A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIABETES MELLITUS FEPECS Mariangela Sampaio Hospital Regional da Asa Sul.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIABETES MELLITUS FEPECS Mariangela Sampaio Hospital Regional da Asa Sul."— Transcrição da apresentação:

1 DIABETES MELLITUS FEPECS Mariangela Sampaio Hospital Regional da Asa Sul

2 DIABETES MELLITUS Introdução Introdução doença crônica doença crônica distúrbio do metabolismo de glicose distúrbio do metabolismo de glicose deficiência de insulina deficiência de insulina hiperglicemia hiperglicemia Impacto econômico e social 12% do gasto norte americano com saúde (US$ 100 bi/ano) 12% do gasto norte americano com saúde (US$ 100 bi/ano) > 135 milhões de diabéticos no mundo hoje > 135 milhões de diabéticos no mundo hoje projeção de 300 milhões de casos em 2025 !!! projeção de 300 milhões de casos em 2025 !!! Mariangela Sampaio

3 COMPLICAÇÕES DE DIABETES Mariangela Sampaio

4 DIABETES MELLITUS Introdução Introdução Classificação Classificação Patogênese Patogênese Diagnóstico Diagnóstico Prevalência e Epidemiologia Prevalência e Epidemiologia Fisiopatologia Fisiopatologia Tratamento Tratamento Complicações Complicações Mariangela Sampaio

5 DIABETES MELLITUS PATOGÊNESE Mariangela Sampaio

6 DIABETES MELLITUS PATOGÊNESE Mariangela Sampaio

7 DIABETES MELLITUS PATOGÊNESE Mariangela Sampaio

8 DIABETES MELLITUS CLASSIFICAÇÃO Diabetes mellitus tipo 1 Diabetes mellitus tipo 2 Outros tipos específicos: Defeito genético na função da célula beta: MODY 3 MODY 2 MODY 2 MODY 1 MODY 1 mitocondrial e outros mitocondrial e outros Defeitos na ação da insulina Resistência à insulina tipo A: Leprechaunismo Síndrome Rabson-Mendenhall Síndrome Rabson-Mendenhall Diabetes lipoatrófico, e outros Diabetes lipoatrófico, e outros Doenças do pâncreas exócrino Endocrinopatias Induzido por drogas Formas imunomediadas raras Síndromes genéticas associadas ao DM Gestacional Diabetes Care 25: 5S-20S 2002 Mariangela Sampaio

9 DIABETES MELLITUS CLASSIFICAÇÃO Diabetes Care 25: 5S-20S 2002 Mariangela Sampaio

10 DIABETES MELLITUS CATEGORIAS DE RISCO Mariangela Sampaio

11 DIABETES MELLITUS RASTREAMENTO Idade >= 45anos Idade >= 45anos História familiar de DM História familiar de DM IMC > 25kg/m 2 IMC > 25kg/m 2 Sedentarismo Sedentarismo HDL baixo ou triglicerídeos elevados HDL baixo ou triglicerídeos elevados Hipertensão arterial Hipertensão arterial DM gestacional prévio DM gestacional prévio Macrossomia ou abortos de repetição ou mortalidade perinatal Macrossomia ou abortos de repetição ou mortalidade perinatal Uso de medicação hiperglicemiante Uso de medicação hiperglicemiante Mariangela Sampaio

12 DIABETES MELLITUS INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA Diabetes mellitus tipo 1 Diabetes mellitus tipo 1 Populações brancas* Diferenças regionais USA 0,26% Inglaterra 0,22% Austrália 0,37% Finlândia 0,45% Mariangela Sampaio

13 DIABETES MELLITUS INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA Mariangela Sampaio

14 DIABETES MELLITUS INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA Mariangela Sampaio

15 DIABETES MELLITUS INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA Mariangela Sampaio

16 DIABETES MELLITUS INCIDÊNCIA E PREVALÊNCIA DM 1 Mariangela Sampaio

17 DIABETES MELLITUS PREVALÊNCIA E EPIDEMIOLOGIA Diabetes mellitus tipo 2 Populações de risco: hispânicos, afro-americanos e índios americanos Crescente prevalência Obesidade no Brasil: 3,1% 5,9% 8,2% 13,3% 4 estudos (USA, Canadá e Japão) 5anos: ,8 casos/ano ,4 casos/ano Mariangela Sampaio 1050% 1050%

18 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA DM 1 Mariangela Sampaio

19 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA DM 1 Fatores genéticos (poligênico) Genes HLA, braço curto cromossomo 6 Alelos de maior incidência DR3 e/ou DR4 Alelo protetor DQB1*0602 IDDM 2(cx11p) e CTLA-4(cx2q) Mariangela Sampaio

20 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA DM 1 Fatores ambientais Coxsackievirus B4 EnterovirusAlimentosStress Mariangela Sampaio

21 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA DM 1 Fatores ambientais Mariangela Sampaio

22 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA DM 2 Mariangela Sampaio

23 DIABETES MELLITUS DIAGNÓSTICO American Diabetes Association 2002 Consenso Brasileiro Sobre Diabetes 2002 sintomas clássicos (polis) peso peso qualquer glicemia >= 200mg/dl glicemia jejum >= 126mg/dl glicemia jejum >= 126mg/dl *teste de tolerância oral à glicose Mariangela Sampaio

24 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA Mariangela Sampaio

25 DIABETES MELLITUS FISIOPATOLOGIA Mariangela Sampaio

26 DIABETES MELLITUS DIAGNÓSTICO CLÍNICO Estados de risco Estados de riscoobesidade história familiar acantose nigricans etnia não européia Mariangela Sampaio

27 DIABETES MELLITUS Mariangela Sampaio

28 DIABETES MELLITUS Teste de Tolerância Oral à Glicose jejum de 8h jejum de 8h 75g de glicose oral 75g de glicose oral glicemia 120 minutos >= 200mg/dl glicemia 120 minutos >= 200mg/dl fatores de erro: restrição calórica stress médico-cirúrgico medicamentos, tabagismo, ansiedade fatores de erro: restrição calórica stress médico-cirúrgico medicamentos, tabagismo, ansiedade Mariangela Sampaio

29 DIABETES MELLITUS Categorias de Risco Glicemia de jejum alterada Glicemia de jejum alterada Intolerância à glicose Intolerância à glicose Glicemia jejum Glicemia 2h TTOG < 140mg/dl 140 a 199mg/dl >200mg/dl < 110mg/dl NormalIGDM 110 a 125mg/dl Glicemia de jejum alterada Glicemia de jejum alterada + Intolerância à Glicose DM >126mg/dl Mariangela Sampaio

30 DIABETES MELLITUS TRATAMENTO DIABETES MELLITUS TRATAMENTO Objetivos: normalizar glicemia e HbA 1c normalizar glicemia e HbA 1c controle da hipertensão controle da hipertensão controle da dislipidemia controle da dislipidemia reduzir risco de complicações reduzir risco de complicações Mariangela Sampaio

31 DIABETES MELLITUS TRATAMENTO DIABETES MELLITUS TRATAMENTO Cetoacidose diabética hiperglicemia hiperosmolar Bom estado geral Mariangela Sampaio InsulinoterapiaHidratação Plano alimentar Exercício Hipoglicemiante oral

32 DIABETES MELLITUS INSULINOTERAPIA DIABETES MELLITUS INSULINOTERAPIA Mariangela Sampaio

33 DIABETES MELLITUS INSULINOTERAPIA DIABETES MELLITUS INSULINOTERAPIA Mariangela Sampaio

34 DIABETES MELLITUS HIPOGLICEMIANTES ORAIS DIABETES MELLITUS HIPOGLICEMIANTES ORAIS Biguanidas: sensibilidade hepática e muscular à insulina Sulfoniluréias: secreção de insulina Meglitinida: liberação a curto prazo de insulina promovida pela glicose Inibidores da glicosidase: hidrólise e absorção de carbohidratos Mariangela Sampaio : Tiazolidenedionas : sensibilidade periférica

35 DIABETES MELLITUS COMPLICAÇÕES DIABETES MELLITUS COMPLICAÇÕES Mariangela Sampaio

36 DIABETES MELLITUS PREVENÇÃO DE DM 2 DIABETES MELLITUS PREVENÇÃO DE DM 2 Mudança do estilo de vida Mariangela Sampaio Manutenção do peso saudável ingesta calórica ingesta calórica ingesta lipídica ingesta lipídica combate ao sedentarismo

37 DIABETES MELLITUS TIPO 2 Prevenção Prevenção Mariangela Sampaio aleitamento materno, gordura poli-insaturada aleitamento materno, gordura poli-insaturada perda de peso insulinemia perda de peso insulinemia modesta IMC e insulinemia com metformina modesta IMC e insulinemia com metformina TV provocou < ganho de peso * TV provocou < ganho de peso * inclusão de educação nutricional inclusão de educação nutricional maior incentivo à atividade física maior incentivo à atividade física políticas governamentais políticas governamentais Programa Escola Saudável

38 DIABETES MELLITUS PREVENÇÃO Mariangela Sampaio

39 Obrigada pela atenção!


Carregar ppt "DIABETES MELLITUS FEPECS Mariangela Sampaio Hospital Regional da Asa Sul."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google