A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ciclo Sustentável do Resíduo Tecnológico CDL RS Economicamente Viável Socialmente Justo Ambientalmente Responsável Prof. Newton Braga Rosa

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ciclo Sustentável do Resíduo Tecnológico CDL RS Economicamente Viável Socialmente Justo Ambientalmente Responsável Prof. Newton Braga Rosa"— Transcrição da apresentação:

1 Ciclo Sustentável do Resíduo Tecnológico CDL RS Economicamente Viável Socialmente Justo Ambientalmente Responsável Prof. Newton Braga Rosa Porto Alegre, 23 de março de 2011 Ciclo de Econômico do Resíduo Eletrônico

2 Antecedentes INOVAPOA: missão – promover o desenvolvimento sustentado da inovação e tecnologia em Porto Alegre Feira do Resíduo Tecnológico (04/12/2010) * (anexo 1) –Objetivo: conscientização da importância do descarte correto; Levantamento das características do resíduo eletrônico (volume) –Resultados: Drive thru: 433 carros Volumes: –1/2 caminhões p/ recondicionemanto e reuso; –4 caminhões p/ reciclagem; Tonelagem arrecadada: 13t. Criação de três pontos permanentes de coleta Tempo médio de uso dos equipamentos recolhidos: 3 anos Tempo aguardando alternativa de descarte correto: 5 anos

3 Realizadores Patrocinador: Apoiadores:

4

5 Feira do Consumidor 15mar2011

6 Feira de Reciclagem tecnologica –Local: Estacionamento do Gasômetro; –Data: 04 Dez 2010; –Drive Thru (cidadão leva seu computador no seu automóvel).

7 Feira- Fluxo dos Equipamentos Arrecadados Residência Ponto de Coleta: Feira Recondicionamento CRC Cesmar Coleta DMLU Pode ser Reutilizado? Reciclagem Destinação Final IZN sim não INOVAPOA - projeto, coordenação e acompanhamento da execução; DMLU - coleta dos equipamentos e encaminhamento para correta destinação; CRC Cesmar- Recondicionamento para Reutilização escolas, creches, comunidades etc; IZN - Reciclagem; Destinação final correta dos resíduos: Plásticos; Metais; Placas de Circuito Integrado. (*) Doação dos equipamentos recondicionados para entidades beneficentes.

8 Feira- Registros

9 Feira- Clipping

10

11 Feira- Resultados Divulgação: mídias eletrônicas. TV, Internet, Mailing e BusTV folders em papel reciclável. Participação popular expressiva: 450 pessoas descartaram 13 toneladas de material de TIC. Idade média dos equipamentos: 3 anos Tempo aguardando descarte correto (equipamento): 5 anos

12 Fluxo do Resíduo Eletrônico 1- Compra do equipamento Varejo 2- Uso pelo Consumidor 4- Descarte pelo Consumidor 3- Repasse

13 4.b- Pontos permanentes de coleta Prefeitura 4.a- Feiras de descarte e de conscientização ambiental 4.c- Pontos de coleta homologados pelo Varejo Logística Reversa

14 Fluxo do Resíduo Eletrônico 5- DESMONTE e TRIAGEM Empresas e cooperativas 6- REUSO - Recondicionamento para reutilização dos equipamentos 6.3- Instituições Beneficentes Telecentros 6.2- Creches 6.1- Escolas Publicas 7- RECICLAGEM reaproveitamento de matéria prima Plásticos Metais 7.3- Placas de circuito impresso Insumos de alto valor agregado para reuso industrial. De outra forma teriam de ser extraídos da natureza, com danos ambientais

15 Em relação ao peso total do PC: Materiais recuperáveis 94% Plástico 40% Metais 37% Dispositivos eletrônicos 5% Borracha 1% Outros 17% Fonte: Geodis Logistics - TERMOPLÁSTICOS não sofrem alterações em sua estrutura química durante o aquecimento após o resfriamento podem ser novamente moldados Ex: Polipropileno (PP), Polietileno de Alta Densidade (PEAD), Polietileno de Baixa densidade (PEBD), Polietilenotereftalato (PET), Poliestireno (PS), Policloreto de Vinila (PVC), etc. - TERMOFIXOS Depois de moldados não podem ser fundidos e remoldados novamente não são recicláveis mecanicamente. Ex: baquelite, Poliuretanos (PU) e Poliacetato de Etileno Vinil (EVA), poliésteres, resinas fenólicas, etc. Conhecendo melhor o equipamento eletrônico

16 Componentes Internos PC CobaltoEstrutura CobreCondutivo CromoDecoração, proteção contra corrosão EstanhoCircuito integrado FerroEstruturas. encaixe GálioSemicondutor GermânioSemicondutor ÍndioTransistor, retificador ManganêsEstrutura, encaixes MercúrioBateria, ligamentos, termostatos, sensores NíquelEstrutura, encaixes OuroConexão, condutivo PrataCondutivo SílicaVidro TântaloCondensador TitânioPigmentos VanádioEmissor de fósforo vermelho ZincoBateria Fonte: MCC (Microeletronics and Computer Technology Corporation) Peças de alto valor agregado: Placas de Circuito Impresso 1m 3 = U$20mil Caminho da Reciclagem

17 Os danos causados pelos componentes tóxicos podem ser diversos. Chumbo: Causa danos ao sistema nervoso e sanguíneo Onde é usado: Computador, celular, televisão Mercúrio: Causa danos cerebrais e ao fígado. Onde é usado: Computador, monitor e TV de tela plana Cádmio: Causa envenenamento, danos aos ossos, rins e pulmões. Onde é usado: Computador, monitores de tubo antigos, baterias de laptops Arsênico: Causa doenças de pele, prejudica o sistema nervoso e pode causar câncer no pulmão. Onde é usado: Celular Belírio: Causa câncer no pulmão. Onde é usado: Computador, celular Retardantes de chamas (BRT): Causam desordens hormonais, nervosas e reprodutivas. Onde é usado: Diversos componentes eletrônicos, para prevenir incêndios PVC: Se queimado e inalado, pode causar problemas respiratórios Onde é usado: Em fios, para isolar corrente. Fonte: Greenpeace e e-Waste Guide.

18 Exposição Itinerante- Caminhos da Reciclagem Sustentável Caminho da Reciclagem Exposição mostrando o caminho do equipamento eletrônico descartado. Painéis com imagens e informações das diversas etapas da reciclagem..

19 Objetivo Proposta de módulo básico para participação em eventos: Características: – Baixo custo; – Fácil montagem e desmontagem; – Fácil transporte; – Apelo lúdico e educacional; Alguns usos previstos: – Feira do consumidor PROCON Municipal – Feira de Ciência e Tecnologia – Eventos de Educação Ambiental – Escolas – Entidades representativas do setor industrial e comercial (ex. FIERGS, FEDERASUL, FECOMÉRCIO, CDL, etc..) – Apresentações e demais eventos relacionados à gestão de resíduos eletrônicos

20 COMENTÁRIOS E CONCLUSÕES Lei do Direito do Consumidor Lei da Logística Reversa Conscientização de cidadãos e empresas – sobre o uso correto e a – importância da destinação correta de equipamentos eletrônicos; PMPA- DMLU, INOVAPOA, PROCEMPA – Enquadramento Art 12 da lei POLITICA NACIONAL DE RESIDUOS SOLIDOS – Oferecer Soluções para Varejo- CDL, Fecomercio, Sindilojas, Federasul – Fortalecer e Fomentar empresas economicamente viáves, ambientalmente responsáveis e socialmente justas Triagem e desmonte; Reciclagem Eletrônica;

21 Exemplo da metodologia proposta Varejo Consumidor 1.DMLU- Pontos permanentes de coletas 2.Feiras de descarte 3.Pontos Homologados pelo Varejo Varejo Triagem

22 Exemplo da metodologia proposta Recondicionamento para reutilização Empresas de reciclagem Plásticos Metais Placas de circuito impresso

23 Ciclo Sustentável do Resíduo Tecnológico CDL RS Economicamente Viável Socialmente Justo Ambientalmente Responsável Prof. Newton Braga Rosa Porto Alegre, 23 de março de 2011 Ciclo de Econômico do Resíduo Eletrônico


Carregar ppt "Ciclo Sustentável do Resíduo Tecnológico CDL RS Economicamente Viável Socialmente Justo Ambientalmente Responsável Prof. Newton Braga Rosa"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google