A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estilística CSO – Publicidade e Propaganda Material de apoio – 5º semestre Profª Marisa C. de Almeida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estilística CSO – Publicidade e Propaganda Material de apoio – 5º semestre Profª Marisa C. de Almeida."— Transcrição da apresentação:

1 Estilística CSO – Publicidade e Propaganda Material de apoio – 5º semestre Profª Marisa C. de Almeida

2 Estilística - Conjunto de idiossincrasias, de particularidades, de traços individualizadore - “ O estilo é o próprio homem”. (Flaubert) - Define, caracteriza, individualiza autor, época ou gênero.

3 Classificação estilística (W. Schneider) Relação palavra x objeto - conceitual e sensorial - sucinto e abundante - diminutivo e exagerativo - decisivo e vago - baixo e elevado - simples e adornado

4 Relação palavra x palavra - plástico e musical - Incolor e colorido

5 Relação palavra x sistema total de linguagem - oral e escrito - estereotipado e individual

6 Relação palavra x palavra - objetivo e subjetivo

7 Conforme as relações da palavra com o objeto Aqui será importante a relação entre a palavra usada e o objeto (referente). Ampliando o conceito diremos que neste tipo de relação os estilos se classificam conforme as palavras usadas pelo autor para descrever um objeto, narrar um fato ou dissertar sobre uma idéia.

8 1. Conceitual O estilo conceitual caracteriza-se pela tentativa de se estabelecer uma definição, emitir uma opinião acerca de alguma coisa. Aparece muito nas dissertações, porque à medida que se faz uma explanação de idéias, formulam-se conceitos e opiniões. Geralmente, é muito objetivo.

9 Ex. Texto literário “ Qualquer dia podem aparecer comboios de carvão, e sem máquinas nunca mais haveria trabalho nesta aldeia. A culpa não é da fábrica. É de quem faz as guerras e a fome.” in Engrenagem de Soeiro Pereira Gomes Cite um ex. de estilo conceitual, aplicado à uma peça de propaganda”

10 Exercício Utilizando-se do estilo conceitual, defina Arte Contemporânea.

11 2. Sensorial Neste tipo de estilo o autor nos dará sensações do objeto ou de um fato. Teremos impressões sensoriais traduzidas por sinestesias, que aparecem muito no estilo sensorial. Utilizamos este estilo em narrações e descrições.

12 Ex. Texto literário “Era um dia abafadiço e aborrecido. A pobre cidade de São Luiz do Maranhão parecia entorpecida pelo calor. Quase que não se podia sair à rua; as pedras escaldavam, as vidraças e os lampiões faiscavam ao sol como enormes diamantes, as paredes tinham reverberações da prata polida. As folhas das árvores nem se mexiam, as carroças d’água passavam...”Aluísio Azevedo in O Mulato.

13 Exercício Utilizando-se do estilo sensorial, escolha um dos produtos a seguir, e elabore um anúncio para : - Água mineral - Suco de Frutas - Refrigerante

14 Exercício 2 Descreva, em um parágrafo de no máximo 10 linhas a Rua 25 de Março.

15 3. Sucinto O estilo sucinto se caracteriza pela concisão, ou seja, consiste em dizer muito com o mínimo de palavras. No estilo sucinto utiliza-se o mínimo de significantes para um significado e se possível um significante com mais de um significado, para que o conteúdo semântico supere o nível lexical.

16 Texto literário “Convivência gerou intimidade”.”Candura gerou astúcia”. Machado de Assis in A Cartomante.

17 Exercício 1.Quando utiliza-se o estilo sucinto em mensagens de propaganda? Cite dois exemplos. 2. Escolha um partido político e /ou um candidato à prefeitura da Cidade de São Paulo e elabore um slogan criativo

18 4. Abundante Caracteriza-se pelo excesso de detalhes e pormenores que,às vezes, podem ser dispensados.

19 Ex. Texto literário “A flor tem a forma de um junquilho, mas é de uma bela cor de ouro, e aveludada como açucena. Falta- lhe o perfume que é o coração da flor, a sua respiração. A coroa tubular com cinco lóbulos agudos de lança, surge de um cálice que parece de coralina. Cada haste sustenta comumente três cálices dispostos como as aspas de um leque; aí dentro desses cálices formam-se os botões, com pequenas pontas de ouro no seu róseo engaste.” José de Alencar in Sonhos d’ouro vol. I

20 Exercício 1.Você utilizaria o estilo abundante para anunciar que tipo de produto? Justifique sua resposta. 2. Utilizando-se do estilo abundante,elabore um texto para anunciar esse produto

21 5. Diminutivo Nesta categoria temos a atenuação da significação. O autor procura reduzir e abrandar o significado. Ex. “Teus pezinhos misericordiosos que não rastejam no chão, são leves traços estéticos que transformam a razão”. Fagundes Varela in Canção Lógica

22 Exercício 1.Utilizando-se do estilo diminutivo elabore um anúncio para produto voltado ao público infantil. 2. Utilizando-se do estilo diminutivo, elabore um anúncio para uma marca de calçados feminino.

23 6.Exagerativo Neste estilo ultrapassa-se a justa medida, em pensamentos, palavras e ações. As proporções são aumentadas.

24 Exercício 1.Cite exemplos de peças de propaganda que fizeram uso do estilo exagerativo. Explique- as. 2. Elabore um anúncio (produto livre escolha) utilizando o estilo exagerativo.

25 7. Decisivo Enérgico, resoluto, no qual não há dúvida. Exercício !. Cite um exemplo de peça de propaganda, em que se utilizou o estilo decisivo.

26 8. Vago Mal determinado, nebuloso, errante, volúvel, inconstante,indeciso, indefinido, assim se caracteriza o estilo vago. Ex. “ Levantou-se co o passo vagaroso de costume, não aquele vagar arrastado dos preguiçosos, mas um vagar calculado e deduzido um silogismo completo, a premissa antes da conseqüência, a conseqüência antes da conclusão. Um dever amaríssimo”. Machado de Assis in D. Casmurro

27 9. Baixo O estilo baixo é trivial, depreciativo.

28 10. Elevado Sublime, nobre, grande.

29 11. Simples Utiliza-se de linguagem de fácil compreensão. Sem dificuldade. Trata-se de um estilo intuitivo.

30 12. Adornado Enfeitado, ornado, decorado. Utilização de adjetivação.

31 Relação Palavra x Palavra Nas relações existentes entre as palavras há todo um processo gramatical (morfológico, sintático, fonético) ou seja, o referente passa a um segundo plano, pois o importante não será a relação estabelecida entre o (STE)significante e o(SDO) significado, mas sim as relações existentes entre os vários significantes, de modo que todas as alterações no plano concreto do STE serão dados para a diferenciação do estilo.

32 Relação palavra x palavra Nesta relação a linguagem é construída a partir de figuras de palavras, ou seja, a escolha dentro do paradigma e as combinações sintagmáticas. Não se leva em conta o referente, e sim a escolha a combinação. O sintagma passa a ser o nosso ponto de atenção.

33 1. Plástico Estilo que pode ser modelado com os dedos. Reprodução das formas. Ex. “As pedras do chão, esbranquiçadas no lugar de lavagem e em alguns pontos azulados pelo anil, mostravam, uma palidez grisalha e triste, feita de acumulações de espumas secas. (...) Agora, no lugar das bicas, apinhavam-se latas de todos os feitios sobressaindo as de querosene com braço de madeira em cima... Aluízio Azevedo in O Cortiço

34 2. Musical Estilo suave, harmonioso, sons agradáveis ao ouvido. Ex. “Vozes veladas, veludosas vozes Volúpias dos violões, vozes veladas.” Cruz de Souza

35 3. Colorido Estilo que torna brilhante o que se escreve, imaginoso, vivo. Descrição de cena.

36 Incolor Estilo indeciso, que não tem brilho, mortiço. Ex. “Estava fresca a manhã. Em setembro ainda reina o inverno na campanha e nesse dia soprava o minuano, vento glacial, que desce dos Andes.Apesar do sol que dardejava o céu límpido e azul, o frio cortava. José de Alencar in O Viajante.

37 Relação Palavra x sistema total de linguagem Diante do paradigma constituído pelo léxico de uma língua o autor escolhe os elementos e os combina, formando, assim os sintagmas.De acordo com os sintagmas formados teremos os tipos de estilo enquadrados na relação da palavra com o sistema total de linguagem, ou seja, o estilo será diferente conforme os elementos que tenham sido escolhidos e conforme a combinação que tenha sido feita.

38 1. Individual Estilo que é peculiar, caracteriza, ou seja,que individualiza. Ex. A chuva me irritava. Até que um dia Descobri que Maria é que chovia. A chuva era Maria. E cada pingo De Maria ensopava o meu domingo

39 Individual cont. Eu era todo barro sem verdura... Maria, chuvosíssima criatura Não me chovas Maria, mais que o justo Chuvisco de um momento, apenas susto. E chuveirando atroz em meu caminho, O deixava banhado em triste vinho

40 Individual... Chuvadeira Maria, chuvadonha, Chuvinheta, chuvil, plurimedonha. Carlos Drummond de Andrade in Caso Pluvioso

41 2. Estereotipado Converter em formas fixas, inalterável.

42 Relação Palavra x autor Temos todo um léxico disponível e podemos usá-lo, conforme uma série de predisposições, ou seja o autor pode imbuír- se das palavras como pode simplesmente fazer delas o veículo para a expressão de suas idéias.

43 1. Objetivo Relativo ao objeto, ou seja ao referente.

44 2. Subjetivo Vem de dentro. Predomínio da função emotiva.


Carregar ppt "Estilística CSO – Publicidade e Propaganda Material de apoio – 5º semestre Profª Marisa C. de Almeida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google