A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bibliotecária Raquel Schimitt Domingos Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas a utilização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bibliotecária Raquel Schimitt Domingos Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas a utilização."— Transcrição da apresentação:

1

2 Bibliotecária Raquel Schimitt Domingos

3 Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas a utilização comum e repetitiva com vistas à obtenção do grau ótimo de ordem em um dado contexto. É o documento técnico que estabelece as regras e características mínimas que determinado produto, serviço ou processo deve cumprir, permitindo uma perfeita ordenação e globalização dessas atividades ou produtos.

4 NBR 6023/2002 – Referências - Elaboração NBR 14724/2005 – Trabalhos acadêmicos - Apresentação NBR 10520/2002 – Citações em documentos – Apresentação NBR 6027/2003 – Sumário - Apresentação NBR 6028/2003 – Resumo – Apresentação NBR 6024/2003 – Numeração progressiva das seções de um documento

5 Documento que representa o resultado de um trabalho experimental ou exposição de um estudo científico retrospectivo, de tema único e bem delimitado em sua extensão, com o objetivo de reunir, analisar e interpretar informações. Deve evidenciar o conhecimento de literatura existente sobre o assunto e a capacidade de sistematização do candidato. É feito sob a coordenação de um orientador (doutor), visando a obtenção do título de mestre. Documento que representa o resultado de um trabalho experimental ou exposição de um estudo científico de tema único e bem delimitado. Deve ser elaborado com base em investigação original, constituindo-se em real contribuição para a especialidade em questão. É feito sob a coordenação de um orientador (doutor) e visa a obtenção do título de doutor, ou similar.

6 (Trabalho de conclusão de curso – TCC; Trabalho de conclusão de curso de especialização e/ou aperfeiçoamento e outros) Documento que representa o resultado de estudo, devendo expressar conhecimento do assunto escolhido, que deve ser obrigatoriamente emanado da disciplina, módulo, estudo independente, curso, programa e outros ministrados. Deve ser feito sob a coordenação de um orientador.

7 CAPA FOLHA DE ROSTO ERRATA FOLHA APROVAÇÃO DEDICATÓRIA AGRADECIMENTO EPÍGRAFE RESUMO ABSTRACT LISTA DE ILUSTRAÇÕES LISTA DE TABELAS LISTA ABREVIATURAS E SIGLAS LISTA DE SÍMBOLOS SUMÁRIO Páginas contadas e não numeradas ESTRUTURA DO TRABALHO Elementos pré-textuais Não numerada e não contada

8 INTRODUÇÃO DESENVOLVIMENTO CONCLUSÃO REFERÊNCIAS GLOSSÁRIO APÊNDICE(S) ANEXO(S) INDICE(S) ESTRUTURA DO TRABALHO Elementos textuaisElementos pós - textuais

9 ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais CAPA – Obrigatório Nome da Instituição Nome do autor Título: subtítulo se houver Local (cidade) Ano de depósito Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Departamento de Sociologia Nome do Autor Título do Trabalho Porto Alegre, 2006

10 FOLHA DE ROSTO Obrigatório Nome da Instituição Nome do autor Título: subtítulo se houver Natureza e objetivo; nome da Instituição a que é submetido; área de concentração Nome do orientador e, se houver, do co-orientador Local (cidade) Ano de depósito Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Departamento de Sociologia Nome do Autor Título do Trabalho Porto Alegre, 2006 ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais Tese, dissertação ou TCC; objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido e outros); nome da Instituição a que é submetido; área de concentração Orientador Prof. Dr. Mário Quintana

11 ERRATA – Opcional Inserido logo após a Folha de Rosto, constituído pela referência do trabalho e pelo texto da errata Exemplo: FolhaLinhaOnde se lê Leia-se 323Publicacao Publicação ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

12 Folha de Aprovação Obrigatório Constituído pelo nome do autor do trabalho, título do trabalho e subtítulo (se houver), natureza, objetivo, nome da Instituição a que é submetido, área de concentração, data de aprovação, nome, titulação e assinatura dos componentes da banca examinadora e instituições a que pertencem ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

13 DEDICATÓRIA Opcional ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais A minha filha Marília, pelo apoio E compreensão. Aos meus mestres, que tanto me incentivaram.

14 ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais AGRADECIMENTO Opcional AGRADECIMENTOS Agradeço aos meus pais que tanto me incentivaram nesse período de construção do conhecimento. Agradeço aos meus orientadores pela ajuda constante na elaboração desse trabalho.

15 EPÍGRAFE opcional Citação de um pensamento que, de certa forma, embasou a elaboração da obra. Pode ocorrer também no início de cada capítulo. Um dia veio uma peste e acabou com toda a vida na face da terra; em compensação ficaram as Bibliotecas, e nelas estava escrito, meticulosamente, o nome de todas as coisas. Mário Quintana ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

16 RESUMO – Língua Nacional Obrigatório Frases concisas e objetivas, não ultrapassando 500 palavras, seguido, logo abaixo, de palavras- chave e/ou descritores RESUMO ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Palavras-chave: Normalização; Trabalhos acadêmicos

17 RESUMO – Língua Estrangeira Obrigatório Mesmas características do resumo na Língua Nacional. Em Inglês: Abstract Em Espanhol: Resumen Em Francês: Résumé ABSTRACT ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. Key words:xxxxxxxxxxx; xxxxxxx; xxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx

18 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Opcional Elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto; cada ítem designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 – Bibliobibliobiblio Figura 2 - Blabloblublabloblu Figura 3 - ClaclecliCla ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

19 LISTA DE TABELAS Opcional Elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto; cada ítem designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página LISTA DE TABELAS Cursos de Graduação da UFRGS Cursos de Pó-graduação na UFRGS ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

20 LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS - Opcional Relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS UFSC- Universidade Federal de Santa Catarina UFRGS- Universidade Federal do Rio Grande do Sul UFPR- Universidade Federal do Paraná ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

21 LISTA DE SÍMBOLOS Opcional Elaborado de acordo com a ordem apresentada no texto, com o devido significado LISTA DE Arroba - Copyright ®- Marca registrada ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

22 SUMÁRIO - Obrigatório Enumeração das principais divisões, seções e outras partes do trabalho, na mesma ordem e grafia em que a matéria nele se sucede SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO CONTEXTO HISTÓRICO A REVISTA Conciliação e choque Projeto ideológico Os modernistas mineiros e o poder Os editoriais de A Revista Os textos e a retórica Retórica passadista ortodoxa Retórica passadista de transição Os livros e as idéias A importância dos resíduos LEITE CRIÔLO A ideologia criolista O racismo científico O racismo no Leite Criôlo CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ESTRUTURA DO TRABALHO Pré-textuais

23 INTRODUÇÃO Obrigatório Parte inicial do texto, onde devem constar a delimitação do assunto tratado, objetivos da pesquisa e outros elementos necessários para situar o tema do trabalho 1 INTRODUÇÃO ESTRUTURA DO TRABALHO Textuais Nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnmmmmmmmmmmmmmmNnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn 14

24 DESENVOLVIMENTO Obrigatório Parte principal do texto, que contém a exposição ordenada e pormenorizada do assunto. Divide-se em seções e sub-seções, que variam em função da abordagem do tema e do método 3 A REVISTA 3.1 Conciliação e choque ESTRUTURA DO TRABALHO Textuais Nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. Nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnn.nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn.

25 CONCLUSÃO Obrigatório Parte final do texto, na qual se apresentam conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses 5 CONCLUSÃO ESTRUTURA DO TRABALHO Textuais Nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnn. nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnmmmmmmmmmmmmmmNnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn nnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn.

26 REFERÊNCIAS Obrigatório Conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento, que permite sua identificação individual REFERÊNCIAS ESTRUTURA DO TRABALHO Pós-Textuais GOMES, L. G.F. Novela e sociedade no Brasil. Niterói: EdUFF, GUNCHO, M.R. A educação à distância e a Biblioteca Universitária. In: SEMINÁRIO DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 10., 1998, Fortaleza. Anais...Fortaleza: Tec Treina, CD ROM. GURGEL, C. Reforma do Estado e segurança pública. Política e Administração, Rio de Janeiro, v.3, n.2, p.15-21, set

27 GLOSSÁRIO Opcional Relação de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro, utilizadas no texto, acompanhadas das respectivas definições GLOSSÁRIO ESTRUTURA DO TRABALHO Pós-Textuais Compositor: (Composer) versão do link-editor para o sistema/4. Dados ativos: Dados que estão sendo usados, alterados ou referenciados Fase: (Phase) um módulo ou grupo de módulos que foi processado pelo link-editor para formar uma rotina executável. Exceto em circusntâncias muito especiais uma fase não é relocável.

28 APÊNDICE(S) Opcional Texto ou documento elaborado pelo autor, a fim de complementar sua argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho. APÊNDICE A – Roteiro da entrevista ESTRUTURA DO TRABALHO Pós-Textuais

29 ANEXO(S) Opcional Texto ou documento NÃO elaborado pelo autor, que serve de fundamentação, comprovação e ilustração ANEXO A - Lei Federal 8666/1993 ESTRUTURA DO TRABALHO Pós-Textuais LEI Nº 8.666, DE 21 DE JUNHO DE 1993 Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Seção I Dos Princípios Art. 1 o Esta Lei estabelece normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. Parágrafo único. Subordinam-se ao regime desta Lei, além dos órgãos da administração direta, os fundos especiais, as autarquias, as fundações públicas, as empresas públicas, as sociedades de economia mista e demais entidades controladas direta ou indiretamente pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios.

30 ÍNDICE(S) Opcional Lista de palavras ou frases, ordenadas segundo determinado critério, que localiza e remete para as informações contidas no texto ÍNDICE ALFABÉTICO ESTRUTURA DO TRABALHO Pós-Textuais Apêndice 28 Anexo 29 Citações 35 Referências 26 Resumo 16 Símbolos 15 Tabelas 17

31 REFERÊNCIAS – Modelos LIVRO IBICT. Manual de normas de editoração do IBICT. 2.ed. Brasília, p. PERFIL da administração pública paulista. 6.ed. São Paulo: FUNDAP, p. CAPÍTULO DE LIVRO ROMANO, Giovani. Imagens da juventude na era moderna. In: LEVI, G.; SCHMIDT, J. (Org.). História dos jovens 2. São Paulo: Companhia das Letras, p.7-16

32 REFERÊNCIAS - Modelos CAPÍTULO DE LIVRO EM MEIO ELETRÔNICO SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Tratados e organizações ambientais em matéria de meio ambiente. In: ____. Entendendo o meio ambiente. São Paulo, v.1. Disponível em Acesso em: 8 mar http://www.bdt.org.br/sma/entendendo/atual.htm ARTIGO DE PERIÓDICO GURGEL, C. Reforma do Estado e segurança pública. Política e Administração, Rio de Janeiro, v.3, n.2, p.15-21, set

33 REFERÊNCIAS - Modelos TRABALHO APRESENTADO EM EVENTO BRAYNER, A. R. A.; MEDEIROS, C.B. Incorporação do tempo em SGBD orientado a objetos. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9., 1994, São Paulo. Anais... São Paulo: USP, p ARTIGO DE PERIÓDICO EM MEIO ELETRÔNICO RIBEIRO, P.S.G. Adoção à brasileira: uma análise sócio-jurídica. São Paulo, v.3, n.18, ago Disponível em: Acesso em: 10 set

34 REFERÊNCIAS - Modelos TESES, DISSERTAÇÕES, TRABALHOS ACADÊMICOS ARAÚJO, U. A. M. Máscaras inteiriças Tukúna: possibilidades de estudo de artefatos de museu para o conhecimento do universo indígena f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais)-Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, São Paulo, ALENTEJO, Eduardo. Catalogação de postais Trabalho apresentado como requisito parcial para aprovação na Disciplina Catalogação III, Escola de Biblioteconomia, Universidade do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1999.

35 REFERÊNCIAS - Informações AUTORIA Mais de três autores utiliza-se a expressão et al. após o primeiro autor Entidade: Entrada pelo próprio nome, por extenso Autoria desconhecida a entrada é feita pelo título LOCAL - EDITOR Quando não puderem ser identificados na publicação, utiliza-se as expressões [s.l.: s.n.]

36 CITAÇÕES CITAÇÕES DIRETAS - Texto baseado na obra do autor consultado. Até três linhas são inseridas no texto; devem estar contidas entre aspas duplas Ex.: Barbour (1971, p.35) descreve: O estudo da morfologia dos terrenos [...] ativos [...] CITAÇÕES DIRETAS com mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de 4 cm da margem esquerda, com letra menor que a do texto utilizado e sem as aspas. O espacejamento entre linhas deve ser simples. Menção de uma informação extraída de outra fonte

37 CITAÇÕES CITAÇÃO INDIRETA é uma paráfrase do texto consultado, fiel às idéias do autor. Não é necessário uso de aspas. A indicação da página consultada é opcional. CITAÇÃO DE CITAÇÃO - Indica-se o sobrenome do autor cuja idéia está sendo mencionada, seguido da expressão apud e do sobrenome do autor em cuja obra foi citada. A expressão Apud é equivalente, em português, a citado por.

38 Informações Gerais - Formatação Paginação Todas as folhas são contadas a partir da folha de rosto, seqüencialmente, mas NÃO numeradas. A numeração aparece a partir da Introdução, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda direita da folha Margens Superior e esquerda = 3 cm Inferior e direita = 2 cm Formato Papel branco, formato A4; Fonte tamanho 12 para o texto Espacejamento Todo o texto em espaço 1,5

39 Documentos Consultados FRANÇA, Júnia Lessa; VASCONCELLOS, Ana Cristina de. Manual para normalização de publicações técnico- científicas. 7.ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, p. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: Informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: Informação e documentação: Referências: Elaboração. Rio de Janeiro, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: Informação e documentação: Trabalhos acadêmicos: Apresentação. Rio de Janeiro, 2005.

40 Documentos Consultados ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6027: Informação e documentação: Sumário: Apresentação. Rio de Janeiro, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6028: Informação e documentação: Resumo: Apresentação. Rio de Janeiro, ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6024: Informação e documentação: Numeração progressiva das seções de um documento escrito: Apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

41 Fone:

42 Um dia veio uma peste e acabou com toda vida na face da terra; em compensação ficaram as bibliotecas, e nelas estava escrito, meticulosamente, o nome de todas as coisas. Mário Quintana


Carregar ppt "Bibliotecária Raquel Schimitt Domingos Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas a utilização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google