A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFESSOR EVERALDO 2010. OS DIFERENTES TIPOS DE INDÚSTRIAS INDÚSTRIAS TRADICIONAIS- que utilizam muita mão de obra e menos máquinas; INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO-

Cópias: 2
PROFESSOR EVERALDO OS DIFERENTES TIPOS DE INDÚSTRIAS INDÚSTRIAS TRADICIONAIS- que utilizam muita mão de obra e menos máquinas; INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO-

PROF. Neno OS DIFERENTES TIPOS DE INDÚSTRIAS INDÚSTRIAS TRADICIONAIS- que utilizam muita mão de obra e menos máquinas; INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO-

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFESSOR EVERALDO 2010. OS DIFERENTES TIPOS DE INDÚSTRIAS INDÚSTRIAS TRADICIONAIS- que utilizam muita mão de obra e menos máquinas; INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO-"— Transcrição da apresentação:

1 PROFESSOR EVERALDO 2010

2 OS DIFERENTES TIPOS DE INDÚSTRIAS INDÚSTRIAS TRADICIONAIS- que utilizam muita mão de obra e menos máquinas; INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO- transforma a matéria prima em produto final e podem ser: Bens duráveis- automóveis, eletrodomésticos, Informática Não-duráveis- bebidas, cigarros, alimentos etc... Bens intermediários- peças, ferramentas;

3 As três revoluções indústriais PRIMEIRA REVOLUÇÃO INDÚSTRIAL- O pioneirismo inglês, no século XVIII, devido ao acumulo de capital; em razão da expansão do comércio ultramarino; as reservas de carvão e ferro; e grande quantidade de mão de obra; Revolução Gloriosa- assinalou o final do absolutismo inglês e colocou a burguesia no controle do Estado; Avanços técnicos- desenvolvimento de maquinas, como a máquina a vapor e o tear mecânico.

4 Segunda Revolução Industrial Inicia-se em 1870, com industrialização da França, da Alemanha, da Itália, dos EUA e do Japão; Novas fontes de energia- eletricidade e petróleo; Surgiram máquinas e ferramentas mais modernas; Taylorismo e fordismo.

5 TERCEIRA REVOLUÇÃO INDÚSTRIAL GLOBALIZAÇÃO- avanços da automação e informática; alta tecnologia e mão de obra especializada; Terceirização; Conglomerado de países industrializados; trustes- empresas que detêm grande parte da produção de um determinado produto; Cartéis- um grupo de empresas que unidas por acordo detêm em conjunto grande parte da produção; Toyotismo.

6 INDUSTRIALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA Esta relacionada a evolução técnico-científica; Maior qualificação da mão de obra; Desconcentração industrial; Holding- controle de várias empresas mediante a aquisição de suas ações

7 O processo de industrialização no Brasil Esta ligada a três acontecimentos externos: 1ª Guerra Mundial (1914 a 1918)- industrias de bens de consumo não-duráveis; Crise de a Grande Recessão; 2ª Guerra Mundial (1939 a 1945); O processo industrial do Brasil acelera pós 2ª guerra.

8 Governo J K (1956 a 1961) Deslanche industrial; Plano de metas- 31 metas, voltadas para educação, transportes, vias de transporte, construir um parque automobilístico, infra-estrutura; Crescer 50 anos em 5; Capital nacional e estrangeiro; Criou a UNB (Universidade de Brasília), investiu na EMBRATEL, CSN,Petrobras.

9 Pontos positivos Positivo- urbanização, mais acesso á saúde, educação e saneamento básico Criação de inúmeras cidades; O país deixa de ser agroexportador para exportador de produtos industrializados; Criação de novos empregos.

10 Pontos negativos Forte endividamento externo; Êxodo rural; Favelização; Aumento da violência urbana.

11 Milagre econômico ou brasileiro (1967 a 1973) General Médici- consolidou o crescimento industrial; Recursos usados em empresas estatais, privadas, multinacionais principalmente no segmento industrial; Crescimento do mercado externo (exportação); Atraiu muitas multinacionais com mão de obra barata, redução de impostos, matéria prima em grande quantidade; Qualquer manifestação por melhores salários eram duramente reprimidos pelo governo.

12 Tecnopolos São centro industriais ou cidades com conjunto de métodos industriais de inovações tecnológicas; Capazes de criar, reciclar, difundir tecnologia de ponta; Apoio de universidades e instituições de ensino; Mão de obra de elevado padrão técnico-científico.

13 Distribuição industrial no espaço brasileiro

14 SUDESTE É responsável por mais da metade de toda a atividade industrial do país; O Estado de São Paulo é o maior destaque: concentra cerca de 40% dos estabelecimentos industriais e 48% do pessoal ocupado nas industrias; A grande São Paulo, sobretudo o ABC, Diadema, Osasco, Guarulhos e outras áreas metropolitanas, possui a maior concentração industrial da América Latina;

15 Minas Gerais- 1º lugar em produção de aço do país; Vem aumentando a cada ano a produção industrial; Esta posição esta apoiada na abundancia de recursos minerais; Usiminas, Belgo-Mineira entre outras

16 RIO DE JANEIRO- Grande Rio Poli-industrial, construção naval, química, refino de petróleo, turismo entre outros; CSN em Volta Redonda; Siderúrgica Barra Mansa ;

17 Região Sul Segunda região mais industrializada; As indústria mais importantes são as de bens de consumo: alimentícias, frigoríficos e vinícolas; Forte colonização européia

18 Região Centro-Oeste, Norte e Nordeste A região Nordeste é a terceira mais industrializada, produtos minerais, alimentação, metalúrgica, refino de petróleo, fumo entre outros; Região Norte- setor eletrônico em Manaus, Belém e Macapá; Região Centro-Oeste- Mecanização da atividades primárias; Regiões periféricas- enclaves industriais

19 Produção do espaço urbano A urbanização ocorre quando há aumento da porcentagem da população urbana e está relacionada ao conjunto de intervenção no espaço urbano para melhores infraestruturas. No Brasil, o processo acelerado de urbanização ocorreu no período de intensa industrialização do pós-guerra, tendo se iniciado nas últimas décadas do século XX. De acordo com as estatísticas oficiais produzidas em 2004 pelo IBGE, cerca de 81% da população brasileira estava concentrada nas cidades no ano 2000.

20 Produção do espaço urbano Populações urbana e rural 3 O processo de urbanização

21 O êxodo rural e suas causas O processo de urbanização brasileiro está relacionado com o êxodo rural. Repulsão da força de trabalho do campo Atração da força de trabalho nas cidades Formação de uma superpopulação relativa Latifúndio Empregos Surgimento do trabalho informal

22 Urbanização e desigualdades regionais Evolução regional da urbanização 3 O processo de urbanização

23 A rede urbana brasileira Brasil: hierarquia urbana

24 Os espaços metropolitanos Em 1950, o Brasil tinha três cidades de grande porte: Rio de Janeiro, São Paulo e Recife, que abrigavam mais de 500 mil habitantes. Em 2000, 30 cidades já haviam ultrapassado a marca de meio milhão de habitantes, perfazendo um total de cerca de 57 milhões de pessoas. O caráter pontual e concentrador da urbanização decorreu das condições em que ocorreu a modernização da economia do país. A concentração econômica determinou a aglomeração espacial: o resultado foi a metropolização.

25 As metrópoles e a gestão pública A expansão econômica das metrópoles produziu o crescimento demográfico do núcleo urbano central e dos demais situados no seu entorno. Integração física das manchas urbanizadas Conurbação Separação das manchas urbanizadas por áreas rurais Integração funcional Descompasso entre os limites municipais e a mancha urbanizada 3 O processo de urbanização

26 As metrópoles e a gestão pública Estrutura territorial das megacidades

27 Megacidade – cidade populosa com uma população total de 10 milhões ou mais de habitantes; Cidade Global – cidade que exerce influencia a nível mundial independente do número de habitantes. No Brasil somente RJ e SP são cidades globais.

28 As metrópoles e a gestão pública A Grande São Paulo, terceira maior metrópole do mundo, abriga nos seus 39 municípios quase 18 milhões de habitantes, cerca de 10% da população nacional. O lixo coletado diariamente está em torno de 16 mil toneladas. O número de veículos supera 6 milhões na capital e 18 milhões no estado. Ocorrem aproximadamente 11,5 milhões de viagens/dia em transportes coletivos. A população favelada é de cerca de 1 milhão de habitantes. Os 39 municípios da região metropolitana de São Paulo formam uma única e imensa mancha urbana. Imagem captada por satélite em EARTH SATELLITE/LATINSTOCK 3 O processo de urbanização

29 A megalópole e a metrópole expandida São Paulo e Rio de Janeiro, separadas por apenas cerca de 400 km, configuram o principal eixo econômico do país. A expansão das suas regiões metropolitanas e das cidades localizadas sobre o eixo de circulação que as conecta está conduzindo ao surgimento da primeira megalópole do país. A megalópole em formação


Carregar ppt "PROFESSOR EVERALDO 2010. OS DIFERENTES TIPOS DE INDÚSTRIAS INDÚSTRIAS TRADICIONAIS- que utilizam muita mão de obra e menos máquinas; INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO-"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google