A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

 SEMINÁRIO PARA PRESBÍTEROS E EVANGELISTAS  MINISTRANTE: Pr. EWERTON.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: " SEMINÁRIO PARA PRESBÍTEROS E EVANGELISTAS  MINISTRANTE: Pr. EWERTON."— Transcrição da apresentação:

1  SEMINÁRIO PARA PRESBÍTEROS E EVANGELISTAS  MINISTRANTE: Pr. EWERTON

2 PRESBITÉRIO E O PRESBÍTERO  A palavra presbítero ou bispo – significa supervisor, ou o que serve de superintendente.  Deve haver presbíteros (pluralidade) em cada Igreja (At 14.23; ; Fl 1.1)  Todos os presbíteros são de autoridade igual. Não há presbíteros predominante ou presbítero principal.  No Novo Testamento este termo designa um oficial da igreja que presidia suas assembléias. E no contexto assembleiano designa a classe de obreiros mais próxima ao Pastor, ou seja, seus auxiliares diretos.  Consagrados ao Santo ministério, na prática exercem as mesmas funções do pastor, quando por este autorizados, e na ausência de evangelistas. Por isso, a escolha destes obreiros não deve ser impensada, nem precipitada, mas analisada e sob a orientação do Espírito Santo.  O cargo de Presbítero não apenas honorífico, mas de serviço. O presbítero (ancião) deve trabalhar “como quem há de prestar contas” pelas almas sob seu cuidado (Hb 13.17)

3 Destaquemos aqui, algumas funções do presbítero na área prática da Igreja hoje, a saber:  a) - Celebrar a Santa Ceia;  b) - Ungir os enfermos (Tg. 5.14);  c) - Dirigir as congregações;  d) - Aconselhamentos  e) - Ensino da Palavra  f) - Cerimônia Fúnebre Etc.  g) - Se credenciar À Convenção e participar de suas assembléias, se convidado pelo pastor presidente, não podendo exercer o direito de voto.

4 O PRESBÍTERO DEVE SER UM MESTRE  Paulo, escrevendo a Timóteo acerca da nomeação de presbíteros, especificamente determinou que o presbítero fosse “apto para ensinar” (1 Tm 3:2). Em sua Segunda carta a Timóteo, Paulo claramente definiu o que ele tinha em mente ao fazer essa afirmativa. “Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender, e, sim, deve ser brando para com todos, apto para instruir, paciente; disciplinando com mansidão os que se opõem, na expectativa de que Deus lhes conceda não só arrependimento para conhecerem plenamente a verdade.” ( 2 Tm 2:24, 25 )  O presbítero tem a responsabilidade de comunicar a verdade de Deus aos crentes. É por isso que Paulo escreveu a Tito, especificando que o presbítero fosse “a palavra fiel que é segundo a doutrina, de modo que tenha poder, assim como exortar pelo reto ensino como para convencer os que contradizem.”( Tito 1:9).  Assim, Paulo delineou o que deve ser feito. Quando escreveu a Timóteo ele claramente explicou como isto devia ser feito. Em ambas as passagens, porém, uma coisa é clara – deve ser feito! O presbítero deve ensinar a Palavra de Deus!

5 O PRESBÍTERO DEVE SER UM ADMINISTRADOR  Deve-se novamente ressaltar que estas três funções (pastorear, ensinar e administrar) sobrepõem-se e se entrelaçam. Mas cada uma delas é uma função única. Pastorear exemplifica a direção e proteção. Ensinar relaciona-se com alimentação e conservação. Administrar é mais inclusivo, cobrindo todas as facetas do ministério. Isto fica bem claro na afirmativa de Paulo em sua primeira carta a Timóteo. “Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem (administram) bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino “ ( 1 Tm 5:17 ) Aqui Paulo inclui o “ensino” como parte distinta do processo de administrar ou presidir.

6 3 QUALIFICAÇÕES BÁSICAS DO PRESBÍTERO  a) SER IRREPREENSÍVEL = No rol de qualificações apontado por Paulo uma característica geral e indispensável, sem a qual as demais são nulas : ser irrepreensível. É óbvio que ele não se referia a “perfeição”, porque homem algum nesta terra, com exceção de Jesus Cristo, levou uma vida perfeita. Antes o Apóstolo falava de ter “boa reputação” ou estar acima de qualquer suspeita.  b) – MARIDO DE UMA SÓ MULHER: Como é que o crente, - particularmente o crente casado – cria boa reputação? Paulo concentra-se em duas características fundamentais. A primeira é a ser “marido de uma só mulher”.  c) – TER UMA FAMÍLIA OBEDIENTE.: Outra qualificação fundamental que constrói a reputação do PRESBÍTERO na comunidade é um lar bem organizado.

7 O EVANGELÍSTA  EVANGELÍSTA, gr. Mensageiro de boas novas: O evangelista desempenha a obra de um missionário, levando o Evangelho a lugares, onde é ainda desconhecido. Felipe, um dos sete diáconos (At 6.5), tornou-se evangelista At Uma ordem de ministério distinto e bem caracterizado, separada da dos apóstolos, profetas, pastores e mestres, Ef O apóstolo Paulo exortou a Timóteo: Faze o trabalho de evangelista, 2 Tm 4.5. No evangelista a paixão pelas almas atinge o ápice e consumação na forma dum ministério que domina e absorve toda a vida

8 EVANGELISTA É UM DOM MINISTERIAL  O termo aparece três vezes no Novo Testamento: At 21.8; Ef 4.11 e 2 Tm 4.5. Existem grandes homens de Deus no meio evangélico, que são verdadeiros evangelistas e isso não quer dizer que eles sejam menores que os pastores. Eles são igualmente ministros de Deus. Existem também pastores de igrejas que são verdadeiros evangelistas: possuem duplicidade de dom. Há evangelistas, por outro lado, que se fossem postos como pastores de igrejas, estragariam o trabalho, porque o dom deles é mesmo específico de evangelistas; muitos trabalhos têm sofrido por causa desse engano de ministério.

9 SIGINIFICADO DA PALAVRA EVANGELISTA  A expressão evangelista significa a pessoa que prega o Evangelho, ou seja, as boas-novas de salvação. Neste particular, o termo é muito amplo e estende-se a todos os crentes, visto que todos têm obrigação de pregar o Evangelho da graça de Deus. É bom notar que o primeiro pregador do Evangelho foi o próprio Deus, quando anunciou no Éden a vinda do Salvador (Gn 3.15), também a Bíblia diz que Deus pregou o Evangelho a Abraão (Gl 3.8). O profeta Isaias é considerado o profeta evangelista. João Batista foi um grande evangelista, aliás, o primeiro no Novo Testamento. O Senhor Jesus deu início ao seu trabalho como evangelista: Mc 1.14; Lc Os apóstolos foram enviados por Cristo a fazer trabalho de verdadeiros evangelistas: Mc Voltando ao princípio, afirmamos que ser evangelista é possuir um grande dom ministerial e é muito bom que cada um procure permanecer na vocação em que foi chamado, até o tempo que o Senhor determinar.

10 ATIVIDADES MINISTERIAS DO EVANGELISTA  Como ministro o Evangelista, precisa estar preparado para realizar atividades ministeriais relevantes, destaquemos aqui, algumas funções do evangelista na área prática da Igreja hoje, a saber:  a) Realizar cerimônias de Batismo nas águas;  b) Realizar cerimônias de casamentos;  c) Ministrar Santa Ceia;  d) Impetrar as Bênçãos Apostólicas (se dirigentes ou quanto autorizado pelo pastor), Etc.  e) Desenvolver trabalhos visando a conquista de almas para o reino de Cristo, Através de cruzadas evangelísticas, grupos familiares, cultos em locais de grande concentração de pessoas, Ex.: nas praças, nas feiras livres, etc.


Carregar ppt " SEMINÁRIO PARA PRESBÍTEROS E EVANGELISTAS  MINISTRANTE: Pr. EWERTON."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google