A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

 CONTEXTUALIZAÇÃO ( P )  IMPLANTAÇÃO - EXECUÇÃO PROJETO ( D )  SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO ( C )  RESULTADOS ( A )  DIFICULDADES SUMÁRIO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: " CONTEXTUALIZAÇÃO ( P )  IMPLANTAÇÃO - EXECUÇÃO PROJETO ( D )  SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO ( C )  RESULTADOS ( A )  DIFICULDADES SUMÁRIO."— Transcrição da apresentação:

1

2  CONTEXTUALIZAÇÃO ( P )  IMPLANTAÇÃO - EXECUÇÃO PROJETO ( D )  SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO ( C )  RESULTADOS ( A )  DIFICULDADES SUMÁRIO

3 CONTEXTUALIZAÇÃO (P)

4 OBJETIVOS DE GOVERNO ASSEGURAR O EQUILÍBRIO FISCAL PROMOVER O DESENVOLVIMENTO PARA A CIDADANIA TRANSFORMAR MATO GROSSO EM IM PORTANTE POLO AGROINDUSTRIAL ASSEGURAR A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DO ESTADO PROMOVER A INTEGRAÇÃO REGIONAL E INTERNACIONAL PLANO ESTRATÉGICO DO ESTADO CONTEXTUALIZAÇÃO (P)

5 DESEQUILÍBRIO FISCAL DESEQUILÍBRIO FISCAL DIAGNÓSTICO (P)

6  Gestão l Foco nos meios l Ausência de planejamento l Ausência de sistemas de indicadores para avaliação dos resultados l Falta de informações gerenciais e política de Recursos Humanos l Gestão fragmentada entre os órgãos do Estado l Escassez e obsolescência de recursos tecnológicos  Estrutura organizacional departamentalizada e organizada por tarefas  Trabalho individualizado centrado na chefia DIAGNÓSTICO (P)

7 MODELO BUROCRÁTICO ESCASSEZ DE RECURSOS AUMENTAR RECURSOS MODELO GERENCIAL LIMITE DE RECURSOS SABER PRIORIZAR DESAFIO (P) DESAFIO (P) MUDANÇA DE PARADIGMA

8 Orientada para as necessidades e perspectivas do cliente Auto-referente, ou seja, concentra-se nas próprias necessidades e perspectivas Concentra-se no processo; em definir procedimentos para a contratação de pessoal, para a compra de bens e serviços, etc. Orientada para a obtenção de resultados Elevado grau de desconfiança dos políticos e funcionários públicos Pressupõe que os políticos e funcionários públicos são merecedores de grau limitado de confiança ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BUROCRÁTICA BUROCRÁTICA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GERENCIAL GERENCIAL DIFERENÇAS BÁSICAS (P)

9 ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA BUROCRÁTICA BUROCRÁTICA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA GERENCIAL Estratégia: descentralização, incentivo a criatividade e a inovação, delegação de autoridade e de responsabilidade ao gestor público. Estratégia: concentração, inflexibilidade de regras e procedimentos previamente definidos, ausência de delegação de responsabilidade ao gestor público. Rígido controle sobre o desempenho, através de Contratos de Gestão Controles são preventivos, vêm a priori. Pois, entende que punir os desvios é sempre difícil. Ações têm objetivos e metas, traduzidos em indicadores de desempenho. Ações não tem objetivos claros, por isso é mais fácil controlar os procedimentos. DIFERENÇAS BÁSICAS (P)

10 MÉTODO PDCA

11 IMPLANTAÇÃO - EXECUÇÃO (D)

12  Planejamento Estratégico da SEFAZ  Projeto de Modernização da Administração Fiscal  Integração de órgãos do Estado com a Administração Fiscal SEFAZ, SAD, SEPLAN, AGE, PGE, MP e TCE Tribunal de Justiça HISTÓRICO (D)

13  Garantir a receita pública  Garantir a receita pública por meio da modernização da gestão fazendária, do fortalecimento da consciência fiscal e da valorização das pessoas, visando a qualidade nos serviços públicos promovendo a justiça fiscal  Promover o equilíbrio fiscal  Promover o equilíbrio fiscal e a melhoria contínua da qualidade dos gastos públicos, implantando o modelo de administração financeira através da gestão de um processo único que integre as secretarias instrumentais do Estado OBJETIVOS DO PROJETO DA ADMINISTRAÇÃO FISCAL (D)

14 Secretário de Estado de Fazenda / MT Coordenador Geral da UCE Subcoordenador Técnico Tributário Subcoordenador Técnico Financeiro Subcoordenador Adm. Financeiro Coordenador Executivo do M.P. Coordenador Executivo da P. G. E. Coordenador Executivo Tributário Componentes Atividades Componentes Atividades Componentes Atividades Coordenador Executivo M.P. Coordenador Executivo T.C.E. Componentes Atividades Componentes Atividades Coordenador Executivo SEFAZ, SEPLAN SAD E AUDITORIA Componentes Atividades UCP - Unidade de Coordenação do Programa Nível Estratégico Nível Tático Nível Operacional ORGANOGRAMA DA UCE (D)

15 ORGANOGRAMA DA SEFAZ (D)

16 ESTRATÉGICOESTRATÉGICO NÍVELNÍVEL TÁTICOTÁTICO MEDIDA META INFORMAÇÕES Planejamento Estratégico do Governo OBJETIVOS DA SEFAZ Valores Missão Visão O P E R A C I O N A L MEDIDA META ANUAL (PTA) META PPA META ANUAL( PTA) PLANO DE AÇÃO META PPA GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES (D)

17 SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO (C)

18 COORDENADOR EXECUTIVO COM COORDENADOR DE COMPONENTE SECRETÁRIOS COM UCE UCE COM COORDENADOR EXECUTIVO COORDENADOR DE COMPONENTE COM RESPONSÁVEL PELA ATIVIDADE RESPONSÁVEL PELA ATIVIDADE COM EQUIPE EXECUTORA MENSAL QUINZENAL SEMANAL SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO (C) Reunião

19  Indicadores de execução mensal  Indicadores de Impacto  Relatório de Não-Conformidade Mensal  Relatório de Reflexão Trimestral  Relatório Semestral de Progresso  Acompanhamento físico e financeiro dos Projetos (SGR,SAFE, MS Project)  Questionário Anual de Levantamento de Dados INSTRUMENTOS DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO (C)

20 RESULTADOS (A)

21 RESULTADOS (Bens ou Serviços) Gerenciar Para Melhorar P DC A Gerenciar Para Manter S DC A Gerenciamento da Rotina Gerenciar Para Melhorar P DC A Gerenciamento pelas Diretrizes Gerenciar Para Melhorar P DC A Formulação Estratégica METAS SISTEMA DE GESTÃO DA SEFAZ (A)

22 SISTEMA DE GESTÃO DO ESTADO (A) PADRONIZAÇÃO ESTRUTURAÇÃO ESTRUTURAÇÃOORGANIZACIONAL PESSOAS RESULTADO AVALIAÇÃO INFORMAÇÕES INFORMAÇÕES GESTÃO DE PROCESSOS (DIÁRIAMENTE) (GERENCIAMENTO DA ROTINA) SISTEMA OPERATIVO DA GESTÃO PPA ( 4 ANOS) (FORMULAÇÃO ESTRATÉGICA) PTA ( ANUAL) (GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES) GESTÃO DE PLANEJAMENTO

23  Monitorar o desenvolvimento da gestão fazendária avaliando seu grau de internalização dos conceitos e princípios da qualidade  A avaliação serve para quantificar os avanços da gestão e para orientar o caminho a seguir AVALIAÇÃO DA GESTÃO DA SEFAZ (A)

24 PREVISÃO/REALIZAÇÃO PREVISÃO REALIZADO ,3 PONTUAÇÃO MÁXIMA Categoria (PQSP): Empresas Públicas e Sociedade de Economia Mista PREMIAÇÃO PQGF - FAIXA BRONZE Secretaria de Estado de Saúde / RJCorreios Santa Catarina Média: 400 pontos RESULTADOS DA AVALIAÇÃO DA GESTÃO (A) 7 - RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Liderança 2 Planejamento Estratégico 3 Foco no Cliente 6 Gestão de Processos 4 Informação e Análise 5 Gestão de Pessoas Critérios de Avaliação

25 DIFICULDADES

26  Na implantação e acompanhamento  Na implantação e acompanhamento: l inexperiência da Instituição em gerenciamento de projetos l falta de envolvimento dos executores na elaboração do projeto l falta de cultura para execução das tarefas estabelecidas no plano de ação l sentimento de concorrência das atividades do projeto com a rotina e as ações do planejamento estratégico l alta rotatividade das equipes envolvidas no projetoDIFICULDADES

27 DIFICULDADES  Na implantação e acompanhamento  Na implantação e acompanhamento: l falta de clareza de que o projeto financia as ações estratégicas da organização l inexistência de uma política de aquisições l demora na especificação técnica dos recursos l ausência de procedimentos operacionais padronizados l trabalhar com apenas uma comissão de licitação

28 DIFICULDADES  Na implantação e acompanhamento  Na implantação e acompanhamento: l ausência de integração do acompanhamento físico x financeiro l demora na definição das atribuições dos envolvidos na execução do projeto l demora na definição de uma sistemática de acompanhamento do projeto l demora em desenvolver um programa de capacitação que considerasse a formação profissional (perfil do servidor fazendário)

29 DIFICULDADES  Na avaliação  Na avaliação: l impossibilidade de estabelecer um comparativo entre a situação inicial (marco zero) e a atual l falta de cultura de medição dos indicadores de execução e de impacto

30 Coordenador: Maurício Magalhães Faria Júnior Subcoordenadora Técnica Tributária: Marli Dambros Subcoordenadora Técnica Financeira: Luciana Ibrahim Leite Subcoordenador Adm. Financeiro: Otarci Nunes da Rosa Fones: Fax:site:


Carregar ppt " CONTEXTUALIZAÇÃO ( P )  IMPLANTAÇÃO - EXECUÇÃO PROJETO ( D )  SISTEMÁTICA DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO ( C )  RESULTADOS ( A )  DIFICULDADES SUMÁRIO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google