A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estilo de Vida e Hábitos de Lazer dos Trabalhadores das Indústrias do Mato Grosso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estilo de Vida e Hábitos de Lazer dos Trabalhadores das Indústrias do Mato Grosso."— Transcrição da apresentação:

1

2 Estilo de Vida e Hábitos de Lazer dos Trabalhadores das Indústrias do Mato Grosso

3 estilo de vida qualidade de vida 1.Por que o estilo de vida representa um fator importante na qualidade de vida do trabalhador (e de qualquer pessoa) ? estilo de vida 2.Como promover um estilo de vida mais ativo (e saudável) entre adultos, trabalhadores da indústria ? Q uestões Fundamentais

4 O bjetivos Indústrias do Mato Grosso Realizar pesquisa com os trabalhadores das Indústrias do Mato Grosso para reunir indicadores do estilo de vida e hábitos de lazer Analisar as associações entre dados demográficos, estilo de vida e indicadores de saúde e bem-estar

5 M etodologia Coleta: segundo semestre de 2007 N = trabalhadores n = Questionários respondidos = (99,7%) 93 empresas: Pequenas (20-99 trabalhadores) Médias ( trabalhadores) Grandes (500 trabalhadores ou mais)

6 M etodologia Unidades Regionais 1. Várzea Grande 2. Cuiabá 3. Interior

7 INSTRUMENTO: Questionário adaptado da Pesquisa Lazer Ativo – SESI SC (2004): Informações sóciodemográficas Indicadores de saúde e bem-estar Atividades físicas e de lazer Controle de peso Hábitos alimentares M etodologia

8 BANCO DE DADOS Leitura ótica dos questionários (software SPHYNX) ANÁLISE DOS DADOS Programa SPSS 13.0 Categorias de Análise: Sexo Faixa etária Renda familiar mensal Porte da Empresa M etodologia

9 R ESULTADOS

10 1. D ados D emográficos

11 80,4% homens 81,8% têm até 39 anos 58,4% são casados 17,6% têm três ou mais filhos 45,7% têm o ensino médio completo e 8,6% têm curso superior 82% têm renda familiar mensal de até R$ 1.500,00 P erfil dos Trabalhadores

12 2. I ndicadores de S aúde e C omportamento P reventivo

13 Percepção Positiva p<0,001 P erfil do Estado de Saúde

14 SC>MT Renda > R$ 1.500,00>Renda até R$ 1.500,00 Meia-Idade

15 F reqüência que Dorme Bem Melhor qualidade do sono: trabalhadores de empresas de pequeno porte

16 P ercepção do Nível do Estresse p<0,05

17 Homem R$ 1.500,00 MT=SC Grupos de Maior Risco P ercepção do Nível do Estresse

18 T risteza ou Depressão Referida p<0,001

19 R eligiosidade Tem Religião? HomensMulheresTotal %% Sim, praticante47,153,348,3 Sim, mas não pratico43,940,143,2 Não tenho religião5,03,24,7 Não quero responder3,93,43,8

20 P erfil Positivo de Bem-estar

21 Todos Mulheres Homens T abagismo

22 Homem>Mulher Adulto Jovem R$ 1.500,00 MT>SC Grupos de Maior Risco T abagismo

23 A lcoolismo Consumo Exagerado Ocasional trabalhadores de empresas de pequeno porte

24 Homem > Mulher Adulto Jovem=Meia-Idade Renda até R$ 1.500,00=Renda > R$ 1.500,00 MT

25 P roteção Solar P roteção Solar p<0,001 Classificação HomensMulheresTotal %% Sempre38,625,436,0 Quase sempre18,621,819,2 Às vezes23,631,825,2 Nunca/raramente19,320,919,6

26 H ipertensão, Colesterol Elevado e Diabetes referidos Hipertensão 12,8 % Colesterol elevado 6,1 % Diabetes 2 % Maior prevalência: idade de 40 anos ou + trabalhadores com maior renda familiar (colesterol elevado e diabetes)

27 3. A tividade F ísica e O pções de L azer

28 T ransporte para o Trabalho 14,6% caminham ou pedalam 30+ min/dia

29 T ransporte para o Trabalho PORTE DA EMPRESA

30 N ível de Esforço no Trabalho Atividade laboral moderada/vigorosa: homens trabalhadores com renda familiar mensal até R$ 1.500,00 trabalhadores de empresas de grande porte p<0,01

31 A tividades Físicas de Lazer Todos Homens Mulheres

32 F reqüência Semanal de Atividade Física no Lazer Freqüência HomensMulheresTotal %% Não pratica39,761,544,0 1 – 2 vezes/semana42,926,339,6 3 – 4 vezes/semana10,17,19,5 > 5 vezes/semana7,35,16,9

33 E stágio de Mudança de Comportamento - AF

34 Homem R$ 1.500,00 MT > SC Grupos de Maior Risco I natividade Física no Lazer

35 P referência nas AFLs P referência nas AFLs Classificação Até 39 anos (%) 40 anos ou + (%) Total (%) MascFemMascFemMascFem Exercícios e esportes tradicionais 45,76,620,63,340,86,1 Atividades de lazer moderadas* 17,133,730,133,319,633,7 Outras atividades1,70,81,40,01,70,7 * caminhar, dançar, andar de bicicleta Exercícios e esportes tradicionais: homens trabalhadores com até 39 anos

36 40,8% preferem realizar AFL na companhia de um parceiro ou em grupo Locais de preferência: ruas / parques 24,2% clubes / academias 12,1% na indústria 5,6% no SESI 1,3% P referência nas AFLs P referência nas AFLs

37 DificuldadesHomens (%)Mulheres (%)Total (%) Cansaço20,025,221,0 Clima desfavorável1,50,61,3 Excesso de trabalho17,315,116,9 Falta de vontade6,48,66,8 Obrigações de estudos3,75,64,1 Obrigações familiares3,110,54,5 Distância até o local de prática3,13,93,2 Falta de habilidade motora0,50,20,5 Falta de condições físicas2,62,42,5 Falta de instalações3,51,13,0 Falta de dinheiro6,28,66,7 Condições de segurança1,11,31,1 Outra4,23,74,1 Não tenho dificuldades26,813,324,2 D ificuldades para AFL

38 A tividades Artístico-Culturais mais Interessantes p<0,01

39 G inástica na Empresa Empresa oferece GE? Participação GE: mulheres mais jovens trabalhadores com menor renda familiar mensal trabalhadores das empresas de grande porte

40 C omo Você se Sente Após o Trabalho Sentem-se cansado/muito cansado: mulheres trabalhadores com até 39 anos ou mais

41 4. C ontrole de P eso e H ábitos A limentares

42 E xcesso de Peso

43 S atisfação com Peso Satisfeito com seu peso? HomensMulheresTotal %% Sim59,641,056,0 Não, quer diminuir30,850,334,6 Não, quer aumentar9,68,79,4 p<0,001 * Só 29,7% das mulheres têm excesso de peso !

44 S obrepeso e Obesidade Homem>Mulher Adulto Jovem R$ 1.500,00 MT>SC Grupos de Maior Risco

45 H ábitos Alimentares HomensMulheres % Indicadores Positivos (5 ou mais vezes por semana) % 71,0Café da manhã completo71,2 31,0Frutas e sucos naturais32,3 57,0Verduras e saladas verdes*69,8 Indicadores Negativos (5 ou mais vezes por semana) 2,2Salsicha & hambúrguer2,3 70,7Carnes vermelhas*66,0 6,1Salgadinhos4,9 12,7Doces, bolos & tortas*21,3 23,7Refrigerantes20,4 Porcentagem de pessoas com freqüência de consumo recomendável (*p<0,05)

46 C ONCLUSÕES

47 C onclusões Principais 80,4% homens 81,8% têm até 39 anos 58,4% são casados 17,6% têm três ou mais filhos 45,7% têm o ensino médio completo e 8,6% têm curso superior 82% têm renda familiar mensal de até R$ 1.500,00 Indicadores de saúde positivo

48 30,8% utilizam o transporte ativo o para trabalho 23,6 têm função sedentária no trabalho 44% inatividade no lazer 16,4% regularmente ativos no lazer Estágio de Mudança de Comportamento: homens: ação / manutenção mulheres: contemplação 71,1% das empresas NÃO oferece GE C onclusões Principais

49 Percepção Negativa de Estresse Mulheres Trabalhadores com maior renda familiar mensal Tabagismo: Homens Trabalhadores com maior renda familiar mensal Alcoolismo (consumo exagerado ocasional) Homens Trabalhadores de empresas de pequeno porte Grupos de Risco: C onclusões Principais

50 Inatividade física no lazer Mulheres Trabalhadores com 40 anos ou + Trabalhadores de empresas de pequeno e grande porte Excesso de peso Homens Trabalhadores com 40 anos ou + Trabalhadores com maior renda familiar mensal C onclusões Principais Grupos de Risco:

51 Hábitos alimentares Homens Trabalhadores com até 39 anos Trabalhadores com menor renda familiar mensal C onclusões Principais Grupos de Risco:

52 C onclusões Principais Grupos de Risco: Fatores de Risco Variáveis Categorizantes Sexo Faixa Etária Renda Familiar Porte da Empresa Percepção negativa de estresse Mulheres--> R$ TabagismoHomens+ 40 anos-- AlcoolismoHomens-- Pequena Inatividade física no lazer Mulheres+ 40 anos--Pequena Grande Excesso de pesoHomens+ 40 anos> R$ Hábitos alimentares inadequados Homens< 39 anos< R$

53


Carregar ppt "Estilo de Vida e Hábitos de Lazer dos Trabalhadores das Indústrias do Mato Grosso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google