A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INVESTIGAÇÃO DE CASOS DE AIDS COM HISTÓRICO DE TRANSFUSÃO Dissertação de Mestrado Faculdade de Saúde Pública / USP dez/2001 Maria de Fátima Alves Fernandes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INVESTIGAÇÃO DE CASOS DE AIDS COM HISTÓRICO DE TRANSFUSÃO Dissertação de Mestrado Faculdade de Saúde Pública / USP dez/2001 Maria de Fátima Alves Fernandes."— Transcrição da apresentação:

1 INVESTIGAÇÃO DE CASOS DE AIDS COM HISTÓRICO DE TRANSFUSÃO Dissertação de Mestrado Faculdade de Saúde Pública / USP dez/2001 Maria de Fátima Alves Fernandes Orientação: Prof. Dr. Chester Luís Galvão César

2

3 Por que AIDS? Situação no Brasil Única reação transfusional adversa sistematicamente notificada. Programa de AIDS é privilegiado.

4 Dados informados em boletins epidemiológicos (Brasil) Boletins Ano do diagnóstico BE XI-01/1999BE XIII-03/2000 TransfusãoTotal de casos TransfusãoTotal de casos N%N% , , , , , , , , , , , , , , , , , Total25142, ,

5 Risco residual estimado País/EstadoAnoEstimativa EUA19961/ a 1/ , 2 França19921/ / Brasil19931/2.533 a 1/ São Paulo19981/ (Hc/Marília) 6 1/ (Hc/Rib Preto) / (FPS/São Paulo) 8 Fonte: 1 Lackritz EM e col. 2 Schreiber GB e col. 3 Couroucé AM e col. 4 Delbosc A e col. 5 Hamerschlak e col. 6 Canutti Jr V. 7 Covas DT. 8 Sabino EC.

6 Casos possíveis ER/casos notificados País/ Estado AnoCasos notificadosCasos esperados (ER) N% EUA (1 ano) ,6%11 a 16 França ,4% 3 a ,5% ,9% Brasil ,08% 21 a 155 só no ESP ,05% ,03% Fonte: 1 CDC. HIV/AIDS Surveillance Report (2000) 2 MES. IVS. Bulletin épidémiologique hebdomadaire. (2000)

7 Objetivos Geral Avaliar as condições das informações disponíveis para a implantação de um sistema de hemovigilância, através da investigação do histórico transfusional dos casos de AIDS. Específicos - Verificar a possibilidade real de rastreamento dos hemocomponentes transfundidos. - Conhecer o tipo de risco que os serviços hemoterápicos podem estar proporcionando e propor medidas de adequação. - Verificar técnicas e kits usados nos testes realizados. - Identificar as limitações do sistema de vigilância em relação a classificação de casos de AIDS nesse tipo de exposição.

8 Material e métodos Seleção dos casos Critérios de inclusão Critérios de exclusão Investigação (Fluxograma e Ficha de investigação) Ocorrência de transfusão Prontuário Preparo da transfusão SH 1 Coleta do sangue SH 2 Fracionamento do sangue SH 3 Testes sorológicos SH 4 Retestagem do sangue

9

10 Instrumento de coleta de dados

11

12

13

14 Resultados Dados iniciais Casos: 81 Categoria de exposição transfusão: 3 casos

15 Casos excluídos por critérios de exclusão (81 casos iniciais – 25 excluídos) SITUAÇÃO ANALISADACASOS Transfusão em outro município9 Data da transfusão Anterior a Posterior ao diagnóstico de AIDS1 Intervalo entre a transfusão e o diagnóstico de AIDS < 1 ano 2 1 Total25 Fonte: Programa Estadual de DST/AIDS (NEP) em 25/09/ caso estava classificado na categoria de exposição transfusão. (1/3)

16 Casos excluídos por tipo de item prejudicado (56 casos - 34 exclusões) ITEMCASOS Não informados isoladamente Município1 Serviço onde ocorreu a transfusão 4 1 Ano da transfusão5 Não informados conjuntamente Município + serviço de saúde8 Município + serviço de saúde + ano de transfusão 14 PrejudicadosServiços de saúde não existentes2 Total34 Fonte: Programa Estadual de DST/AIDS (NEP) em 25/09/ caso estava classificado na categoria de exposição transfusão. (2/3)

17 Localização dos prontuários (22 casos) LOCALIZAÇÃO DOS PRONTUÁRIOSCASOS n% Prontuários localizados Sem dificuldades1255% Com dificuldades313% Subtotal1568% Prontuários não localizados Dados insuficientes % Paciente sem passagem pelo hospital29% Subtotal732% Total22100% 1 1 caso estava classificado na categoria de exposição transfusão. (3/3)

18 Ocorrência de transfusão (15 casos) n% Houve transfusão853% Não houve transfusão747% Total15100% Unidades transfundidas Casos 8 Unidades 17 (ou 18?)

19 Rastreamento das 18 transfusões (8 casos) CASOREGISTROS DA TRANSFUSÃO REGISTROS DA DOAÇÃO/UNIDADE COLETADA No HospitalNo SHTriagem/ColetaFracionamento DataHemocomponenteDataFicha localizadaN de UHDestino 105/97CH 05/97Sim3 05/97ST 05/97SimS/ frac 05/97ST 05/97SimS/ frac ST05/97SimS/ frac 207/94PFC 12/93Ausência desses registros 07/94PFC 02/94Ausência desses registros 312/94CHDevolução12/94Não localizada3Sim 01/95CH 12/94Sim2 402/88CHAusência desses registros 505/95CH 05/96Sim2 05/95CH 05/96Sim2 607/95CH 06/95Sim3 07/95CH 06/95Sim2 703/98CH 02/98Sim2 03/98CH 02/98Sim2 810/95CH 10/95Sim3 10/95CHL 10/95Sim3 10/95CHL 10/95Sim3

20 Rastreamento das 18 transfusões (8 casos) CASOSREGISTROS DA DOAÇÃO/UNIDADE COLETADA Testes sorológicos NMétodoKITResultado 12Sim NR 2Sim NR 2Sim NR 3Sim NR 2 32Não NR 2Não NR 41Sim NR 52Sim NR 2Sim NR 62Não NR 2Não NR 73Sim NR 3Sim NR 81Não NR 1Não NR 1Não NR

21 Retestagem sorológica dos 15 doadores (6 casos) RetestagemDoações posteriores Coleta de nova amostra do doador Casos NResultado Doador convocado Doador localizado Nova coleta Resultado 1NRNão 1ZeroSim ZeroSim ZeroSim 2ZeroSim NR ZeroSim NR 33 Não ZeroSim 4ZeroSim ZeroSim 51NRNão 5NRNão ZeroSimNão 6ZeroSimNão 1NRSim Não

22 Resultado final 56 casos com histórico de transfusão –Ausência de dados impossibilitando o início da investigação: 34 casos 22 casos com início de investigação possível –Prontuários não localizados: 5 –Sem passagem pelo hospital: 2 15 prontuários analisados –Não houve transfusão: 7 8 casos com transfusão –Doadores identificados: 6 casos –Retestagem sorológica: 2 casos

23 Demonstrativo final das principais fases de investigação Aplicados os critérios de exclusão, dos 81 casos, teríamos que investigar 56 casos. Resultados: 56 casos 22 casos 15 casos Perda: 34 casos (61%) 34 (61%)5 (9%)2 34 (61%)28 casos7 34 (61%)2726 (10%) CASOS CONCLUÍDOS: 11 casos (20%) 5 (9%)

24 Conclusões Não houve confirmação de nenhum caso de AIDS transfusional. Os casos concluídos foram uma pequena minoria. Se não forem adotadas medidas corretivas, a implantação de uma hemovigilância atuante poderá ser prejudicada.

25 Recomendações Para a VE –Definir caso suspeito e caso confirmado de AIDS transfusional. –Informar pelo menos ano provável da transfusão na FIE. Geral –Capacitação de RH: importância da coleta de dados. –Estimular a integração das duas vigilâncias : investigação conjunta VE e VISA. Serviços de saúde: –Padronização mínima dos prontuários. –Localização por nome, CPF, data de nascimento. –Registros de transfusões mais claros.

26 Recomendações Serviços hemoterápicos –Estabelecer mecanismos de feedback quanto ao destino final do sangue preparado. –Prolongar a obrigatoriedade de arquivamento dos registros não informatizados. –Prolongar a guarda de soroteca. Não deve ter tempo inferior ao período de incubação médio. Para a VISA –Estimular o aumento das ações de VISA junto aos serviços de saúde.

27 DESDOBRAMENTOS

28 1 PROJETO DE REINVESTIGAÇÃO DE CASOS DE AIDS TRANSFUSIONAIS CN DST AIDS ANVISA

29 Reinvestigação dos casos de AIDS transfusionais Casos selecionados pela CN DST AIDS (notificações de 1998 a 2000) UFMGRJMAMTSPBAESPICEPBPRRRRSSCTotal Casos

30 Exclusão por critério técnico – Período de incubação (7 casos) Situação analisada Intervalo entre a transfusão e o diagnóstico de AIDS < 1 ano Casos por UF UFMARJESMGRRTotal Casos221117

31 Sem possibilidade de iniciar a investigação (14 exclusões) ITEM NÃO INFORMADOCASOS Serviço de saúde9 Município + serviço de saúde5 Total14

32 Casos com início de investigação possível (por UF de ocorrência da transfusão) UFMGSPMAMTRJPIPRTotal Casos

33 Resultados parciais N = 25 UFCasosApós investigação MG64 hemofílicos(Transfusão) 2 sem confirmação de transfusãoprontuários não localizados SP62 sem confirmação de transfusãoprontuários não localizados MA55 sem confirmação de transfusãoprontuários não localizados MT31 sem confirmação de transfusãoprontuário não localizado RJ31 sem confirmação de transfusãoprontuário não localizado 1 não houve transfusão 1 com várias transfusõesem investigação PI11 com transfusão PR1

34 Resultados parciais Após investigaçãoCasos Inconclusivos (prontuários não localizados)11 Não houve transfusão1 Houve transfusãoHemofílicos4 Outros 2 * Casos não concluídos 7 * Total25 * Investigações em andamento

35 2 PORTARIA CVS 4 de 22/04/2002, publicada no DOE SP de 24/04/2002 Dispõe sobre a obrigatoriedade de informação do destino final dos hemocomponetes preparados para transfusão, com fins de rastreabilidade, sobre a obrigatoriedade de informação da ocorrência de reações transfusionais adversas e dá outras providência correlatas.

36 Contato Fátima Fernandes


Carregar ppt "INVESTIGAÇÃO DE CASOS DE AIDS COM HISTÓRICO DE TRANSFUSÃO Dissertação de Mestrado Faculdade de Saúde Pública / USP dez/2001 Maria de Fátima Alves Fernandes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google