A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Encontro Nacional de Pós- Graduação em Medicina e Saúde Mestrado Profissional: Pontos Críticos Nestor Schor Salvador Out/2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Encontro Nacional de Pós- Graduação em Medicina e Saúde Mestrado Profissional: Pontos Críticos Nestor Schor Salvador Out/2007."— Transcrição da apresentação:

1 Encontro Nacional de Pós- Graduação em Medicina e Saúde Mestrado Profissional: Pontos Críticos Nestor Schor Salvador Out/2007

2 Características da Portaria CAPES-080 de 16/12/98(1)  Considerações Gerais: Formação de pós-graduados aptos a elaborar novas técnicas e processos diferenciando do Mestrado Tradicional que visa preferencialmente aprofundar conhecimentos ou técnicas de pesquisa científica, tecnológica ou artística; Caráter de terminalidade; Manutenção de níveis de qualidade semelhantes ao Mestrado stricto sensu;

3  Enquadramento: Estrutura curricular clara...articulando o ensino com a aplicação profissional Quadro docente constituído predominantemente por doutores, com parcela de professores de reconhecida competência na área Regime podendo ser de dedicação parcial Trabalho final demonstrando domínio do objeto de estudo  Avaliação periódica pela CAPES  Auto-Financiamento Características da Portaria CAPES-080 de 16/12/98(2)

4 30 anos com discreta atualização! Etapa intermediária da formação docente Tempo prolongado de formação Iniciação científica tardia em nível de PG Qualidade questionável da pesquisa Publicação escassa Financiamento inadequado: Bolsas e Bancada Sub-valorizado Críticas ao Mestrado Tradicional

5 Necessidade na formação de recursos humanos, especialmente para as Instituições Privadas: LDB Necessidade de especialistas no mercado de trabalho extra-muros Financiamento adicional da PG Sub-valorização da Especialização Contaminação pelo MBA Críticas ao Mestrado Tradicional ou Acadêmico Racional do Mestrado Profissional

6 Equiparação de Títulos com exigências distintas Desmonte dos Cursos de Mestrado Acadêmico existentes Valorização econômica do Curso vs. Necessidade do País Mercado de Trabalho: Universidade Pública vs. Particular Formação inadequada de massa crítica intelectual e de pesquisadores Impasse: Mestrado Acadêmico vs. Profissional

7 Formação de quadros para a Universidade Distinção com cursos tipo “MBA” Capacitação de leitura crítica da literatura da área Obtenção dos dados e sua interpretação Interação com a comunidade: preparo de resumos; apresentação na forma painel/oral e discussão dos resultados obtidos Escrever trabalho científico Capacitação de formular projeto para doutorado Competências do Mestrado

8 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SÚMULA DE PARECERES REUNIÃO ORDINÁRIA DE 7 A 9 ABRIL DE 2003 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR Parecer: CES 0081/2003 Interessado: MEC/Universidade Federal de Pernambuco– Recife/PE continuação...

9 Decisão: Responde consulta tendo em vista o Parecer CNE/CES 364/2002, esclarecendo que os cursos de Mestrado Profissionalizante são programas com oferta regular e que levam à obtenção de diploma e grau acadêmico. Caracterizam-se assim como atividades de ensino e nas instituições públicas será gratuito, de acordo com a Constituição Federal de 1988 (Art. 206). Nada impede que estes programas sejam financiados por outras entidades privadas ou públicas, desde que não haja interferência no processo regular de seleção de alunos que se caracterizaria pela preferência a alunos que de alguma forma estejam relacionados aos interesses do patrocinador. Os programas de mestrado profissionalizante ora em andamento devem, a partir da homologação deste parecer, adaptar-se às normas aqui definidas

10 229 (6%) Brasil: 72 (27%) OUTRAS 36 (8%) ENGENHARIAS 43 (10%) CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS 43 (6%) CIÊNCIAS DA SAÚDE 8 (2%) CIÊNCIAS BIOLÓGICAS FDMTotalM/DFDMTotal Totais de Cursos de pós- graduação Programas e Cursos de pós- graduação GRANDE ÁREA CAPES: Data Atualização 05/09/2007

11 Conceitos do Mestrado Profissional vs. M/D Acadêmico Conceito 3:63% vs. 6% Conceito 4:21% vs. 44% Conceito 5:16% vs. 34% Conceito 6:Zero vs. 12% Conceito 7:Zero vs. 5% (2007: 10%) CAPES Atualização de 05/09/2007

12 Deliberação do CTC –03/2007 Mestrado Profissional A Avaliação Trienal dos Programas/Cursos Profissionais será realizada em separado da Avaliação dos Programas Acadêmicos Realização por Comissão de Área específica para essa modalidade de curso Adoção de Ficha de Avaliação Específica Atribuição de conceito específico para o Mestrado Profissional, ainda quando promovido por Programa que também ofereça cursos acadêmicos. Adoção da escala de conceitos de “1” a “5”, sendo “5” o maior conceito aplicável a esse nível e modalidade de curso, e “3” o conceito correspondente ao padrão mínimo de qualidade exigido

13 Mestrado Profissional UNIFESP - credenciados

14 Mestrado Profissional UNIFESP – não credenciados

15 Mestrado Profissional UNIFESP – Concluídos PROGRAMA Total ADMINISTRACAO DA PRATICA OFTALMOLOGICA ECONOMIA DA SAÚDE ENFERMAGEM 31 4 ENSINO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO MEDICINA INTERNA E TERAPEUTICA MORFOLOGIA ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA Total Atual. 17/10/2007

16 Mestrado Profissional UNIFESP – Curso e Alunos MP Atual. 17/10/2007

17 Resumo: Pontos Críticos do MP Qualificação dos Docentes Equiparação com Mestrado Acadêmico Avaliação do Produto Final Auto-Financiamento nas Públicas Avaliação CAPES

18 Propostas para o MP Qualificação dos Docentes: Variável Equiparação com Mestrado Acadêmico vs. Especialização pela CAPES Avaliação do Produto Final : específico para cada Programa Auto-Financiamento nas Públicas: rever determinação do Ministério Público Avaliação CAPES: Independente do Acadêmico


Carregar ppt "Encontro Nacional de Pós- Graduação em Medicina e Saúde Mestrado Profissional: Pontos Críticos Nestor Schor Salvador Out/2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google