A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Projecto de Circuitos Impressos

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Projecto de Circuitos Impressos"— Transcrição da apresentação:

1 Projecto de Circuitos Impressos
em 16 passos usando o software CAE “Eagle” A. Henriques

2 Da análise do esquema, podemos concluir que:
150W ½ W R2 2K5 Pot. p/ soldar no Cir. Imp. C1 100 nF 63V Poly. C2, C3 10mF 25V Tântalo C4 2200mF 50V Electrolítico CI LM317 Regulador integrado TO220 D1, D2 1N4004 PR Ponte Rectificadora GBPC1 TR Transformador 230V/ 20V – 1,5A Da análise do esquema, podemos concluir que: O transformador não fica na placa de circuito impresso; Temos de considerar os pontos de ligação ao exterior (transformador e terminais de saída). A. Henriques

3 Abrir novo projecto, e atribuir um nome. Abrir novo esquema.
A. Henriques

4 Seleccionar os componentes nas várias bibliotecas, tendo em atenção as caixas (package) respectivas.
A. Henriques

5 Componente seleccionado Símbolo
Caixa (package) Componente seleccionado Símbolo Distância entre os terminais Tipo de componente, referência ou alguma característica. A. Henriques

6 Com o comando “VALEU” atribuem-se os valores aos componentes.
A. Henriques

7 1º posicionam-se os componentes com o comando “MOVE”
2º usando o comando “NET” fazem-se as ligações eléctricas A. Henriques

8 Com o comando “BOARD” abre-se o editor de desenho de circuitos impressos
A. Henriques

9 Selecciona-se a totalidade dos componentes com o comando “GROUP”
A. Henriques

10 Selecciona-se o comando “MOVE” e, mantendo o botão direito do rato primido, arrastam-se os componentes para o interior do espaço delimitado para o desenho do circuito umpresso. A. Henriques

11 Com o comando “MOVE” posicionam-se os componentes, de forma a que as ligações indicadas pelas linhas fiquem o mais curtas possivel, respeitando uma área de ocupação para cada componente. A. Henriques

12 Com o comando “DRC” podemos definir as regras para o traçado e diferentes dimensões dos objectos constitutivos do circuito impresso (pistas, afastamentos, furações, etc.). A. Henriques

13 Com o comando “AUTO” definimos que na página (layer) “Top” não é permitido o traçado de pistas. E de seguida damos a ordem para a execução do autoroute clicando no botão “Ok” A. Henriques

14 Numa análise à solução apresentada, podemos concluir que o circuito pode ser melhorado.
A. Henriques

15 Com o comado “RIPUP” apagamos as pistas a serem redesenhadas manualmente
A. Henriques

16 Com “ROUTE” desenham-se de novo as pistas.
Com o comando “CHANGE -> Width” podemos alterar a expessura das pistas Com “ROUTE” desenham-se de novo as pistas. A. Henriques

17 E finalmente grava-se o trabalho
1º - Identifica-se a pista (N$...) a transformar numa superficie poligonal 2º - Escreve-se na linha de comamdo a identificação da pista (N$...), de seguinda clica-se no botão relativo ao comando “POLYGON” e depois desenha-se o poligono desejado. 3º - Clica-se no botão relativo ao comando “RATSNEST” E finalmente grava-se o trabalho A. Henriques


Carregar ppt "Projecto de Circuitos Impressos"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google