso Contra Pedido

12 CONTROLE SEQUENCIAMENTO Em que ordem fazer ? Quando fazer ? As atividades estão conforme o padrão ? Quanto fazer ? PROGRAMAÇÃO CARREGAMENTO

13 Perda programada Carregamento Tempo Máximo Disponivel Tempo de Carga Tempo de Operação Domingo/Feriado Perda por Trocas Mudanças de Processo Falhas de Equipamento Tempo Real Perda por Desempenho Perdas de Velocidade Pequenas Paradas Defeitos de Qualidade Retrabalhos Problemas de natureza EVITÁVEL Problemas de natureza INEVITÁVEL Disponibilidade efetivamente utilizável para produção considerado pelo planejamento Meta a ser alcançada pela produção Valor a ser

14 Tempo Carga Demanda Real Limite Máximo de Carga Carregamento Finito

15 Tempo Carga Limite Maximo de Carga Carregamento Infinito

16 CONTROLE SEQUENCIAMENTO Em que ordem fazer ? Quando fazer ? As atividades estão conforme o padrão ? Quanto fazer ? PROGRAMAÇÃO CARREGAMENTO

17 - Prioridades ao consumidor; - Data Prometida; -LIFO - last in, first out; -FIFO - first in, first out; Operação de tempo total mais longo primeiro; -Operação de tempo total mais curto primeiro Decisão sobre a ordem em que as tarefas serão executadas - - Restrições Físicas; Confiabilidade Rapidez Custo Flexibilidade Qualidade ?

18 EXERCÍCIO - SEQUENCIAMENTO Você é responsável pelo sequenciamento de trabalho de uma equipe de webdesigners. No último dia de agosto, é necessário fazer a programação dos primeiros dias de setembro. Os 5 trabalhos estão na ordem de chegada, e os tempos estimados dos trabalhos, bem como a data de entrega prometida são mostradas na tabela abaixo. Pede-se o sequenciamento, os momentos de início e término e o atraso médio para : - FIFO: - DATA PROMETIDA - OPERAÇÃO MAIS CURTA PRIMEIRO

19 FIFO:

20 DATA PROMETIDA

21 OPERAÇÃO MAIS CURTA

22 Filas Múltiplas servidores Fila única servidores Senhas numeradas servidores Qual o tipo de sequenciamento adotado?

23 PROGRAMAÇÃO CARREGAMENTO CONTROLE SEQUENCIAMENTO Em que ordem fazer ? Quando fazer ? As atividades estão conforme o padrão ? Quanto fazer ?

24 Atividade Lavar Passar Secar horas 2 horas 1 hora Programação “para frente” Atividade Lavar Passar Secar horas 2 horas 1 hora Programação “para trás”

25 Trabalho Seg. 5 Ter 6 Qua 7 Qui 8 Sex 9 Seg 10 Ter 11 Mesa Prateleiras Cozinha Cama Tempo programado para a unidade Tempo real Gráfico de Gantt Agora

26 Recurso Seg 5 Ter 6 Qua 7 Qui 8 Sex 9 Seg 12 Ter 13 Preparação da madeira Montagem Acabamento Pintura Agora Tempo programado de atividade Andamento atual M C C M P CO P P P MP C M O grande quadro Gráfico de Gantt M = Mesa ; C = Cama; P = Prateleira; CO = Cozinha

27 PROGRAMAÇÃO CARREGAMENTO CONTROLE SEQUENCIAMENTO Em que ordem fazer ? Quando fazer ? As atividades estão conforme o padrão ? Quanto fazer ?

28 Filosofia de Planejamento e Controle Empurrado versus Puxado Sistema de Planejamento e Controle Central DEMANDA Instruções sobre o que, quanto e quando fazer PREVISÃO ou Sistema Empurrado Empurrado pela previsão

29 Filosofia de Planejamento e Controle Empurrado versus Puxado Sistema Puxado Pedido Entrega Pedido Entrega Pedido Entrega Pedido Entrega DEMANDA Puxado pela demanda

30 Efeito do Volume-variedade no planejamento e controle Baixa Variedade Volume Visibilidade Longo Rápida Resposta ao consumidor Horizonte Planejamento Grandes Decisões Volume Controle Vulnerabilidade Tempo Lenta Curto Agregado Detalhado Alta


Carregar ppt "Os consumidores percebem maior risco na compra de serviços do que na compra de produtos Os consumidores usam o preço e evidências físicas como as maiores."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google