A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003. OBJETIVO Prover conhecimentos básicos do sistema operacional Open VMS, utilizado nas consoles operacionais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003. OBJETIVO Prover conhecimentos básicos do sistema operacional Open VMS, utilizado nas consoles operacionais."— Transcrição da apresentação:

1 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003

2 OBJETIVO Prover conhecimentos básicos do sistema operacional Open VMS, utilizado nas consoles operacionais do BRMCC.

3 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 O OpenVMS surgiu a partir de um projeto (Star) desenvolvido pela empresa DEC. O projeto resultou no lançamento da arquitetura VAX (Virtual Address Extension) de 32 bits. Em 1978, a Digital lançou o primeiro computador baseado na nova arquitetura, o VAX 11/780, em que o VMS seria o sistema operacional desta plataforma e de todos os demais modelos desta família de processadores. Ao longo dos anos 80, o VMS se consolidou como um sistema operacional de grande sucesso tanto na área comercial quanto no meio acadêmico. No início dos anos 90, a Digital lançou o Alpha AXP, processador com arquitetura de 64 bits. Assim, uma nova versão do VMS foi desenvolvida para suportar mais esta plataforma. A evolução do VMS permitiu que fossem incorporadas à sua arquitetura características de sistemas abertos, de acordo com padrões de interface do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) e especificações do OSF (Open Software Foundation) e do consórcio X/Open. A partir dessas novas funcionalidades, a Digital rebatizou o sistema como OpenVMS.

4 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 O OpenVMS foi inicialmente desenvolvido para trabalhar em 32 bits. Atualmente, a versão é de 64 bits. O OpenVMS é um SO multiusuário, multitarefa preemptiva, suporta multiprocessamento e memória virtual. Foi concebido para ser utilizado em ambiente que requer um alto poder de processamento, tais como aplicações de dados científicos, sistemas de tempo real, transações on-line ou ainda sistemas de tempo compartilhado. O OpenVMS também possui as seguintes características: Implementação de ambientes Client-Server; Interface de comandos baseada em janelas; Implementação de sistemas tolerantes a falhas; Linguagem de controle sofisticada; características

5 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 NOTAS: Multiusuário: permite que vários usuários usem o computador simultaneamente. O sistema operacional gerencia os pedidos que os vários usuários fazem ao computador, evita que um interfira no outro e atribui prioridades quando duas ou mais pessoas querem usar o mesmo arquivo ou a mesma impressora simultaneamente. Multitarefa: significa executar mais que uma tarefa ao mesmo tempo, por exemplo, quando você está imprimindo um arquivo e começa a editar um outro documento, você está executando operações multitarefas. Multiprocessamento: significa executar vários processos simultaneamente. características

6 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 POPULARIDADE DO VMS Países comunistas (Russia, Hungria, China) copiaram sistemas VAX durante a Guerra Fria; Inscrição num chip CVAX foi escrito em russo: Quando você se importa o suficiente para roubar o melhor

7 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 O sistema de arquivos utilizado pelo OpenVMS é o Files-11 também conhecido como on-disk structure que define como os dados são armazenados. Trata-se de sistema de arquivos hierárquico com suporte para ACL (listas de controle de acesso), acesso de rede remoto e controle de versões. Os arquivos são armazenados em blocos de 512 bytes em um disco físico (volume). O disco rígido é dividido em partes chamadas diretórios. O diretório é um arquivo com extensão.DIR e permite no máximo 8 níveis de subdiretórios.Os diretórios são usados para agrupar arquivos da mesma maneira que pastas são usadas em um gabinete de arquivo. Sistema de Arquivos

8 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003

9 Um arquivo é uma coleção de informações armazenadas num disco. Por exemplo, um arquivo pode ser uma lista de mensagens do sistema, um programa, dados de uma passagem de satélite, etc. Cada arquivo é identificado por um nome de arquivo e uma extensão. As extensões são usadas para identificar os diferentes tipos de arquivo: Texto - TXT Dados - DAT Registro (Açoes efetuadas pelo Sistema) - LOG Comando - COM Configuração - CONFIG Sistema de Arquivos

10 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Propriedades dos arquivos no sistema OpenVMS: catalogados em diretórios por seu nome, extensão e versão. Exibidos em ordem alfabetica. Cada arquivo possui uma versão, que começa com 1 na criação do arquivo e é incrementada cada vez que o arquivo é modificado. As versões antigas do arquivo são mantidas no disco e podem ser recuperadas quando necessário desde que não ultrapasse o valor limite definido pela arquitetura de Suportam caracteres ASCII não imprimíveis bem como ISO- Latin-1 e Unicode; Suporte a nomes de arquivos com 238 caracteres 8-bits ou 119 caracteres 16-bits (incluindo a extensão do arquivo); Suporte a quotas de disco; Sistema de Arquivos

11 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Propriedades dos arquivos no sistema OpenVMS: A segurança dos arquivos é definida por dois mecanismos: Controle de acesso UIC (baseado em usuário) e ACL a qual permite privilégios adicionais serem atribuídos a um usuários ou grupo específico. Arquivos e diretórios importantes, ou freqüentemente usados, podem receber nomes lógicos (atalhos) em formato pequeno para facilitar o trabalhando e memorização dos mesmos. O delimitador normal usado entre nomes de diretório é um ponto (.), nomes lógicos podem ser identificados pelo uso do símbolo de $ no nome. Exemplo de um nome lógico utilizado nas consoles do OCC é OCC$OUTBOUND que representa o diretório DKA100:[DATA.OUTBOUND], em que ficam armazenadas as mensagens enviadas pelo sistema. Sistema de Arquivos

12 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 DCL (Digital Command Language) é um conjunto de instruções em inglês que diz para o sistema operacional realizar operações específicas. A partir do momento que aparecer o prompt do sistema ($), você poderá digitar um comando DCL, tanto maiúsculo como minúsculo, e teclar. Exemplo: $ show time (mostra data e hora do sistema) DCL - DIGITAL Command Language

13 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Edição de Comandos Recuperação de um comando: Setas Superior e Inferior Comando RECALL DCL - DIGITAL Command Language

14 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 DCL - DIGITAL Command Language Movimentação do cursor : Muda o modo de digitação (inserção ou sobreposição) : Fim da linha : Início da linha : Apaga linha de comando : Apaga uma palavra à esquerda do cursor. : Repete linha de comando

15 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Opções utilizadas na maioria dos comandos: /log:mostra o resultado da execução do comando. /confirm:pede a confirmação para o comando ser executado. /page:mostra o resultado do comando página a página. /size: tamanho do arquivo em blocos. /date:data/ hora da última atualização do arquivo. /since:arquivos de determinado período. DCL - DIGITAL Command Language

16 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Utilização de Filtros O asterisco (*) O asterisco pode ser usado para substituir todo ou parte de um nome de diretório, de arquivo ou do tipo do arquivo. Um asterisco também pode ser usado para substituir número da versão do arquivo. Os três exemplos a seguir mostram como o asterisco pode ser usado. DCL - DIGITAL Command Language

17 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 $ DIR OCC$RUN:*.COM; Lista só a versão mais recente de todos arquivos COM. $ DIR OCC$RUN:*.COM;* Lista todas as versões de todos arquivos COM. $ DIR OCC$RUN:SAMPLE.COM;* Lista todas as versões do arquivo SAMPLE.COM DCL - DIGITAL Command Language

18 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Utilização de Filtros A porcentagem (%) A porcentagem pode ser usada para substituir um único caractere em um nome de diretório, de arquivo ou de extensão. O exemplo abaixo mostra como a porcentagem pode ser usada. $ DIR ATL$RUN:SAMPLE%.COM; Lista a versão mais recente de arquivos como SAMPLES, SAMPLE1 e SAMPLE2, mas não SAMPLES2. DCL - DIGITAL Command Language

19 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com diretórios Para visualizar a lista de arquivos de um diretório e seus atributos, utilize o comando: DIR O comando DIR pode utilizar os qualificadores: /size : tamanho do arquivo em blocos /date: data/hora da última atualização do arquivo /protection: níveis de proteção do arquivo Para exibir o diretório corrente, utilize o comando: sh defa DCL - DIGITAL Command Language

20 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Para criar um diretório utilize o comando: cre/dir Ex: $cre/dir [. ] $cre/dir. ] Para mudar o diretório corrente, utilize o comando: set def $set def [. ] $set def [-] (diretório acima) $set def :[diretório.subdiretório] (quando houver mais de um disco) DCL - DIGITAL Command Language

21 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com arquivos Para copiar arquivos, utilize o comando COPY: Copia o arquivo para outro diretório: $copy Copia todos arquivos de um diretório para outro diretório: $copy *.*;* [ ]*.*;* Copia os arquivos discriminados para outro diretório: $copy, DCL - DIGITAL Command Language

22 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com arquivos Para excluir arquivos, utilize o comando DELETE: apaga um ou mais arquivos: delete ;* apaga um ou mais arquivos em outro diretório: delete [. ] ;* Para visualizar o conteúdo de um arquivo, utilize o comando: TYPE $type /page DCL - DIGITAL Command Language

23 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com arquivos Para alterar um arquivo utilize o comando: EDIT Ex :EDIT teste.txt Para sair do modo de edição e voltar ao prompt utilize o comando: Para sair do modo de edição e gravar as alterações utilize o comando: *exit Para sair do modo de edição sem gravar as alterações utilize o comando: *quit DCL - DIGITAL Command Language

24 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com arquivos Para ajuda utilize o comando: *help Para adicionar o conteúdo de um ou mais arquivos a um arquivo já existente utilize o comando: APPEND: $append, DCL - DIGITAL Command Language

25 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com arquivos Para um arquivo utilize o comando: CREATE $create. Para comparar o conteúdo de dois arquivos e listar a diferença entre os dois utilize o comando: DIFFERENCES $diff Para combinar dois ou mais arquivos e gravar o resultado em um outro arquivo utilize o comando: MERGE $merge, DCL - DIGITAL Command Language

26 Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003 Trabalhando com arquivos Para eliminar as versões antigas de um arquivo utilize o comando: PURGE $purge /log Para mudar o nome de um arquivo utilize o comando: RENAME $ren Para procura um arquivo que atenda a um determinado critério de pesquisa utilize o comando: SEARCH $search *.*;* DCL - DIGITAL Command Language


Carregar ppt "Divisão de Busca e Salvamento CURSO SAR 003. OBJETIVO Prover conhecimentos básicos do sistema operacional Open VMS, utilizado nas consoles operacionais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google