A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos de São Paulo; A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos de São Paulo; A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos de São Paulo; A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos de São Paulo; Falta de transporte, distância do atrativo, trânsito intenso, falta de estacionamentos e rodízios municipais; Falta de transporte, distância do atrativo, trânsito intenso, falta de estacionamentos e rodízios municipais;

4 Estimativa de turistas em São Paulo: 13,2 milhões (2013) Internacionais 16,5% Nacionais 83,5% Duração da viagem: 3 dias Gastos 500,00/dia (Observatório do Turismo, 2013)

5 5 Campinas, Piracicaba, Franca, Jundiaí, Sorocaba, São José dos Campos, Araraquara, Jaú, Santos, Presidente Prudente e Ribeirão Preto (Artesp, 2013)

6 São Paulo tem cerca de 240 mil lojas e região da 25 de Março recebe média de 400 mil pessoas por dia; São Paulo tem cerca de 240 mil lojas e região da 25 de Março recebe média de 400 mil pessoas por dia; Cerca de 600 ônibus diariamente, desembarcando passageiros na 25 de Março; Cerca de 600 ônibus diariamente, desembarcando passageiros na 25 de Março; Em dez/09, eram cerca de 900 ônibus, desembarcando passageiros por dia; Em dez/09, eram cerca de 900 ônibus, desembarcando passageiros por dia;

7

8 Masp Masp Mercado Municipal Mercado Municipal Parque Ibirapuera Parque Ibirapuera Avenida Paulista Avenida Paulista Catedral da Sé Catedral da Sé Centro Histórico Centro Histórico 25 de março 25 de março Museu Língua Portuguesa Museu Língua Portuguesa Museu do Futebol Museu do Futebol 8

9 Dados fornecidos pelo DTP, 2014

10  agregar valor à experiência turística  garantir qualidade e conforto no deslocamento  oferecer preços e serviços diversificados e competitivos  facilitar a mobilidade dos turistas no destino

11 O fretamento hoje nas grandes cidades

12 Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Transfretur São Paulo, Transporte por fretamento e sociedade Participação do fretamento nas viagens, cidades selecionadas do Brasil O caso da RMSP Viagens/dia

13  agregar valor à experiência turística  garantir qualidade e conforto no deslocamento  oferecer preços e serviços diversificados e competitivos  facilitar a mobilidade dos turistas no destino

14 Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Transfretur São Paulo, Transporte por fretamento e sociedade 14

15 Vantagens sociais e ambientais

16 Um ônibus com 4 passageiros ocupa menos espaço nas vias por pessoa que um auto com 2 passageiros 16 Vantagens sociais e ambientais

17 Um ônibus com 5 passageiros emite menos poluentes locais que um auto com 2 passageiros 17 Vantagens sociais e ambientais

18 Um ônibus com 6 passageiros gasta menos energia por pessoa que um auto com 2 passageiros 18 Vantagens sociais e ambientais

19 Pátio atual da Mercedes Benz em São Bernardo 19

20 Como ficaria o pátio se o fretado não existisse 20

21 Tráfego na Anchieta hoje 21

22 Tráfego na Anchieta se o fretado não existisse 22

23 Economia de espaço das vias Economia de espaço das vias Economia de energia Economia de energia Redução nas emissões de poluentes locais Redução nas emissões de poluentes locais Redução das emissões de gases de efeito estufa Redução das emissões de gases de efeito estufa Redução nos acidentes de trânsito Redução nos acidentes de trânsito Redução no estresse do trânsito Redução no estresse do trânsito

24 Origens ideológicas da resistência Preconceito histórico sobre veículos grandes x autos CaminhõesÔnibus Preconceito sobre transporte público Forma “inferior” de transporte Relação com “pobreza” e “perigo social”

25 Porque o fretado precisa parar no terminal e os autos podem entrar na cidade? 25

26 O Fretamento e a política de mobilidade

27 Maior vantagem do transporte fretado Ele é “virtuoso” em si, pois reduz vários consumos e impactos negativos causados pelo uso do automóvel ou da motocicleta. Consequência para a Política de Transporte O transporte fretado deve ser apoiado e incentivado, quando usado legalmente, de acordo com critérios técnicos.

28 1.“Prejudica o trânsito”? O problema é o uso excessivo de espaço pelo auto (85-90% da área). 2. Faz “concorrência desleal” ao transporte “regular”? O fretamento não compete, ele complementa o sistema. Para grandes movimentos porta-a-porta, ele é o mais adequado. Para deslocamento eventual de grupos, ele é o mais adequado. Para deslocamento eventual de grupos, ele é o mais adequado.

29 3. Provoca “confusão” com estacionamento? Argumento válido em situações não controladas, mas estacionamento de automóveis ocupa enorme espaço de vias: São Paulo: 1,0 milhão de operações de estacionamento gratuito na via por dia = “fila” de 7 mil km e R$ 3 bilhões de subsídio/ano

30 O futuro da mobilidade em São Paulo

31 Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Transfretur São Paulo, Transporte por fretamento e sociedade Futuro da RMSP Simulação PITU 2030 dos impactos de investimento em infraestrutura de TC 31 Nota: “Modelo EMME e TRANUS” são dois sistemas de modelagem de demanda

32 Conselho Municipal de Transporte e Trânsito Transfretur São Paulo, Transporte por fretamento e sociedade 32 Futuro da RMSP Simulação PITU 2030 dos impactos de investimento em infraestrutura de TC

33 Grande oferta de infra-estrutura de TC é essencial, mas não é suficiente para melhorar a mobilidade Opções Adotar novas ações É imprescindível reduzir o uso excessivo de espaço por autos (30%) Nada Fazer Auto-Regulação do Sistema

34 Fretamento deve ter tratamento público adequado à sua natureza: Reconhecimento do mérito como serviço de transporte coletivo; Reconhecimento do mérito como serviço de transporte coletivo; Uso dos corredores e faixas exclusivas, respeitada a preferência originária do transporte regular; Uso dos corredores e faixas exclusivas, respeitada a preferência originária do transporte regular; Condições adequadas de operação e embarque e desembarque; Condições adequadas de operação e embarque e desembarque; Apoio e incentivo público para que empresas facilitem o uso pelos funcionários. Apoio e incentivo público para que empresas facilitem o uso pelos funcionários. Local de acesso em edifícios com grande quantidade de usuários. Local de acesso em edifícios com grande quantidade de usuários.

35 Disposição para usar o fretamento

36 Com mensalistas de estacionamento: 750 entrevistas Realizado em oito áreas da cidade Usuários são de São Paulo (82%) e RMSP (17%) Usuários são de São Paulo (82%) e RMSP (17%) 89% usam o estacionamento de 4 a 5 dias por semana 27% têm interesse em mudar para o fretado Os dados da OD permitem estimar que se 80% realmente mudarem para o fretado isto poderá retirar de 4% a 5% dos automóveis que circulam na hora do pico Os dados da OD permitem estimar que se 80% realmente mudarem para o fretado isto poderá retirar de 4% a 5% dos automóveis que circulam na hora do pico. Desejosprincipais para mudar Desejos principais para mudar Porta a portaViajar sentado Reduzir tempo de viagemAr condicionado

37 Mudança de modo de transporte, Av. L.C. Berrini, São Paulo Mudanças Carro:- 3% Táxi:- 1% Fretado:+ 4% Público:+ 2% 37

38 Origem de usuários atuais Origem de usuários futuros (vivem fora da zona de restrição) Av. L.C. Berrini, propensão a trocar para o fretamento Fonte: Banco Mundial/WRI Fonte: Banco Mundial/WRI 2013

39

40

41  CENPES – Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello › funcionários › saem da Barra da Tijuca por fretamento;  Sem o fretamento executivo  Sem o fretamento executivo: › Se 90% optar pelo carro = carros a mais; › Área ocupada: m 2 ; › Equivalem a 9,5 km de carros enfileirados 41

42  Barra da Tijuca – Centro Rio › passageiros por dia; › 38 ônibus de fretamento; › Cada veículos realiza 3 viagens (i/v) por dia; › Serviço circular entre condomínios; 42

43  Alphaville › passageiros por dia; › 600 ônibus de fretamento; › Cada veículos realiza 1 viagem (i/v) por dia; 43

44  Nos EUA os governos municipais e as empresas já utilizam o Fretamento para amenizar impactos no trânsito e no meio ambiente;  Nova York criou faixas exclusivas para o Fretamento 44

45  Em São Francisco o serviço é largamente utilizado por empresas, hospitais, universidades, associações comerciais;  O poder público incentiva o transporte alternativo através de lei que obriga o empregador com mais de 20 funcionários a oferecer alternativas;  O fretamento é um dos mais utilizados; 45

46


Carregar ppt "A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos de São Paulo; A problemática do transporte: um dos principais inibidores geográficos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google