A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Crise de Identidade.  O que significa a palavra Identidade?  Do latim Identitate= idem, o mesmo  “capacidade de reconhecer-se a si mesmo”

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Crise de Identidade.  O que significa a palavra Identidade?  Do latim Identitate= idem, o mesmo  “capacidade de reconhecer-se a si mesmo”"— Transcrição da apresentação:

1 Crise de Identidade

2  O que significa a palavra Identidade?  Do latim Identitate= idem, o mesmo  “capacidade de reconhecer-se a si mesmo”

3  Quando inicia esse processo de identidade?

4  Octavio Paz diz que todos nós, em algum momento, nos é revelada nossa própria existência como algo particular, intransferível. Essa revelação se situa na fase da adolescência. O descobrimento de nós mesmos se manifesta como um dar-nos conta de que estamos sós. Entre o mundo e nós mesmos se abre uma impalpável, transparente muralha, a da nossa consciência.  O adolescente, vacilante entre a infância e a juventude, fica suspenso um instante frente a infinita riqueza do mundo. O adolescente se assoma ao ser, e seu ser ao pasmo da reflexão. Inclinado sobre o rio de sua consciência, se pergunta se esse rosto que aflora lentamente do fundo, deformado pela água, se pergunta se é seu. A singularidade de ser, pura sensação da criança, se transforma em problema e pergunta se transforma em consciência interrogante.

5  ADOLESCÊNCIA INICIAL:  Inclui a puberdade:  Mulheres de anos;  Homens de anos;  Transformação Brusca: O organismo infantil que exige uma profunda reorganização da personalidade;  Diferenciação Física definitiva entre os sexos  Reestruturação do esquema corporal e a conquista da identidade (problemática Narcisista);  O outro sexo é percebido como perigo>por isso relaciona-se mais com indivíduos do mesmo sexo (formação de grupos);  A família continua a ser o centro da vida, embora comece a desprender-se dela;

6  ADOLESCÊNCIA PROPRIAMENTE DITA:  Período entre 12 a 16 anos;  Estágio no qual se constrói a identidade sexual definitiva e desenvonve-se a identidade pessoal;  O desenvolvimento corporal reduz seu rítmo adquirindo proporções adultas;  Volta-se para o sexo oposto> começa a realizar diversas atividades para se aproximar do outro sexo (bailes, esportes, etc…);

7  Distanciamento afetivo da família- vai deixando de ser o centro da existência da pessoa;  Necessidade de se tornar independente dos pais- atos de rebeldia contra eles e contra autoridades em geral;  Liga-se fortemente ao grupo formado- conforma-se às suas normas e costumes, às exigências de ser leal aos líderes e à ideologia do grupo;  Plano afetivo- período de ambivalências, vacilações e contradições. Confusão e descontrole são frequentes;  Fase de busca de sentido da vida, de questionamentos, indagações, interrogações e de descoberta de valores.

8  ADOLESCÊNCIA FINAL:  É difícil ser situado no tempo>varia muito de acordo com critérios que se adota como mais importantes: a inserção no mundo do trabalho, a separação dos pais, a capacitação profissional;  As principais aquisições da adolescência são geralmente atingidas entre os 16 e os 18 anos;  Fase de consolidação e ensaios de modos de vida e de relacionamento com os demais e também da emancipação;

9  É o período de ESCOLHA e da DECISÃO VOCACIONAL > um dos problemas mais importantes da existência humana, ou seja uma decisão que tem que enfrentar sozinho e que o individualize;  Os ideais próprios da adolescência média, em geral abstratos, tendem a ser substituídos por um ideal concebido de forma singular e concreta

10  Ao analisarmos a crise de identidade, devemos ter presente um fato muito concreto: creio que todos nós, na vida, passamos por uma crise de identidade.  A questão é que ela tem muitas faces e a forma de vivê-las tem como base a simulação,  As pessoas têm sido educadas para simular, para as esconder, para as ocultar. Podemos entender isso como um mecanismo de defesa que pode nos dar segurança para não tocarmos no que realmente é a pessoa. Isso nos desvia o olhar daquilo que somos como pessoa.  Toda a crise de identidade, o que manifesta, no fundo, é a falta de compromisso com aquilo que temos em nossa frente, e que é justamente aquilo que nos ajuda a realizar a tarefa da própria vida.

11  A crise de identidade permeia todos os lados e como estamos habituados à simulação, então tratamos de disfarçar toda essa crise.  Como diz Viktor Frankl:” a crise de identidade é, no fundo, uma falta de sentido. Isso é realidade e não simples palavras, é a manifestação clara de um vazio.”  Infelizmente a resposta nos aterroriza, porque ela está precisamente encadeada a uma ação. Uma ação que por sua vez está implicada num compromisso, quer dizer, à responsabilidade, e com isso já não queremos nos comprometer; então fingimos. Nos encontramos com um vazio. E para cobrirmos esse vazio buscamos distintas maneiras de negá-lo(o mundo das compensações).

12  A crise de identidade não é outra coisa, senão uma crise de irresponsabilidade.  A irresponsabilidade ante aquilo que é meu compromisso com minha própria vida.  A crise de identidade nos leva a perguntar quem sou eu, e quem sou eu nesse lugar.  A crise de identidade surge por uma irresponsabilidade frente a tarefas da própria vida e o medo de dar respostas.  As ações cotidianas constantemente nos colocam enfrentando nossa própria identidade, a de quem somos para realizarmos aquela ação.

13  Enfim... Quando perdemos a capacidade de nos reconhecer...corremos riscos de VIDA!!!


Carregar ppt "Crise de Identidade.  O que significa a palavra Identidade?  Do latim Identitate= idem, o mesmo  “capacidade de reconhecer-se a si mesmo”"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google