A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CAPÍTULO VII INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA APLICADA EM EDUCAÇÃO: AVALIAÇÃO, PEDAGOGIA E AÇÃO Sonia Midori Takamatsu Andréa Maria Martins Chiacchio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CAPÍTULO VII INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA APLICADA EM EDUCAÇÃO: AVALIAÇÃO, PEDAGOGIA E AÇÃO Sonia Midori Takamatsu Andréa Maria Martins Chiacchio."— Transcrição da apresentação:

1 CAPÍTULO VII INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA APLICADA EM EDUCAÇÃO: AVALIAÇÃO, PEDAGOGIA E AÇÃO Sonia Midori Takamatsu Andréa Maria Martins Chiacchio

2 O capítulo apresenta Definição clara da perspectiva da pesquisa qualitativa; Razões e a recepção da pesquisa qualitativa; Tipos de pesquisa qualitativa; Os exemplos desta abordagem.

3 A pesquisa em educação são categorizadas em: Fundamental - voltada para a comunidade acadêmica/científica - aumentando conhecimento geral. Aplicada - voltada geralmente para professores/pais/administradores e alunos - Visam resultados/implicações práticas Distinção que reflete alguns valores: Reside aqui talvez a velha dicotomia entre teoria e prática:

4 Candau (1996) diz que esta lógica, organiza-se em torno do binômio produção-apropriação do conhecimento, sendo a universidade reconhecida e legitimada como lócus central (por vezes único), onde ocorre a produção dos saberes. Aos professores, cabe apropriarem-se deste conhecimento. Preferimos pensar sobre estes tipos de investigação de forma não conflituosa, como complementos frequentemente articulados, e não necessariamente antagônicos. ( BOGDAN,1994 )

5 Circunstâncias da investigação qualitativa em educação: a) Programas experimentais - inovação planejada b) Formação de professores para reelaborar currículos - treino/formação de professores c) Dada a mudança em determinada instituição, verificar a probabilidade que possam gerar situações conflituosas de segregação social - influenciar tomadas de decisões políticas

6 Pesquisas qualitativas e a educação Mudança direcionada para melhoria de vida das pessoas. As estratégias da investigação qualitativa tem como foco os aspectos humanos da mudança. Compreender a mudança no contexto dos acontecimentos.

7 Os autores elegeram 3 tipos de investigação qualitativa aplicadas: a) Investigação avaliativa e decisória b) Investigação pedagógica c) Investigação-ação (pesquisa-ação)

8 Avaliativa e Decisória Geralmente tem como função a avaliação de Programas para possíveis modificações; Dados são descritivos apresentando relatos de pessoas envolvidas no programa; Resultados é a análise e descrição dos dados; Investigação é conduzida nos locais de ocorrência do programa;

9 Análise e o planejamento desenrola-se indutivamente. O investigador descreve o programa na medida que observa seu funcionamento. Observa-se o processo: como acontece e não se o resultado foi alcançado. As impressões e opiniões de todos os sujeitos envolvidos no programa. A ênfase está no relato de várias impressões

10 Maneiras Solicitação de propostas - Quando a instituição formaliza uma seleção de propostas sobre pesquisa avaliativa. Receber diretamente uma solicitação para prestar o serviço. Submeter a organismo um pedido para avaliar um programa para o qual eles estão a tentar encontrar financiamento.

11 Os estudos americanos, em geral, priorizam as pesquisas quantitativas para avaliação de programas educacionais. Para os autores este problema significa a falta de visão e treino dos avaliadores institucionais no que se refere à pesquisa qualitativa.

12 A abordagem qualitativa e a confiabilidade desta modalidade: Clareza de objetivos Descrição de cada etapa de forma detalhada, a metodologia a ser utilizada, os instrumentos e equipamentos necessários, a forma de tratamento de dados e justificar de forma clara a importância do estudo. A revisão bibliográfica - suporte para a estruturação do trabalho, ela permite prever os possíveis problemas a serem enfrentados e as soluções que os pesquisadores poderão lançar mão para essas dificuldades.

13 Relações entre o contratante e o investigador Pesquisas são orientadas pelas normas de investigação e expectativas do contratante. Alguns conflitos: Responsabilidade do investigador X responsabilidades com o contratante Dados - A forma com que os dados são trabalhados e expostos para os envolvidos deve ser cuidadosa para que não criem situações de desconforto ou hostilidades.

14 A ética da investigação - sigilo – sujeito Os objetivos do programa como objeto de estudo: A pesquisa qualitativa deve se pautar na descrição do processo como se desenvolve o programa. A questão do sucesso ou fracasso do programa não deve ser o objeto de estudo, mesmo porque o pesquisador é antes de tudo um observador e não pode emitir juízos sobre aquilo que observa.

15 O estudo qualitativo deverá abordar criticamente os resultados obtidos, mas a crítica deverá ser construída de forma positiva e não ou somente de forma negativa. Limitações impostas pelo contratante - impositivas podem gerar uma análise enviesada ou distorcida. A pesquisa qualitativa, por sua natureza, deverá ser ampla e mostrar todos os aspectos relevantes do programa.

16 Recomendações O respeito ao local de investigação; Feedback - Existem duas formas de fornecer um retorno para os envolvidos no programa (Formativa ou sumativa) Trabalho em equipe; Público - 1ª é o Grupo contratante

17 A questão que os autores colocam em relação ao futuro da investigação avaliativa e decisória é que o encaminhamento deste tipo de avaliação exige uma compreensão mais ampliada por parte dos gestores educacionais. É necessário que os gestores não se limitem a interpretar resultados quantitativos em relação ao desempenho escolar dos alunos, mas sim compreender uma dada situação no qual o aluno está inserido no processo de aprendizagem. Nesse sentido, a investigação qualitativa deve ser compreendida como um suporte nas interpretações dos conflitos e dificuldades existentes no espaço escolar.

18 Exemplos: Head Start Exemplos relatados pelo professor Luis Carlos de Freitas em relação ao Sistema de Avaliação Nacional;

19 Pesquisadores da Fundação Carlos Chagas realizaram, recentemente, uma pesquisa solicitada pela Fundação Victor Civita, caracterizando o perfil dos coordenadores da rede pública brasileira, bem como os desafios no exercício de suas funções. A pesquisa foi coordenada por Vera Maria Nigro de Souza Placco, Laurinda Ramalho de Almeida, Vera Lucia Trevisan de Souza e publicada em 2011, abrangendo as seguintes cidades brasileiras: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luis, São Paulo. pesquisas/2010/perfil-coordenadores-pedagogicos shtmlhttp://www.fvc.org.br/estudos-e- pesquisas/2010/perfil-coordenadores-pedagogicos shtml

20 UTILIZAÇÕES PEDAGÓGICAS DA INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA Ponto Central é a coleta e análise de dados. Os educadores podem utilizar a abordagem qualitativa no cotidiano escolar como instrumento para transformação e melhoria do processo de aprendizagem. A abordagem qualitativa propicia interpretações do cotidiano escolar de forma a explicitar diferentes aspectos e visões de seus participantes.

21 Mundo real A visão que se tem deste mundo real é determinante. A realidade é construída pelas pessoas na medida que vivem suas vidas Uma pesquisa qualitativa está baseada na crença de que todas as pessoas possuem o potencial para transformação, tanto individual como seu meio. Podendo ser incorporada à pratica educativa de diversas maneiras.

22 Melhorar a eficácia enquanto professor Sistematizar a escrita de suas experiências; Tornar-se mais reflexivo; Menos certeza em si próprio e mais no objeto de estudo; Professores investigadores; visão mais ampla;

23 Passos a seguir Escolher o problema; Registro e notas sobre o assunto; Padrões que emergem de seus dados, Utilizar os dados para o plano de ações; A aplicação dos referenciais teóricos na formação de professores permite que os futuros profissionais tenham um suporte para a compreensão de uma realidade educacional complexa, além disso, permite o seu próprio posicionamento frente às situações cotidianas que revelam seu juízo de valor.

24 Essa consciência que vai se formando entre os futuros profissionais contribui no seu exercício profissional, na medida em que o professor percebe valores e conceitos que, muitas vezes, dificultam a compreensão de uma realidade na qual vive. Facilita ainda a criar uma sensibilidade aos aspectos que influenciam o trabalho do professor e a interação com os alunos.

25 Métodos Qualitativos no currículo escolar Os alunos podem utilizar a metodologia nos trabalhos escolares enriquecendo-os com entrevistas, pesquisas documentais, observações e análises voltados para uma visão científica. A aquisição de competências no âmbito científico propicia também o desenvolvimento de habilidades como aprender a escutar o outro, exercita a escrita, aprender a organizar e realizar o trabalho em grupo e compartilha conhecimentos e informações.

26 Exemplo: ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO: A FORMAÇÃO DE ALFABETIZADORES NA PERSPECTIVA DO PROGRAMA MINEIRO ALFABETIZAÇÃO NO TEMPO CERTO (Andrea Chiacchio) Utilizamos como procedimentos a análise documental e a observação participante nas reuniões MÓDULO II, buscando compreender a problemática investigada, que se refere às concepções de alfabetização e letramento das professoras de crianças na fase inicial de alfabetização e às formas pelas quais elas discutem-nas e buscam colocá-las em prática.

27 Os registros das observações foram feitos com apoio de áudio gravação e da produção de um diário de campo. Todo conteúdo das gravações foi transcrito na íntegra e encontra-se no anexo da pesquisa. O trabalho analítico nos permitiu, principalmente: (i) identificar as concepções de alfabetização e letramento das professoras, e as formas pelas quais discutem as possibilidades destas, na prática, (ii) a forma com que o material disponibilizado para o aprimoramento do trabalho pedagógico é discutido e utilizado e (iii) a importância que o espaço coletivo pode ter para o crescimento e desenvolvimento do grupo.

28 Investigação-ação Definição: A investigação-ação consiste em mudanças sociais. Seus praticantes reúnem provas ou dados para denunciar situações de injustiça ou perigos ambientais, com objetivo de apresentar recomendações tendentes à mudança. Relacionada à investigação aplicada. Métodos podem ser qualitativos ou quantitativos.

29 Investigações dessa natureza podem servir para casos de denúncia onde indivíduos cometem abusos ou excesso na sua conduta; Fornece informações e entendimentos para a tomada de decisão e negociação em relação às mudanças necessárias; Auxilia na identificação de aspectos vulneráveis que podem ser questionados legalmente;

30 permite a conscientização do problema; permite reunir e organizar pessoas em torno do problema; a coleta de dados objetivos facilita o planejamento de estratégias e desenvolvimento de programas comunitários.

31 A intervenção não é imposta por força externa (Dionne,2007); Mudança conduzida em bases e atitudes democráticas. Enfatiza-se o lado operacional, instrumental, da pesquisa-ação.

32 Centro da pesquisa-ação

33 A pesquisa de Paulo Freire Como exemplo de pesquisa qualitativa. Esclarecendo o método. A função de sua investigação Pontual em sua pesquisa: A recorrente necessidade do pesquisador aprender para melhorar seu método

34 Não basta saber ler mecanicamente Eva viu a uva. É necessário compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir uvas e quem lucra com esse trabalho. (Paulo Freire, 1996.)

35 (A educação/alfabetização) possibilita uma leitura crítica da realidade, constitui-se como um importante instrumento de resgate da cidadania e reforça o engajamento do cidadão nos movimentos sociais que lutam pela melhoria da qualidade de vida e pela transformação social (Paulo Freire, Educação na cidade, 1991, p. 68). Vídeo:

36 A educação que Paulo Freire vislumbra não é apenas politicamente utilitária. Ela não objetiva somente criar novos quadros para um novo tipo de sociedade. Há uma proposta politicamente mais humana, a de criar, com o poder do saber do homem libertado, um homem novo, livre também de dentro para fora. O método é instrumento de preparação de pessoas para uma tarefa coletiva de reconstrução nacional. Carlos Rodrigues Brandão ( 1998 )

37 ANDRE, M,Pesquisa em Educação: buscando rigor e qualidade, In: Cadernos de Pesquisas, n. 113, p , julho de ________ Formação de Professores: a constituição de um campo de estudos, In: Educação, Porto Alegre, v.33, n.3, p , set/dez BRANDÃO, C.R. O que é o método de Paulo Freire, São Paulo:Brasiliense, CANDAU, V. M. F. Formação continuada de professores: tendências atuais. In:REALI, A. & MIZUKAMI, M. G. N. Formação de professores: tendências atuais. São Carlos: Ed. UFSCar, 1996, p DIONNE, H. A pesquisa-ação para o desenvolvimento local, tradução de Michel Thiollent. 1ª ed., Brasília: Liber Livro Editora, FREIRE, P, Carta de Paulo Freire aos Professores, In: Estudos Avançados, v.15,n. 42, p , 2001.


Carregar ppt "CAPÍTULO VII INVESTIGAÇÃO QUALITATIVA APLICADA EM EDUCAÇÃO: AVALIAÇÃO, PEDAGOGIA E AÇÃO Sonia Midori Takamatsu Andréa Maria Martins Chiacchio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google