A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Toracocentese. 2 Toracocentese Introdução Procedimento de urgência e invasivo utilizado com objetivos diagnóstico e terapêutico. Tanto a punção pleural.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Toracocentese. 2 Toracocentese Introdução Procedimento de urgência e invasivo utilizado com objetivos diagnóstico e terapêutico. Tanto a punção pleural."— Transcrição da apresentação:

1 Toracocentese

2 2 Toracocentese Introdução Procedimento de urgência e invasivo utilizado com objetivos diagnóstico e terapêutico. Tanto a punção pleural com agulha e seringa, quanto a introdução de um gelco em espaço pleural são procedimentos que devem ser dominados pelos pediatras.

3 3 Toracocentese Material Necessário A bandeja deve conter agulhas dos mais variados tamanhos, seringas de 5 a 20 ml, pinça anatômica, algodão, compressa de gaze, campo fenestrado e tubos de ensaio. Para o procedimento também devemos separar material para anti-sepsia e anestesia local.

4 4 Toracocentese Indicações Neonatologia : pneumotórax em RN com ventilação mecânica (estima-se que 15 a 48% dos RN com membrana hialina evoluiriam com pneumotórax), hidropsia imunogênica ou não imunogênica e a efusão pleural quilosa. Na infância : indiscutivelmente as pneumonias com piopneumotórax são as grandes responsáveis pela instituição da manobra.

5 5 Toracocentese Dificuldade respiratória Veias do pescoço distendidas Desvio traqueal contralateral Abaulamento torácico Abaulamento abdominal Diminuição da expansibilidade Hipersonoridade a percussão Líquido - som maciço Murmúrio vesicular diminuído Perfusão sistêmica comprometida rechaço contralateral dos vasos mediastinais Pneumotórax Hipertensivo

6 6 Toracocentese Penetração no 2 o espaço intercostal, na linha hemiclavicular, com a criança em posição supina. Técnica : Ar

7 7 Toracocentese Utilisar solução anti-séptica; Usar um scalp 18 conectado a um three-way e na outra extremidade uma seringa de 10 ou 20 ml; Introduzir a agulha de forma perpendicular no tórax, no 2 o espaço intercostal, com pressão negativa; Técnica

8 8 Toracocentese Quando a coleção de ar é atingida, um fluxo de ar penetrará na seringa, atestando a presença em cavidade pleural; Tomar o cuidado para não penetrar demasiadamente na cavidade, pois aumentaria o risco de perfuração pulmonar; Passar um cateter pela agulha ou permanecer evacuando a cavidade enquanto a drenagem fechada é providenciada.

9 9 Toracocentese Penetração em espaço pleural abaixo do tecido mamário, no 4 o espaço intercostal em linha hemiclavicular. Técnica : Ar

10 10 Técnica Toracocentese Definir o ponto submamário, no quarto espaço intercostal e preparar a região com solução iodada; Inserir a agulha com uma angulação de 45 o, com direcionamento cefálico, até atingir cavidade pleural; A partir desse momento modificar a angulação para 15 o do tórax e avançar o cateter retirando o estilete; Retirar o ar encontrado em cavidade.

11 11 Toracocentese O local deve ser o 4 o espaço intercostal (no nível do mamilo), em linha axilar média; Preparar a área com solução anti-séptica, mantendo a criança em posição supina; Técnica : Líquido

12 12 Toracocentese Usar um angiocath ou uma agulha 18, introduzir em linha axilar média em direção a linha axilar posterior; Retirar o líquido com uma seringa enquanto é preparado o material para drenagem. Técnica

13 13 Toracocentese Todas as penetrações torácicas devem ser realizadas em um ponto correspondente a borda superior da costela inferior (borda inferior passam os feixes vásculo-nervosos). Técnica

14 14 Toracocentese Em crianças portadoras de hidropsia fetal, com um edema exuberante, a formação do cacifo, para a localização do espaço pleural é imperativa. Técnica


Carregar ppt "Toracocentese. 2 Toracocentese Introdução Procedimento de urgência e invasivo utilizado com objetivos diagnóstico e terapêutico. Tanto a punção pleural."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google