A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJECTO CONVERGÊNCIAS – COMUNICAR PARA VALORIZAR Data início – 14/09/2002 Data fim – 31/12/2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJECTO CONVERGÊNCIAS – COMUNICAR PARA VALORIZAR Data início – 14/09/2002 Data fim – 31/12/2004."— Transcrição da apresentação:

1 PROJECTO CONVERGÊNCIAS – COMUNICAR PARA VALORIZAR Data início – 14/09/2002 Data fim – 31/12/2004

2 Porquê do projecto Qualificar os agentes e as entidades de Desenvolvimento Local e Inserção Social para a intervenção; Qualificar os agentes e as entidades de Desenvolvimento Local e Inserção Social para a intervenção; Estimular o trabalho em rede e em parceria, através do cruzamento de duas redes de génese distinta, mas que poderão intervir de forma complementar no território; Estimular o trabalho em rede e em parceria, através do cruzamento de duas redes de génese distinta, mas que poderão intervir de forma complementar no território;

3 Objectivos do Projecto Intervir em todo o território nacional através das cáritas diocesanas, associações, grupos e iniciativas locais que se inscrevem no quadro da economia social, no sentido de: Intervir em todo o território nacional através das cáritas diocesanas, associações, grupos e iniciativas locais que se inscrevem no quadro da economia social, no sentido de: –Dinamizar os procedimentos de comunicação, troca de experiências e avaliação entre as entidades e agentes de Desenvolvimento Local, criando redes de comunicação regionais, nacionais e internacionais;

4 Objectivos do Projecto –Valorizar competências e recursos através da qualificação e formação dos técnicos e práticas nas áreas do planeamento, gestão, acompanhamento e avaliação das acções dirigidas às pessoas com dificuldade de inserção económica e social; –Dar visibilidade ao trabalho em prol da inclusão social, tornando-o conhecido do grande público;

5 Objectivos do Projecto –Acompanhar, em processo de auto- avaliação contínua, o trabalho de combate à exclusão social e económica, e de aquisição e acumulação de saber e experiência, dinamizando o Observatório da Intervenção Social e Desenvolvimento Local (OISDL –

6 Quem somos? A PD – Parceria de Desenvolvimento é constituída por 4 parceiros nacionais: Animar; Cáritas Portuguesa, Espaço e Desenvolvimento e Duvídeo; e 10 parceiros regionais, 5 ADL e 5 Cáritas Diocesanas: Terramar, ADE, Ideia Alentejo, ADER SOUSA, ADRL, Cáritas Arquidiocesana de Braga, Cáritas Diocesana de Lamego, Cáritas Diocesana de Portalegre/Castelo Branco, Cáritas Diocesana de Santarém e Cáritas de Viseu

7 Quem são os parceiros transnacionais? ATC 1: Coopères (França), Provincia Di Sondrio e Assozione Lavoro e Integrazione (Itália); ATC 1: Coopères (França), Provincia Di Sondrio e Assozione Lavoro e Integrazione (Itália); ATC 2: Garapen (Espanha), Centro Servizi,srl (Itália) e Eskan (Holanda) ATC 2: Garapen (Espanha), Centro Servizi,srl (Itália) e Eskan (Holanda)

8 Dinamização, Coordenação e Acompanhamento Dinamizado por uma equipe permanente e concretizado territorialmente por 10 pólos, a 3 níveis: - diagnóstico dos problemas/recursos e das entidades que trabalham no seu território de intervenção - reflexão com os agentes locais; - Sensibilização da comunidade (metodologia: oficinas e iniciativas locais)

9 Dinamização, Coordenação e Acompanhamento A coordenação é participada por todas as organizações da PD, em sede de Comissão Directiva Alargada; O Projecto é acompanhado por uma Comissão de Acompanhamento: ANAFRE, ANDC, APSS, Associação Nacional de Municípios, CEARTE, CIDM, Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado, Federação Portuguesa de Artes e Ofícios, Confederação Portuguesa das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, Instituto das Comunidades Educativas, ISS, IEFP, INATEL, ISCTE/PROACT, Universidade Lusófona/Departamento Geografia e União das Mutualidades Portuguesas;

10 Actividades – Conhecer e Intervir Levantamento e difusão de micro- práticas descritas no Observatório e boletim do projecto; Levantamento e difusão de micro- práticas descritas no Observatório e boletim do projecto; Levantamento de necessidades e recursos (diagnóstico); Levantamento de necessidades e recursos (diagnóstico); Visitas de estudo (nacionais e transnacionais); Visitas de estudo (nacionais e transnacionais);

11 Formar, Apoiar e Qualificar Oficinas temáticas: Oficinas temáticas: - Participação social na 3ª idade: um encontro de cidadania; - Que política agrícola convém à Europa? - Participação e Desenvolvimento Local; - Diagnóstico social da freguesia de Vialonga (workshop); - Igualdade de oportunidades; - Redes Supramunicipais; - Toxicodependência; - Imigrantes e jovens em situação de risco; - Desenvolvimento social e economia social – desafios de uma intervenção eficaz; - Acção pastoral da arquidioceses – reorganização da pastoral sócio-caritativa;

12 Formar, Apoiar e Qualificar Oficinas temáticas: Oficinas temáticas: - Entre o fogo e a água (incêndios); - Sair da Lama; - Construir pontes para os problemas sociais; - Novas perspectivas sobre o voluntariado social; - Novos projectos e novas dinâmicas de intervenção social; - Desenvolvimento Local e parcerias; - Constituição da diocesana e apresentação do diagnóstico; - Vantagens e sucessos da inclusão social; - A comunicação interpessoal nas instituições;

13 Formar, Apoiar e Qualificar Acções de Formação: Acções de Formação: - Estratégia Europeia de Emprego e IC EQUAL; - Pobreza, exclusão social e inclusão: a economia social e o desenvolvimento local; - Avaliação, Balanço de Competências e Auto-Avaliação; - Planeamento estratégico e metodologia participativa; - Diagnósticos: o que são, como se podem fazer, para que servem? - Espaço Net; - Observatório da Intervenção Social e Desenvolvimento Local; - Disseminação de produtos; - Relação interpessoal, gestão de projectos e liderança na perspectiva EQUAL;

14 Formar, Apoiar e Qualificar Acções de Formação: Acções de Formação: -Validação de produtos: experimentação e avaliação do modelo; - Monitoragem da Rede / Espaço Net; - Comunicação: relação com os media, programas TV, espaço net e boletim convergências; - Qualificação das organizações do 3º sector da economia e as transformações do trabalho; - Qualificação dos trabalhadores das organizações do 3º sector; - Gestão de parcerias – metodologias de projecto e sistematização de aprendizagens;

15 Formar, Apoiar e Qualificar Iniciativas Locais: Iniciativas Locais: -Fórum social de Braga; - Formação em informática; - Jovens de origem africana no concelho de Vila Franca de Xira; - Encontros dos projectos EQUAL do Alentejo; - Observatório da Acção Social da Arquidiocese de Braga; - Festa, festival e feira da imigração; - Encontro Diocesano para discussão das temáticas do DL e dos novos domínios de intervenção da Cáritas; - Stand e fórum de debate EQUAL na MANIFesta 2003 em Serpa;

16 Comunicar, Disseminar e Sensibilizar Programas TV: Programas TV: - IC EQUAL; - Integração sócio-económica de grupos desfavorecidos; - Igualdade de Oportunidades entre Mulheres e Homens; - Empregabilidade; - Adaptabilidade; - Dinâmicas pró-activas de desenvolvimento local; - Apoio à inclusão social de imigrantes e requerentes de asilo; - Novas tecnologias da informação e comunicação (TIC); Boletim temático Convergências Boletim temático Convergências

17 Estudo e Investigação Observatório da Intervenção Social e Desenvolvimento Local Observatório da Intervenção Social e Desenvolvimento Local - Centro de documentação; - Banco de estágios; - Diagnósticos; - Bolsa de consultores; - Links de interesse; - Base de dados bibliográfica - Base de associações e instituições; - Documentos de orientação estratégica; - Práticas bem sucedidas / práticas mal sucedidas; - Recursos técnico-pedagógicos; - Metodologias;

18 Produtos

19 Produtos Nacionais Observatório da Intervenção Social e Desenvolvimento Local (OISDL) Observatório da Intervenção Social e Desenvolvimento Local (OISDL) Série de Programas de TV que passará no canal 2 onde serão apresentadas filmagens de temáticas ligadas com o desenvolvimento local e a inclusão social, seguidas de debate. Série de Programas de TV que passará no canal 2 onde serão apresentadas filmagens de temáticas ligadas com o desenvolvimento local e a inclusão social, seguidas de debate.

20 Produtos Transnacionais Parceria Local Hallmark Network – Entrepreneurship, financing and sustainability (Espanha, Portugal, Itália e Holanda) Parceria Local Hallmark Network – Entrepreneurship, financing and sustainability (Espanha, Portugal, Itália e Holanda) - Guia Metodológico Empresas e o Terceiro Sistema – boas práticas em quatro países europeus (Espanha, Portugal, Holanda e Itália); - Vídeo sobre Igualdade de Oportunidades para a criação e desenvolvimento de empresas e organizações que respondam aos problemas locais e sociais na Europa (Espanha, Portugal, Holanda e Itália) - Para além dos produtos da responsabilidade portuguesa já referenciados (CD e vídeo), foram realizadas as seguintes actividades: base de dados e estudo de agências de desenvolvimento na Europa, manual de utilização da base de dados CORDIS; workshops para treinar a utilização da base de dados (um dos quais em Portugal), estudo de identificação de redes de agências de desenvolvimento na Europa. - Foram ainda desenvolvidos um guia sobre novas formas de financiamento e um seminário sobre o mesmo tema e um seminário sobre Mulheres e mercado de trabalho.

21 Produtos Transnacionais Parceria Economie Sociale et Développement Local (Itália (2 parceiros), França e Portugal) - Vídeo sobre Promoção e Igualdade de Oportunidades na Europa através das Iniciativas - Vídeo sobre Promoção e Igualdade de Oportunidades na Europa através das Iniciativas - Vídeo sobre Promoção e Igualdade de Oportunidades na Europa através das Iniciativas - Vídeo sobre Promoção e Igualdade de Oportunidades na Europa através das Iniciativas Desenvolveu-se no contexto desta parceria para além do vídeo atrás referenciado, um Guia de Boas práticas de Integração da Economia Social e Políticas de Desenvolvimento Local; um guia de Boas Práticas de Desenvolvimento da iniciativa empresarial em zona de montanha; um guia de Boas Práticas de Participação Cívica e um guia de boas práticas relativo à temática da Conciliação do Tempo. Desenvolveu-se no contexto desta parceria para além do vídeo atrás referenciado, um Guia de Boas práticas de Integração da Economia Social e Políticas de Desenvolvimento Local; um guia de Boas Práticas de Desenvolvimento da iniciativa empresarial em zona de montanha; um guia de Boas Práticas de Participação Cívica e um guia de boas práticas relativo à temática da Conciliação do Tempo. Estabeleceu-se uma parceria da Animar com a Junta de Freguesia de Alcobertas e a Cooperativa Terra Chã, tendo sido possível no contexto do projecto realizar um intercâmbio de experiências das mulheres que trabalham na cooperativa e as instituições que compõe esta parceria. Esta actividade não estava prevista e foi criada a partir do grupo de trabalho relativo às questões do desenvolvimento local, sendo um dos muito exemplos claros de empowerment das pessoas, técnicos e organizações. Estabeleceu-se uma parceria da Animar com a Junta de Freguesia de Alcobertas e a Cooperativa Terra Chã, tendo sido possível no contexto do projecto realizar um intercâmbio de experiências das mulheres que trabalham na cooperativa e as instituições que compõe esta parceria. Esta actividade não estava prevista e foi criada a partir do grupo de trabalho relativo às questões do desenvolvimento local, sendo um dos muito exemplos claros de empowerment das pessoas, técnicos e organizações. Relativamente a esta parceria já foram finalizados os trabalhos, estando apenas pendentes algumas questões avaliativas e a apresentação final do vídeo. Relativamente a esta parceria já foram finalizados os trabalhos, estando apenas pendentes algumas questões avaliativas e a apresentação final do vídeo.


Carregar ppt "PROJECTO CONVERGÊNCIAS – COMUNICAR PARA VALORIZAR Data início – 14/09/2002 Data fim – 31/12/2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google