A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capacitação de Recursos Humanos para Biotecnologia Marcelo Morales Diretor CNPq.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capacitação de Recursos Humanos para Biotecnologia Marcelo Morales Diretor CNPq."— Transcrição da apresentação:

1 Capacitação de Recursos Humanos para Biotecnologia Marcelo Morales Diretor CNPq

2 Publicações Docentes com Doutorado Orçamento - MCTI Orçamento - CNPq Orçamento - Capes Orçamento - FAPESPOrçamento - FAPEMIGCV-Lattes Matrículas no Ensino Superior

3 O CNPq-2013 em Números Orçamento Investido em Formação de RH+Fomento (R$ mil) VALOR TOTAL INVESTIDO EM 2013 R$ ,00 – Fonte Tesouro/Bolsas e Fomento à Pesquisa: R$ ,00 – Fonte FNDCT(Transv/Vert)-Fomento à Pesquisa: R$ ,00 – Fonte FNDCT/Ciência sem FronteirasR$ ,00 – Outras Unidades Orçamentárias:R$ ,00 (MS, CAPES, MDA,MDS,SPM,MinC, etc...): Bolsas concedidas – Mestrado: – Doutorado: – Pós-doutorado: – IC/IC-Jr: – Desenvolvimento Tecnológico, Extensão e Inovação : – Bolsas no exterior(95% CsF): – Produtividade em Pesquisa (PQ) e Desenv. Tecn. (DT): No. de Editais Lançados: 90 No. De Projetos Especiais realizados: 50 No. Total de Solicitações processadas: Taxa Média de Atendimento nas Chamadas20% No. de Processos vigentes:

4 4 R$ 200 mi

5 s/CRH

6 NOVA CHAMADA PÚBLICA INCT 2014 FINANCIAMENTO: MCTI/CNPQ/FNDCT: R$ 200 milhões ( : 2015/17) CNPq : R$ 100 milhões FNDCT: R$ 100 milhões CAPES: R$ 100 milhões FAPs (levantamento 2013): R$ 331,7 milhões Outros parceiros: MS, PETROBRAS, BNDES Novos Parceiros: SAC *** Edital prevê período de NEGOCIAÇÃO Programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia

7 NOVA CHAMADA PÚBLICA INCT 2014 Duração: 4 anos + 2 anos, mediante avaliação Faixas: (A) até 4 milhões e (B) até 10 milhões Lançamento do Edital: Maio de 2014 Inscrições: 90 dias para apresentação das propostas Julgamento: 180 dias para Avaliação/Negociação Anúncio dos Resultados: Jan/Fev de 2015 Contratações: à partir de Março de 2015 Programa dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia

8 UM PROGRAMA ESPECIAL DE MOBILIDADE INTERNACIONAL EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA e INOVAÇÃO

9 Oferecer 100 mil bolsas de estudo no exterior para que nossos mais talentosos estudantes de graduação, pós-graduação e pesquisadores possam realizar estágios nas melhores universidades do mundo, em um ambiente educacional e profissional onde inovação, empreendedorismo e competitividade já são o padrão. Promover o avanço da ciência, tecnologia, inovação e competitividade industrial através da expansão da mobilidade internacional.Promover o avanço da ciência, tecnologia, inovação e competitividade industrial através da expansão da mobilidade internacional. Aumentar a presença de estudantes e pesquisadores brasileiros em instituições de excelência no exterior.Aumentar a presença de estudantes e pesquisadores brasileiros em instituições de excelência no exterior. Fortalecer a internacionalização das universidades brasileiras.Fortalecer a internacionalização das universidades brasileiras. Aumentar o conhecimento inovador das indústrias brasileirasAumentar o conhecimento inovador das indústrias brasileiras Atrair jovens talentos e pesquisadores altamente qualificados para trabalhar no Brasil.Atrair jovens talentos e pesquisadores altamente qualificados para trabalhar no Brasil. Objetivos do Programa

10 O Futuro da Ciência Brasileira  Qualidade, impacto, relevância  Maior atenção aos grandes desafios nacionais  Internacionalização  Inovação e Patentes  Apoio aos Jovens Pesquisadores  Melhor aproveitamento dos investimentos em infraestrutura para pesquisas  Pessoal qualificado para a inovação nas empresas  Estimular o investimento em inovação pelas empresas  Percepção da sociedade sobre o valor e importância da Ciência  Atração de talentos para a ciência  Educação Básica

11 CNPq PPP PPSUS PRONEX INCT Ações em Parcerias com os Estados PRONEM Fomento a Inovação Edital Universal RHAE Programa de Formação de Recursos Humans em áreas Extratégicas Pesquisador nas Empresas PNPD Programa Nacional de Pós Doutorado Casadinho PGAEST Programa de Expansão da Pós-Graduação em Áreas Estratégicas Bolsas de Fomento Tecnológico (DTI) Bolsas de Formação Iniciação, Mestrado e Doutorado Ciência sem Fronteiras Cooperação Internacional Produtividade Pesq./DT Editais em parceria com outros Ministérios Editais dos Fundos Setoriais DCR (docentes recém contratados)

12 Série histórica – investimentos CNPq Biotecnologia, Farmácia e Farmacologia

13 CHAMADAS Desenvolvimento e inovação tecnológica em bioprodutos e bioprocessos aplicados à saúde humana. Diabetes Doenças Endócrinas e Metabólicas Engenharia de Sistemas Biológicos INOVA-Saúde (FINEP) - Biofármacos, Farmoquímicos e Medicamentos Nanotoxicologia Novas Terapias Portadoras de Futuro P,D&I em medicamentos fitoterápicos oriundos de espécies nativas da flora brasileira Pesquisa Clínica Pesquisas em Vigilância Sanitária Pesquisa de Efetividade Comparativa (REBRATS) PROGRAMAS E ACORDOS Empresas: AstraZeneca, GlaxoSmithKline (CSF) FAPs: PRONEX - Dengue e Malária, BIONORTE RENORBIO

14 Déficit na Balança Comercial

15 Brasil: 14º no ranking científico, 64º no ranking da inovação Mais de 80% dos pesquisadores estão nas universidades e institutos de pesquisa O locus da inovação é a empresa Aproximar a academia do setor produtivo, inserindo pesquisadores (mestres e doutores) nas empresas As empresas podem solicitar Bolsas de Fomento Tecnológico para desenvolver projetos de seu interesse Da empresa exigem-se condições mínimas para o desenvolvimento do projeto (contrapartida) RHAE – Pesquisador na Empresa

16 ChamadaM R$Demanda Projetos Aprov. Empresas Contemp. Bolsas (c.c.) Bolsas cotas concedidas (divisão por formação) 2007 (32/2007) Doutores,112 Mestres, 96 graduados e 84 graduandos 2008 (67/2008) Doutores,182 Mestres, 155 graduados e 223 graduandos 2009 (62/2009) Doutores,166 Mestres, 180 graduados, 152 graduandos e 11 especialistas visitantes 2010 (75/2010) Doutores,198 Mestres, 189 graduados, 113 graduandos, 23 especialistas visitantes e 54 apoio técnico 2012 (17/2012) Doutores, 255 Mestres, 280 graduados, 178 graduandos, 28 especialistas visitantes e 66 apoio técnico

17 Chamadas recentes Chamada Pública MCTI/SETEC/CNPq Nº 54/2013 RHAE Pesquisador na Empresa Sexta edição desta chamada voltada a inserção de mestres e doutores nas empresas brasileiras agora também permite a concessão de bolsas de desenvolvimento tecnológico no exterior. R$ 60 milhões a)SET (Fixação e Capacitação de Recursos Humanos - Fundos Setoriais), níveis: -A, B e C (para doutores)/ D, E e F (para mestres)/ I (para alunos de graduação)/ DTI (Desenvolvimento Tecnológico Industrial), todos os níveis / EV (Especialista Visitante), todos os níveis; / ATP (Apoio Técnico em Extensão no País), todos os níveis;e)/ DEJ ou DES - Desenvolvimento Tecnológico e Inovação no Exterior (limitado a 1 bolsa por projeto, com o máximo de 6 meses de duração).

18 Rede Nacional de Plataformas do Conhecimento Complexos compostos por um grande laboratório multiusuários, com infra de ponta, capaz de formar rede com INCts, Institutos, Laboratórios, com Parque Tecnológico, Incubadoras. Concentrar Inteligência e lideranças científicas e tecnológicas para garantir gestão e cooperação Reunir os melhores profissionais e atrair cérebros do exterior Concentrar recursos e viabilizar pesquisa de fronteira por 10 anos Criar redes com ancoragem institucional, para montar consórcios de centros, INCTs, empresas Avaliação sistemática por metas, como condição para continuidade de funding Regime especial de Compra e Contratação de pessoas (OS) Plataformas serão avaliadas por seus resultados, pela geração de conhecimento, produtos e processos de relevância para a Ciência e para a vida social e econômica do país (patentes, vacinas, enzimas, materiais...)

19 Elevar o Padrão da Produção de Conhecimento Infraestrutura RH Inovação Fomento Sistema Nacional de C,T&I Agências, marco legal... Sistema Nacional de C,T&I Agências, marco legal... Rede de Plataformas do Conhecimento Rede de Plataformas do Conhecimento Edital Universal, INCTs, Programas com FAPs... Ciência sem Fronteiras, Pós Graduação, Iniciação Científica, Jovem Pesquisador (com FAPs)... Inova Empresa, Bolsas RHAE, Doutorado Industrial... Laboratórios, equipamentos...

20 MUITO OBRIGADO! Marcelo Morales Diretor CNPq


Carregar ppt "Capacitação de Recursos Humanos para Biotecnologia Marcelo Morales Diretor CNPq."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google