A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Iluminismo e EUA Vídeo breve história EUA.... (UFF-Md.ENEM) – Consideramos evidentes as seguintes verda- des: que todos os homens foram criados iguais;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Iluminismo e EUA Vídeo breve história EUA.... (UFF-Md.ENEM) – Consideramos evidentes as seguintes verda- des: que todos os homens foram criados iguais;"— Transcrição da apresentação:

1 Iluminismo e EUA Vídeo breve história EUA...

2 (UFF-Md.ENEM) – Consideramos evidentes as seguintes verda- des: que todos os homens foram criados iguais; que receberam de seu Criador certos direitos inalienáveis; que entre eles estão os direitos à vida, à liberdade e à busca da felicidade. (Declara- ção de Independência dos EUA, 2 de julho de 1776.) Essa passagem denota a) o desejo do Congresso Continental de delegados das Treze Colônias no sentido de empreender reformas profundas na sociedade do novo país. b) a utilização de categorias do Direito Natural Racional, no contexto das ideias do Iluminismo. c) que o Congresso Continental, apesar de rebelde à lnglaterra, permanecia fiel ao ideário do absolutismo, pois deste emanavam os ideais que defendia. d) influência das reformas empreendidas no século XVIII pelos chamados "déspotas esclarecidos" da Europa. e) que os delegados das Treze Colônias tinham uma concepção ingênua e equivocada das sociedades humanas.

3 (PUC-PR Md.ENEM) – Leia o texto a seguir e extraia a ideia central: São verdades incontestáveis para nós: todos os homens nascem iguais; o Criador lhes conferiu certos direitos inalienáveis, entre os quais os de vida, o de liberdade e o de buscar a felicida-de; para assegurar esses direitos se constituíram homens-governo cujos poderes justos emanam do consentimento dos governados; sempre que qualquer forma de governo tenda a destruir esses fins, assiste ao povo o direito de mudá-la ou aboli-la, instituindo um novo governo cujos princípios básicos e organi-zação de poderes obedeçam às normas que lhes pareçam mais próprias para promover a segurança e a felicidade gerais. (Trecho da" Decl.Indep.dos EUA", Min. das Relações Exteriores) A ideia central do texto é: a) A forma de governo estabelecida pelo povo deve ser preservada a qualquer preço. b) A realização dos direitos naturais independem da forma, dos princípios e da organização do governo. c) Cabe ao povo determinar as regras sob as quais será governado. d) Todos os homens têm direitos e deveres. e) Cabe aos homens-governo estabelecer as regras para o povo. Resolução Na verdade, o texto fala do governo como expressão da vontade dos governados, ou seja, um governo não deve se impor de forma arbitrária. Resposta: C

4 (UFES–Md.ENEM) – A Declaração de Independência das Treze Colônias Inglesas da América do Norte, em 4 de julho de 1776, da qual Thomas Jefferson foi relator, consagrou, em seu texto, o princípio do(a) a) direito de reação à tirania, inspirado em Locke. b) negação do contrato social, nos termos expostos por Rousseau. c) separação da Igreja do Estado, conforme o pensamento de Mably. d) ilustração monárquica, defendida por Diderot. e) utilitarismo, preconizado por Benthan, Mill e William James.

5 Independência EUA Faz parte do processo de crise (burguesia x absolutismo) do Sistema Colonial Tradicional. Daí sua importância, pois substitui a figura do Rei por um presidente representante do povo.

6 As 13 colônias inglesas tiveram colonização distinta: 1=Norte de povoamento pelo clima temperado, com minifúndios policultores, trabalho livre, comércio Triangular (melaço, rum, escravos), mas predomínio de mercado interno; enquanto no Sul era de exploração em latifúndios tropicais, escravistas e monocultores voltados para o mercado externo.

7 Após a Guerra dos Sete Anos-1756/63, os ingleses apesar de vitoriosos contra a França, estavam sob séria crise financeira. Passaram a impor sobre as colônias Leis Intoleráveis como: do Açúcar, moeda, Aquartelamento, Selo e do monopólio do Chá. Elas foram recebidas com reações violentas entre os dois lados. Pq ???

8

9 Nessa época prevalecia Thomas Hobbes que em Leviatã (1651) Teorizou o contrato pelo qual o homem abre mão de sua liberdade natural para que um poder absoluto e centralizado assegure a paz interna e a defesa da sociedade...

10 Tal idéia de contrato social e direito natural é reforçada por John Locke em seu livro 2º. Tratado sobre o Governo. Porém, tal relação estado-indivíduo é baseada em uma relação de consentimento e confiança...

11 Segundo Locke, todo ser humano nasce com três direitos: à vida, à liberdade e à propriedade. A função do governo é garantir os direitos naturais do cidadão, caso ele viole uns destes, o cidadão adquire um quarto direito, o de rebelar-se. Idéia que justificava a independência dos EUA...

12

13 Século XVII – Início da colonização da América do Norte – Publicação de Cartas Inglesas, de Voltaire – Publicação de O Espírito das Leis, de Montesquieu – Publicação da Enciclopédia, dirigida por Diderot e DAlembert.

14 1775 – Início da luta; 2º.Congresso Continental de Filadélfia – Declaração de Independência das Treze Colônias – Guerra dos Sete Anos – Publicação de O Contrato Social, de Rousseau – Lei do Açúcar e Ato de Quebec (ocupar terras G.7anos) – Publicação de A Riqueza das Nações, de Adam Smith; Lei do Selo – Lei do Chá; Boston Tea Party – Leis Intoleráveis; 1º.Congresso Continental de Filadélfia.

15

16 Original...clique no site abaixo (no modo de apresentação): Quando, no curso dos acontecimentos humanos, se torna necessário um povo dissolver laços políticos que o ligavam a outro, e assumir, entre os poderes da Terra, posição igual e separada, a que lhe dão direito as leis da natureza e as do Deus da natureza, o respeito digno às opiniões dos homens exige que se declarem as causas que os levam a essa separação....

17 Decl.Ind.EUA:...Consideramos estas verdades como evidentes por si mesmas, que todos os homens foram criados iguais, foram dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, que entre estes estão a vida, a liberdade e a busca da felicidade. Que a fim de assegurar esses direitos, governos são instituídos entre os homens, derivando seus justos poderes do consentimento dos governados

18 Decl.Ind.EUA:...sempre que qualquer forma de governo se torne destrutiva de tais fins, cabe ao povo o direito de alterá-la ou aboli-la e instituir novo governo, baseando-o em tais princípios e organizando-lhe os poderes pela forma que lhe pareça mais conveniente para realizar-lhe a segurança e a felicidade.

19 Decl.Ind.EUA:...Na realidade, a prudência recomenda que não se mudem os governos instituídos há muito tempo por motivos leves e passageiros; e, assim sendo, toda experiência tem mostrado que os homens estão mais dispostos a sofrer, enquanto os males são suportáveis, do que a se desagravar, abolindo as formas a que se acostumaram. Trecho hesitante, tanto que a 1ª. Assinatura foi de John Hancock (+-presidia a o 2º. Congr.Cont.Filadélfia)

20 Decl.Ind.EUA:...Mas quando uma longa série de abusos e usurpações, perseguindo invariavelmente o mesmo objeto, indica o desígnio de reduzi-los ao despotismo absoluto, assistem-lhes o direito, bem como o dever, de abolir tais governos e instituir novos-Guardas para sua futura segurança. Tal tem sido o sofrimento paciente destas colônias e tal agora a necessidade que as força a alterar os sistemas anteriores de governo.

21 Decl.Ind.EUA: (...) Para prová-lo, permitam-nos submeter os fatos a um cândido mundo. por aquartelar grandes corpos de tropas entre nós; por protegê-las por meio de julgamentos simulados, de punição por assassinatos que viessem a cometer contra os habitantes destes estados; por fazer cessar nosso comércio com todas as partes do mundo;

22 pelo lançamento de taxas sem nosso consentimento; por privar-nos, em muitos casos, dos benefícios do julgamento pelo júri; por transportar-nos para além-mar para julgamento por pretensas ofensas;

23 Nós, Por conseguinte, representantes dos Estados Unidos da América, reunidos em Congresso Geral......declaramos solenemente: que estas colônias unidas são e de direito têm de ser Estados livres e independentes, que estão desoneradas de qualquer vassalagem para com a Coroa Britânica......E em apoio desta declaração, plenos de firme confiança na proteção da Divina Providência, empenhamos mutuamente nossas vidas, nossas fortunas e nossa sagrada honra.

24 Vídeo Declaração...

25 Thomas Jefferson, o redator da Declaração da Independência dos EUA, republicano e defensor dos interesses dos pequenos proprietários.

26 (UFF-Md.ENEM) – Consideramos evidentes as seguintes verda- des: que todos os homens foram criados iguais; que receberam de seu Criador certos direitos inalienáveis; que entre eles estão os direitos à vida, à liberdade e à busca da felicidade. (Declara- ção de Independência dos EUA, 2 de julho de 1776.) Essa passagem denota a) o desejo do Congresso Continental de delegados das Treze Colônias no sentido de empreender reformas profundas na sociedade do novo país. b) a utilização de categorias do Direito Natural Racional, no contexto das ideias do Iluminismo. c) que o Congresso Continental, apesar de rebelde à lnglaterra, permanecia fiel ao ideário do absolutismo, pois deste emanavam os ideais que defendia. d) influência das reformas empreendidas no século XVIII pelos chamados "déspotas esclarecidos" da Europa. e) que os delegados das Treze Colônias tinham uma concepção ingênua e equivocada das sociedades humanas. b) a utilização de categorias do Direito Natural Racional, no contexto das ideias do Iluminismo.

27 (PUC-PR Md.ENEM) – Leia o texto a seguir e extraia a ideia central: São verdades incontestáveis para nós: todos os homens nascem iguais; o Criador lhes conferiu certos direitos inalienáveis, entre os quais os de vida, o de liberdade e o de buscar a felicida-de; para assegurar esses direitos se constituíram homens-governo cujos poderes justos emanam do consentimento dos governados; sempre que qualquer forma de governo tenda a destruir esses fins, assiste ao povo o direito de mudá-la ou aboli-la, instituindo um novo governo cujos princípios básicos e organi-zação de poderes obedeçam às normas que lhes pareçam mais próprias para promover a segurança e a felicidade gerais. (Trecho da" Decl.Indep.dos EUA", Min. das Relações Exteriores) A ideia central do texto é: a) A forma de governo estabelecida pelo povo deve ser preservada a qualquer preço. b) A realização dos direitos naturais independem da forma, dos princípios e da organização do governo. c) Cabe ao povo determinar as regras sob as quais será governado. d) Todos os homens têm direitos e deveres. e) Cabe aos homens-governo estabelecer as regras para o povo. Resolução Na verdade, o texto fala do governo como expressão da vontade dos governados, ou seja, um governo não deve se impor de forma arbitrária. Resposta: C c) Cabe ao povo determinar as regras sob as quais será governado.

28 (UFES–Md.ENEM) – A Declaração de Independência das Treze Colônias Inglesas da América do Norte, em 4 de julho de 1776, da qual Thomas Jefferson foi relator, consagrou, em seu texto, o princípio do(a) a) direito de reação à tirania, inspirado em Locke. b) negação do contrato social, nos termos expostos por Rousseau. c) separação da Igreja do Estado, conforme o pensamento de Mably. d) ilustração monárquica, defendida por Diderot. e) utilitarismo, preconizado por Benthan, Mill e William James. a) direito de reação à tirania, inspirado em Locke.


Carregar ppt "Iluminismo e EUA Vídeo breve história EUA.... (UFF-Md.ENEM) – Consideramos evidentes as seguintes verda- des: que todos os homens foram criados iguais;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google