A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O P ROJETO DE P ESQUISA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O P ROJETO DE P ESQUISA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc."— Transcrição da apresentação:

1 O P ROJETO DE P ESQUISA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

2 R OTEIRO Escolher um tema de pesquisa Por onde começar? Ler para aprender Estrutura do Projeto de Pesquisa A Definição do Problema O Objetivo geral Os Objetivos específicos A Justificativa A Metodologia O Cronograma A Apresentação

3 F ERRAMENTAS DE TRABALHO Para esta etapa da disciplina usaremos: Template para elaboração do Projeto de Pesquisa (TCC), fornecido pelo professor Formato Microsoft Word (.dot) DropBox Cada aluno deve ter uma conta no DropBox O professor irá compartilhar a pasta na qual deverão ser gravados os arquivos com os projetos dos alunos Conforme a aula avançar, esses arquivos deverão ser atualizados

4 E SCOLHER UM TEMA DE PESQUISA O tema de pesquisa frequentemente depende do interesse do aluno e do orientador O tema pode ser especializado a partir de uma grande área em subáreas mais específicas: 1. Ciência da Computação 1.1 Inteligência Artificial Métodos de busca Busca heurística Algoritmo A*

5 E SCOLHER UM TEMA DE PESQUISA Pode-se combinar o tema de pesquisa com uma área de aplicação Dessa forma, o tema será mais especifico do que geral Por exemplo: “Aplicação de busca heurística no problema do transporte de máquinas para pavimentação de estradas” O tema: “Aplicação de técnicas de Inteligência Artificial para resolver o problema x” - Abre um leque enorme de possibilidades, tornando-se extenso - Quanto mais amplo o tema, maior a quantidade de material que deverá ser lido

6 P OR ONDE COMEÇAR ? O segredo de um trabalho de pesquisa de sucesso consiste em ter um bom objetivo (problema) Uma vez definido o objetivo, tudo o mais gravita ao redor dele: A justificativa vai dizer por que vale a pena buscar esse objetivo O método informa como o objetivo pode ser alcançado Os resultados esperados mostram o que muda no mundo após o objetivo ser atingido O capítulo de revisão bibliográfica vai apresentar os conceitos necessários para a compreensão do objetivo e os trabalhos relacionados ao objetivo

7 L ER PARA APRENDER Uma revisão bibliográfica inicial é o ponto de partida para o projeto de pesquisa: Não produz conhecimento novo Porém, supre ao estudante os conhecimentos que lhe faltam Permite ter ideias sobre aspectos do tema que ainda não foram explorados Não há necessidade de sair escrevendo o capítulo de revisão bibliográfica antes de saber o que efetivamente será feito em termos de produção de conhecimento Não é um tratado sobre a área de pesquisa Deve incluir apenas os assuntos efetivamente abordados do trabalho

8 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de apresentação do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução a)Apresentação b)Definição do problema c)Justificativa d)Objetivo geral e)Objetivos específicos f)Metodologia g)Cronograma

9 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

10 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

11 A D EFINIÇÃO DO PROBLEMA A Definição do problema é uma das partes mais importantes do trabalho, uma vez que mostrará que vocês sabem para que estão fazendo o TCC O Problema é algo que deverá ser resolvido pelo trabalho

12 A D EFINIÇÃO DO PROBLEMA Geralmente não precisa mais do que um parágrafo (5 a 6 linhas), porém alguns cuidados devem ser tomados: Após definir o Problema, pergunte se realmente o que foi colocado é um problema ou o objetivo do Projeto de Pesquisa (TCC)? Alguns verbos identificam facilmente um problema mal definido: estudar, implementar, desenvolver etc.

13 A D EFINIÇÃO DO PROBLEMA Um exemplo de Problema pode ser resumido em: "...como simular o conhecimento do professor na tarefa de orientação do estudo de um aluno?" Como dica, pode-se fazer um ou dois parágrafos a mais para auxiliar na explicação do Problema, mas NÃO COLOQUEM NADA QUE INDIQUE QUE VOCÊS IRÃO DESENVOLVER UM SISTEMA ou algo parecido.

14 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

15 O O BJETIVO GERAL A escolha do objetivo de pesquisa é frequentemente a tarefa mais difícil do trabalho Muitas vezes é confundido com o tema da pesquisa TEMA: “A influência da batata inglesa na língua portuguesa” OBJETIVO: O que se quer provar? Normalmente comporta uma hipótese de trabalho; Por exemplo: “Demonstrar que a hipótese X é verdadeira”

16 O O BJETIVO GERAL Deve ser preciso – o sucesso em relação ao objetivo deve ser VERIFICÁVEL ao final do trabalho Não muito trivial. Não muito complexo. O tempo é limitado Está no singular, pois geralmente há um único Objetivo geral mas pode haver mais... É colocado em um único parágrafo (5 a 6 linhas) que explora o objetivo principal do TCC, ou seja, a solução que será dada ao problema A proposta inicial de Objetivo geral pode ser amadurecida no decorrer do TCC

17 O O BJETIVO GERAL “O objetivo deste trabalho é aumentar os meus conhecimentos na área do estudo.” Pode até ser muito sincero, mas não produz conhecimento para a humanidade “Propor...” Alguma coisa é proposta, normalmente um método, uma abordagem, uma técnica, um algoritmo, uma comparação, ou qualquer outra coisa O que for proposto não é necessariamente melhor ou diferente do que já existe Então, o estágio da pesquisa nesse caso ainda é dos mais ingênuos Deve-se dizer que aquilo que está sendo proposto é melhor do que alguma coisa ou que resolve um problema que antes não podia ser resolvido

18 O O BJETIVO GERAL Para pensar em um objetivo de pesquisa relevante, deve- se conhecer a área de pesquisa na qual se está trabalhando O caminho lógico consiste em três passos: a)Escolher um tema de pesquisa (área de conhecimento) b)Realizar a revisão bibliográfica Identificar o que está sendo feito (estado da arte) e o que ainda precisa ser feito (problemas em aberto) c)Definir o objetivo de pesquisa Possivelmente será fortemente relacionado com um dos problemas em abertos verificados no passo anterior

19 O O BJETIVO GERAL Escolher o tema Revisão bibliográfica Definir/Refinar o objetivo

20 O O BJETIVO GERAL O objetivo de pesquisa deve ser diretamente verificável ao final do trabalho Irá demonstrar que alguma hipótese que está sendo testada é ou não verdadeira Portanto, o objetivo geral e os objetivos específicos devem ser expressos na forma de uma condição cujo sucesso possa vir a ser verificado ao final do trabalho Um objetivo bem expresso tem verbos como: “demonstrar” “provar” “melhorar” (de acordo com alguma métrica definida) etc.

21 O O BJETIVO GERAL Certos verbos determinam objetivos cuja verificação é trivial e devem ser evitados: “Propor algo” – basta que a coisa seja proposta para atingir o objetivo, pois o objetivo não menciona a qualidade do que será proposto “Estudar algo” – o objetivo é alcançado se aquilo foi estudado, não importando se alguma nova informação foi aprendida ou não Estudar normalmente é objetivo do aluno e não do trabalho “Apresentar algo” – uma simples apresentação não produz necessariamente conhecimento novo “O objetivo deste trabalho é apresentar os operadores da lógica booleana.”

22 O O BJETIVO GERAL O objetivo de pesquisa deve ser atingido no tempo disponível para a realização da pesquisa A complexidade deve ser consistente com o tempo disponível para realizar o trabalho Alegar para a banca que não houve tempo para concluir o trabalho não é uma boa desculpa Busque apoio no seu orientador Orientadores mais experientes, podem apoiar melhor o aluno na escolha de um objetivo adequado

23 O O BJETIVO GERAL Objetivos podem ser “objetivos técnicos” Demonstram que o aluno aprendeu determinados conceitos e consegue colocá-los em prática O Objetivo geral deve ser colocado em um único parágrafo (5 a 6 linhas) que explora a solução que será dada ao problema

24 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

25 O S O BJETIVOS ESPECÍFICOS Devem ser escolhidos da mesma forma que o objetivo geral Devem ser verificáveis (mensuráveis) ao final do trabalho NÃO SÃO ETAPAS (método) DO TRABALHO, MAS SUBPRODUTOS “Implementação de um protótipo” ou “coleta de dados” são etapas dentro de um trabalho, ou seja, parte do método Devem começar com um bom verbo: “Promover”, “Possibilitar”, “Criar” etc. Explicitam os resultados concretos esperados

26 O S O BJETIVOS ESPECÍFICOS IMPORTANTE: algumas vezes, um Problema necessita mais de um TCC para ter uma solução completa Neste caso, o Objetivo geral irá delimitar até que ponto o seu trabalho irá explorar o Problema O que você coloca nos Objetivos específicos devem ser os tópicos que realmente pretende cobrir com o seu trabalho É normal que se tenha no máximo cinco ou seis Objetivos específicos. Muitos Objetivos específicos (mais que seis) podem mostrar um trabalho mal estruturado/definido

27 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

28 A J USTIFICATIVA Deve-se deixar claro porque é importante encontrar soluções para o problema em questão (para a sociedade, para a Ciência da computação, para os envolvidos com o problema) Pode-se iniciar com uma descrição sobre as causas do problema e que dificuldades geradas Falar sobre soluções possíveis e colocar o porquê da solução proposta Descrever como esta solução irá resolver o problema e que vantagens ela tem em relação a outras soluções Também pode apresentar as hipóteses da pesquisa (resposta provisória do problema) A justificativa fica mais consistente se for embasada em outros autores que tratam do problema, dos benefícios da solução etc.

29 A J USTIFICATIVA Dependendo do tipo de problema, pode-se: iniciar com uma descrição sobre quais as causas do problema e que dificuldades ele gera para as pessoas envolvidas; a seguir, fala-se sobre soluções possíveis para o problema e aproveita-se para colocar a solução que será proposta no trabalho; então, descreve-se como esta solução irá resolver o problema e que benefícios ela trará.

30 A J USTIFICATIVA Exemplo de outline: [Porque o problema é um problema?] – incluir referência [Justificar conceitos relevantes do problema, se for o caso?] – incluir referência [Proposta do trabalho] [Justificar conceitos relevantes da proposta] – incluir referência [Diferencial em relação a trabalhos similares, se for o caso] [Resultados esperados com a proposta]

31 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

32 A M ETODOLOGIA A Metodologia é a "receita do bolo", ou seja, nela é colocado DETALHADAMENTE como o trabalho será desenvolvido No Projeto deve-se fazer a redação usando VERBOS NO FUTURO (p.ex. será feito isso, será estudado aquilo), uma vez que o Projeto representa o projeto do TCC Ao final do TCC deve-se fazer uma revisão da Metodologia corrigindo o que não foi feito e atualizando o que foi feito, TROCANDO OS TEMPOS DOS VERBOS PARA O PASSADO (p.ex. na etapa X realizou-se o levantamento bibliográfico sobre...) A Metodologia deve ser colocada como uma sequência de parágrafos. Não use tópicos 1).. 2)... 3).... a)... b)... c)...

33 A M ETODOLOGIA Tipos de pesquisa – quanto à Ciência Pesquisa teórica dedicada a estudar teorias Pesquisa metodológica se ocupa dos modos de fazer ciência Pesquisa empírica dedicada a codificar a face mensurável da realidade social Pesquisa prática voltada para intervir na realidade social (pesquisa-ação) Lembre-se: TIPO DE PESQUISA é só o início do texto da Metodologia. Você precisa ser mais detalhista sobre como vai ser desenvolvido o trabalho.

34 A M ETODOLOGIA Tipos de pesquisa – quanto aos Objetivos Pesquisa exploratória Proporcionar maior familiaridade com o problema Levantamento bibliográfico ou entrevistas Pesquisa bibliográfica ou estudo de caso Pesquisa descritiva Fatos são observados, registrados, analisados, classificados e interpretados, sem interferência do pesquisador Uso de técnicas padronizadas de coleta de dados (questionário e observação sistemática)

35 A M ETODOLOGIA Tipos de pesquisa – quanto aos Objetivos Pesquisa explicativa Identificar fatores determinantes para a ocorrência dos fenômenos Ciências naturais – método experimental; ciências sociais – método observacional Pesquisa aplicada Motivada pela necessidade de resolver problemas concretos, mais imediatos e com finalidade mais voltada ao prático

36 A M ETODOLOGIA Tipos de pesquisa – quanto aos Procedimentos Pesquisa de campo observação e coleta de dados diretamente no local da ocorrência dos fatos Pesquisa de fonte de papel pesquisa bibliográfica e documental

37 A M ETODOLOGIA Tipos de pesquisa – quanto ao Objeto Pesquisa bibliográfica elaborada a partir de material já publicado (livros, artigos de periódicos, etc.) Pesquisa de laboratório pesquisador procura refazer as condições de um fenômeno a ser estudado, para observá-lo sob controle Pesquisa de campo Construção de um modelo da realidade Formas de observá-la Campo da pesquisa Formas de acesso a esse campo Participantes Meios de coleta e análise de dados

38 A M ETODOLOGIA Exemplo de Outline para a Metodologia [tipo de pesquisa] [universo de pesquisa] [será utilizado a amostragem?] [instrumentos de coleta de dados] [como foram construídos os instrumentos de coleta de dados?] [tabulação dos dados] [interpretação e análise dos dados]

39 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

40 O C RONOGRAMA O cronograma é derivado da metodologia A partir do que foi definido na metodologia, pode-se separar grandes etapas, que são depois subdivididas em atividades menores Como sugestão, as grandes etapas podem se tornar os capítulos do TCC (geralmente quatro ou cinco) Perceba que etapa e atividade são conceitos diferentes: Etapa é mais algo abrangente Enquanto que atividade é uma das diversas tarefas que devem ser cumpridas para se concluir cada etapa

41 O C RONOGRAMA Não se limite a escrever apenas nomes de capítulos, mas sim, atividades a serem desenvolvidas em cada capítulo As atividades do cronograma devem ser distribuídas em um espaço de 10 meses, que é o tempo aproximado que o aluno tem para concluir o TCC I e o TCC II O segredo para fazer a divisão do trabalho é manter um diálogo com o Orientador, procurando identificar tudo o que deverá ser feito no TCC O cronograma e suas etapas podem mudar no decorrer do trabalho para corrigir algum ponto

42 O C RONOGRAMA Atividade MÊS Levantamento bibliográfico - Estudar conceito 1X - Estudar conceito 2XX Modelagem do Projeto - Levantamento de requisitosXX - Modelagem de casos de usoXX Implementação - Desenvolvimento do serviço...XX - Interface do usuárioXX

43 E STRUTURA DO P ROJETO DE P ESQUISA Ordem de escrita do Projeto de Pesquisa: 1.Introdução b. Definição do problema d. Objetivo geral e. Objetivos específicos c. Justificativa f. Metodologia g. Cronograma a. Apresentação

44 A A PRESENTAÇÃO Na Apresentação não se deve discutir a fundo o que será feito no TCC, mas sim, dar uma ideia do que é o trabalho, situando o leitor nos conceitos que serão abordados O TCC não é feito apenas para a Banca É um trabalho que ficará disponível posteriormente para o público Este público é formado por pessoas que podem conhecer sobre o assunto, como também, de pessoas que não tem nenhum conhecimento do assunto ou de Informática Assim, deve-se tomar muito cuidado com a forma de se escrever e com o vocabulário usado

45 A A PRESENTAÇÃO A Apresentação é um texto estruturado Ou seja, deve ser planejado e não simplesmente ir colocando pedaços de texto sobre o assunto estudado, sem preocupar-se com o que está sendo colocado Deve ter em torno de 1 página a 1 ½ página Deve-se começar falando sobre a grande área (mais abrangente) em que o trabalho está inserido e ir delimitando o assunto até chegar exatamente no trabalho que será desenvolvido

46 A A PRESENTAÇÃO

47 Pronto... Agora seu PROJETO DE TCC está pronto para ser colocado em prática... Mãos a obra, que essa foi a parte mais fácil...


Carregar ppt "O P ROJETO DE P ESQUISA Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google