A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os Produtores Com duração até dezembro de 2014, a moratória contra o desmatamento na Amazônia acordada pelos produtores de soja junto com organizações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os Produtores Com duração até dezembro de 2014, a moratória contra o desmatamento na Amazônia acordada pelos produtores de soja junto com organizações."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Os Produtores Com duração até dezembro de 2014, a moratória contra o desmatamento na Amazônia acordada pelos produtores de soja junto com organizações de defesa do meio ambiente e o governo federal será substituída gradualmente pelas regras do polêmico código florestal sancionado em Com duração até dezembro de 2014, a moratória contra o desmatamento na Amazônia acordada pelos produtores de soja junto com organizações de defesa do meio ambiente e o governo federal será substituída gradualmente pelas regras do polêmico código florestal sancionado em O acordo está vigente desde 2006 e tem pregado tolerância zero em relação ao desmatamento, com a suspensão, compra de soja de produtores que tenham derrubado vegetação nativa a partir do início da moratória. Durante todo este período, o desmatamento na região amazônica caiu de 14,2 mil km² no início da moratória para 4,6 mil km² em O acordo está vigente desde 2006 e tem pregado tolerância zero em relação ao desmatamento, com a suspensão, compra de soja de produtores que tenham derrubado vegetação nativa a partir do início da moratória. Durante todo este período, o desmatamento na região amazônica caiu de 14,2 mil km² no início da moratória para 4,6 mil km² em No entanto, com a aprovação do Novo Código Florestal, o sistema está sendo considerado um "modelo ultrapassado", segundo o gerente de sustentabilidade da Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleo Vegetal), Bernardo Pires. No entanto, com a aprovação do Novo Código Florestal, o sistema está sendo considerado um "modelo ultrapassado", segundo o gerente de sustentabilidade da Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleo Vegetal), Bernardo Pires.

4 A Ponilização Polinização é o ato da transferência de células reprodutivas masculinas (núcleos espermáticos)através dos grãos de pólen que estão localizados nas anteras de uma flor espermatozoides das plantas,o receptor feminino (estigma) de outra flor(da mesma espécie), ou para o seu próprio estigma. Pode-se dizer que a polinização é o ato sexual das plantas espermatófitas, já que é através deste processo que o gameta masculino pode alcançar o gameta feminino e fecundá-lo. Polinização é o ato da transferência de células reprodutivas masculinas (núcleos espermáticos)através dos grãos de pólen que estão localizados nas anteras de uma flor espermatozoides das plantas,o receptor feminino (estigma) de outra flor(da mesma espécie), ou para o seu próprio estigma. Pode-se dizer que a polinização é o ato sexual das plantas espermatófitas, já que é através deste processo que o gameta masculino pode alcançar o gameta feminino e fecundá-lo.pólenflorsexualplantas espermatófitaspólenflorsexualplantas espermatófitas A transferência de pólen pode ser através de fatores bióticos, ou seja, com auxílio de seres vivos, ou abióticos, através de fatores ambientais. Os tipos gerais de polinização são os seguintes: A transferência de pólen pode ser através de fatores bióticos, ou seja, com auxílio de seres vivos, ou abióticos, através de fatores ambientais. Os tipos gerais de polinização são os seguintes:bióticosabióticosbióticosabióticos Flor de Neomarica candida sendo visitada por abelha: polinização entomófila. Flor de Neomarica candida sendo visitada por abelha: polinização entomófila. Anemofilia: através do vento; Anemofilia: através do vento; Anemofiliavento Anemofiliavento Entomofilia: Termo geral para todos os meios de polinização através de insetos, mas é um termo mais usado para polinização efetuada por abelhas, vespas e moscas; Entomofilia: Termo geral para todos os meios de polinização através de insetos, mas é um termo mais usado para polinização efetuada por abelhas, vespas e moscas; Entomofiliainsetosabelhasvespasmoscas Entomofiliainsetosabelhasvespasmoscas Cantarofilia: com auxílio de besouros; Cantarofilia: com auxílio de besouros; Cantarofiliabesouros Cantarofiliabesouros Psicofilia: efetuada por borboletas; Psicofilia: efetuada por borboletas; Psicofiliaborboletas Psicofiliaborboletas Falenofilia: através de mariposas; Falenofilia: através de mariposas; Falenofiliamariposas Falenofiliamariposas Ornitofilia: polinização feita por aves; Ornitofilia: polinização feita por aves;aves Hidrofilia: através da água; Hidrofilia: através da água;água Artificial: através do homem; Artificial: através do homem;homem Quiropterofilia:polinização feita por morcegos; Quiropterofilia:polinização feita por morcegos;

5 Como vivem as abelhas ? Toda colmeia possui uma abelha rainha. Ela é muito fértil e chega a botar mais de mil ovos por dia. A abelha rainha é a responsável pela reprodução. Ela pode viver até 5 anos, enquanto uma abelha operária vive apenas dois meses, em média. As abelhas são responsáveis pela polinização das plantas. Ao buscar seu alimento nas flores, levam junto ao corpo o pólen para outras plantas, possibilitando assim a reprodução das mesmas. Numa colmeia, as abelhas possuem uma hierarquia: as operárias trabalham para trazer o alimento (pólen e néctar), vigiar, limpar e cuidar das larvas. Toda colmeia possui uma abelha rainha. Ela é muito fértil e chega a botar mais de mil ovos por dia. A abelha rainha é a responsável pela reprodução. Ela pode viver até 5 anos, enquanto uma abelha operária vive apenas dois meses, em média. As abelhas são responsáveis pela polinização das plantas. Ao buscar seu alimento nas flores, levam junto ao corpo o pólen para outras plantas, possibilitando assim a reprodução das mesmas. Numa colmeia, as abelhas possuem uma hierarquia: as operárias trabalham para trazer o alimento (pólen e néctar), vigiar, limpar e cuidar das larvas. Os zangões (em pouca quantidade) têm a função exclusiva de fazer o acasalamento com a rainha e garantir a reprodução. Já a abelha rainha é a responsável exclusivamente pela reprodução. Quando nascem duas abelhas rainhas, em uma única colmeia, elas lutam até a morte para ver quem assumirá a exclusiva missão de garantir a reprodução da colônia. O principal alimento das abelhas é o néctar produzido pelas plantas e encontrado em diversas espécies de flores. As abelhas possuem cinco olhos: dois maiores na frente e três menores no topo da cabeça. Possuem também antenas sensíveis, dois pares de asas e uma língua para sugar o néctar das flores. Uma colmeia de tamanho médio pode abrigar até 60 mil abelhas. As abelhas produzem o mel dentro da colmeia para servir de alimento. A geleia real também é produzida e serve de alimento para a abelha rainha Os zangões (em pouca quantidade) têm a função exclusiva de fazer o acasalamento com a rainha e garantir a reprodução. Já a abelha rainha é a responsável exclusivamente pela reprodução. Quando nascem duas abelhas rainhas, em uma única colmeia, elas lutam até a morte para ver quem assumirá a exclusiva missão de garantir a reprodução da colônia. O principal alimento das abelhas é o néctar produzido pelas plantas e encontrado em diversas espécies de flores. As abelhas possuem cinco olhos: dois maiores na frente e três menores no topo da cabeça. Possuem também antenas sensíveis, dois pares de asas e uma língua para sugar o néctar das flores. Uma colmeia de tamanho médio pode abrigar até 60 mil abelhas. As abelhas produzem o mel dentro da colmeia para servir de alimento. A geleia real também é produzida e serve de alimento para a abelha rainha

6 De que maneira fabricam o mel ? São Paulo – Desde agosto, os apicultores da pequena cidade francesa de Ribeauville, na região da Alsácia, têm se deparado com algo insusitado: as abelhas estão produzindo mel nas cores azul e verde. Alarmados, os produtores iniciaram uma investigação que os conduziu conduz para um único lugar: uma fábrica de processamento de resíduos da produção de M&Ms. São Paulo – Desde agosto, os apicultores da pequena cidade francesa de Ribeauville, na região da Alsácia, têm se deparado com algo insusitado: as abelhas estão produzindo mel nas cores azul e verde. Alarmados, os produtores iniciaram uma investigação que os conduziu conduz para um único lugar: uma fábrica de processamento de resíduos da produção de M&Ms. Localizada a cerca de quatro quilômetros do apiário, próximo da área onde as abelhas coolhem néctar, a fábrica converte os resíduos da guloseima de chocolate em biogás. De acordo com a agência Reuters, as abelhas teriam encontrado nas casquinhas multicoloridas e açucaradas uma fonte de alimento, o que explica a coloração final do mel. Localizada a cerca de quatro quilômetros do apiário, próximo da área onde as abelhas coolhem néctar, a fábrica converte os resíduos da guloseima de chocolate em biogás. De acordo com a agência Reuters, as abelhas teriam encontrado nas casquinhas multicoloridas e açucaradas uma fonte de alimento, o que explica a coloração final do mel. meio ambiente meio ambiente meio ambiente meio ambiente Em nota enviada ao sindicato de apicultores e publicada pelo jornal francês Le Monde, a empresa Agrivalor, que opera a usina de biogás, diz que as instalações da fábrica seguem critérios consistentes com a autorização de funcionamento emitida pela prefeitura local e que nunca “imaginou que a presença de sub-produtos açucarados dentro dos limites da fábrica afetaria de alguma forma a produção das colmeias". Em nota enviada ao sindicato de apicultores e publicada pelo jornal francês Le Monde, a empresa Agrivalor, que opera a usina de biogás, diz que as instalações da fábrica seguem critérios consistentes com a autorização de funcionamento emitida pela prefeitura local e que nunca “imaginou que a presença de sub-produtos açucarados dentro dos limites da fábrica afetaria de alguma forma a produção das colmeias".

7 A defesa da abelha As abelhas estavam em uma fábrica de sucos desativada e os moradores da vizinhança relataram que já havia acontecido outros ataques antes. A equipe de retirada optou pelo horário da noite em função dos hábitos da espécie, menos agressiva neste período. Ainda assim, foi pedido que os vizinhos fechassem portas e janelas. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, em 2013 já houve 284 casos de ataques de abelhas na região de Piracicaba (SP). No ano passado inteiro foram 218, o que representa um crescimento de 30%. As abelhas estavam em uma fábrica de sucos desativada e os moradores da vizinhança relataram que já havia acontecido outros ataques antes. A equipe de retirada optou pelo horário da noite em função dos hábitos da espécie, menos agressiva neste período. Ainda assim, foi pedido que os vizinhos fechassem portas e janelas. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, em 2013 já houve 284 casos de ataques de abelhas na região de Piracicaba (SP). No ano passado inteiro foram 218, o que representa um crescimento de 30%.Piracicaba

8 A colmeia As abelhas utilizam a colmeia para abrigar sua progenitura, criá-las e estocar o mel. As abelhas domesticadas têm suas colmeias construídas em apiários. Uma colmeia geralmente possui 80 mil abelhas, cuja maioria são fêmeas (operárias). O número de fêmeas em relação aos machos é dado através do número de ouro (divina proporção). Nas colmeias são geradas diversas larvas, que são alimentadas pelas abelhas operárias de maneira igual. Quando uma rainha está para morrer, essas operárias escolhem entre as larvas mais fortes uma nova rainha, e esta, por sua vez, começa a ser alimentada de uma forma especial para se desenvolver mais que as outras até se tornar uma nova rainha. As abelhas utilizam a colmeia para abrigar sua progenitura, criá-las e estocar o mel. As abelhas domesticadas têm suas colmeias construídas em apiários. Uma colmeia geralmente possui 80 mil abelhas, cuja maioria são fêmeas (operárias). O número de fêmeas em relação aos machos é dado através do número de ouro (divina proporção). Nas colmeias são geradas diversas larvas, que são alimentadas pelas abelhas operárias de maneira igual. Quando uma rainha está para morrer, essas operárias escolhem entre as larvas mais fortes uma nova rainha, e esta, por sua vez, começa a ser alimentada de uma forma especial para se desenvolver mais que as outras até se tornar uma nova rainha.progenituramelapiários número de ouroprogenituramelapiários número de ouro Na colmeia é preceptível a organização. O trabalho é feito por abelhas fêmeas estéreis, chamadas de operárias. Elas procuram alimento(o néctar e o pólen das flores),constroem, limpam e defendem a colmeia. São as operárias que produzem a cera, usada na construção da colmeia. A rainha é a única fêmea fértil da colmeia, isso ocorre em função de que por ser alimentada pela geleia real cresce e desenvolve o aparelho reprodutivo, ou seja, as demais são estéreis por atrofia. A rainha põe cerca de mil ovos por dia e vive de cinco a dez anos. Os zangões, que são os machos possuem a única função de fecundação da rainha, após isso morrem. Na colmeia é preceptível a organização. O trabalho é feito por abelhas fêmeas estéreis, chamadas de operárias. Elas procuram alimento(o néctar e o pólen das flores),constroem, limpam e defendem a colmeia. São as operárias que produzem a cera, usada na construção da colmeia. A rainha é a única fêmea fértil da colmeia, isso ocorre em função de que por ser alimentada pela geleia real cresce e desenvolve o aparelho reprodutivo, ou seja, as demais são estéreis por atrofia. A rainha põe cerca de mil ovos por dia e vive de cinco a dez anos. Os zangões, que são os machos possuem a única função de fecundação da rainha, após isso morrem.

9 Porque o mel e benéfico a saúde ? Tua Saúde » Beleza e Cosmética » Benefícios do Mel Tua Saúde » Beleza e Cosmética » Benefícios do Mel Tua SaúdeBeleza e Cosmética Tua SaúdeBeleza e Cosmética Benefícios do Mel Benefícios do Mel Tweetar Tweetar Tweetar publicidade publicidade Os benefícios do mel envolvem o fortalecimentos do sistema imune, auxiliar no processo de digestão e também atuar no melhorando e funcionamento do intestino porque tem enzimas que estimulam os movimentos intestinais. Os benefícios do mel envolvem o fortalecimentos do sistema imune, auxiliar no processo de digestão e também atuar no melhorando e funcionamento do intestino porque tem enzimas que estimulam os movimentos intestinais. O mel é o único alimento doce que contém proteínas e sais minerais como potássio e magnésio que são importantes para a saúde. O mel é um alimento considerado anti-séptico, antioxidante, anti-reumático, bactericida, diurético, digestivo, expectorante e calmante. O mel é o único alimento doce que contém proteínas e sais minerais como potássio e magnésio que são importantes para a saúde. O mel é um alimento considerado anti-séptico, antioxidante, anti-reumático, bactericida, diurético, digestivo, expectorante e calmante.

10 O que podemos fazer com o mel ? Mel é uma delícia para adoçar as refeições, é uma ótima fonte de energia, mas também pode fazer bem para outros problemas de saúde, como por exemplo, a tosse. Mel é uma delícia para adoçar as refeições, é uma ótima fonte de energia, mas também pode fazer bem para outros problemas de saúde, como por exemplo, a tosse. Como explicou a otorrinolaringologista Tanit Sanchez no Bem Estar desta sexta-feira (1), usar o alimento contra a tosse não é um mito: ele realmente funciona, principalmente se a tosse for mais seca. Isso acontece porque o mel consegue proteger as mucosas da garganta e melhorar a irritação. Como explicou a otorrinolaringologista Tanit Sanchez no Bem Estar desta sexta-feira (1), usar o alimento contra a tosse não é um mito: ele realmente funciona, principalmente se a tosse for mais seca. Isso acontece porque o mel consegue proteger as mucosas da garganta e melhorar a irritação. No caso da tosse causada por doenças respiratórias agudas, a combinação do mel com o abacaxi é ainda mais eficiente por causa da bromelina, substância derivada da fruta (veja no fim da página uma receita de suco que alivia a tosse). Além disso, um estudo feito com crianças comprovou que o mel pode ser eficaz também na melhora do sono de pessoas que têm gripe porque ajuda a reduzir a inflamação e o inchaço na garganta. No caso da tosse causada por doenças respiratórias agudas, a combinação do mel com o abacaxi é ainda mais eficiente por causa da bromelina, substância derivada da fruta (veja no fim da página uma receita de suco que alivia a tosse). Além disso, um estudo feito com crianças comprovou que o mel pode ser eficaz também na melhora do sono de pessoas que têm gripe porque ajuda a reduzir a inflamação e o inchaço na garganta.

11 Quem cuida das abelhas Exemplo: As formigas cuidam e protegem os pulgões para obter o açúcar deles. Exemplo: As formigas cuidam e protegem os pulgões para obter o açúcar deles. Os pulgões são pequenos insetos parasitas de plantas que passam a maior parte do tempo parados, sugando a seiva açucarada que circula pelos vasos liberianos das plantas. A seiva elaborada pelas plantas possui uma pequena quantidade de aminoácidos mas uma grande quantidade do açúcar glicose, assim para obter a quantidade de aminoácidos que necessitam para formar as suas próprias proteínas, os pulgões precisam sugar uma quantidade exagerada de seiva açucarada de forma que esse excesso de açúcar ingerido precisa ser excretado. As formigas lambem todo esse açúcar que fica saindo constantemente do abdome dos pulgões e assim os mantendo sempre limpos e protegidos. As formigas protegem os pulgões de eventuais predadores como por exemplo as joaninhas que são predadores que gostam de caçar e comer os pulgões. Por outro lado o açúcar é um importante alimento para as formigas então elas se associam a esses pulgões produtores de açúcar escravizando-os. As formigas inclusive tratam e protegem os filhotes dos pulgões, cuidam deles, levam eles de um lado para outro para protegê- los em locais mais seguros nos caules das plantas levando-os inclusive para dentro do próprio formigueiro delas onde os instalam junto a raízes de plantas vivas e esses pulgões passam a sugar essas raízes fornecendo açúcar para as formigas até mesmo debaixo da terra, dentro dos formigueiros delas. O esclavagismo consiste numa relação onde o esclavagista sempre cuida e protege os seres que foram por ele escravizados e nesse exemplo embora exista protocooperação a relação é considerada desarmônica devido a dependência que os pulgões passaram a ter das formigas. Na protocooperação um sócio não depende do outro para sobreviver mas, nesse caso se as formigas abandonassem os pulgões eles não conseguiriam se defender das joaninhas, seriam todos eles devorados e a espécie deles seria extinta Os pulgões são pequenos insetos parasitas de plantas que passam a maior parte do tempo parados, sugando a seiva açucarada que circula pelos vasos liberianos das plantas. A seiva elaborada pelas plantas possui uma pequena quantidade de aminoácidos mas uma grande quantidade do açúcar glicose, assim para obter a quantidade de aminoácidos que necessitam para formar as suas próprias proteínas, os pulgões precisam sugar uma quantidade exagerada de seiva açucarada de forma que esse excesso de açúcar ingerido precisa ser excretado. As formigas lambem todo esse açúcar que fica saindo constantemente do abdome dos pulgões e assim os mantendo sempre limpos e protegidos. As formigas protegem os pulgões de eventuais predadores como por exemplo as joaninhas que são predadores que gostam de caçar e comer os pulgões. Por outro lado o açúcar é um importante alimento para as formigas então elas se associam a esses pulgões produtores de açúcar escravizando-os. As formigas inclusive tratam e protegem os filhotes dos pulgões, cuidam deles, levam eles de um lado para outro para protegê- los em locais mais seguros nos caules das plantas levando-os inclusive para dentro do próprio formigueiro delas onde os instalam junto a raízes de plantas vivas e esses pulgões passam a sugar essas raízes fornecendo açúcar para as formigas até mesmo debaixo da terra, dentro dos formigueiros delas. O esclavagismo consiste numa relação onde o esclavagista sempre cuida e protege os seres que foram por ele escravizados e nesse exemplo embora exista protocooperação a relação é considerada desarmônica devido a dependência que os pulgões passaram a ter das formigas. Na protocooperação um sócio não depende do outro para sobreviver mas, nesse caso se as formigas abandonassem os pulgões eles não conseguiriam se defender das joaninhas, seriam todos eles devorados e a espécie deles seria extinta

12 Mensagens Hoje, entra em cartaz nos cinemas de todo o país, o filme “Flores Raras” – dirigido por Bruno Barro. Ele conta a história do amor lésbico entre a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (Glória Pires) e a escritora norte-americana Elizabeth Bishop (Miranda Otto), ganhadora do Prêmio Pulitzer de Ambas as mulheres frequentaram a elite carioca dos anos 50. Hoje, entra em cartaz nos cinemas de todo o país, o filme “Flores Raras” – dirigido por Bruno Barro. Ele conta a história do amor lésbico entre a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (Glória Pires) e a escritora norte-americana Elizabeth Bishop (Miranda Otto), ganhadora do Prêmio Pulitzer de Ambas as mulheres frequentaram a elite carioca dos anos 50. O diferencial do filme é que ele foge dos roteiros estereotipados de películas cinematográficas do gênero LGBT, ou seja, sem crises existências, brigas famílias e/ou preconceitos. O foco do enredo é no amor permeado por um longo caminho de aprendizado humano e perdas. O diferencial do filme é que ele foge dos roteiros estereotipados de películas cinematográficas do gênero LGBT, ou seja, sem crises existências, brigas famílias e/ou preconceitos. O foco do enredo é no amor permeado por um longo caminho de aprendizado humano e perdas.O foco do enredoO foco do enredo Esse texto apresenta as informações transmitidas aos jornalistas na cabine e entrevista com o elenco, realizado no começo desse mês, em São Paulo. Esse texto apresenta as informações transmitidas aos jornalistas na cabine e entrevista com o elenco, realizado no começo desse mês, em São Paulo.


Carregar ppt "Os Produtores Com duração até dezembro de 2014, a moratória contra o desmatamento na Amazônia acordada pelos produtores de soja junto com organizações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google