A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Propedêutica Osteoarticular André Consalter Mestrando em Reumatologia Disciplina de Reumatologia UNIFESP – EPM 02.04.2008 Liga Acadêmica de Clínica Médica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Propedêutica Osteoarticular André Consalter Mestrando em Reumatologia Disciplina de Reumatologia UNIFESP – EPM 02.04.2008 Liga Acadêmica de Clínica Médica."— Transcrição da apresentação:

1 Propedêutica Osteoarticular André Consalter Mestrando em Reumatologia Disciplina de Reumatologia UNIFESP – EPM Liga Acadêmica de Clínica Médica 2008

2 Regra Fundamental Uma boa anamnese e um exame físico completo são essenciais à avaliação, diagnóstico e seguimento do paciente com algum distúrbio osteoarticular ou reumático

3 Propedêutica Osteoarticular Anamnese: – Identificação – Queixa e Duração – História Pregressa da Moléstia Atual – Interrogatório Sobre os Diversos Aparelhos – Antecedentes Pessoais – Antecedentes Familiares

4 Propedêutica Osteoarticular Exame Físico: – Exame Físico Geral – Exame Físico Osteoarticular

5 Identificação

6 Anamnese Sexo Idade Ascendência Ocupação Grau de escolaridade e nível social

7 QD

8 HPMA

9 Anamnese 1. Alguma articulação tem algum problema? – Dor – Edema – Calor – Rubor – Perda da função

10 Anamnese 1. Alguma articulação tem algum problema? – Diminuição da amplitude do movimento – Rigidez

11 Anamnese 2. Alguma região tem algum problema? – Tendão – Bursa – Dermátomo – Músculo – Osso

12 Anamnese 2. A. Tendões ou bursas: – Sinais inflamatórios (cinco cardinais)

13 Anamnese 2. B. Dermátomos: – Parestesias

14 Anamnese 2. C. Músculos ou Grupamentos musculares: – Dor – Edema – Paresias – Atrofias

15 Anamnese 2. D. Ossos: – Fraturas – Osteomielite

16 Anamnese 3. Que tipo de problema? – Agudo – Subagudo (>3 semanas < 3m) – Crônico ( >3m)

17 Anamnese 3. Que tipo de problema? – Início agudo – Início subagudo – Início insidioso

18 Anamnese 3. Que tipo de problema? – Progressão rápida – Progressão intermitente – Progressão lenta

19 Anamnese 3. Que tipo de problema? – Restrição de movimento mecânica na ausência de artrite aguda ou crônica

20 Anamnese 3. Que tipo de problema? – Seqüela – Defeito congênito

21 Anamnese 5. Qual o número de articulações envolvidas? – monoarticular – oligoarticular – poliarticular – pauciarticular

22 Anamnese 5. Qual a distribuição do envolvimento articular? – Simetria – Axial ou periférica – Grandes ou pequenas articulações – Membros superiores ou inferiores – Articulações ou grupamentos específicos

23 Anamnese 6. Qual o padrão do envolvimento articular? – Aditivo – Migratório – Seqüencial

24 ISDA

25 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Sintomas sistêmicos febre fraqueza (generalizada vs. localizada) anorexia e perda de peso

26 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Lesões de pele Rashes ou eritemas Ulcerações Fotossensibilidade Lesões vasculíticas Descamações

27

28

29 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Lesões de mucosas Eritemas Ulcerações Lesões vasculíticas Ressecamento

30 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Lesões de fâneros Alopécia (localizada, difusa) Lesões de unhas

31 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Nodulações nódulos reumatóides eritema nodoso tofos gotosos

32

33

34

35 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Sintomas neurológicos Déficits focais Neuropatias Rebaixamento do nível de consciência Psicose

36 Anamnese 7. Existem outros fatores importantes para o diagnóstico? – Outros sintomas Genitourinários Infecciosos Fenômeno de Raynaud

37

38 Anamnese 7. Existem antecedentes relevantes? – trauma – comorbidades – comportamento de risco – dieta – vícios

39 Anamnese 7. Existem antecedentes relevantes? – Antecedentes ginecológicos – Antecedentes obstétricos (perdas fetais) – Antecedentes familiares

40 Exame Físico Exame Físico Osteoarticular

41 Exame Físico Inspeção Palpação Amplitude do movimento Exame neurológico motricidade reflexos sensibilidade

42 Exame Físico Inspeção – edema – vermelhidão – contraturas ou espasmos musculares – desalinhamentos e desvios – deformidades

43

44 Exame Físico Palpação – calor – crepitações – nodulações – alteração de sensibilidade Hiperestesia Hipoestesia Parestesia

45 Exame Físico Amplitude do movimento (ADM) – Diminuição da ADM (dor, edema, deformidade) Ativa Passiva Contra resistência – Hipermobilidade

46

47 Exame Físico Coluna Vertebral – Curvaturas fisiológicas Cifose torácica e sacral Lordose cervical e lombar Acentuação ou retificação das curvaturas

48 Exame Físico Coluna Cervical – Rotação (D/E) – Flexão / Extensão – Flexão lateral ou Lateralização (D/E) – Distância occipício parede

49 Exame Físico Coluna Cervical – Manobra de Valsalva – Teste de Adson (compressão de a. subclávia) – Exame neurológico (exemplo: C5) motricidade: m. deltóide e m. bíceps reflexo: bicipital sensibilidade: dermátomo de C5

50 Exame Físico Coluna Cervical – Exame neurológico (exemplo: C7) motricidade: m. tríceps e m. flexores do punho e m.extensores dos dedos reflexo: tricipital sensibilidade: dermátomo de C7

51 Exame Físico Coluna Dorsal – Rotação (D/E) – Expansibilidade ou diâmetro insp-exp máximo ( 4cm)

52 Exame Físico Coluna Lombar – Flexão / Extensão – Flexão (ou inclinação) lateral (D/E) – Rotação (D/E) – Distância mão-chão

53 Exame Físico Coluna Lombar – Teste de Laségue (pesquisa de ciática) – Teste de Schober

54

55 Exame Físico Coluna Lombar – Exame neurológico (exemplo: L4) motricidade: m. tibial anterior (inversão do pé) reflexo: patelar sensibilidade: dermátomo de L4 (face medial perna e pé)

56 Exame Físico Coluna Lombar – Exame neurológico (exemplo: S1) motricidade: mms. fibulares longo e curto (eversão do pé) reflexo: aquileu sensibilidade: dermátomo de S1 (face lateral do pé)

57 Exame Físico Sacroilíacas (SI) – Compressão anterior – Compressão lateral – Teste de Patrick Dor na virilha ipsilateral: quadril Dor região posterior contralateral: SI

58 Exame Físico Quadris – Flexão e Extensão – Rotação interna e Rotação externa – Abdução e Adução – Teste de Trendelemburg-Duchenne – Inspeção da Marcha

59 Exame Físico Joelhos – Flexão e Extensão – Pesquisa de derrame articular Sinal da Tecla Sinal da Onda – Pesquisa de Crepitações Patelo-femurais Fêmuro-tibiais

60 Exame Físico Joelhos – Inspeção das Bursas Supra-patelar Pré-patelar Infra-patelares superficial e profunda Anserina (2cm abaixo da linha interarticular, medialmente)

61 Exame Físico Joelhos – Pesquisa da estabilidade articular Instabilidade lateral e medial dos ligamentos colaterais Instabilidade anterior e posterior: Sinal da Gaveta (90º) Manobra ou Teste de Lachmann (15-30º)

62 Exame Físico Tornozelos e pés – Flexão (dorsiflexão) e Extensão (ou flexão plantar): tornozelos – Inversão e Eversão: articulação subtalar – Supinação e Pronação (ou rotação metatársica): complexo articular de Lisfranc – Inspeção da Marcha

63 Exame Físico Metatarsofalangeanas / Interfalangeanas – Inspeção individual – Compressão (composta) dos Metatarsos (Teste de Gänsslen ou Squeeze Test)

64 Exame Físico Ombros – Elevação anterior (flexão anterior) e extensão – Elevação lateral (abdução) e adução – Rotação Externa – Rotação Interna

65 Exame Físico Ombros – Manguito Rotator – POR CIMA Tendão do m. Supra-espinhoso – PELA FRENTE Tendão do m. Subescapular – POR TRÁS Tendão do m. Infra-espinhoso Tendão do m. Redondo menor

66 Exame Físico Ombros – Corredeira Bicipital – Tendão da Cabeça Longa do m. Bíceps

67 Exame Físico Ombros – Teste de Jobe: ruptura de tendão de m. supra-espinhoso – Teste de oposição a abdução forçada: lesão de m. supra-espinhoso – Teste de Patte: lesão de infra-espinhoso

68 Exame Físico Ombros – Teste de oposição a rotação interna: lesão de m. subescapular – Teste de Yergason ou de supinação contra resitência: lesão do m. Bíceps – Palm-up Test: lesão do m. Bíceps

69 Exame Físico Cotovelos – Flexão / Extensão – Supinação e Pronação – Palpação dos Epicôndilos lateral e medial – Manobras para Epicondilite Medial: prona e flete o punho contra resistência Lateral: supina e dorsiflete contra resistência

70 Exame Físico Punhos e Dedos – Punho – Metacarpofalangeanas – Interfalageanas proximais – Interfalangeanas distais

71 Exame Físico Punhos e Dedos – Inspeção e Palpação: Nódulos de Heberden e Bouchard Contratura de Dupuytren (Fasceíte plantar) Desvios redutíveis

72

73

74 Exame Físico Punhos e Dedos – Flexão / Extensão – Pesquisa de hipermobilidade: 5º dedo para cima Polegar ao antebraço

75 Exame Físico Síndromes compressivas nervosas – Síndrome do Túnel do Carpo: compressão do nervo mediano ao nível do túnel do carpo Alteração de sensibilidade na palma da mão do 1º. à metade do quarto dedo e na ponta dos 2º. e 3º. dedos no dorso da mão Atrofia tenar e polpa digitais Incapacidade da oponência entre polegar e dedo mínimo

76 Exame Físico Síndrome do Túnel do Carpo – Manobras: Teste de Phallen Teste de Phallen invertido Sinal de Tinel


Carregar ppt "Propedêutica Osteoarticular André Consalter Mestrando em Reumatologia Disciplina de Reumatologia UNIFESP – EPM 02.04.2008 Liga Acadêmica de Clínica Médica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google