A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerência de Vigilância em Serviços Sentinela PROJETO HOSPITAIS SENTINELA Balanço de atividades 2005/1º Sem.2006 Anvisa: Agência Nacional de Vigilância.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerência de Vigilância em Serviços Sentinela PROJETO HOSPITAIS SENTINELA Balanço de atividades 2005/1º Sem.2006 Anvisa: Agência Nacional de Vigilância."— Transcrição da apresentação:

1 Gerência de Vigilância em Serviços Sentinela PROJETO HOSPITAIS SENTINELA Balanço de atividades 2005/1º Sem.2006 Anvisa: Agência Nacional de Vigilância Sanitária Clarice Alegre Petramale NUVIG/GVISS/DICMPH NOVEMBRO 2006

2 Projeto Hospitais Sentinela

3 Rede nacional composta de 104 hospitais sentinelas e 81 colaboradores, com destaque para públicos e de ensino, sensibilizados para a notificação de eventos adversos e queixas técnicas relacionadas a produtos para a saúde e capacitados para o gerenciamento de tecnologias e controle de riscos em saúde. Rede nacional composta de 104 hospitais sentinelas e 81 colaboradores, com destaque para públicos e de ensino, sensibilizados para a notificação de eventos adversos e queixas técnicas relacionadas a produtos para a saúde e capacitados para o gerenciamento de tecnologias e controle de riscos em saúde.

4 O Projeto Hospitais Sentinela foi a primeira estratégia adotada pela Anvisa para obter informação sobre o desempenho e segurança de Produtos de Saúde, ao mesmo tempo em que fomenta o uso racional de medicamentos e tecnologias em saúde nesse universo de serviços. O Projeto Hospitais Sentinela foi a primeira estratégia adotada pela Anvisa para obter informação sobre o desempenho e segurança de Produtos de Saúde, ao mesmo tempo em que fomenta o uso racional de medicamentos e tecnologias em saúde nesse universo de serviços.

5 Áreas Relacionadas

6 RS SC PR SP RJ ES BA DF GO TO MA PI CE RN PB PE AL SE MT MS PA AP RR AM RO AC 44 TOTAL: 185 HOSPITAIS DISTRIBUIÇÃO DA REDE SENTINELA

7 Projeto Hospitais Sentinela A rede sentinela reúne a excelência em assistência, ensino e a pesquisa no país sendo importante observatório de novas práticas e tecnologias em saúde A rede sentinela reúne a excelência em assistência, ensino e a pesquisa no país sendo importante observatório de novas práticas e tecnologias em saúde O Projeto incentiva o aprendizado por meio da troca de experiências, fomentando transformações pró qualidade no processo de trabalho e utilização de tecnologias em hospitais O Projeto incentiva o aprendizado por meio da troca de experiências, fomentando transformações pró qualidade no processo de trabalho e utilização de tecnologias em hospitais

8 PHS: Projeto Piloto PNUD/Anvisa BRA 97/042: 2002 a 2003 Capacitação de GR e equipes em FV, TV,HV, Investigação de casos e Notificação em base de dados 2001 a 2003 Capacitação de GR e equipes em FV, TV,HV, Investigação de casos e Notificação em base de dados 2001 a 2003 Formalização dos contratos: 2002 Formalização dos contratos: 2002 Implantação das Gerências de Risco em Sentinelas: 2002/2003 Implantação das Gerências de Risco em Sentinelas: 2002/2003 Implantação do SINEPS/Banco de dados: 2003/2004 Implantação do SINEPS/Banco de dados: 2003/2004 Elaboração do PRODOC 04/010 PNUD/Anvisa: Out 2003 Elaboração do PRODOC 04/010 PNUD/Anvisa: Out 2003 Assinatura do PRODOC 04/010 PNUD/Anvisa: Nov/2004 Assinatura do PRODOC 04/010 PNUD/Anvisa: Nov/2004 Produtos do contrato: 2002/2003 Produtos do contrato: 2002/2003 implantação das gerências de risco e implantação das gerências de risco e implementação de dois planos de melhoria implementação de dois planos de melhoria

9 PHS:Projeto BRA 04/010 PNUD/Anvisa: 2005 a 2009 Valor: US$ 12,252, Valor: US$ 12,252, hospitais sentinela 104 hospitais sentinela Matriz de Resultados Matriz de Resultados 1. Sistema de Informação que assegure ações de VISA de serviços e produtos de saúde pós-comercialização: consolidado 1. Sistema de Informação que assegure ações de VISA de serviços e produtos de saúde pós-comercialização: consolidado 2. Rede sentinela e VISAs interligadas à Anvisa 2. Rede sentinela e VISAs interligadas à Anvisa

10 PHS:Projeto BRA 04/010 PNUD/Anvisa: 2005 a Sistema de Informação que assegure ações de VISA de serviços e produtos de saúde pós-comercialização: consolidado 1. Sistema de Informação que assegure ações de VISA de serviços e produtos de saúde pós-comercialização: consolidado Produtos Produtos 1.1 Rede de Hospitais notificando EA e QT 1.1 Rede de Hospitais notificando EA e QT 1.2 Rede de colaboradores constituída e 1.2 Rede de colaboradores constituída e consolidada consolidada 1.3 Programa de cooperação técnica para uso 1.3 Programa de cooperação técnica para uso racional de tecnologias em saúde racional de tecnologias em saúde implantado implantado

11 PHS:Projeto BRA 04/010 PNUD/Anvisa: 2005 a 2009 Indicadores por resultado 1 Indicadores por resultado 1 Variação anual de notificações por área Variação anual de notificações por área Evolução do nº de hospitais notificando no sistema; variação de 50 a 85% (2005: 80%; até jul/2006: 91%) Evolução do nº de hospitais notificando no sistema; variação de 50 a 85% (2005: 80%; até jul/2006: 91%) 100% de hospitais desenvolvendo projetos de melhoria (até jul/2006: 80%) 100% de hospitais desenvolvendo projetos de melhoria (até jul/2006: 80%) Aumento anual de hospitais colaboradores (20/ano): em 2005, 145% da meta. Aumento anual de hospitais colaboradores (20/ano): em 2005, 145% da meta.

12 PHS:Projeto BRA 04/010 PNUD/Anvisa: 2005 a Rede sentinela e VISAs interligadas à Anvisa 2. Rede sentinela e VISAs interligadas à Anvisa Produtos Produtos 2.1Sistema de Informação de notificação de 2.1Sistema de Informação de notificação de EA e QT consolidado EA e QT consolidado 2.2 RH do SNVS e Anvisa capacitados para a 2.2 RH do SNVS e Anvisa capacitados para a vigilância de pós-comercialização vigilância de pós-comercialização 2.3 Programa de cooperação técnico- 2.3 Programa de cooperação técnico- científica com universidades implantado científica com universidades implantado 2.4 Sistema de monitoramento e avaliação 2.4 Sistema de monitoramento e avaliação das ações do projeto implantadas das ações do projeto implantadas

13 PHS:Projeto BRA 04/010 PNUD/Anvisa: 2005 a 2009 Indicadores por resultado 2 Indicadores por resultado 2 Incremento anual de VISAS utilizando o sistema de informação (50 a 85%); atual: zero. Incremento anual de VISAS utilizando o sistema de informação (50 a 85%); atual: zero. Nº de instituições de ensino superior envolvidas com o Uso Racional de Medicamentos e Tecnologias (meta:10 – 1º ano, 20, 30, 30 e 10 no último ano): 64 docentes de universidades responderam ao questionário; destes, 54 (84%) desenvolvem atividades de URM em suas disciplinas. Nº de instituições de ensino superior envolvidas com o Uso Racional de Medicamentos e Tecnologias (meta:10 – 1º ano, 20, 30, 30 e 10 no último ano): 64 docentes de universidades responderam ao questionário; destes, 54 (84%) desenvolvem atividades de URM em suas disciplinas.

14 PHS:Projeto BRA 04/010 PNUD/Anvisa: 2005 a 2009 Auditoria 2005: Auditoria 2005: O projeto recebeu Auditoria em abril de 2006 sendo aprovado sem ressalvas O projeto recebeu Auditoria em abril de 2006 sendo aprovado sem ressalvas Valor executado: Valor executado: 2,968 milhões de reais ( 2,613 milhões em parcelas aos hospitais e 355 mil em dois eventos/2005; que corresponde a 27% do orçamento para o 1º ano) 2,968 milhões de reais ( 2,613 milhões em parcelas aos hospitais e 355 mil em dois eventos/2005; que corresponde a 27% do orçamento para o 1º ano) Fragilidades: Fragilidades: Deficiência no Sistema Informatizado Deficiência no Sistema Informatizado Atraso na assinatura dos contratos Atraso na assinatura dos contratos Atraso na apresentação e pagamento dos produtos Atraso na apresentação e pagamento dos produtos Atrasos nos contratos e pagamentos das pesquisas Atrasos nos contratos e pagamentos das pesquisas Não realização de Encontro Nacional em 2006 Não realização de Encontro Nacional em 2006

15 Atividades programadas no BRA 04/010 para a Rede Sentinela Encontros Nacionais Semestrais Encontros Nacionais Semestrais Fomento à Pesquisa: 10/2005 e 20/2006 Fomento à Pesquisa: 10/2005 e 20/2006 Assinatura de T. C. com universidades para ensino, pesquisa e assistência em ATS: 10/2005 e 20/2006 Assinatura de T. C. com universidades para ensino, pesquisa e assistência em ATS: 10/2005 e 20/2006 Planos de Trabalho com universidades e entidades médicas URM&T 2005/2009 Planos de Trabalho com universidades e entidades médicas URM&T 2005/2009 Cursos de Avaliação de Tecnologias para a rede sentinela: 2005 a 2007 Cursos de Avaliação de Tecnologias para a rede sentinela: 2005 a 2007 Produção de material educativo e de divulgação Produção de material educativo e de divulgação Portal de comunicação em ATS Portal de comunicação em ATS Boletins e material de informação em ATS Boletins e material de informação em ATS

16 Outros Resultados 82 hospitais implementando 164 planos de melhoria 82 hospitais implementando 164 planos de melhoria Sub-redes SP, Sul e Nordeste organizadas Sub-redes SP, Sul e Nordeste organizadas Rede interligada on line (grupos de discussão) Rede interligada on line (grupos de discussão) Gerenciamento de Risco: requisito para recadastramento de hospitais de ensino Gerenciamento de Risco: requisito para recadastramento de hospitais de ensino Portaria conjunta n° 1000 MEC/MS Portaria conjunta n° 1000 MEC/MS

17 Outros Resultados 12 Universidades contactadas 12 Universidades contactadas 1 TC assinado com a UFSC; quatro prontos para assinatura: UFRGS, UFPE,UNESP/Botucatu/SP, FAMEMA/Marília/SP 1 TC assinado com a UFSC; quatro prontos para assinatura: UFRGS, UFPE,UNESP/Botucatu/SP, FAMEMA/Marília/SP 10 pesquisas selecionadas aguardando formalização do contrato e repasse financeiro 10 pesquisas selecionadas aguardando formalização do contrato e repasse financeiro Edital de pesquisas 2006 elaborado: aguardando liberação das pesquisas de 2005 Edital de pesquisas 2006 elaborado: aguardando liberação das pesquisas de Cursos presenciais ATS em 2005 e 4 previstos para 2º semestre Cursos presenciais ATS em 2005 e 4 previstos para 2º semestre 2006

18 Outros Resultados cont... 1 curso ATS à distância para cinco capitais:Belém, Manaus, Natal, Fortaleza, Cuiabá: 6ª Aula 1 curso ATS à distância para cinco capitais:Belém, Manaus, Natal, Fortaleza, Cuiabá: 6ª Aula I Congresso URM/2005/ Porto Alegre e previsto o próximo em 2007/Florianópolis I Congresso URM/2005/ Porto Alegre e previsto o próximo em 2007/Florianópolis 20 anos de URM: ABRASCO/ 2006: 1 oficina de pré- congresso, 2 painéis URM experiência nacional e internacional 20 anos de URM: ABRASCO/ 2006: 1 oficina de pré- congresso, 2 painéis URM experiência nacional e internacional Participação em Congressos Nacionais e Internacionais Participação em Congressos Nacionais e Internacionais

19 Cronograma de Assinatura dos Contratos

20 Apresentação de Produtos

21 Adesão de Colaboradores

22 Planos URM * OBSERVAÇÃO: Os hospitais do Grupo 1 têm cronograma diferente do Grupo 2, devido às datas de assinatura do contrato.

23 Notificações SINEPS : 2003/ Jul 2006 ÁreaAno *total Tecnovigilância Farmacovigilância Queixa técnica Hemovigilância total

24 Participação nas Notificações

25 Cronograma do Notivisa oJaneiro de 2005: concepção da idéia oSegundo semestre/2005: assinatura do contrato Anvisa/POLITEC oJunho/julho/2006: teste interno oAgosto/2006: teste externo oSetembro/2006: previsão de entrega do sistema (módulo notificação)

26 Pesquisas em Serviços de Saúde- Rede Sentinela Público: Hospitais Sentinela Hospitais Sentinela Instituições Colaboradoras Instituições Colaboradoras VISAs Estaduais VISAs Estaduais VISAs Municipais (SP e RJ) VISAs Municipais (SP e RJ)

27 Cronograma de PesquisasFasesDatas Lançamento do Edital DOU e páginas eletrônicas da Anvisa e da Rede Sentinela 14/06/2005 Submissão das propostas (formulário eletrônico). 14/06 a 19/08/2005 Análise e julgamento das propostas 22/08 a 23/09/2005 Publicação e divulgação dos resultados A partir de 26/09/2005 Prazo para interposição de recursos 05 (cinco) dias úteis após a publicação dos resultados Prazo para julgamento dos recursos 10 (dez) dias úteis após a entrada do recurso Início da contratação dos projetos 19/10/2005

28 Pesquisas em Serviços de Saúde- Rede Sentinela Resultados: 95 propostas enviadas; 95 propostas enviadas; 27 propostas cooperativas; 27 propostas cooperativas; Propostas com nota > ou = a 6,00 foram reavaliados pela GVISS e CECOVISAs, em total de 29 propostas; Propostas com nota > ou = a 6,00 foram reavaliados pela GVISS e CECOVISAs, em total de 29 propostas; 19 propostas eliminadas; 19 propostas eliminadas; Nota de corte: 7,33. Nota de corte: 7,33.

29 Pesquisas em Serviços de Saúde- Rede Sentinela Resultados: 10 propostas selecionadas, todas 10 propostas selecionadas, todas cooperativas cooperativas Valor empenhado: R$ ,76 Valor empenhado: R$ ,76 5 em Farmacovigilância; 5 em Farmacovigilância; 2 em Hemovigilância; 2 em Hemovigilância; 1 em Tecnovigilância; 1 em Tecnovigilância; 1 em Saneantes; 1 em Saneantes; 1 em CCIH. 1 em CCIH.

30 Pesquisas em Serviços de Saúde- Rede Sentinela Temas: Tecnovigilância Tecnovigilância Hemovigilância Hemovigilância Farmacovigilância Farmacovigilância Controle Infecção Hospitalar Controle Infecção Hospitalar Saneantes Saneantes Tecnologia em Saúde Tecnologia em Saúde

31 Pesquisas em Serviços de Saúde- Rede Sentinela Resultados/Pesquisas Aprovadas: 3 de SP; 3 de SP; 2 de MG; 2 de MG; 2 do CE; 2 do CE; 1 de PE; 1 de PE; 1 da BA; 1 da BA; 1 de SC; 1 de SC; 41 hospitais em 6 estados; 41 hospitais em 6 estados; 3 VISAs Estaduais. 3 VISAs Estaduais.

32 Pesquisas em Serviços de Saúde Rede Sentinela: Temas selecionados Estudo comparativo do uso racional de concentrados de hemácias entre os Hospitais Sentinela e os Hospitais da rede municipal em Fortaleza não-sentinela; Estudo comparativo do uso racional de concentrados de hemácias entre os Hospitais Sentinela e os Hospitais da rede municipal em Fortaleza não-sentinela; Procedência e avaliação da qualidade de desinfetantes utilizados no hospital, para desinfecção de máscaras de inalação, superfícies e lactários; Procedência e avaliação da qualidade de desinfetantes utilizados no hospital, para desinfecção de máscaras de inalação, superfícies e lactários; Pesquisa e ensino no uso racional de antibióticos prescritos para pacientes idosos; Pesquisa e ensino no uso racional de antibióticos prescritos para pacientes idosos; Avaliação da incidência de trombocitopenia induzida por Heparina; Avaliação da incidência de trombocitopenia induzida por Heparina; Investigação dos incidentes transfusionais em instituições hospitalares públicas da Grande Florianópolis através da implementação do Sistema de Hemovigilância Investigação dos incidentes transfusionais em instituições hospitalares públicas da Grande Florianópolis através da implementação do Sistema de Hemovigilância

33 Pesquisas em Serviços de Saúde Rede Sentinela: Temas selecionados Avaliação da Sensibilidade à Polimixina B de Amostras Clínicas de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter spp.; Avaliação da Sensibilidade à Polimixina B de Amostras Clínicas de Pseudomonas aeruginosa e Acinetobacter spp.; Admissão Hospitalar por Reação Adversa Grave a Medicamentos em Hospitais Referenciados de Salvador-BA; Admissão Hospitalar por Reação Adversa Grave a Medicamentos em Hospitais Referenciados de Salvador-BA; Diagnóstico da saúde tecnológica das unidades de terapia intensiva de quatro hospitais em Recife-PE; Diagnóstico da saúde tecnológica das unidades de terapia intensiva de quatro hospitais em Recife-PE; Estudo multicêntrico para avaliação do impacto de métodos de promoção do uso racional de medicamentos na redução da taxa de erros de prescrição nos hospitais sentinela de Fortaleza-CE; Estudo multicêntrico para avaliação do impacto de métodos de promoção do uso racional de medicamentos na redução da taxa de erros de prescrição nos hospitais sentinela de Fortaleza-CE; Estudo de erros em prescrições com um ou mais medicamento potencialmente perigosos, em quatro hospitais sentinela da cidade de Belo Horizonte-MG. Estudo de erros em prescrições com um ou mais medicamento potencialmente perigosos, em quatro hospitais sentinela da cidade de Belo Horizonte-MG.

34 Visitas técnicas: jan-jul/2006 Em conjunto com demais áreas do NUVIG (UTVIG E UFARM) e VISAs Em conjunto com demais áreas do NUVIG (UTVIG E UFARM) e VISAs 11 Cidades 11 Cidades 10 Estados (UF) 10 Estados (UF) 04 Regiões Geográficas 04 Regiões Geográficas 26 Hospitais 26 Hospitais

35 Visitas técnicas: jan-jul/ 2006 Hospitais visitados (por cidade/UF): Hospitais visitados (por cidade/UF): Campina Grande/PB: Hospital Alcides Carneiro, Fundação Assistencial da Paraíba Campina Grande/PB: Hospital Alcides Carneiro, Fundação Assistencial da Paraíba Porto Alegre/RS: Hospital Moinhos de Vento, Hospital São Lucas Porto Alegre/RS: Hospital Moinhos de Vento, Hospital São Lucas Santa Maria/RS: Hospital Universitário de Santa Maria Santa Maria/RS: Hospital Universitário de Santa Maria Salvador/BA: Hospital Universitário Prof. Edgard Santos, Obras Sociais Irmã Dulce, Hospital São Rafael Salvador/BA: Hospital Universitário Prof. Edgard Santos, Obras Sociais Irmã Dulce, Hospital São Rafael Marília/SP: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina Marília/SP: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina

36 Visitas técnicas: jan-jul/ 2006 Hospitais visitados (por cidade/UF): Hospitais visitados (por cidade/UF): Recife/PE: Hospital das Clínicas da UFPE, Hospital da Restauração, Hospital Amaury Medeiros, Hospital Oswaldo Cruz, CISAM Recife/PE: Hospital das Clínicas da UFPE, Hospital da Restauração, Hospital Amaury Medeiros, Hospital Oswaldo Cruz, CISAM Fortaleza/CE: Hospital Universitário Walter Cantídio, Hospital Albert Sabin, Hospital Dr. César Cals de Oliveira, Hospital de Messejana, Hospital Dr. José Frota Fortaleza/CE: Hospital Universitário Walter Cantídio, Hospital Albert Sabin, Hospital Dr. César Cals de Oliveira, Hospital de Messejana, Hospital Dr. José Frota Maceió/AL: Hospital Alberto Antunes Maceió/AL: Hospital Alberto Antunes Rio Branco/AC: Hospital da FUNDHACRE Rio Branco/AC: Hospital da FUNDHACRE

37 Visitas técnicas: jan-jul/ 2006 Hospitais visitados (por cidade/UF): Hospitais visitados (por cidade/UF): Manaus/AM: Hospital Universitário Getúlio Vargas Manaus/AM: Hospital Universitário Getúlio Vargas Rio de Janeiro/RJ: Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, Hospital Antônio Pedro, Hospital São Vicente de Paulo, Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras Rio de Janeiro/RJ: Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, Hospital Antônio Pedro, Hospital São Vicente de Paulo, Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras

38 Visitas técnicas: ago-dez/2006 Visitas previstas: Visitas previstas: Pelo menos mais 32 hospitais: Pelo menos mais 32 hospitais: 15 cidades 15 cidades 11 Unidades da Federação 11 Unidades da Federação 05 Regiões Geográficas 05 Regiões Geográficas

39 Projetos ANVISA executados (*) ou andamento na Rede Sentinela Gerenciamento de Resíduos Sólidos em Hospitais: Pré-teste do curso: FESPSP(*) – GINFS/GGTES/GVISS Gerenciamento de Resíduos Sólidos em Hospitais: Pré-teste do curso: FESPSP(*) – GINFS/GGTES/GVISS Estudo da qualidade de sacos acondicionadores de lixo hospitalar: INMETRO (*) - GINFS/GGTES/GVISS Estudo da qualidade de sacos acondicionadores de lixo hospitalar: INMETRO (*) - GINFS/GGTES/GVISS Projeto SINAIS – GIPEA/GGTES/GVISS Projeto SINAIS – GIPEA/GGTES/GVISS Projeto de Monitoramento da Resistência Microbiana: OPAS/GIPEA/GGTES/GVISS Projeto de Monitoramento da Resistência Microbiana: OPAS/GIPEA/GGTES/GVISS Projeto Qualidade de Redes elétricas em EAS: INPE - GINFS/GGTES/GVISS Projeto Qualidade de Redes elétricas em EAS: INPE - GINFS/GGTES/GVISS

40 Projetos ANVISA executados (*) ou andamento na Rede Sentinela Projeto de Monitoramento de Propaganda de Medicamentos – GPROP/GVISS Projeto de Monitoramento de Propaganda de Medicamentos – GPROP/GVISS Acreditação hospitalar – GGTES/GVISS Acreditação hospitalar – GGTES/GVISS Avaliação de Tecnologias (TC 37) – GERAE/GGREM/GVISS Avaliação de Tecnologias (TC 37) – GERAE/GGREM/GVISS

41 Outras participações Elaboração de manuais: Elaboração de manuais: Gerenciamento de medicamentos e insumos em EAS Gerenciamento de medicamentos e insumos em EAS Manual de Tecnovigilância Manual de Tecnovigilância Consultas Públicas: Reuso, Boas práticas em serviços de saúde, Regulamentação de propaganda. Consultas Públicas: Reuso, Boas práticas em serviços de saúde, Regulamentação de propaganda.

42 Parcerias com Áreas

43 Redes são estruturas delicadas! Como incentivar seu desenvolvimento? Como incentivar seu desenvolvimento? Encontros nacionais presenciais Encontros nacionais presenciais Temas escolhidos para trabalhos Temas escolhidos para trabalhos Trabalhos articulados Trabalhos articulados Dificuldades crescentes Dificuldades crescentes Incentivo ao crescimento do grupo Incentivo ao crescimento do grupo Incentivo à cooperação Incentivo à cooperação Reconhecimento entre pares Reconhecimento entre pares Comunicação à distância Comunicação à distância

44 O objeto do trabalho é a rede, não cada um de seus componentes! Usar Indicadores de progresso das unidades participantes e da rede. Usar Indicadores de progresso das unidades participantes e da rede. Evitar comparações entre participantes. Cada um tem seu proprio processo evolutivo! Evitar comparações entre participantes. Cada um tem seu proprio processo evolutivo! Reformular os objetivos do projeto segundo os tempos e necessidades da rede Reformular os objetivos do projeto segundo os tempos e necessidades da rede

45 Curva de evolução de grupos competitivos

46 Curva de evolução de Grupos Cooperativos

47 Reflexões Finais Tanto a Anvisa quanto os hospitais da rede sentinela tem aprendido muito com o projeto: diversas atividades tem sido desenvolvidas focando essa rede; estudos, projetos e elaboração de normas sanitárias. Tanto a Anvisa quanto os hospitais da rede sentinela tem aprendido muito com o projeto: diversas atividades tem sido desenvolvidas focando essa rede; estudos, projetos e elaboração de normas sanitárias. Anvisa e hospitais ainda tem problemas com respeito aos prazos, o que repercute negativamente no desenrolar das fases sucessivas do projeto. Anvisa e hospitais ainda tem problemas com respeito aos prazos, o que repercute negativamente no desenrolar das fases sucessivas do projeto.

48 …Reflexões finais A notificação qualificada de EA e QT relacionados a produtos para saúde já está acontecendo rotineiramente em boa parte dos hospitais da rede e depende diretamente da capacidade dos serviços de identificar e investigar eventos, avaliando se houve uso irracional de insumos ou procedimentos e gerenciando o risco em saúde A notificação qualificada de EA e QT relacionados a produtos para saúde já está acontecendo rotineiramente em boa parte dos hospitais da rede e depende diretamente da capacidade dos serviços de identificar e investigar eventos, avaliando se houve uso irracional de insumos ou procedimentos e gerenciando o risco em saúde A Anvisa também começa a utilizar a notificação dos sentinelas em seus grupos de emergência, embora ainda não repercuta em seus procedimentos de registro A Anvisa também começa a utilizar a notificação dos sentinelas em seus grupos de emergência, embora ainda não repercuta em seus procedimentos de registro

49 Equipe GVISS Clarice Alegre Petramale Clarice Alegre Petramale Alessandra Torres Willer Alessandra Torres Willer Diogo Penha Soares Diogo Penha Soares Maria Regina Scholz Maria Regina Scholz Nayana Vilarinho Gomes Nayana Vilarinho Gomes Patricia Fernanda Toledo Barbosa Patricia Fernanda Toledo Barbosa Patricia Azevedo Chagas Patricia Azevedo Chagas Roberta Buarque Rabelo Roberta Buarque Rabelo tm tm


Carregar ppt "Gerência de Vigilância em Serviços Sentinela PROJETO HOSPITAIS SENTINELA Balanço de atividades 2005/1º Sem.2006 Anvisa: Agência Nacional de Vigilância."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google