A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DISCIPLINA E INDISCIPLINA SUAS RAÍZES COLÉGIO NACIONAL 2 0 0 8.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DISCIPLINA E INDISCIPLINA SUAS RAÍZES COLÉGIO NACIONAL 2 0 0 8."— Transcrição da apresentação:

1 DISCIPLINA E INDISCIPLINA SUAS RAÍZES COLÉGIO NACIONAL

2 Introdução Ambientação: mensagem Repórteres Secretários Introdutores Bibliotecários Sintetizadores

3 Problematizando Pergunta: A nossa escola, sala de aula tem indisciplina? O que fazer para diminuir a indisciplina na escola e na sala de aula?

4 Refletindo O OBEDIENTE As crianças dizem que o bom aluno é aquele que acata o que diz o professor. Por quê? Porque elas sabem que isso é valorizado pelo professor. O que você acha disso? O CUMPRIDOR DE TAREFAS Segundo os educadores, o bom estudante é o que se esforça para fazer as lições. Eles elogiam os alunos que dão conta das tarefas. O que você acha disso?

5 Refletindo O COMPROMISSADO Para os educadores, o bom professor é o que se compromete com os alunos. Você concorda? O DEMOCRÁTICO O bom gestor, para os educadores, é o que tem uma postura democrática. Você concorda? O que é ser compromissado?O que é ser democrático? É deixar todo mundo fazer o que quer?

6 Conceituando O que é a escola? Pra que ela serve? Qual o seu objetivo? É um centro socializador, epistemológico e profissional que tem como meta a autonomia. O que é disciplina? 1. Ordem que convém ao funcionamento regular duma organização (militar, escolar, etc.); 2. Relações de subordinação do aluno ao mestre ou ao instrutor; 3. Observância de preceitos ou normas; 4. Submissão a um regulamento. O que é indisciplina? Ato contrário à disciplina, desobediência. O que é moral? Conjunto de regras de conduta consideradas como válidas, quer para grupo ou pessoa determinada.

7 Conceituando O que é afetividade? Conjunto de fenômenos psíquicos que se manifestam sob a forma de emoções, sentimentos e paixões, acompanhados sempre da impressão de dor ou prazer, de satisfação ou insatisfação, de agrado ou desagrado, de alegria ou tristeza. Qual a relação entre indisciplina, moral e afetividade? Relação direta, pois, o desenvolvimento sócio-moral e sócio- afetivo afetam diretamente o comportamento. O que é sarcasmo? Zombar, debochar, viciar, corromper. O que é ironia? Sarcasmo, zombaria. Quais as causas da indisciplina na escola e na sala de aula?

8 Entendendo a moral Vídeo 01 – O autogoverno – A resolução de conflitos – A existência de regras Qual a importância dos alunos praticarem o autogoverno? Qual a importância deles resolverem os seus próprios problemas? Qual a importância deles estabelecerem regras? O que esta situação tem a ver com a sala de aula?

9 Entendendo a moral Como se dá o desenvolvimento sócio-moral e afetivo? Em estágios: 1. Anomia – ausência de regras. O indivíduo é regido segundo seus instintos. Criança de 0 a 2 anos. Apesar de encontrarmos alguns adolescentes neste estágio, fruto da ausência de limites; 2. Heteronomia – “hetero” significa outro, diferente e “nomia” significa regra, norma. Sujeição a uma lei exterior ou à vontade de outrem; sujeição da vontade humana a impulsos passionais, inclinações afetivas ou quaisquer outras determinações que não pertençam ao âmbito da legislação estabelecida pela consciência moral de maneira livre. Crianças de 3 a 7 anos. A maioria das pessoas se encontram neste estágio, mesmo adultas; 3. Autonomia – “auto” significa (eu) mesmo, (si) mesmo. Capacidade de governar a si mesmo; capacidade apresentada pela vontade humana de se autodeterminar segundo uma legislação moral por ela mesma estabelecida, livre de qualquer fator estranho ou exógeno, com uma influência subjugante, tal como uma paixão ou uma inclinação afetiva incoercível.

10 Entendendo a moral Pontos importantes: – A punição e a recompensa retiram a criança da anomia; – A punição e a recompensa aprisionam a criança na heteronomia. Por isso a maioria das pessoas se encontram neste estágio de desenvolviment moral, pois, nossa sociedade é baseada em punições e recompensas; – Para se desenvolver a autonomia é necessário ter acesso à autonomia, assim como, para se desenvolver a afetividade tem que se ter acesso ao afeto. Como diminuir a indisciplina? Focando o desenvolvimento da autonomia. Como fazer isso? Sendo um professor democrático. Sabendo dar liberdade e limites. Como eu sou? Dinâmica de grupo e resgate

11 Entendendo a moral Como eu posso ser um professor democrático? Definindo os objetivos e as regras da sala de aula com os alunos. Estimulando-os a tomar as próprias decisões. Fazendo a manutenção das regras estabelecidas. Práticas para a disciplina de um Professor Democrático: – Preocupação em associar os saberes das teorias; – Preocupação em preparar a aula e a lousa; – Ter sempre uma palavra de conforto e em alguns casos firmeza; – Calma e serenidade; – Preocupação com a auto-estima do aluno; – Posicionamento das carteiras depende do método; – Clareza da fala do professor; – Manter-se em movimento; – Conhecimento de mais de uma estratégia pedagógica; – Autoconhecimento; e – Principalmente através do estímulo a resolução de conflitos tendo como base a elaboração de objetivos e regras com o grupo.

12 Atividade Reúna-se em grupo: 1. Pense em práticas de sala de aula que reforçam a heteronomia; 2. Bole práticas de um professor democrático que estimulem a disciplina tendo como meta a autonomia. – Tempo: 20 minutos – Eleja um relator para relatar ao grupão as decisões do seu grupo.

13 Bibliografia KANT, Immanuel. Crítica da razão prática. São Paulo: Martin Claret, PIAGET, Jean. O juízo moral na criança. São Paulo: Sumus, DVD KAMII, Constance. Autonomia. Atta Multimídia. Crianças do Milênio: produzido pela BBC.

14 Fim TRECHO DO POEMA DE EDUARDO ALVES DA COSTA “NO CAMINHO COM MAIAKÓVSKI” Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem; pisam as flores, matam nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz, e, conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E já não podemos dizer nada.


Carregar ppt "DISCIPLINA E INDISCIPLINA SUAS RAÍZES COLÉGIO NACIONAL 2 0 0 8."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google