A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Translocação de uma espécies de roedor XXX da área a ser suprimida por um empreendimento para uma outra área Translocação ?? ? 450 ha 630 ha 10 km Área.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Translocação de uma espécies de roedor XXX da área a ser suprimida por um empreendimento para uma outra área Translocação ?? ? 450 ha 630 ha 10 km Área."— Transcrição da apresentação:

1 Translocação de uma espécies de roedor XXX da área a ser suprimida por um empreendimento para uma outra área Translocação ?? ? 450 ha 630 ha 10 km Área a sofrer supressão Área em processo avançado de regeneração Registros da espécie XXX no local Tamanho, Fisionomia e Florística semelhantes Área do Fragmento FFF para translocaçãoÁrea do Empreendimento Ocorrência da espécie de roedor XXX ameaçado de extinção

2 630 ha 1980 submetida a cortes seletivos Pires, 2007 Estudo florístico indica semelhança entre as áreas Mendes, 2001 um estudo com pequenos mamíferos terrestres não detectou exemplares dessa espécie Problema Evitar a extinção local da espécie de roedor XXX Área do Fragmento FFF para translocação Março 2010 Início da captura – 10 dias estação chuvosa Setembro de 2010 Início do monitoramento início do período mais seco do ano

3 2010 Início da captura – 10 dias estação chuvosa Problema Evitar a extinção local da espécie de roedor XXX 450 ha Área a sofrer supressão Área do Empreendimento Capturados 329 indivíduos, dos quais 10 morreram antes do processo de soltura. Capturados a cada 300 metros, formando conjuntos ao longo de toda extensão da área em que a vegetação iria ser suprimida. Os conjuntos eram espaçados também de 300 metros.

4 Problema Evitar a extinção local da espécie de roedor XXX Pontos de soltura – 24 h após captura Março 2010 – estação chuvosa Distância mínima de 300 metros e mesmo número de pontos (30 pontos) dos transectos com sucesso de captura na área do empreendimento. 630 ha Área do Fragmento FFF para translocação Monitoramento - durante 30 dias Setembro de início do período mais seco do ano Pontos de Recaptura - transecto semelhante ao usado na etapa de coleta. Os 310 animais translocados eram predominantemente adultos/subadultos (massa maior que 75 g) e predomínio de fêmeas (139 machos e 171 fêmeas) Capturados 98 indivíduos dos 310 translocados além de 23 animais não previamente marcados. 6 meses

5 Problema Evitar a extinção local da espécie de roedor XXX Dinâmica Populacional Processos ecológicos Dispersão Condições: Conectividade da paisagem, disponibilidade de recursos Dispersão Média Escala Espacial Área de uso das metapopulações Dispersão Curto e Médio Curto - decisões comportamentais do indivíduo Médio - mais de uma geração da população Escala Temporal Movimentos de organismos para dentro ou fora de suas populações (relacionados a reprodução, alimentação, colonização, etc.)

6 Atributos ecológicos relacionados à raridade (tamanho populacional), como amplitude de nicho e abundancia local, e a capacidade de dispersão são recorrentemente citados na literatura como determinantes do risco de extinção local. Thais_Martins, 2006 Uma espécie com maior amplitude de nicho, ou generalista, por ter a capacidade de explorar diferentes recursos, além de uma maior tolerância às alterações do ambiente, terá maiores chances de se adaptar a mudanças naturais ou antrópicas ocorridas no ambiente sofrendo menor risco de extinção local. A abundância local apresenta uma importância secundária, com um efeito positivo sobre o risco de extinção, mas que é mais forte para espécies com menor amplitude de nicho Dispersão Movimentos de organismos para dentro ou fora de suas populações (relacionados a reprodução, alimentação, colonização, etc.) PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

7 Dispersão Movimentos de organismos para dentro ou fora de suas populações (relacionados a reprodução, alimentação, colonização, etc.) Thais_Martins, 2006 ssp com menor capacidade de dispersão Têm menor requerimento de área e por isso podem persistir em manchas de habitat remanescentes tendo menor risco de extinção associado ao deslocamento em um ambiente alterado Após 6 meses, recapturou quase 1/3 de todos os animais translocados, ainda que haja evidências de que parte dos indivíduos se afastaram até quase 1km (300m a 1km) dos pontos de soltura e apesar de contarmos com uma densidade de transectos amostrais menor do que a utilizada para a captura dos animais em seu ambiente original na área do empreendimento Texto Base PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

8 Dispersão Movimentos de organismos para dentro ou fora de suas populações (relacionados a reprodução, alimentação, colonização, etc.) Iob et al, 2008 A predação de sementes, juntamente com a dispersão, é um dos principais fatores determinantes no recrutamento de novos indivíduos. Espécies de plantas que oscilam na produção de frutos e sementes podem influenciar os predadores e dispersores, alterando a resposta em anos de baixa ou alta oferta de recursos. A distribuição de massa dos animais não marcados indica uma alta proporção de indivíduos adultos/subadultos, mas também a presença de alguns indivíduos jovens. Texto Base PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

9 Problema 4: Construa um modelo de mecanismos que tenha por foco de interesse do documento- base FÊNOMENO: EXTINÇÃO LOCAL DA ESPÉCIE ROEDOR XXX Pontos de soltura e recaptura SEMELHANTES Soltura: início do período mais seco do ano; Recaptura: estação chuvosa ASPECTO COMPOSICIONAL Fisionomia, Composição Florística e Tamanho semelhantes entre as duas áreas TRANSLOCAÇÃO Animais translocados predomínio de fêmeas (139 machos e 171 fêmeas) Animais translocados eram predominantemente adultos/subadultos (massa maior que 75 g) Monitoramento após 6 meses – durante 30 dias Recaptura: Parte dos animais translocados se afastaram até quase 1km (300m a 1km) dos pontos de soltura Recaptura: Aumento médio de mais de 10% da massa dos indivíduos e os que eram inicialmente mais pesados sofreram perda de massa Recaptura: quase 1/3 de todos os animais translocados + não marcados (aumento da densidade populacional em cerca de 4 vezes)

10 Problema 4: Construa um modelo de mecanismos que tenha por foco de interesse do documento- base FÊNOMENO: EXTINÇÃO LOCAL DA ESPÉCIE ROEDOR XXX * Aspecto temporal - Soltura: início do período mais seco do ano; Recaptura: estação chuvosa ASPECTO CAUSAL Aspecto espacial 1- Fisionomia, Composição florística e Tamanho semelhantes entre as duas áreas TRANSLOCAÇÃO A presença de animais jovens no fragmento FFF = REPRODUÇÃO Aumento médio de mais de 10% da massa dos indivíduos = DISPONIBILIDADE DE RECURSOS Recaptura quase 1/3 de todos os animais translocados + não marcados (aumentou a densidade populacional em cerca de 4 vezes) = ABUNDÂNCIA LOCAL * Atributos ecológicos relacionados à raridade (tamanho populacional), como amplitude de nicho e abundancia local, e a capacidade de dispersão são recorrentemente citados na literatura como determinantes do risco de extinção local. Thais_Martins, 2006) Parte dos s animais translocados se afastaram até quase 1km (300m a 1km) dos pontos de soltura = DISPERSÃO

11 Problema 4: Construa um modelo de mecanismos que tenha por foco de interesse do documento- base FÊNOMENO: EXTINÇÃO LOCAL DA ESPÉCIE ROEDOR XXX Aspecto temporal - Soltura: início do período mais seco do ano; Recaptura: estação chuvosa ** (monitoramento 6 meses). ASPECTO CAUSAL Aspecto espacial 1- Fisionomia, Composição florística e Tamanho semelhantes entre as duas áreas TRANSLOCAÇÃO A presença de animais jovens no fragmento FFF = REPRODUÇÃO * * Aumento médio de mais de 10% da massa dos indivíduos = DISPONIBILIDADE DE RECURSOS Recaptura quase 1/3 de todos os animais translocados + não marcados (aumentou a densidade populacional em cerca de 4 vezes) = ABUNDÂNCIA LOCAL Parte dos s animais translocados se afastaram até quase 1km (300m a 1km) dos pontos de soltura = DISPERSÃO * * Sugere-se que o número médio de filhotes (variável dependente) tende a ser maior em maiores latitudes (variável independente) uma vez que condições climáticas limitam a extensão do período reprodutivo. Mauricio et al 2006

12 Problema 4: Construa um modelo de mecanismos que tenha por foco de interesse do documento- base FÊNOMENO: EXTINÇÃO LOCAL DA ESPÉCIE ROEDOR XXX Aspecto temporal - Soltura: início do período mais seco do ano; Recaptura: estação chuvosa *** (monitoramento 6 meses). ASPECTO CAUSAL Aspecto espacial 1- Fisionomia, Composição florística e Tamanho semelhantes entre as duas áreas TRANSLOCAÇÃO A presença de animais jovens no fragmento FFF = REPRODUÇÃO Aumento médio de mais de 10% da massa dos indivíduos = DISPONIBILIDADE DE RECURSOS Recaptura quase 1/3 de todos os animais translocados + não marcados (aumentou a densidade populacional em cerca de 4 vezes) = ABUNDÂNCIA LOCAL Parte dos s animais translocados se afastaram até quase 1km (300m a 1km) dos pontos de soltura = DISPERSÃO * * * Abundância de roedores variou entre as estações, sendo maior no inverno e menor no verão. Iob et al, 2008 ***A sazonalidade se mostrou um fator importante para a dinâmica das espécies, direta ou indiretamente. Mattos, 2014.

13 Problema 4: Construa um modelo de mecanismos que tenha por foco de interesse do documento- base FÊNOMENO: EXTINÇÃO LOCAL DA ESPÉCIE ROEDOR XXX Aspecto espacial 2- Pontos de soltura e recaptura SEMELHANTES Aspecto temporal 1 - Soltura: início do período mais seco do ano; Aspecto espacial 1- Fisionomia, Composição florística e Tamanho semelhantes entre as duas áreas TRANSLOCAÇÃO ASPECTO ORGANIZACIONAL Aspecto temporal 2 - Monitoramento após 6 meses – estação chuvosa Aspecto temporal 3 - Recaptura: estação chuvosa durante 30 dias. Aspecto espacial 3- Parte dos s animais translocados se afastaram até quase 1km (300m a 1km) dos pontos de soltura


Carregar ppt "Translocação de uma espécies de roedor XXX da área a ser suprimida por um empreendimento para uma outra área Translocação ?? ? 450 ha 630 ha 10 km Área."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google