A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade do Minho - CEB Madalena Alves IBB-Institute for Biotechnology and Bioengineering, Centre of Biological Engineering, University of Minho, Braga.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade do Minho - CEB Madalena Alves IBB-Institute for Biotechnology and Bioengineering, Centre of Biological Engineering, University of Minho, Braga."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade do Minho - CEB Madalena Alves IBB-Institute for Biotechnology and Bioengineering, Centre of Biological Engineering, University of Minho, Braga Degradação anaeróbia de lípidos ecologia microbiana e desenvolvimentos tecnologicos

2 Universidade do Minho - CEB Lípidos Hidratos de Carbono Proteínas L CH 4 /kg peso seco (teórico) Biometanização de compostos lipídicos A comunidade científica aceitou durante largos anos que os ácidos gordos de cadeia longa (produtos da hidrólise dos lípidos) eram tóxicos permanentes e bactericidas

3 Universidade do Minho - CEB Sumário da investigação realizada no Laboratório de Biotecnologia Ambiental Os AGCL exercem uma inibição reversível por limitações difusionais devido à sua acumulação nos flocos bacterianos. Os AGCL não são tóxicos permanentes nem bactericidas e podem ser eficientemente convertidos em metano. Após a mineralização dos AGCL associados às células, a actividade é recuperada e os flocos sedimentam facilmente mgCOD-CH 4 Time (hours) actividade

4 Universidade do Minho - CEB Sumário da investigação realizada no Laboratório de Biotecnologia Ambiental Os AGCL exercem uma inibição reversível por limitações difusionais devido à sua acumulação nos flocos bacterianos. Os AGCL não são tóxicos permanentes nem bactericidas e podem ser eficientemente convertidos em metano. Após a mineralização dos AGCL associados às células, a actividade é recuperada e os flocos sedimentam facilmente Perspectivas de desenvolvimento de nova tecnologia AGCL Energia (bioCH 4 ) ENERGIA (bioCH4)

5 Universidade do Minho - CEB Do processo ao Produto… Processo Fisiologia e ecologia microbiana + conhecimento Desenvolvimento de um produto comercializável. Novo reactor para o tratamento de alta carga de efluentes com gordura

6 Universidade do Minho - CEB 9 espécies degradam ácidos gordos com mais de 4 carbonos e até C18, mas apenas 4 degradam C16 e só duas degradam C18 Thermosyntropha lipolytica (Svetlitshnyi et al., 1996) Syntrophothermus lipocalidus (Sekiguchi et al., 2000) Syntrophospora bryantii (Stieb & Schink, 1985; Zhao et al., 1990) Syntrophomonas wolfei subsp.wolfei (McInerney et al.,1979,1981;Beauty & McInerney, 1987) Syntrophomonas erecta (Zhang et al., 2004) Syntrophomonas wolfei subsp. saponavida (Lorowits at al., 1989) Syntrophomonas sapovorans (Roy et al., 1986) Syntrophomonas curvata (Zhang et al., 2004) Bacteria; Firmicutes; Clostridia; Clostridiales; Syntrophomonadaceae Espécies microbianas anaeróbias que degradam AGCL Syntrophus aciditrophicus (Jackson et al., 1999) Bacteria; Proteobacteria; delta/epsilon subdivisions; Deltaproteobacteria; Syntrophobacterales; Syntrophaceae Oleic acid (C18:1) Palmitic acid (C16:0)

7 Universidade do Minho - CEB Isolada de uma cultura enriquecida em oleato de sódio Degrada ácidos gordos entre C 4 e C 18 Degrada ácidos gordos insaturados tal como oleato (C 18:1 ) O seu genoma vai ser sequenciado pelo Joint Genome Institute (US department of Energy) É afiliada com syntrophomonas Syntrophomonas zehnderi sp. nov. (strain OL-4)

8 Universidade do Minho - CEB Reactor OL Batch degrad. OM2 (20x) OM3 OM3 (4x) OM3 recharge OS (8x) OM (13x)_sulfate (5x) Nova espécie Reactor OL - t1 Batch degrad. - t1 Reactor OL - t2 Batch degrad. - t2 REACTORES ENRIQUECIMENTOS BATCH

9 Universidade do Minho - CEB Microrganismos filogeneticamente relacionados com Syntrophomonas zehnderi deverão ter um papel importante no processo de degradação de AGCL. Interesse prático - Intensificação do processo (bioaumentação) Análise de DGGE em diferentes amostras em contacto com oleato

10 Universidade do Minho - CEB PCT/PT2005/ Patente registada Instalação de demonstração à escala piloto em fase de construção (SIUPI/PRIME) IASB – Inverted Anaerobic Sludge Blanket Reactor anaeróbio de alta carga para tratamento anaeróbio de efluentes complexos com lípidos


Carregar ppt "Universidade do Minho - CEB Madalena Alves IBB-Institute for Biotechnology and Bioengineering, Centre of Biological Engineering, University of Minho, Braga."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google