A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MESA REDONDA: Rede como produção de Encontro e Responsabilização Enfª. Msc. Micheli Rossetto dos Santos SES-RS – DAS - Coordenação Estadual de Atenção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MESA REDONDA: Rede como produção de Encontro e Responsabilização Enfª. Msc. Micheli Rossetto dos Santos SES-RS – DAS - Coordenação Estadual de Atenção."— Transcrição da apresentação:

1 MESA REDONDA: Rede como produção de Encontro e Responsabilização Enfª. Msc. Micheli Rossetto dos Santos SES-RS – DAS - Coordenação Estadual de Atenção Básica

2 Para reflexão:  Atenção Básica e o centro de especialidades são pontos da Rede de Atenção à Saúde;  Será que estes pontos tem parado em algum momento no seu dia-a-dia para dialogarem?  Porque os centros de especialidades sempre tem fila de espera? Modelo prescritivo.  RESPONSABILIZAÇÃO.

3 Compartilhar o conceito de Clínica Ampliada  Sempre quando ouvimos a palavra clínica: imaginamos um médico prescrevendo.  O conceito de “clínica ampliada” vai muito além do conceito acima: ela nos convida a uma ampliação do objeto de trabalho para que pessoas se responsabilizem por pessoas;  Este conceito refere que torna-se extremamente necessário o compartilhamento de diagnósticos e terapêuticas, tanto na direção da equipe de saúde, dos serviços de saúde e da ação intersetorial, como no sentido dos usuários.

4  Se aposta que aprender a fazer algo de forma compartilhada é infinitamente mais potente do que insistir em uma abordagem mais pontual e individual.  É necessário criar instrumentos de suporte aos profissionais de saúde para que eles possam lidar com as próprias dificuldades;  A gestão deve ter o cuidado para incluir o tema nas discussões de caso (Projeto Terapêutico Singular); CLÍNICA AMPLIADA

5 PROJETO TERAPÊUTICO SINGULAR (PTS)  O projeto Terapêutico Singular é um conjunto de propostas de condutas terapêuticas articuladas, para um sujeito individual e coletivo, resultado da discussão coletiva de uma equipe interdisciplinar;  O projeto pode ser feito para grupos e famílias e não só para indivíduos;  O PTS contém alguns movimentos para a sua construção:  1º Definição de hipóteses diagnósticas: avaliação orgânica, psicológica e social;  2º Definição de metas: propostas de curto, médio e longo prazo;  3º Divisão de responsabilidades: é importante definir as tarefas de cada um com clareza. Pode-se eleger um profissional de referência na equipe para vigiar o caso;

6  4º Reavaliação: na atenção básica a proposta é de que sejam escolhidos indivíduos ou famílias. Já no centro de especialidades, provavelmente todos os profissionais precisarão de um PTS.  Nos centros de especialidades: a equipe acaba tendo “dois usuários” os seus usuários propriamente ditos e as Equipes de Referência da atenção básica, com a qual estes usuários devem ser compartilhados com a AB.  A equipe especialista pode fazer reuniões com a equipe local, para trocar informações, orientar e planejar em conjunto o projeto terapêutico de usuários que estão em situação mais grave.

7 CONCEITO DE ATENÇÃO BÁSICA PNAB, A atenção básica caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, a redução de danos e a manutenção da saúde com o objetivo de desenvolver uma atenção integral que impacte na situação de saúde e autonomia das pessoas e nos determinantes e condicionantes de saúde das coletividades Utiliza tecnologias de cuidado complexas e variadas que devem auxiliar no manejo das demandas e necessidades de saúde de maior frequência e relevância em seu território, observando critérios de risco, vulnerabilidade, resiliência e o imperativo ético de que toda demanda, necessidade de saúde ou sofrimento devem ser acolhidos.

8 REFERÊNCIAS: 1 – Ministério da Saúde, HumanizaSUS: Clínica ampliada e compartilhada, – Ministério da Saúde, Política Nacional de Atenção Básica, PNAB, 2012.


Carregar ppt "MESA REDONDA: Rede como produção de Encontro e Responsabilização Enfª. Msc. Micheli Rossetto dos Santos SES-RS – DAS - Coordenação Estadual de Atenção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google