A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INSTRUMENTO PARA AUTO-AVALIAÇÃO DE GESTÃO DE 1000 PONTOS Modelo Excelência de Gestão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INSTRUMENTO PARA AUTO-AVALIAÇÃO DE GESTÃO DE 1000 PONTOS Modelo Excelência de Gestão."— Transcrição da apresentação:

1 INSTRUMENTO PARA AUTO-AVALIAÇÃO DE GESTÃO DE 1000 PONTOS Modelo Excelência de Gestão

2 Componentes do grupo Ana Carolina Lima: A128BD-2 Heliane Soares: T989AJ-1 Carlos André Nery: A14HIE-3 Carlos Eduardo Soares: A Dayane Fernandes: A131EJ-4 Gabriela de Oliveira: A04DBA-0 Gustavo Leão: João Guilherme: A0186C7 Kathia Priscila Neves: A17EJJ-9 Mardônio Gomes: A313II-6 Mayra Antunes: A17FI-8 Patrícia Rodrigues: A Renata Reis: A15BCH-1

3 Avaliação de 1000 Pontos Bases: Princípios constitucionais da administração pública; Fundamentos da excelência gerencial de padrão internacional; Objetivo Geral: Guiar as organizações públicas e privadas em busca de transformação gerencial rumo à excelência e a padrões elevados de desempenho e de qualidade em gestão; Objetivos Específicos: Aumentar a eficiência, a eficácia e a efetividade das ações executadas; Avaliar, comparativamente, o desempenho entre as organizações brasileiras e estrangeiras.

4 Estrutura: Os Instrumentos para Avaliação da Gestão Pública de 1000 Pontos utilizam uma escala de pontuação de intervalo de 0 a 1000 pontos, respectivamente; Quando é usado? Quando as empresas já atingiram o estado de arte na gestão, alcançando assim a excelência; Alvo: Organizações que já realizaram pelo menos três avaliações com pontuação igual ou superior a 350, vivenciando uma cultura de excelência;

5 O Sistema de Avaliação Continuada Instrumento 1000 Instrumento 1000 Para organizações que já realizaram pelo menos 3 ciclos de de avaliação e atingiram pontuação igual ou superior a 350 pontos. Para organizações que já realizaram pelo menos 1 ciclo de avaliação e têm evidências de práticas de gestão adequadas a alguns requisitos, pró-ativas e de uso continuado. Para organizações que estão iniciando a implementação da avaliação continuada. Instrumento 250 Instrumento 250 Instrumento 500 Instrumento 500

6 PNQ Excelência do Desempenho Bom Desempenho 250 pontos CRITÉRIOS ASPECTOS DE AVALIAÇÃO REQUISITOS ITENS TÓPICOS 500 pontos 1000 pontos REGIONAIS/SETORIAIS MARCADORES REQUISITOSControleAprendizado REQUISITOSControleAprendizado Escada para a Excelência

7 Cultura da excelência O que é: Conjunto de diretrizes, métodos, práticas e atitudes que utilizados de forma continuada levam a organização a uma situação excepcional da sua gestão e dos resultados obtidos; Objetivo: Balizar o funcionamento do sistema de gestão das organizações públicas rumo a excelência em gestão pública; Estrutura: V alores e diretrizes ditados pelos princípios constitucionais;

8 Realiza-se a avaliação da gestão da organização com base em duas dimensões: Processos Gerenciais e Resultados Processos gerenciais Práticas de gestão Critérios 1 a 7 Itens de Resultados Critério 8 Itens de Processos Gerenciais solicitam tanto as práticas de gestão empregadas pela organização para atender aos requisitos dos Critérios para Avaliação da Gestão Pública, quanto à extensão e à constância da aplicação dessas práticas pelas principais áreas, processos, serviços/produtos e/ou pelas partes interessadas pertinentes. Itens de Resultados solicitam a apresentação das conseqüências objetivas da implementação das práticas de gestão descritas nos Itens de Processos Gerenciais. Estes resultados devem ser comparados com referenciais comparativos pertinentes e com os requisitos das partes interessadas.

9 O Instrumento para Avaliação da Gestão Pública está estruturado em oito Critérios, 25 Itens e 111 Alíneas.

10 CRITÉRIOS E ITENS DE AVALIAÇÃO E PONTUAÇÕES MÁXIMAS – 1000 Pontos

11

12

13 Características do Modelo de Gestão de Excelência (MEG) Aplicação de Fundamentos e Critérios de Excelência reconhecidos e utilizados mundialmente; Visão sistêmica da empresa; Foco nos resultados: Compartilhamento de informações e aprendizado; Identificação de pontos fortes e de oportunidades e melhorias;

14 Consequências do Modelo de Gestão de Excelência (MEG) Maior cooperação interna; Comprometimento das pessoas; Medição de desempenho perante os referenciais; Capacitação para se autoavaliar; Melhores índices econômico-financeiros; Reconhecimento do mercado e da sociedade

15 O Modelo de Excelência da Gestão (MEG) é baseado em 11 Fundamentos da Excelência e colocado em prática por meio de oito Critérios atrelados a esses fundamentos. Fundamentos da Excelência: Pensamento sistêmico; 2. Aprendizado organizacional; 3. Cultura de inovação; 4. Liderança e constância de propósitos; 5. Orientação por processos e informações; 6. Visão de futuro; 7. Geração de valor; 8. Valorização das pessoas; 9. Conhecimento sobre o cliente e o mercado; 10. Desenvolvimento de parcerias; 11. Responsabilidade social.

16 Critérios Liderança; Estratégias e Planos; Cidadãos; Sociedade; Informações e Conhecimento; Pessoas; Processos; Resultados.

17 Liderança Governança (Capacidade gestora); Governabilidade (Condições e legitimidade para gerir); Transparência; Equidade; Prestação de contas; Responsabilidade corporativa. Desenvolvimento e avaliação da liderança; Estabelecimento de valores e princípios organizacionais; Mecanismos de controle das práticas e padrões; Sistema de aprendizado global; Análise crítica do desempenho global; Comunicação e Acompanhamento das ações.

18 Estratégias e planos Visão de futuro; Análise dos ambientes interno e externo; Análise da missão institucional; Processo de formulação de estratégias; Planos de ação de curto e longo prazos; Acompanhamento da implementação das ações; Satisfação das partes interessadas;

19 Cidadãos Como a organização identifica os cidadãos usuários dos seus serviços e produtos; Conhece suas necessidades, as atende e à elas se antecipa; Como divulga os produtos; Ações de melhoria dos canais de relacionamento; Acompanhamento de transações recentes; Avaliação da satisfação e insatisfação.

20 Sociedade Como aborda suas responsabilidades perante a sociedade e as comunidades diretamente afetadas pelos seus processos, serviços e produtos; Como estimula a cidadania; Como identifica e trata dos impactos sociais e ambientais; Preservação dos ecossistemas, conservação de recursos não renováveis e minimização do uso de recursos renováveis; Como trata as necessidades e satisfação das comunidades; Grau de mobilização das competências da organização para fortalecimento da ação social.

21 Informação e Conhecimento Gestão das informações; Como a organização identifica, desenvolve, mantém e protege seu capital intelectual; Como identifica e organiza as informações necessárias; Disponibilização, atualização, integridade e segurança das informações; Identificação das informações comparativas pertinentes Identificação de referenciais comparativos;

22 Pessoas Sistemas de trabalho (organização, estrutura de cargos, processos relativos à seleção e contratação de pessoas, gestão do desempenho de pessoas e equipes); Como destaca as oportunidades para a participação das pessoas nos processos da organização; Como possibilita a iniciativa, a criatividade, a inovação e o desenvolvimento do potencial das pessoas; Preocupação com a qualidade de vida dos funcionários (bem estar, satisfação e motivação na realização dos trabalhos, saúde, segurança e ergonomia).

23 Processos Como gerencia, analisa e melhora os processos finalísticos e os processos de apoio; Gerenciamento dos processos orçamentários e financeiros; Como realiza projetos de produtos e processos de produção; Gerenciamento de projetos; Gerenciamento dos processos de produção e de apoio; A análise e melhoria dos processos de produção e de apoio; Como e a seleção e qualificação dos fornecedores; Como é a comunicação dos requisitos de fornecimento; Monitoramento do desempenho de fornecedores; Gerenciamento da sustentabilidade econômica.

24 Resultados Resultados orçamentário financeiro; Relativos aos cidadãos-usuários, à sociedade, às pessoas; Processos finalísticos e processos de apoio; Relativos ao suprimento; Relativos aos clientes e ao mercado; Relativos aos Fornecedores; Relativos ao produto;

25 2 Estratégias e Planos 1 Liderança 4 Sociedade 7 Processos 6 Pessoas 8 Resultados 5. Informação e conhecimento 3 Cidadãos PLANEJAMENTOEXECUÇÃOCONTROLE INTELIGÊNCIA DA ORGANIZAÇÃO (APRENDER E AGIR) O PDCA DO MEG

26 Estudo de Caso Empresa: Son dagem analítica- Instituto de pesquisa (SAINP) É uma Empresa brasileira, criada em 1998, que desde sua fundação vem se destacando no âmbito da pesquisa no território nacional e no exterior, prestando um serviço de qualidade para empresas nacionais e multinacionais residentes, como a Coca-cola, Toyota, Nike. Sua área de atuação é bastante ampla e diversificada, abrangendo alimentos e bebidas, setor automotivo, clima organizacional, eleitoral, estudo com preço/promoção, internet, mercado financeiro, mídia, opinião popular, propaganda, satisfação do consumidor, teste de produto. Com um perfil forte e democrático, a empresa a cada a dia vem se aprimorando e ganhando novos mercados, até mesmo no exterior. Atualmente, a empresa possui uma filial no Japão, sendo referência nesse país. Pode-se afirmar, sem sombra de dúvida, que é uma empresa que atingiu um elevadíssimo grau de excelência, alguns prêmios conquistados, como Prêmio nacional de qualidade (PNQ), no Brasil e o Japan Quality Award, no Japão, são provas irrefutáveis de sua excelência em gestão. Outros serviços oferecidos: Pesquisa de campo, Ciber-pesquisa e recrutamento. Métodos e técnicas: Desk Research, Coleta de Dados, Contínua/Painel, Processamento de Dados.

27 Visão: Galga o reconhecimento e a conquista do mercado internacional. Empregando novas formas de tecnologias, somadas a novas e antigas teorias a respeito do comportamento humano e dos grupos, busca-se uma compreensão profunda da dinâmica do mercado e seus produtos e serviços oferecidos, comparando esses elementos às reais necessidades e desejos da população pelos mesmos, para que as relações sejam harmônicas e cooperativas, onde todos saiam beneficiados. Missão: utilizando-se de instrumentos da estatística, somado com outras teorias a respeito do comportamento humano e suas peculiaridades, visa por meio da pesquisa, sob uma perspectiva multidisciplinar, conhecer as necessidades do campo amostral a ser mensurado, para que os produtos e serviços oferecidos sejam compatíveis com a demanda, aumentando assim a satisfação de quem consome, a qualidade do produto ou serviço oferecido, assim como a procura pelos mesmos, o que, consequentemente, tratá maiores rendimentos aos seus clientes. Equipe: Uma característica marcante dessa empresa é sua liderança democrática e a multidisciplinaridade do corpo de funcionários, que é formado por psicólogos, administradores, matemáticos, antropólogos, sociólogos, estatísticos, onde cada um é responsável pelo nicho que lhe compete, com autonomia no seu proceder.

28 Parcerias Nacional: ABEP Data folha, IBOPE IBGE Internacional AC Nielsen/Nielsen Media NFO World Group

29 Algumas ações para atingir a excelência, sob os critérios e fundamentos da excelência Liderança A empresa SAINP adotou uma prática de reuniões semanais, dentro de um sistema de liderança com os “cabeças” de cada nicho designados pelo conselho da organização. A Empresa também desenvolveu um sistema para a avaliação do desempenho de cada um dos líderes dentro de cada setor específico. Estratégia e planos A empresa elabora um planejamento estratégico com cada setor a cada 6 meses; Elabora um plano de gerenciamento para a realização de um plano de ação para cada seção da organização.

30 Cidadãos A SAINP criou um site, onde os cidadãos podem tirar algumas dúvidas a respeito da empresa, assim como registrar alguma sugestão ou denúncia a respeito dos funcionários que conduzem as entrevistas de campo. A empresa também está investindo em outros canais de comunicação, como uma central de atendimento 0800, na qual os cidadãos ou clientes podem fazer uma avaliação do desempenho dos funcionários ou mesmo registras denúncias diretamente com a ouvidoria da empresa. Sociedade A empresa patrocina algumas equipes esportivas que levam o seu nome para várias regiões do país ou até mesmo fora; Apóia creches, ONGs, hospitais; Parcerias com universidades e escolas técnicas; Incentivo à pesquisa e a iniciação científi ca..

31 Informação e conhecimento A empresa faz um controle sistemático de classificação de seus instrumentos de pesquisa; Fornece dados computados a universidades para incentivo e a prática da pesquisa; Elabora um plano de segurança orgânica para os dados colhidos que viram documentos devido sua relevância. Pessoas A empresa investe alto na capacitação de seus funcionários diretos; Investe no treinamento dos entrevistadores que fazem a pesquisa de campo, uma vez que este método é o mais caro e o mais eficaz. Processos A empresa faz um controle direto sobre os serviços e produtos de seus fornecedores. Gestão sobre as parcerias estabelecidas; Investe constantemente em programas de redução de despesas; Acompanha diretamente os serviços designados a empresas que lhe prestam consultoria.

32 Escolha a ferramenta mais adequada para cada situação Atrasado Bêbado Batom

33 Define objetivos com clareza; Recruta os melhores através de concursos e processos seletivos públicos; Treina permanentemente os colaboradores; Desenvolve sistemas de motivação não apenas de caráter material mais também de caráter psicossocial; Dá autonomia aos LÍDERES e, afinal, cobra resultados. (Oliveira, 2010) A BOA GESTÃO É AQUELA QUE:

34 “Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, não há sucesso no que não se gerencia”. William Edwards Deming

35 Bibliografia Secretaria de gestão-Ministério do Planejamento. Instrumento para avaliação da gestão publica ciclo Ano Sites consultados rsitarias_da_Area_Publica_a_contribuicao_do_GESPUBLICAQualida de em Bibliotecas Universitárias da Área Pública: a contribuição do GESPÚBLICA rsitarias_da_Area_Publica_a_contribuicao_do_GESPUBLICAQualida de em Bibliotecas Universitárias da Área Pública: a contribuição do GESPÚBLICA


Carregar ppt "INSTRUMENTO PARA AUTO-AVALIAÇÃO DE GESTÃO DE 1000 PONTOS Modelo Excelência de Gestão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google