A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Base metodológica para avaliação de riscos em ordenamento do território Rui Pedro Julião Coordenador-Geral

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Base metodológica para avaliação de riscos em ordenamento do território Rui Pedro Julião Coordenador-Geral"— Transcrição da apresentação:

1 Base metodológica para avaliação de riscos em ordenamento do território Rui Pedro Julião Coordenador-Geral

2 Tópicos Enquadramento Objectivos Equipa Conteúdos Notas finais

3 Enquadramento O reconhecimento das situações de perigo e a avaliação das suas potenciais consequências representam uma etapa fundamental para o planeamento e gestão do território, possibilitando a minimização das situações de risco potencial, bem como a atenuação e limitação dos seus efeitos A cartografia de risco constitui uma peça fundamental da elaboração do Plano Director Municipal, condicionando as opções de ocupação e uso do território e permitindo a criação de condições de prevenção e gestão de riscos em estreita articulação com os Planos Municipais de Emergência

4 Enquadramento A necessidade de uniformização da abordagem da gestão dos riscos naturais e tecnológicos leva a considerar: –Que deve existir uma metodologia comum para a elaboração das cartas de risco temáticas, promovendo uma harmonia entre as mesmas –A relevância de um sistema de informação geográfica, no âmbito da gestão de riscos, para apoio à decisão em matérias de protecção civil e de ordenamento do território Despacho nº 27660/2008, de 29 de Outubro

5 Objectivos Identificação e selecção dos tipos de risco naturais e tecnológicos que servirão de base à definição das orientações metodológicas para a produção de cartografia de risco de âmbito municipal Definição de normas técnicas para a produção de cartas de risco temáticas de âmbito municipal, incluindo a harmonização dos conceitos, tipologias, designações e formas de representação gráfica Definição de orientações técnicas para a construção dos SIG de base municipal para apoio à decisão na área do levantamento, previsão, monitorização e prevenção dos riscos naturais e tecnológicos, permitindo o planeamento de soluções de emergência

6 Equipa – Autores Rui Pedro Julião – IGP (Coordenador) Fernanda Nery – IGP José Luís Ribeiro – ANPC Margarida Castelo Branco – DGOTDU José Luís Zêzere – FL / Universidade de Lisboa Apoio ao grupo de trabalho: Maria Inês Queirós – IGP

7 Equipa – Consultores José Luís Zêzere – FL / Universidade de Lisboa (Coordenador) Alexandre Tavares – FCT / Universidade de Coimbra Carlos Bateira – FL / Universidade do Porto Catarina Ramos – FL / Universidade de Lisboa Eusébio Reis – FL / Universidade de Lisboa Fernando Marques – FC / Universidade de Lisboa Lúcio Cunha – FL / Universidade de Coimbra.

8

9 Conteúdos – Estrutura Enquadramento Conceitos Abrangência Metodologia para a produção e utilização de Cartografia Municipal de Risco Sistema de Informação Geográfica

10 Conteúdos – Enquadramento Oportunidade Contextualização Ordenamento do Território Protecção Civil

11 Conteúdos – Conceitos Consolidar, explicitar e articular os principais conceitos utilizados

12 Conteúdos – Abrangência

13 Área/FactorDescrição Condições meteorológicas adversas Nevoeiro, Ondas de Frio, Ondas de calor, Nevões e Secas Hidrologia Cheias e inundações urbanas, Cheias e inundações rápidas, Cheias e inundações progressivas, Inundações e galgamentos costeiros e Inundação por Tsunami Geodinâmica interna Sismos, Actividade vulcânica e Radioactividade natural Geodinâmica externa Movimentos de massa em vertentes, Erosão costeira e Colapso de cavidades subterrâneas naturais

14 Conteúdos – Abrangência Área/FactorDescrição Transportes Acidentes rodoviários, ferroviários, marítimos e aéreos ou relacionados com o transporte de produtos perigosos Vias de comunicação e infra-estruturas Colapso de túneis, pontes e outras infra-estruturas ou Colapso de galerias e cavidades de minas, Acidentes em infra-estruturas fixas de transporte de produtos perigosos (oleodutos e gasodutos) e Ruptura de barragens Actividade industrial e comercial Acidentes em áreas e parques industriais e que envolvam substâncias perigosas (Directivas Seveso), em instalações de combustíveis, óleos e lubrificantes, de produtos explosivos e actividades sujeitas a licença ambiental e Degradação e contaminação dos solos com substâncias NBQ Áreas urbanas de elevada densidade populacional Incêndios e colapsos em centros históricos e em edifícios com elevada concentração populacional e Poluição atmosférica grave com partículas, gases ou radiações

15 Conteúdos – Abrangência Área/FactorDescrição AtmosferaIncêndios florestais ÁguaDegradação e contaminação de aquíferos e de águas superficiais SoloErosão e Degradação dos solos

16 Conteúdos – Metodologia

17 Baseada em Sistema de Informação Geográfica Anexo I – Fichas de susceptibilidade –Introdução –Carta de susceptibilidade Anexo II – Elementos expostos estratégicos, vitais e/ou sensíveis –Articulação com Catálogo de Objectos da série cartográfica oficial 1:10000

18 Conteúdos – Metodologia Produtos: –Cartas de Susceptibilidade –Cartas de Elementos Expostos –Carta de Localização de Riscos Utilização: –Revisão dos PDM –Planeamento de emergência

19 Conteúdos – SIG Articulação: –Sistema Nacional de Informação Territorial (SNIT) –Sistema Nacional de Informação Geográfica (SNIG) Sistemas de referência Formatos e modelos de dados Serviços de dados Representação/Visualização Metadados

20 Notas Finais Participação de entidades: –Administração Central e Local –Governos Regionais –ANMP –Privados Contributo para apoiar o trabalho técnico num contexto municipal

21 Notas Finais Perspectiva multidisciplinar –Especialidades temáticas –Cartografia e SIG –Ordenamento do Território –Planeamento de Emergência Ajustamento –Realidade municipal –Objectivos prioritários Colaboração intermunicipal e regional Continuidade

22 Base metodológica para avaliação de riscos em ordenamento do território Rui Pedro Julião Coordenador-Geral


Carregar ppt "Base metodológica para avaliação de riscos em ordenamento do território Rui Pedro Julião Coordenador-Geral"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google