A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sumário – 20/06 Referencial teórico Caracterização (para monografia) Análise empírica do problema ou análise dos dados (para monografia) Citações Referências.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sumário – 20/06 Referencial teórico Caracterização (para monografia) Análise empírica do problema ou análise dos dados (para monografia) Citações Referências."— Transcrição da apresentação:

1 Sumário – 20/06 Referencial teórico Caracterização (para monografia) Análise empírica do problema ou análise dos dados (para monografia) Citações Referências bibliográficas

2 Referencial teórico (I) Discussão dos conceitos identificados na revisão bibliográfica que contribuem para situar o tema escolhido no contexto de determinada área do conhecimento. Para o projeto será necessário apresentar (de forma preliminar) o(s) eixo(s) temático(s) e os autores que serão utilizados no trabalho.

3 Referencial teórico (II) Importância: Clarifica a lógica de construção do objeto da pesquisa Orienta a definição de categorias e construtos importantes Dá suporte ás relações antecipadas nas hipóteses Constitui o principal instrumento para a interpretação dos dados

4 Estilos que devem ser evitados Patchwork – colagem de conceitos, pesquisas e afirmações de autores, sem um fio condutor capaz de orientar o leitor sobre o assunto Coquetel teórico – apela para todos os autores disponíveis Off the records - o autor garante o anonimato às suas fontes Ventríloquo – o autor só fala pela boca dos outros, quer citando-os literalmente, quer parafraseando suas idéias. Apêndice inútil – após apresentar sua revisão da literatura, nenhuma das conceituações ou relações teóricas são utilizadas na interpretação dos dados.

5 Exemplo O trabalho abordará a participação sob três eixos temáticos: i) como componente das políticas sociais no qual a sociedade é envolvida por meio de colegiados; ii) como condicionante para o avanço da democracia participativa no Brasil, a partir da legislação educacional em vigor e iii) à luz da reflexão de alguns autores sobre o assunto: Carole Pateman (1992) e Norberto Bobbio(2000) - a partir desses autores, busca-se compreender a participação como condicionante do processo democrático, cujo conceito surge associado ao conceito de democracia participativa. Licínio Lima (1988, 2001), que apresenta os conceitos, tipos e condicionantes da participação. Virgínio Sá (2001), Erasto Mendonça (2000), Vitor Paro (2000) que apresentam os fatores que condicionam o grau e a qualidade da participação. Além desses autores, serão considerados os estudos e pesquisas desenvolvidos sobre o tema por Maria da Glória Gohn (2000, 2003), Pedro Demo (2001) e Nicolas Davies (1999).

6 Caracterização (para monografia) Descrição ou análise de uma política ou programa ou reflexão sobre uma área específica – ex.: saúde, educação etc.

7 Análise empírica do problema (monografia) Neste item, as questões que norteiam a pesquisa e a(s) hipótese(s) formulada(s) devem ser confrontadas com os dados e informações disponíveis (empíricos e teóricos). análise dos dados levantadas à luz do referencial teórico e verificação se a(s) hipótese(s) se confirma(m) diante das informações coletadas

8 Citações Existem vários tipos de citações bibliográficas, as mais usadas são as diretas (textuais) e indiretas (livres).

9 Citação direta Neste tipo de citação transcreve-se literalmente os textos de outros autores, usados para a complementação do trabalho que está sendo produzido. As citações curtas (até 3 linhas) devem ser apresentadas no corpo do parágrafo, entre aspas. As citações longas (mais de três linhas) devem constituir um parágrafo independente, recuado (4 cm) e com espaço digitado menor que o texto (sem aspas, tipo normal e espaçamento simples). Em ambos os casos, o número da página é obrigatório.

10 Exemplo de citação direta Podemos ilustrar o conceito de nação, com destaque a sua identidade comunitária através do seguinte trecho: A nação pode ser uma figura coletiva do Sujeito. Ela é o quando se define simultaneamente pela vontade de viver junto no quadro de instituições livres e por uma memória coletiva. Tornou-se habitual opor uma definição revolucionária da soberania nacional contra o rei, a uma concepção alemã da nação como comunidades de destino. (TOURAINE, 1994, p.45) As características da "educação militar compartilhada pelos homens e mulheres espartanas" são tão conhecidas que não vale a pena perdermos tempo em descrevê-las. (PONCE, 1994, p.37)

11 Citações indiretas ou livres As idéias e informações do documento consultado servem apenas como embasamento para o autor do trabalho e não são citadas literalmente na transcrição do texto.

12 Exemplo de citação indireta Segundo De Sordi (1995) devemos considerar o conceito de qualidade de ensino como algo impregnado de conteúdo ideológico. Sendo que a escola deve explicitar de que qualidade está falando no planejamento de seus métodos de ensino. Enquanto ampliava seus estudos da infância à adolescência, Piaget colaborou com outros estudiosos, em livros sobre o desenvolvimento do pensamento l ó gico em rela ç ão à quantidade, aos n ú meros, à geometria, ao espa ç o, ao tempo movimento e à velocidade (PULASKI, 1986).

13 Citação de citação Quando não existe a possibilidade de consultarmos os originais de documentos citados em outras fontes e importantes para o nosso trabalho, reproduzimos a informação coletada utilizando-se do seguinte recurso: no texto, citar o sobrenome do autor do documento não consultado, seguido das expressões -. citado por, conforme ou segundo, e o sobrenome do autor do documento, da data efetivamente consultado seguido da data. Ou pode ser usado o termo apud

14 Citações - observações Ao fazer citações diretas ou indiretas, podemos utilizar vários conectores para anteceder o processo de citação textual: os mais comuns são: na opinião de...; de acordo com...; Afirma....; para...; Na visão de...; do ponto de vista de...;....exemplifica.....;......quando afirma.....; como caracteriza.....; em vamos encontrar o seguinte esclarecimento......; no dizer de....;como descrito por....; outro ensinamento de....;....alega que....;

15 Exemplo de citação de citação Ponce (1982) citado por Silva (1994), declara que instrução, no sentido moderno do termo, quase não existia entre os espartanos. Ponce (1982, apud Silva, 1994), declara que instrução, no sentido moderno do termo, quase não existia entre os espartanos.

16 Elaboração de Referências As referências de um trabalho acadêmico-científico consistem na listagem com as informações sobre todas as fontes/autores efetivamente mencionados no texto; são obrigatórias e sua elaboração deve seguir as orientações da NBR 6023:2002, da ABNT. Livros, artigos de publicações científicas ou especializadas (periódicos), jornais, dicionário, teses, dissertações ou monografias, documentos oficiais, relatórios técnicos e legislação etc. Além disso, para documentos eletrônicos é obrigatória a sua identificação na lista das referências.

17 Aspecto gráfico das referências Pontuação Quanto à pontuação, também deve ser uniforme em todas as referências, respeitando-se os seguintes padrões: ÚLTIMO SOBRENOME, Nome do Autor. Título do Livro ou artigo. Local de Imprensa: Editora, ano.


Carregar ppt "Sumário – 20/06 Referencial teórico Caracterização (para monografia) Análise empírica do problema ou análise dos dados (para monografia) Citações Referências."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google