A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fight Club - Sinopse Abruptamente somos introduzidos a um narrador (cujo nome desconhecemos) que nos fala da sua vida. É inspector numa empresa de automóveis,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fight Club - Sinopse Abruptamente somos introduzidos a um narrador (cujo nome desconhecemos) que nos fala da sua vida. É inspector numa empresa de automóveis,"— Transcrição da apresentação:

1

2 Fight Club - Sinopse Abruptamente somos introduzidos a um narrador (cujo nome desconhecemos) que nos fala da sua vida. É inspector numa empresa de automóveis, sendo o seu estilo de vida profundamente marcado pelos paradigmas apresentados pela publicidade e pela sociedade em geral.Abruptamente somos introduzidos a um narrador (cujo nome desconhecemos) que nos fala da sua vida. É inspector numa empresa de automóveis, sendo o seu estilo de vida profundamente marcado pelos paradigmas apresentados pela publicidade e pela sociedade em geral. O narrador sofre de uma estranha insónia crónica, esta insónia afecta-o de tal modo que nunca se sente completamente acordado. Procurando restabelecer o seu sono natural junta-se a várias terapias de grupo (desde pacientes com cancro testicular até grupos doentes em fase terminal) cuja companhia e afecção aparentemente causam a normalização do seu sono natural.O narrador sofre de uma estranha insónia crónica, esta insónia afecta-o de tal modo que nunca se sente completamente acordado. Procurando restabelecer o seu sono natural junta-se a várias terapias de grupo (desde pacientes com cancro testicular até grupos doentes em fase terminal) cuja companhia e afecção aparentemente causam a normalização do seu sono natural.

3 Fight Club - Sinopse Esta solução é rapidamente abalada por uma mulher chamada Marla, cuja presença bloqueia o efeito psicológico que as terapias de grupo tinham sobre o narrador, provocando assim novamente a insónia.Esta solução é rapidamente abalada por uma mulher chamada Marla, cuja presença bloqueia o efeito psicológico que as terapias de grupo tinham sobre o narrador, provocando assim novamente a insónia. Numa das habituais viagens de negócio, o narrador conhece a bordo do avião um homem chamado Tyler Durden. Numa breve conversa falam de si e trocam e contactos. Chegando a casa encontra o seu apartamento em chamas devido a uma misteriosa explosão. Procura abrigo na casa de Tyler Durden que o introduz a um novo estilo de vida.Numa das habituais viagens de negócio, o narrador conhece a bordo do avião um homem chamado Tyler Durden. Numa breve conversa falam de si e trocam e contactos. Chegando a casa encontra o seu apartamento em chamas devido a uma misteriosa explosão. Procura abrigo na casa de Tyler Durden que o introduz a um novo estilo de vida.

4 Fight Club - Sinopse Juntos vivem numa casa ocupada e criam um clube de combate. Rapidamente e misteriosamente, o clube de combate transforma- se numa organização anti-governamental espalhada pelo país. Interrogando-se sobre o desconhecimento desta expansão do clube, o narrador apercebe-se que Tyler Durden tem trabalhado enquanto ele dormia, descobrindo mais tarde que Tyler é outra pessoa no seu corpo.Juntos vivem numa casa ocupada e criam um clube de combate. Rapidamente e misteriosamente, o clube de combate transforma- se numa organização anti-governamental espalhada pelo país. Interrogando-se sobre o desconhecimento desta expansão do clube, o narrador apercebe-se que Tyler Durden tem trabalhado enquanto ele dormia, descobrindo mais tarde que Tyler é outra pessoa no seu corpo.

5 Fight Club e a Identidade Pessoal Duas pessoas num corpo? Será que cada um tem um self? Identidade Narrativa (Paul Ricoeur) Conhecimento de Si e Sentimento de Si. Identidade Narrativa e a Identificação Ética.

6 Um Corpo, Duas Pessoas O Narrador e Tyler têm consciências separadas.O Narrador e Tyler têm consciências separadas. Sentem que o outro é outra pessoa.Sentem que o outro é outra pessoa. Existe um Conflito entre estas duas pessoas, na luta pelo domínio do corpo.Existe um Conflito entre estas duas pessoas, na luta pelo domínio do corpo. A tendência de associarmos um corpo com uma pessoa não é ameaçada, na medida em que estas pessoas se revelam alteradamente no corpo. A tendência de associarmos um corpo com uma pessoa não é ameaçada, na medida em que estas pessoas se revelam alteradamente no corpo.

7 Um Corpo Duas Pessoas? Num determinado momento, apenas uma entre as múltiplas identidades consegue obter suficiente controlo para ser uma pessoa e para se exprimir ( melhor ainda, para exprimir o seu si). ( A. Damásio, O Sentimento de Si, p. 172). Num determinado momento, apenas uma entre as múltiplas identidades consegue obter suficiente controlo para ser uma pessoa e para se exprimir ( melhor ainda, para exprimir o seu si). ( A. Damásio, O Sentimento de Si, p. 172). Há 3 sinais indicadores da presença da consciência:Há 3 sinais indicadores da presença da consciência: Manifestações externas.Manifestações externas. Manifestações internas relatadas pelo sujeito observado.Manifestações internas relatadas pelo sujeito observado. Manifestações internas em nós. (O Sentimento de Si, p. 106).Manifestações internas em nós. (O Sentimento de Si, p. 106).

8 Duas Interpretações do Si, uma História ( Paul Ricoeur) Os factos históricos possibilitam a construção de uma narrativa. Encontramos na memória elementos chave para desenharmos o precurso de uma vida.Os factos históricos possibilitam a construção de uma narrativa. Encontramos na memória elementos chave para desenharmos o precurso de uma vida. Face uma ausência de certos pormenores históricos, a narrativa é compensada pela ficção. Esta ficção involuntária permite que a narrativa corra com fluidez. Tudo parece ser factual.Face uma ausência de certos pormenores históricos, a narrativa é compensada pela ficção. Esta ficção involuntária permite que a narrativa corra com fluidez. Tudo parece ser factual. Nota : Nem A ausência de factos nem a introdução da ficção são actos (mentais) percebidos pelo sujeito.Nota : Nem A ausência de factos nem a introdução da ficção são actos (mentais) percebidos pelo sujeito.

9 Duas Interpretações do Si, uma História ( Paul Ricoeur) Esta Narrativa possibilita o Conhecimento do Si/Self.Esta Narrativa possibilita o Conhecimento do Si/Self. O Conhecimento de Si é uma Interpretação.O Conhecimento de Si é uma Interpretação. A situação do Narrador e de Tyler:A situação do Narrador e de Tyler: A certa altura do filme o narrador reconhece que os factos da sua vida são incompletos.A certa altura do filme o narrador reconhece que os factos da sua vida são incompletos. A ausência de Consciência foi representada pelo sono natural, mas de facto houve uma transição para outra pessoa.A ausência de Consciência foi representada pelo sono natural, mas de facto houve uma transição para outra pessoa.

10 Conhecimento e Sentimento Os factos aparentemente históricos, são falsos (o caso do Narrador).Os factos aparentemente históricos, são falsos (o caso do Narrador). O seu novo conhecimento interfere com o seu antigo Conhecimento de Si.O seu novo conhecimento interfere com o seu antigo Conhecimento de Si. E o seu Sentimento de Si?E o seu Sentimento de Si? Apesar do seu conhecimento (dos factos), o narrador não se identifica com Tyler. Não se sente como Tyler.Apesar do seu conhecimento (dos factos), o narrador não se identifica com Tyler. Não se sente como Tyler.

11 Conhecimento e Sentimento Se o Narrador tem acesso a factos novos por que razão estes não provocam uma nova Narrativa e Interpretação de Si?Se o Narrador tem acesso a factos novos por que razão estes não provocam uma nova Narrativa e Interpretação de Si? Será por somente por não ter memórias das acções praticadas por Tyler?Será por somente por não ter memórias das acções praticadas por Tyler? Tyler aparece durante a ausência de si do Narrador.Tyler aparece durante a ausência de si do Narrador. A Mesmidade corporal não afecta a Ipseidade das pessoas. Cada um tem um Self. Cada um luta por si mesmo.A Mesmidade corporal não afecta a Ipseidade das pessoas. Cada um tem um Self. Cada um luta por si mesmo.

12 Conhecimento e Sentimento O Narrador é condicionado por Tyler e ele sabe que condiciona Tyler. A relação recíproca sublinha a noção de : O Eu não Eu que gera a noção: o outro. (Ludwig Feuerbach, Princípios da Filosofia do Futuro.)O Narrador é condicionado por Tyler e ele sabe que condiciona Tyler. A relação recíproca sublinha a noção de : O Eu não Eu que gera a noção: o outro. (Ludwig Feuerbach, Princípios da Filosofia do Futuro.) Será que Tyler é o meu pesadelo ou sou eu o pesadelo de Tyler? ( Narrador, Fight Club) Será que Tyler é o meu pesadelo ou sou eu o pesadelo de Tyler? ( Narrador, Fight Club) Se eu acordar num lugar e tempo diferente serei eu uma pessoa diferente? ( Narrador, Fight Club) Se eu acordar num lugar e tempo diferente serei eu uma pessoa diferente? ( Narrador, Fight Club)

13 Identidade Narrativa e Ética O Narrador vive uma vida sem objectivos, deixando-se levar por aquilo que é uma inter- pretação dos paradigmas sociais e publicitários.O Narrador vive uma vida sem objectivos, deixando-se levar por aquilo que é uma inter- pretação dos paradigmas sociais e publicitários. Paradigma - Identificação.Paradigma - Identificação. Expressão : Tu és aquele que faz aquilo.Expressão : Tu és aquele que faz aquilo. Tyler que é o extremo oposto. Para Tyler não são as acções que nos definem, nem os objectos que possuímos.Tyler que é o extremo oposto. Para Tyler não são as acções que nos definem, nem os objectos que possuímos.

14 Identidade Narrativa e Ética Who am I then? Tell me that first, and then, if I like being that person, Ill come up: if not, Ill stay here till Im somebody else. (Lewis Caroll, Alices Adventures in Wonderland, in Complete Works, p.26).Who am I then? Tell me that first, and then, if I like being that person, Ill come up: if not, Ill stay here till Im somebody else. (Lewis Caroll, Alices Adventures in Wonderland, in Complete Works, p.26). Mas então, que sou eu? Digam-me isso primeiro, e depois, se eu gostar ser essa pessoa, eu voltarei para cima: se não, cá ficarei até eu ser outro. Mas então, que sou eu? Digam-me isso primeiro, e depois, se eu gostar ser essa pessoa, eu voltarei para cima: se não, cá ficarei até eu ser outro.


Carregar ppt "Fight Club - Sinopse Abruptamente somos introduzidos a um narrador (cujo nome desconhecemos) que nos fala da sua vida. É inspector numa empresa de automóveis,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google