A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 - Como você define o palavrão? Um eco das cavernas, o rosnar do troglodita que ainda existe no comportamento humano. 1 - Como você define o palavrão?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 - Como você define o palavrão? Um eco das cavernas, o rosnar do troglodita que ainda existe no comportamento humano. 1 - Como você define o palavrão?"— Transcrição da apresentação:

1

2 1 - Como você define o palavrão? Um eco das cavernas, o rosnar do troglodita que ainda existe no comportamento humano. 1 - Como você define o palavrão? Um eco das cavernas, o rosnar do troglodita que ainda existe no comportamento humano.

3 2 - Conheço gente civilizada que diz palavrões. Destempero verbal, civilidade superficial.

4 3 - Seria uma educação de fachada? Sim. Não podemos confundir rótulo com conteúdo. É fácil cultivar urbanidade nos bons momentos. Mostramos quem somos quando nos pisam nos calos ou martelamos os dedos.

5 4 - Não seria razoável considerar que em circunstâncias assim o palavrão é útil, exprimindo indignação ou amenizando a dor? Há quem diga que nessas situações ele é mais eficiente do que uma oração. Só que a oração nos liga ao Céu. O palavrão nos coloca à mercê das sombras.

6 5 - Mas o que vale não é o sentimento, expresso na inflexão de voz? Posso fazer carinho com um palavrão ou agredir com palavras carinhosas. Não me parece do bom gosto demonstrar carinho com palavrões. imagine-se dando uma paulada carinhosa em alguém. Além disso há o problema vibratório.

7 6 - As palavras têm peso vibratório específico? Intrinsecamente não. No entanto, revestem-se de magnetismo compatível com o uso que fazemos delas. Há uma vibração sublime, que nos edifica e emociona, a envolver o Sermão da Montanha. Quando o lemos contritos, sintonizamos com a vibração sublime de milhões de cristãos que ao longo dos séculos se debruçaram sobre seus conceitos sublimes, em gloriosas reflexões.

8 7 - Considerando assim, imagino a carga deletéria que há no palavrão mais usado, em que “homenageamos” a mãe de nossos desafetos. Sem dúvida, além de nos colocar abaixo do comportamento do troglodita, já que este agredia seus desafetos, não a mãe deles.

9 8 - Você há de Convir que é difícil abolir o palavrão inteiramente. Há todo um processo de condicionamento, o ambiente. Lá em casa, por exemplo, ele corre solto. Isso é relativo. Venho de uma família de italianos da Calábria, um povo que cultua adoidado o palavrão. Alguns tios meus, em situação de irritação extrema, dirigiam impropérios a Deus. Desde cedo, vinculando-me ao Espiritismo, compreendi que esse tipo de linguajar não interessa ao bom relacionamento familiar e muito menos à nossa economia espiritual. (( Richard Simonetti ))

10 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o Passe, esteja em harmonia com Jesus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

11 O Amanhã...

12 Pare de idealizar o amanhã, de amaldiçoar sua vida, suas escolhas, veja que você fez o melhor que pôde, que foi capaz de tentar mais uma vez e mesmo que o resultado não tenha sido “satisfatório”, ele te ensinou coisas importantes, que hoje fazem a diferença em sua vida.

13 Pare de se comparar com as outras pessoas, cada um é o que pode ser, cada um faz o que deseja fazer, você é original, você é único, você é seu maior patrimônio, valorize-se de forma exponencial, veja-se como a mais bela criação do universo, elogie-se como a mais bela imagem, dê-se todos os motivos para ter orgulho de suas escolhas, sejam quais forem elas.

14 Seu melhor momento é agora, seu melhor dia é hoje, sua vida flui neste instante, acorde para a realidade de sua alma, mude seu foco de atenção para as intenções verdadeiras de seu espírito, que é ser apenas simples, ser apenas ele, sem cobranças, sem forçar situações, apenas seguindo os instintos de seu Eu superior que te mostra através das sensações, tudo que te é conveniente ou não. Seu melhor momento é agora, seu melhor dia é hoje, sua vida flui neste instante, acorde para a realidade de sua alma, mude seu foco de atenção para as intenções verdadeiras de seu espírito, que é ser apenas simples, ser apenas ele, sem cobranças, sem forçar situações, apenas seguindo os instintos de seu Eu superior que te mostra através das sensações, tudo que te é conveniente ou não.

15 Através da conexão do seu espírito com seu corpo, neste paralelo de interação, siga o caminho mais fácil, as oportunidades mais leves, a vida pode e deve ser vivida com grande prazer e satisfação, isso só depende de onde você se coloca e para onde você direciona sua visão.

16 A vida te trata como você se trata, a vida responde aos impulsos vindos do seu coração, a vida interage com suas vibrações, você tem o poder de decisão, de mudança, de transformação.

17 Estabeleça hoje em seu âmago uma nova postura de conduta, seja firme e decidido, seja seu lema a felicidade e a motivação, seja esperto e atento às oportunidades que te cercam, seja convicto na presença do bem, e que somente o bem esteja em seu foco diário.

18 Não espere mais para ser feliz, a felicidade plena está dentro de você, quando pensa e age positivamente, quando contempla coisas lindas, quando sorri, quando se emociona, quantas coisas maravilhosas te acontecem sempre, isso é felicidade, ver o bem em tudo, ver a solução em meio ao caos, rir dos infortúnios, tirar a importância dos traumas e frustrações e dar importância à paz, ao amor e a tudo que te faz sentir bem.

19 Seu melhor momento é agora, hoje há incontáveis surpresas te aguardando, nenhum dia é igual ao outro, isso é mágico! Viver cada novo amanhecer de forma diferente, conhecer novas pessoas e lugares, sentir novos sentimentos e sensações, descobrir o desconhecido, redescobrir nas coisas velhas uma nova visão.

20 Seu maior presente é o Agora, viva-o intensamente! Paz e Luz..

21 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o Passe, esteja em harmonia com Jesus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

22 Interpretação dos textos sagrados

23 "Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação." (II Pedro, 1:20.)

24 Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida. Sua luz imperecível brilha sobre os milênios terrestres, como Verbo do princípio, penetrando o mundo, há mais de vinte séculos.

25 Lutas sanguinárias, guerras de extermínio, calamidades sociais não lhe modificaram um til nas palavras que se atualizam, cada vez mais, com a evolução multiforme da Terra. Lutas sanguinárias, guerras de extermínio, calamidades sociais não lhe modificaram um til nas palavras que se atualizam, cada vez mais, com a evolução multiforme da Terra.

26 Tempestades de sangue e lágrimas nada mais fizeram que avivar-lhes a grandeza. Entretanto, sempre tardios no aproveitamento das oportunidades preciosas, muitas vezes, no curso das existências renovadas, temos desprezado o Caminho, indiferentes ante os patrimônios da Verdade e da Vida.

27 O Senhor, contudo, nunca nos deixou desamparados. O Senhor, contudo, nunca nos deixou desamparados.

28 Cada dia, reforma os títulos de tolerância para com as nossas dívidas; todavia, é de nosso próprio interesse levantar o padrão da vontade, estabelecer disciplinas para uso pessoal, reeducar a nós mesmos, ao contato do Mestre Divino. Ele é o Amigo Generoso, mas tantas vezes lhe olvidamos o conselho que somos suscetíveis de atingir obscuras zonas de adiamento indefinível de nossa iluminação interior para a vida eterna.

29 No propósito de valorizar o ensejo de serviço, organizamos este humilde trabalho interpretativo¹, sem qualquer pretensão a exegese.

30 Concatenamos apenas modesto conjunto de páginas soltas destinadas a meditações comuns.

31 Muitos amigos estranhar-nos-ão talvez a atitude, isolando versículos e conferindo-lhes cor independente do capítulo evangélico a que pertencem.

32 Em certas passagens, extraímos daí somente frases pequeninas, proporcionando-lhes fisionomia especial e, em determinadas circunstâncias, as nossas considerações desvaliosas parecem contrariar as disposições do capítulo em que se inspiram.

33 Assim procedemos, porém ponderando que, num colar de pérolas, cada qual tem valor específico e que, no imenso conjunto de ensinamentos da Boa Nova, cada conceito do Cristo ou de seus colaboradores diretos adapta- se à determinada situação do Espírito, nas estradas da vida.

34 A lição do Mestre, além disso, não constitui tão- somente um impositivo para os misteres da adoração. O Evangelho não se reduz a breviário para o genuflexório. É roteiro imprescindível para a legislação e administração, para o serviço e para a obediência.

35 O Cristo não estabelece linhas divisórias entre o templo e a oficina. Toda a Terra é seu altar de oração e seu campo de trabalho, ao mesmo tempo.

36 Por louvá-lo nas igrejas e menoscabá-lo nas ruas é que temos naufragado mil vezes, por nossa própria culpa. Todos os lugares, portanto, podem ser consagrados ao serviço divino.

37 Muitos discípulos, nas várias escolas cristãs, entregaram-se a perquirições teológicas, transformando os ensinos do Senhor em relíquia morta dos altares de pedra; no entanto, espera o Cristo venhamos todos a converter-lhe o evangelho de Amor e Sabedoria em companheiro da prece, em livro escolar no aprendizado de cada dia, em fonte inspiradora de nossas mais humildes ações no trabalho comum e em código de boas maneiras no intercâmbio fraternal.

38 Embora esclareça nossos singelos objetivos, noto, antecipadamente, ampla perplexidade nesse ou naquele grupo de crentes.

39 Que fazer? Temos imensas distâncias a vencer no Caminho, para adquirir a Verdade e a Vida na significação integral.

40 Compreendemos o respeito devido ao Cristo, mas, pela própria exemplificação do Mestre, sabemos que o labor do aprendiz fiel constitui-se de adoração e trabalho, de oração e esforço próprio.

41 Quanto ao mais, consola-nos reconhecer que os Textos Sagrados são dádivas do Pai a todos os seus filhos e, por isso mesmo, aqui nos reportamos às palavras sábias de Simão Pedro: "Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação“.

42 Emmanuel / Chico Xavier Pedro Leopoldo, 2 de setembro de Obra: Caminho, Verdade e Vida

43 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o Passe, esteja em harmonia com Jesus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

44 Sermão da Montanha

45 Jesus, pois, vendo as multidões, subiu ao monte; e, tendo se assentado, aproximaram-se os seus discípulos, e ele se pôs a ensiná-los, dizendo:

46 Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados. Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra. Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça porque eles serão fartos

47 Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia. Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus. Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus. Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus.

48 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguiram e, mentindo, disserem todo mal contra vós por minha causa. Alegrai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram aos profetas que foram antes de vós.

49 Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido, com que se há de restaurar-lhe o sabor? Para nada mais presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos homens.

50 Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras, e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

51 Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido.

52 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.

53 Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

54 Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; e, Quem matar será réu de juízo. Eu, porém, vos digo que todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: Raca, será réu diante do sinédrio; e quem lhe disser: Tolo será réu do fogo do inferno.

55 Portanto, se estiveres apresentando a tua oferta no altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai conciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem apresentar a tua oferta. Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele; para que não aconteça que o adversário te entregue ao guarda, e sejas lançado na prisão.

56 Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil.

57 Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.

58 Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Também foi dito: Quem repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu, porém, vos digo que todo aquele que repudia sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a faz adúltera; e quem casar com a repudiada, comete adultério.

59 Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos. Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo céu, porque é o trono de Deus; nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um só cabelo branco ou preto.

60 Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; não, não; pois o que passa daí, vem do Maligno. Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente

61 Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; e, se qualquer te obrigar a caminhar mil passos, vai com ele dois mil. Dá a quem te pedir, e não voltes as costas ao que quiser que lhe emprestes.

62 Ouvistes que foi dito: Amarás ao teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai que está nos céus; porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz chover sobre justos e injustos.

63 Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? não fazem os gentios também o mesmo? Sede vós, pois, perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial.

64 Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles; de outra sorte não tereis recompensa junto de vosso Pai, que está nos céus. Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa

65 Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a direita; para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.

66 Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.

67 Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; O pão nosso de cada dia nos dá hoje; E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores; E não nos deixes entrar em tentação; mas livra-nos do mal. [Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre, Que Assim Seja]

68 Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai perdoará vossas ofensas. Quando jejuardes, não vos mostreis contristrados como os hipócritas; porque eles desfiguram os seus rostos, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.

69 Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.

70 Não ajunteis para vós tesouros na terra; onde a traça e a ferrugem os consomem, e onde os ladrões minam e roubam; mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem os consumem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração.

71 A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo teu corpo terá luz; se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes são tais trevas

72 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas

73 Por isso vos digo: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer, ou pelo que haveis de beber; nem, quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas? Ora, qual de vós, por mais ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua estatura?

74 E pelo que haveis de vestir, por que andais ansiosos? Olhai para os lírios do campo, como crescem; não trabalham nem fiam; contudo vos digo que nem mesmo Salomão em toda a sua glória se vestiu como um deles.

75 Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé? Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que havemos de comer? ou: Que havemos de beber? ou: Com que nos havemos de vestir? (Pois a todas estas coisas os gentios procuram.) Porque vosso Pai celestial sabe que precisais de tudo isso.

76 Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.

77 Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós. E por que vês o argueiro no olho do teu irmão, e não reparas na trave que está no teu olho?

78 Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, quando tens a trave no teu? Hipócrita! Tira primeiro a trave do teu olho; e então verás bem para tirar o argueiro do olho do teu irmão.

79 Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis aos porcos as vossas pérolas, para não acontecer que as calquem aos pés e, voltando-se, vos despedacem. Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir- se-lhe-á.

80 Ou qual dentre vós é o homem que, se seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhas pedirem?

81 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas. Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que conduz à vida, e poucos são os que a encontram.

82 Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos; porém a árvore má produz frutos maus. Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má dar frutos bons.

83 Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo. Portanto, pelos seus frutos os reconhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.

84 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.

85 Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha. E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa; contudo não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.

86 Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua qued a.

87 Bom dia, tarde, noite à todos,

88 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o Passe, esteja em harmonia com Jesus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

89 Bem-aventurado és Francisco Cândido Xavier, porque abrigaste a humildade de espírito e hoje é teu também o Reino dos Céus. Bem-aventurados és porque choraste Resignado e agora foste consolado. Bem-aventurados és porque guardaste a mansuetude e, por isso, herdaste a terra dos nossos corações reconhecidos. Bem-aventurado és porque tiveste fome e sede de justiça e foste saciado pelo Eterno Juiz. Bem-aventurado és porque usaste de misericórdia para com as faltas alheias e a Misericórdia Divina te alcançou. Bem-aventurados és porque mantiveste limpo o vaso do coração e por isso mesmo viste a Deus Homenagem a um filho Bem Aventurado

90 Bem-aventurado és porque foste pacificador e em razão disto és chamado filho de Deus. Bem-aventurado és Cândido Xavier, porque foste o servo fiel, prudente e vigilante e a Causa de Jesus não foi motivo de tropeço à tua alma. Bem-aventurado és porque, antes, foste perseguido, injuriado, e mentindo, disseram toda a sorte de males contra ti, por causa de Nosso Senhor e, no entanto, não te abalaste na fé. E assim é porque soubeste ser o menor dos discípulos de Jesus; porque aprendeste a ser o servo de todos os corações aflitos e sobrecarregados que te buscaram em nome de Deus. Regozija-te agora e exulta, porque grande é o teu galardão no Reino dos Céus. Homenagem a um filho Bem Aventurado

91 E assim é porque soubeste ser o menor dos discípulos de Jesus; porque aprendeste a ser o servo de todos os corações aflitos e sobrecarregados que te buscaram em nome de Deus. Estivemos com fome e nos deste de comer. Estivemos com sede e nos deste de beber. Estivemos com frio e nos vestiste. Estivemos sem teto e nos abrigaste. Estivemos doentes e foste nos visitar. Estivemos presos e vieste nos ver. Por tudo isto, querido amigo, Bem-aventurado sejas por todo o sempre! Homenagem a um filho Bem Aventurado Fonte: Mensagem psicografada por Geraldo Lemos Neto em reunião pública no Centro Espírita Luz, Amor e Caridade, em Belo Horizonte, MG, na noite do dia 30/06/2003, data em que se comemorou o aniversário de 01 ano de desencarnação do querido médium, benfeitor e amigo, FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER.

92 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o Passe, esteja em harmonia com Jesus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.

93 O tamanho de Deus

94 Um garoto perguntou ao pai: "Qual o tamanho de Deus?“ Então ao olhar para o céu o pai avistou um avião e perguntou ao filho: "Que tamanho tem aquele avião?"

95 O menino disse: "Pequeno, quase não dá para ver.“ Então o pai o levou a um aeroporto, e ao chegar próximo de um avião perguntou: "E agora, qual o tamanho desse?"

96 O menino respondeu: "Nossa pai, esse é enorme!“ O pai então disse: "Assim é Deus, o tamanho vai depender da distância que você estiver dele. Quanto mais perto você estiver Dele, maior Ele será na sua vida!"

97 Que possamos sentir Deus enorme em nossa existência! BOA NOITE AMIGOS!!!!!

98 O Tratamento pelo Passe começa aqui acompanhando o Estudo do Evangelho até o fim. Ao entrar para receber o Passe, esteja em harmonia com Jesus, tenha fé. Mantenhamos o pensamento elevado ao nosso Mestre Jesus.


Carregar ppt "1 - Como você define o palavrão? Um eco das cavernas, o rosnar do troglodita que ainda existe no comportamento humano. 1 - Como você define o palavrão?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google