A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMA DE COLETA SELETIVA NO MUNICIPIO DE DIAMANTE D´OESTE - PR 1- MAURI SCHNEIDER 2 - Angela B. Tischner 3 - Everli M. Moers 1 - Biológo, Linha Ecológica/Lindeiros.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMA DE COLETA SELETIVA NO MUNICIPIO DE DIAMANTE D´OESTE - PR 1- MAURI SCHNEIDER 2 - Angela B. Tischner 3 - Everli M. Moers 1 - Biológo, Linha Ecológica/Lindeiros."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMA DE COLETA SELETIVA NO MUNICIPIO DE DIAMANTE D´OESTE - PR 1- MAURI SCHNEIDER 2 - Angela B. Tischner 3 - Everli M. Moers 1 - Biológo, Linha Ecológica/Lindeiros. 2 - Acadêmica C. Biológicas, UNIOESTE/ Extensão Santa Helena - PR. 3 - Acadêmica C. Biológicas, UNIOESTE/Extensão Santa Helena - PR. INTRODUÇÃO: O presente trabalho de coleta seletiva teve a participação de todos os setores da sociedade, pois a maioria dos problemas ambientais já fazia parte das preocupações dos nossos antepassados. Segundo VIEIRA, (1997) o homem impulsionadopor avanços tecnológicos, permitiu uma maior exploração dos recursos naturais e ampliou a sua capacidade de produzir alterações ao ambiente, conseqüência disso um aumento no consumo de materiais descartáveis, proporcionando um maior desequilíbrio ambiental em um ecossistema, Confirma (DIAS et all, 2001). OBJETIVOS: Implantação da coleta seletiva; Formar e capacitar um grupo de agentes ambientais no município para a conscientização e sensibilização da população urbana; Dar uma destinação correta ao resíduos sólidos; Separar os materiais recicláveis (Papel, Vidro, Metal e Plástico) dos dejetos orgânicos (resto de comida, papel higiênico, fraudas, entre outros); Operacionalizar o aterro sanitário dentro das normas estabelecidas pelos órgãos ambientais; Prolongar a vida útil do aterro sanitário; Reaproveitar matérias primas; Melhorar a saúde publica; Produzir composto orgânico; METODOLOGIA: Durante as atividades de implantação do sistema de coleta seletiva dos resíduos sólidos, aconteceram vários segmentos de trabalhados em diversas etapas como: Construção do aterro sanitário; Reunião com equipe de trabalho para definir estratégias de ação da implantação do sistema de coleta seletiva; Lançamento do projeto no Fórum Regional de Educação Ambiental no município de Diamante DOeste que possuem os seguintes temas: lixo, flora, fauna, água, poluição, índio e solo; Formação e capacitação de um grupo de agentes ecológicos no município, sendo jovens estudantes do ensino fundamental e médio; Elaboração do programa limpe, plante e cuide em mil e duzentos calendários, sobre o sistema da coleta seletiva municipal, distribuído e explicado pelos agentes ambientais para todas as famílias das residências urbanas; Construção de tambores comunitários fixos para o lixo reciclável; Edição de uma fita de vídeo da realidade local; Treinamento com professores municipais e estaduais, para o trabalho em sala de aula com alunos; Visita e palestra no aterro sanitário com alunos municipais e estaduais, secretaria do lar, donas de casas e grupo da terceira idade; Treinamento com todas as secretarias municipais, vereadores e associação comercial RESULTADOS E DISCUSSÕES: O projeto esta sendo avaliado constantemente, principalmente em relação à conscientização, sensibilização e mobilização das pessoas envolvidas na produção de lixo. Observado em relatórios as avaliações dos índices de consumo e coleta seletiva lixo reciclável antes da implantação e depois, chegamos nos seguintes resultados: Conscientização da população na importância da coleta seletiva; Menor quantidade de lixo reciclável na vala orgânica; Destinação adequada dos resíduos sólidos; Implantação da coleta de recicláveis na área rural; Melhor qualidade de vida a população; Renda na comercialização dos materiais recicláveis para algumas famílias de catadores; O controle do chorume que antes escoria com a água das chuvas contaminando os recursos naturais. CONCLUSÃO: Através do trabalho de coleta seletiva, iniciou-se uma serie de iniciativas ambientais, sociais e fortalecimento de um grupo unido com os mesmos ideais, o bem estar social e ambiental das presentes e futuras gerações. A busca de uma sociedade organizada, com qualidade de vivências, foi observada na avaliação de diagnóstico aplicado, concluindo que quanto menor a renda familiar, menos lixo gera e mais se recicla, ao contrario das residências consumistas, que além de maior fluxo de produtos, menos reciclam. Na segunda avaliação, que foi aplicada seis meses depois, percebeu-se uma participação maior da família, na separação dos materiais recicláveis, como mostra o gráfico, este veio pela fortificação do conhecimento, através de visitas feitas pelas donas de casas e secretarias do lar no aterro sanitário, onde acontece a separação e a destinação final, de um processo que se inicia desde a compra feita por cada um e qual é a preocupação de comprar produtos que geram menos impacto. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: DIAS, Genebaldo Freire, Educação Ambiental: princípios e práticas. 7. ed. São Paulo : Gaia, GUIMARÃES, M. A dimensão ambiental na educação. Campinas, Papirus, MARTINS, Fernando. Aterro malcheiroso incomoda na CIC. Gazeta do Povo. Clipping disponibilizado via Sistema Notes entre as instituições públicas estaduais - Paraná. Coletiva - SEMA - Comunicação Social/SEMA/PR.GOV.BR. Quinta-feira, 22 de janeiro de MUNICÍPIO DE DIAMANTE DOESTE. Progama plante, limpe e cuide. Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. Calendário distribuído à população, 2003, s.r.b. VIEIRA, P. F. e WEBER, J. (org.) Gestão de Recursos Naturais Renováveis e Desenvolvimento: novos desafios para a pesquisa ambiental: Cortez, Fonte: Dados obtidos através da aplicação de questionário em 158 residências da área urbana do Município de Diamante dOeste, Paraná, durante o mês de julho de 2003.


Carregar ppt "SISTEMA DE COLETA SELETIVA NO MUNICIPIO DE DIAMANTE D´OESTE - PR 1- MAURI SCHNEIDER 2 - Angela B. Tischner 3 - Everli M. Moers 1 - Biológo, Linha Ecológica/Lindeiros."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google