A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TOXINA BOTULÍNICA Dra Marisa Gonzaga da Cunha Cosmiatria - FMABC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TOXINA BOTULÍNICA Dra Marisa Gonzaga da Cunha Cosmiatria - FMABC."— Transcrição da apresentação:

1 TOXINA BOTULÍNICA Dra Marisa Gonzaga da Cunha Cosmiatria - FMABC

2 TOXINAS BOTULÍNICAS Apresentações comerciais BOTOX BOTOX DYSPORT DYSPORT PROSIGNE PROSIGNE

3 Introdução Toxina produzida pelo Clostridium botulinum. Toxina produzida pelo Clostridium botulinum. Usada desde os anos 80 para tratar distonia e espasticidade. Usada desde os anos 80 para tratar distonia e espasticidade. São 7 toxinas sorologicamente distintas com pesos moleculares semelhantes e subunidade estrutural comum que agem em diferentes sítios do neurônio. São 7 toxinas sorologicamente distintas com pesos moleculares semelhantes e subunidade estrutural comum que agem em diferentes sítios do neurônio. BTX-A – atua na membrana plasmática pré- sináptica. É a mais potente e de efeito mais duradouro. BTX-A – atua na membrana plasmática pré- sináptica. É a mais potente e de efeito mais duradouro. Introdução

4 Introdução É um produto biológico, produzido por cepas clonadas que determinam sempre o mesmo número e tamanho de moléculas. É um produto biológico, produzido por cepas clonadas que determinam sempre o mesmo número e tamanho de moléculas. A estrutura molecular é composta por uma cadeia leve e uma cadeia pesada ligadas entre si por uma ponte dissulfídica, com peso molecular de 150kDa na porção ativa e envolta por proteínas hemaglutinina e não-hemaglutinina. A estrutura molecular é composta por uma cadeia leve e uma cadeia pesada ligadas entre si por uma ponte dissulfídica, com peso molecular de 150kDa na porção ativa e envolta por proteínas hemaglutinina e não-hemaglutinina.

5 Introdução As proteínas hemaglutinina e não-hemaglutinina possuem a tarefa de proteger e estabilizar a molécula até que ela seja internalizada. As proteínas hemaglutinina e não-hemaglutinina possuem a tarefa de proteger e estabilizar a molécula até que ela seja internalizada. Cada preparado de Botox tem 4,8 ng de carga proteíca (5x menor que antes de 1997) Cada preparado de Botox tem 4,8 ng de carga proteíca (5x menor que antes de 1997) A carga proteíca é a responsável pela potencial formação de anticorpos neutralizantes, que resultam em perda de benefício terapêutico em tratamentos futuros. A carga proteíca é a responsável pela potencial formação de anticorpos neutralizantes, que resultam em perda de benefício terapêutico em tratamentos futuros.

6 Introdução A porção ativa da toxina botulínica tem 150 kDa, porém o peso molecular total do Botox é de 900 kDa e do Dysport 500 kDa – alto peso molecular determina menor capacidade de migração para músculos adjacentes. A porção ativa da toxina botulínica tem 150 kDa, porém o peso molecular total do Botox é de 900 kDa e do Dysport 500 kDa – alto peso molecular determina menor capacidade de migração para músculos adjacentes.

7 Mecanismo de Ação É uma neurotoxina pré-sináptica que causa fraqueza muscular dose- dependente no músculo esquelético, através do bloqueio cálcio-mediado de liberação de acetilcolina nos terminais pré-sinápticos – quimio- denervação das fibras musculares extrafusais. É uma neurotoxina pré-sináptica que causa fraqueza muscular dose- dependente no músculo esquelético, através do bloqueio cálcio-mediado de liberação de acetilcolina nos terminais pré-sinápticos – quimio- denervação das fibras musculares extrafusais.

8 Mecanismo de Ação A Toxina Botulínica impede a transmissão do impulso nervoso à placa motora do músculo. É um efeito regional ao local da aplicação, irre- versível, porém recuperável através de novas junções neuro-musculares por brotamento neuronal. A Toxina Botulínica impede a transmissão do impulso nervoso à placa motora do músculo. É um efeito regional ao local da aplicação, irre- versível, porém recuperável através de novas junções neuro-musculares por brotamento neuronal.

9 Mecanismo de Ação Ligação seletiva aos receptores de neurônios pré-sinápticos Ligação seletiva aos receptores de neurônios pré-sinápticos Internalização Internalização Redução e translocação da ponte dissulfídrica Redução e translocação da ponte dissulfídrica Inibição da liberação do neuro- transmissor. Inibição da liberação do neuro- transmissor.

10 Mecanismo de Ação Unidade camundongo (U) – de bioatividade ou potência Unidade camundongo (U) – de bioatividade ou potência - equivale a quantidade de toxina necessária para matar 50% das ratas fêmeas da raça Swiss-Webster de 18 a 20 gramas de peso. - equivale a quantidade de toxina necessária para matar 50% das ratas fêmeas da raça Swiss-Webster de 18 a 20 gramas de peso. 100 U de BOTOX = 500 U de DYSPORT 100 U de BOTOX = 500 U de DYSPORT

11 BOTOX e PROSIGNE Preparo Contém 100 U por frasco Contém 100 U por frasco Diluição 1 : 2 ml de soro fisiológico Diluição 1 : 2 ml de soro fisiológico Lenta adição do soro – sem turbilhamento ou formação de bolhas 1 ml de solução = 50 U de toxina 1 ml de solução = 50 U de toxina

12 DYSPORT - Preparo Contém 500 U por frasco Contém 500 U por frasco Diluição correspondente: 3,3 ml de SF Diluição correspondente: 3,3 ml de SF Lenta adição do soro – sem turbilhamento ou formação de bolhas 1 ml de solução= corresponde a 50 U de BOTOX 1 ml de solução= corresponde a 50 U de BOTOX

13 Preparo do paciente Sempre fotografar antes – frente e laterais (repouso e em movimento) Sempre fotografar antes – frente e laterais (repouso e em movimento) Destacar assimetrias Destacar assimetrias Orientar quais os objetivos da aplicação em cada ponto Orientar quais os objetivos da aplicação em cada ponto Analisar os objetivos do paciente Analisar os objetivos do paciente Descartar falsas expectativas Descartar falsas expectativas

14 Preparo do paciente Aplicar anestésico tópico Aplicar anestésico tópico Limpeza com clorexidine Limpeza com clorexidine Aplicar lentamente Aplicar lentamente Orientá-lo a relaxar a musculatura em que será feita a aplicação Orientá-lo a relaxar a musculatura em que será feita a aplicação Comprimir se formar hematoma Comprimir se formar hematoma Colocar compressas geladas se formar hematoma Colocar compressas geladas se formar hematoma

15 Indicações Trata rugas de expressão ou alterações por contratura muscular 1/3 superior da face 1/3 superior da face 1/3 médio da face 1/3 médio da face 1/3 inferior da face 1/3 inferior da face Pescoço Pescoço Colo Colo

16 TERÇO SUPERIOR DA FACE Frontal – 2 a 3 U por ponto Frontal – 2 a 3 U por ponto Corrugador – 3 U ou 6U Corrugador – 3 U ou 6U Próceros – 3 a 5 U Próceros – 3 a 5 U Ventre do Corrugador – 1 a 2 U + 2U Ventre do Corrugador – 1 a 2 U + 2U Orbicular do olho – 12 U no total Orbicular do olho – 12 U no total Palpebral inferior – 1U Palpebral inferior – 1U

17

18

19

20 TERÇO MÉDIO DA FACE Bunny lines- 2 U de cada lado do músculo levantador do lábio superior Bunny lines- 2 U de cada lado do músculo levantador do lábio superior Lateral do nariz – 2 U de cada lado do músculo nasal Lateral do nariz – 2 U de cada lado do músculo nasal Sorriso gengival – 5 U de cada lado do músculo levantador do lábio superior Sorriso gengival – 5 U de cada lado do músculo levantador do lábio superior Ponta do nariz – 2 U a 3U no músculo abaixador do septo nasal Ponta do nariz – 2 U a 3U no músculo abaixador do septo nasal

21

22 TERÇO INFERIOR DA FACE Orbicular da boca – 1 U por ponto Orbicular da boca – 1 U por ponto Depressor do ângulo da boca – 2 U Depressor do ângulo da boca – 2 U Mentual – 2 U em cada músculo Mentual – 2 U em cada músculo Masseter – 3 U por ponto Masseter – 3 U por ponto


Carregar ppt "TOXINA BOTULÍNICA Dra Marisa Gonzaga da Cunha Cosmiatria - FMABC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google