A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

III CONGRESSO DE BIOETICA DE RIBEIRÃO PRETO 2010 AIDS E VONTADE MORRER CAIO ROSENTHAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "III CONGRESSO DE BIOETICA DE RIBEIRÃO PRETO 2010 AIDS E VONTADE MORRER CAIO ROSENTHAL."— Transcrição da apresentação:

1 III CONGRESSO DE BIOETICA DE RIBEIRÃO PRETO 2010 AIDS E VONTADE MORRER CAIO ROSENTHAL

2

3

4

5 Desejo x vontade de morrer Desejo = reativo, sob impacto, quase inconsciente, instintivo e irracional. (reação inicial do paciente) Vontade = colocação prática do desejo dado o desinteresse de viver. ( Fase terminal ) Esgotamento

6 Modo de Transmissão Morte pela via do prazer: sexo e drogas Meios que representam a continuidade da vida: sangue e leite materno.

7 Objeto privilegiado de estudo políticas de saúde pública direitos humanos cidadania concepções políticas religiosas valores de ordem moral

8 Ano 2015: 50% com mais 50 anos Antes: jovem início de carreira, vida afetiva, planos e perspectiva. HIV = Morte Sem perspectiva de cura = longo convívio com morte. Sofrimento longo e intenso. Limitações físicas, psicológicas, neurológicas. Perda da qualidade de vida.

9 Isolamento e auto isolamento Marginalização Abandono Rebaixamento da auto estima Culpa Preconceito

10 sigilo pacto de silêncio pacto de solidariedade médico – paciente. momento do médico decidir sobre morrer e incapacidade do paciente. médico incompetente.

11 Identidade Preservação da identidade: mecanismo de sobrevivência inconsciente compromisso com a vida, elo com a vida. Perda da identidade = cogitar em morrer desfiguração do corpo e sequelas abalo psíquico – emocional

12

13 Psychosomatics ( 2006 ) Fordham University, Bronx, NY Maior estudo sistemático do desejo de acelerar o processo de morete. Estudo com 372 pacientes com Aids avançado admitidos em enfermaria de cuidados paliativos. Foram estudadas a prevalência e os fatores preditivos de desejo de apressar a morte.

14 Resultados 100 (26.9%) com critério de depressão severa X 16,9% em pacientes com câncer. 31 (8.3%) high desire de apressar a morte. Comparativo com câncer terminal = 17% high desire ( JAMA 2000; 284: ).

15 Conclusões Maior associação de desejo de acelerar a morte correlacionou com perda de esperança e depressão. Sem associação significativa com idade, gênero, religiosidade,religião, instrução, fator de risco de transmissão. Nem mesmo limitação física ou dor severa. Modelo de análise multivariada revelou efeito significativo de desejo de apressar a morte nos pacientes com quadro de depressão e perda de esperança.

16

17 Obrigado


Carregar ppt "III CONGRESSO DE BIOETICA DE RIBEIRÃO PRETO 2010 AIDS E VONTADE MORRER CAIO ROSENTHAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google