A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FILOSOFIA DE ENFERMAGEM UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa°: Amanda Cristina de Oliveira Mendes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FILOSOFIA DE ENFERMAGEM UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa°: Amanda Cristina de Oliveira Mendes."— Transcrição da apresentação:

1 FILOSOFIA DE ENFERMAGEM UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa°: Amanda Cristina de Oliveira Mendes

2 Conceito Filosofia - Palavra de origem grega onde filos quer dizer amigo e sofia significa sabedoria Busca da sabedoria, que segundo os antigos era a capacidade de aplicar conhecimentos, coerente e oportunamente, às situações vivenciadas no dia-a-dia.

3 Atitude de Filosofar Reflexão originada a partir de um questionamento.

4 Reflexão Volta da consciência, do espírito, sobre si mesmo, para examinar o seu próprio conteúdo por meio do entendimento, da razão Procura da razão, dos motivos, das circunstâncias e existência das coisas

5 Reflexão Quando o ser humano analisa consciente e criticamente suas questões, obtém respostas que envolvem não somente a si, mas a outros homens e a sociedade como um todo.

6 Segundo Saviani... “todos e cada um de nós nos descobrimos existindo no mundo – uma existência que é agir, sentir e pensar, e que transcorre normalmente até que algo interrompa seu curso. Neste momento, nós nos detemos, examinamos e procuramos descobrir o que é esse algo”

7 Então... Esse algo desconhecido, sentindo como necessidade e portanto um problema, origina a atitude filosófica. Filosofia é a reflexão, pelo homem, a respeito dos problemas sentidos.

8 Para que a reflexão seja filosófica deve ser: Radical: profunda, procurando as raízes da questão Rigor: sistemática, com métodos Global: problema não deve ser visto de forma isolada, mas numa perspectiva de conjunto, de globalidade

9 Quando a filosofia é vinculada conscientemente à prática, se propõe a ser instrumento de transformação da realidade Os pressupostos filosóficos tem de ser assimilados num processo educativo onde a teoria se antecipa a prática, fundamentando-a e efetivando-a Para que ocorra a mudança da realidade, a filosofia tem de realizar-se

10 Importância da Filosofia para os Enfermeiros Possibilita o planejamento e direcionamento das ações, assim como a definição dos objetivos da enfermagem, Através da filosofia de enfermagem a equipe trabalha entendendo “ os porquês “ de cada ação, Método usado para resolução dos problemas que afligem os enfermeiros enquanto profissionais e seres humanos

11 Através da reflexão, conhecemos o replanejamento dessas ações, segundo novas escalas de valores e prioridades Possibilita analisar os problemas da profissão junto à sociedade, com sua essência e complexidade Manter uma base sólida de conhecimentos científicos que sirva para o preparo de profissionais competentes e compromissados com a profissão, com o futuro e a sociedade.

12 Durante o processo de reflexão... Os conceitos são discutidos, analisados criticamente e aperfeiçoados com a finalidade de aprimorar a prática da enfermagem

13 Filosofia do Serviço de Enfermagem Em cada instituição existe uma filosofia que norteia e determina as ações por ela desenvolvida. Além da filosofia institucional existe a filosofia que permeia o pensamento dos diferentes serviços que a compõe. Assim, a filosofia da instituição interfere na filosofia do serviço de enfermagem que por sua vez também interfere na filosofia institucional.

14 Cada membro da equipe de enfermagem carrega consigo suas crenças, costumes, convicções e princípios construídos através de sua existência numa sociedade, pelas reflexões que fez sobre as crenças, costumes, convicções e princípios desta sociedade, da organização onde trabalha e da família em que está inserido. Desta forma, a filosofia do serviço de enfermagem é composta pelo conjunto das crenças, valores, convicções, costumes e princípios dos membros que dele fazem parte.

15 A definição da filosofia do serviço de enfermagem deve ser uma das primeiras preocupações dos enfermeiros administradores e deve ser feita no momento em que se faz o planejamento deste serviço, uma vez que ela deve nortear o desenvolvimento das quatro funções administrativas - planejamento, organização, direção e controle. Funcionários de todas as categorias da enfermagem devem participar da definição da filosofia e, quanto maior for o número, de participantes mais fielmente, refletirá o pensamento da equipe.

16 Filosofia do Serviço de Enfermagem - Definição Ao iniciar os trabalhos para definição da filosofia do serviço de enfermagem deve ser estipulada a metodologia à ser usada, determinando como será feita a coleta de dados, a grande participação do pessoal e a divulgação do resultado,

17 Filosofia do Serviço de Enfermagem - Definição Coleta de dados: 1 – Através de questionários aplicados aos funcionários solicitando seu pensamento ou convicções sobre os elementos ou termos que integrarão a filosofia, como por exemplo o Homem, a família, etc. 2 – Através de trabalhos de grupo, com a participação direta dos funcionários na discussão, o que é mais recomendado por propiciar o envolvimento e o comprometimento do pessoal com a filosofia estabelecida.

18 Filosofia do Serviço de Enfermagem - Definição O primeiro passo a ser dado é a definição pelo grupo geral, dos elementos ou termos que irão integrar a filosofia, dentre eles podem estar: homem, família, comunidade, recursos humanos, paciente/usuário, ensino, pesquisa, comunicação, assistência de enfermagem, administração, saúde, trabalho de equipe, sistematização da assistência, e outros.

19 Filosofia do Serviço de Enfermagem - Definição O passo seguinte é a definição das convicções dos funcionários sobre cada um dos elementos ou termos e a redação final da filosofia do serviço de enfermagem. Depois de definida e redigida esta filosofia deve ser amplamente divulgada no serviço de enfermagem através de boletins informativos, cartazes, treinamentos e constar no manual do serviço de enfermagem.

20 Filosofia do Serviço de Enfermagem  Processo demorado, desgastante, mas propicia o crescimento individual e coletivo  Fase de descrição da filosofia é posterior a sua elaboração – “só se pode descrevê-la quando já é conhecida”

21 Exemplos de filosofia:  O paciente é a razão da existência da Enfermagem e deve, portanto, ser assistido como um Ser Humano e ter seus direitos respeitados.  O pessoal é o principal recurso com que a Enfermagem conta para o alcance de seus objetivos, é responsável pela qualidade da assistência, portanto, deve ser buscado o desenvolvimento de suas capacidades pessoais e profissionais.  A assistência é um processo dinâmico baseado em conhecimento científico e comportamentos éticos, deve ser individualizada e exercida através de uma metodologia que garanta qualidade e segurança.

22  O ensino é fundamental para o desenvolvimento técnico- científico da Enfermagem e para o crescimento pessoal e profissional. Deve difundir o conhecimento de forma contínua, participativa e inovadora.  A pesquisa é fundamental para o desenvolvimento do conhecimento científico, crescimento profissional e aperfeiçoamento da assistência. Deve ser incentivada e seus resultados divulgados.  O gerenciamento deve ser descentralizado, participativo e dinâmico, utilizar metodologias adequadas e promover a liderança, a padronização de procedimentos e as mudanças necessárias ao desenvolvimento.

23  A avaliação e o controle são instrumentos dinâmicos, participativos, contínuos e indispensáveis a qualquer processo, possibilitando a manutenção, interrupção ou modificação das atividades.  A conduta ética é fundamental para o bom desempenho profissional.  A integração multiprofissional permite uma completa assistência à saúde do paciente.  A integração intersetorial contribui para identificar e solucionar problemas e para o desenvolvimento do trabalho.  A integração social e a solidariedade é importante e favorece a melhoria da qualidade de vida.

24 Mais exemplos de Filosofia... ...baseada no princípio de que todo paciente tem direito de receber cuidados de enfermagem eficientes, dados sem discriminação de raça, nacionalidade, religião, situação econômica;

25  Paciente é o indivíduo que requer cuidados de enfermagem planejados de acordo com as suas necessidades específicas de pessoa, membro de uma família e comunidade

26  O paciente tem direito de viver e morrer com dignidade e respeito, e é responsabilidade da enfermagem prover a assistência ao paciente e sua família de acordo com as necessidades individuais

27 Atividade: Na sua opinião qual a importância da filosofia para o serviço de enfermagem? Instruções: Resposta individual, Deve ser entregue ao final da aula, No máximo 10 linhas Obrigada!


Carregar ppt "FILOSOFIA DE ENFERMAGEM UNIPAC UBERLÂNDIA CURSO GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM DISCIPLINA: Administração ll Profa°: Amanda Cristina de Oliveira Mendes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google