A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Watson e o Comportamento Psicologia 12º Ano. 1. JOHN WATSON (1878-1958) E A PERSPETIVA BEHAVIORISTA Psicologia 12º Ano|  Watson é considerado o pai da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Watson e o Comportamento Psicologia 12º Ano. 1. JOHN WATSON (1878-1958) E A PERSPETIVA BEHAVIORISTA Psicologia 12º Ano|  Watson é considerado o pai da."— Transcrição da apresentação:

1 Watson e o Comportamento Psicologia 12º Ano

2 1. JOHN WATSON ( ) E A PERSPETIVA BEHAVIORISTA Psicologia 12º Ano|  Watson é considerado o pai da psicologia científica ao demarcar-se de forma radical de toda a psicologia tradicional, que tinha por objeto o estudo da consciência (método da introspeção…)  Watson não nega a existência da consciência, porém, defende que a análise dos estados de espírito, bem como a procura das suas causas, só pode interessar ao sujeito no âmbito da sua vida pessoal.

3 1. JOHN WATSON ( ) E A PERSPETIVA BEHAVIORISTA Psicologia 12º Ano|  Segundo Watson, o fundador do primeiro laboratório de Psicologia ao pretender estudar os processos mentais (conteúdos da consciência) não conseguiu romper com as conceções tradicionais: “Tratou de apegar-se à tradição com uma das mãos, enquanto que com a outra puxava para o lado da ciência.”  A única forma de a psicologia se constituir como ciência é cortar com todo o seu passado (conceção e método) constituir-se como um ramo OBJETIVO e EXPERIMENTAL da ciência.

4 1. JOHN WATSON ( ) E A PERSPETIVA BEHAVIORISTA Psicologia 12º Ano| AutoresObjectoMétodoFinalidade WundtConsciênciaInstrospeção controlada Conhecer os elementos simples da mente WatsonComportamentoMétodo experimental Prever e controlar o comportamento. O psicólogo deverá, assim, assumir a atitude do cientista: 1) trabalhar com dados provenientes de observações objetivas, i. e. públicas – acessíveis a outro observador. 2) renunciar à introspeção e limitar-se, como nas outras ciências, à observação externa.

5 2. CONCEITO BEHAVIORISTA DE COMPORTAMENTO Psicologia 12º Ano| COMPORTAMENTO: toda e qualquer resposta observável de um organismo a um determinado estímulo.  O behaviorismo é uma corrente que define a psicologia como a ciência do comportamento.  Para Watson, o comportamento é o conjunto de respostas (R) observáveis a estímulos (E) observáveis provenientes do meio em que o organismo se insere.

6 2. CONCEITO BEHAVIORISTA DE COMPORTAMENTO Psicologia 12º Ano| 1)Meio externo: raios luminosos, ondas sonoras, partículas que afectam o olfacto e o gosto, vibrações mecânicas, etc. Ex. a picada de uma agulha. Por estímulos entende-se o conjunto de excitações que agem sobre o organismo. Um estímulo pode ser qualquer elemento ou objeto do meio externo ou qualquer modificação interna do organismo. 2) Meio interno: movimentos dos músculos, secreções das glândulas, etc. Ex: contrações do estômago provocados pela fome.

7 2. CONCEITO BEHAVIORISTA DE COMPORTAMENTO Psicologia 12º Ano| EXPLÍCITAS: são respostas diretamente observáveis: movimentos, voz, secreções externas. Ex: lágrimas, salivar, suor...  Em geral, o comportamento é determinado não por um estímulo, mas por um conjunto complexo de estímulos que se designa por situação.  A cada situação corresponde um dado comportamento, isto é, um conjunto de respostas: IMPLÍCITAS: não são diretamente observáveis; são constituídas pelas respostas viscerais. Ex: contracções do estômago.

8 2. CONCEITO BEHAVIORISTA DE COMPORTAMENTO Psicologia 12º Ano|  O comportamento é, assim, determinado por um conjunto complexo de estímulos (situação) provenientes do meio físico ou social em que o organismo se insere.  A cada situação corresponde um dado comportamento, isto é, um conjunto de respostas: R=f(S) O comportamento, a resposta (R) é função(f), isto é, depende da situação (S).

9 3. LEIS DO COMPORTAMENTO Psicologia 12º Ano|  O estabelecimento das leis do comportamento resulta do estudo das variações das respostas em função da situação.  O psicólogo, conhecendo o estímulo, deverá ser capaz de: prever a resposta e se conhecer a resposta deverá poder identificar o estímulo, a situação que a provocou. Watson não nega que entre o estímulo e a resposta se passe algo no interior do sujeito. Considerava, contudo, que tal não é objeto da psicologia.

10 4. O PODER DOR FATORES AMBIENTAIS Psicologia 12º Ano| “Dêem-me uma dúzia de crianças saudáveis, bem constituídas e a espécie de mundo que preciso para as educar, e eu garanto que, tomando qualquer uma delas ao acaso, prepará-la-ei para se tornar um especialista que eu selecione: um médico, um comerciante, um advogado e, sim, até um pedinte ou ladrão, independentemente dos seus talentos, inclinações, tendências, aptidões, assim como da profissão e da raça dos seus antepassados.” Watson in Behaviorism

11 4. O PODER DOR FATORES AMBIENTAIS Psicologia 12º Ano| Para Watson, nós somos o que fazemos; e o que nós fazemos é o que o meio nos faz fazer. Watson defendeu que todo o nosso comportamento é exclusivamente influenciado pela EXPERIÊNCIA, por fatores sociais e educativos, ou seja, somos produtos do MEIO, uma vez que somos modelados por ele(“organismos em situação”)

12 4. A IRRELEVÂNCIA DA HEREDITARIEDADE Psicologia 12º Ano| PROGRAMA DE MELHORAMENTO DOS SERES HUMANOS: Para Watson o importante é o ambiente e se a conduta depende do ambiente, reformemos favoravelmente o ambiente e melhoremos o ser humano.  Watson não nega a existência de fatores hereditários, porém, considera-os irrelevantes na formação da personalidade do indivíduo.  No desenvolvimento da criança, somente os fatores ambientais são determinantes: o desenvolvimento é modelado pela experiência, estimulado pelo meio.

13 5. CONCLUINDO Psicologia 12º Ano|  Apesar dos exageros reducionistas de Watson, o behaviorismo foi um movimento revolucionário que contribuiu de forma decisiva para a constituição da psicologia como ciência.  Os contributos de Watson a favor da objetividade na psicologia foram bem recebidos pelos psicólogos norte-americanos. Esta aceitação deve-se, sobretudo, à definição inequívoca do seu objeto – o comportamento observável – e o seu método experimental.

14 5. CONCLUINDO Psicologia 12º Ano  Todavia, a necessidade de demarcação conduziu os behavioristas a um conceção limitada e simplista de comportamento.  Ao reduzir a interpretação do comportamento à relação E (estímulo)- R (resposta), muitas condutas ficam por explicar (ex. eu não bebo quando vejo água, é uma situação interna que desencadeia o comportamento. Os neobehavioristas introduzem outras variáveis na explicação dos comportamentos e, mais tarde a teoria do comportamento evolui com autores como Skinner, Thorndike e Bandura.


Carregar ppt "Watson e o Comportamento Psicologia 12º Ano. 1. JOHN WATSON (1878-1958) E A PERSPETIVA BEHAVIORISTA Psicologia 12º Ano|  Watson é considerado o pai da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google