A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão de Serviço Hospitalar De Psiquiatria Renato José Vieira Supervisor de Saúde Mental do Hosp. M´Boi Mirim 27 de Novembro de 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão de Serviço Hospitalar De Psiquiatria Renato José Vieira Supervisor de Saúde Mental do Hosp. M´Boi Mirim 27 de Novembro de 2010."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão de Serviço Hospitalar De Psiquiatria Renato José Vieira Supervisor de Saúde Mental do Hosp. M´Boi Mirim 27 de Novembro de 2010

2 Um breve cenário da Zona Sul Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível. Subprefeitura do M´Boi Mirim

3 Um breve cenário da Zona Sul Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível.

4 Um breve cenário da Zona Sul Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível.

5 Um breve cenário da Zona Sul Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível. PMSP 2004

6 Um breve cenário da Zona Sul Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível. PMSP 2004

7 Um breve cenário da Zona Sul Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível. Demais subprefeituras

8 Lesões OrtopédicasTécnica adequada / Evitar contenção incompleta. AspiraçãoObservação contínua / Caso haja suspeita de maior risco, colocar o paciente em decúbito lateral tão logo haja sedação. Lesões Vasculares e Nervosas Adequada colocação das faixas. Verificar perfusão de extremidades e pulsos a cada 30 minutos. Retirar contenção tão logo haja sedação do paciente. 7. AVALIAÇÃO DO PSIQUIATRA Feita no local de contenção, ou na sala de consultas, se possível.

9 Relação entre Saúde Mental & Desenvolvimento Social

10 INAUGURAÇÃO : Hospital foi inaugurado no dia 08 de abril de Será referência no atendimento hospitalar para 532 mil munícipes. O Hospital possui três andares e oferece serviços médicos de média complexidade. Possui 240 leitos totais para internação.

11 CONVÊNIO DE PARCERIA S OCIEDADE BENEFICENTEISRAELITA

12 Número de Leitos Psiquiátricos (fonte: CNES)

13

14

15 Primeiro Dilema: Enfermaria ou Observação? Portaria SNAS n.224, (29/01/1992) Serviço de Urgência em HG Leitos ou Unidade de Psiquiatria em HG

16 Primeiro Dilema: Enfermaria ou Observação? Portaria SNAS n.224, (29/01/1992) Serviço de Urgência em HG Leitos ou Unidade de Psiquiatria em HG ?

17 Relação entre Saúde Mental & Desenvolvimento Social Modelos fragmentados de assistência

18 AIHs pagas em 2009 (especialidade: psiquiatria) Fonte: TABNET PMSP

19 AIHs pagas até Ago/2010 (especialidade: psiquiatria) Fonte: TABNET PMSP

20 Número de Leitos Psiquiátricos (fonte: CNES)

21

22 Estatísticas da Observação Saúde Mental (Out.2009 a Out.2010)

23 Estatísticas da Observação Saúde Mental (Out.2009 a Out.2010)

24 Oscilações do Número de Admissões A série temporal (Jan.2009 a Outubro.2010) não mostra nenhum padrão que permita afirmar aumento ou diminuição do número de internações com o tempo. A série temporal (Jan.2009 a Outubro.2010) mostra um padrão aproximadamente normal de distribuição, com média de 82,14 admissões ao mês.

25 Estatísticas da Observação Saúde Mental (Out.2009 a Out.2010)

26 Estatísticas da Observação Saúde Mental (Out.2009 a Out.2010)

27 Relação entre Saúde Mental & Desenvolvimento Social Modelos fragmentados de assistência Falta de Vagas para Usuários de Substâncias Psicoativas

28 Estatísticas da Observação Saúde Mental (Out.2009 a Out.2010)

29 Diferenças em Relação ao Sexo (out.2010)

30 Relação entre Saúde Mental & Desenvolvimento Social Modelos fragmentados de assistência Falta de vagas para usuários de substâncias psicoativas Menor disponibilidade de vagas masculinas

31 Diferenças em Relação ao Diagnóstico (out.2010)

32 Breve Análise das Reinternações

33 (01/10/2009 a 01/08/2010) Comparação entre Transf. Externa x Alta por Melhora Kruskal-Wallis (mediana): p<0,005 Teste t não pareado (média): p<0,005 Estimativa de diferença (95% CI): (-66,5 a -24,2 dias)

34 Relação entre Saúde Mental & Desenvolvimento Social; Modelos fragmentados de assistência; Falta de vagas para usuários de substâncias psicoativas; Menor disonibilidade de vagas masculinas; Suporte extra-hospitalar precário; Relaxamento dos critérios de internação (especialmente quando lotada);

35 Breve Análise das Reinternações (01/10/2009 a 01/08/2010)

36


Carregar ppt "Gestão de Serviço Hospitalar De Psiquiatria Renato José Vieira Supervisor de Saúde Mental do Hosp. M´Boi Mirim 27 de Novembro de 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google