A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão Estratégica Orientada para Resultados 20/03/2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão Estratégica Orientada para Resultados 20/03/2007."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão Estratégica Orientada para Resultados 20/03/2007

2 Estruturação do projeto Estruturação e Contratualização AvaliaçãoMonitoramentoGerenciamento Fazer Acontecer Resultados finalísticos para o público alvo

3

4 Definição dos Resultados Estruturação do Projeto Execução do Projeto Público-Alvo Objetivo Geral Resultados Finalísticos Resultados Intermediários Ações e Recursos Desafios e Foco Estratégico

5 APL de Ubá Resultados intermediários Resultados Finalísticos Foco Estratégico Desenv. demercados(internoeexterno) -ImplantaçãodaInteligênciaComercial -Apoioàexportação AumentodaProdutividadeeReduçãodeCustos(Insumos eLogística) -Melhoriadoprocessoprodutivo -Compartilhamentodotransportedeprodutose de compradeinsumos Desenvolvimento de Produto -Qualidade:Implantaçãode 5S e QT -Design:capacitaçãodepessoal,prestaçãodeserviços edifusãodousodo designatravésdacriaçãode umnúcleo de design edacooperaçãocomoutrasentidades FortalecimentodaImagemdo APL -Identificaçãodaimagematualdo APLnacadeiade comercialização -Implantaçãodeiniciativasp/melhoriaimagem Acesso ao Crédito -Bancodo APL -ImplantaçãodeCooperativadeCrédito Capacitação em gestão empresarial -Ampliaçãodoconhecimentonasáreasdegerenciamento financeiro,recursoshumanos,produção, marketing Capacitaçãodaforçadetrabalho Viabilizaçãode umpactoentreempresaseentidadespara elevaçãodoníveldeescolaridade -Aumento de Fornecedores no local -Incubação de empresas com prioridade para fornecimento de componentes -Atraçãodeempresasfornecedorasemprodutoseserviços Melhoria da Infra-estrutura: transportes, recursos hídricos e energia eRelocalizaçãoIndustrial -Elaboraçãode um Plano deDesenvolvimentodaInfra- Estruturado APL EficiênciaAmbiental -AmpliaçãodoprogramaProduçãomaislimpa no APL Estudoeimplantaçãodetratamentoedestinaçãoderesíduos sólidoseefluentesindustriais FortalecimentodaCooperaçãoeArticulaçãointernae externa -Criaçãoeconsolidaçãodasiniciativasdecooperação:fórum dedesenvolvimentodo APL;consórciodeexportação (movexport);cooperativadecrédito;movimentoempresarial; central decomprasefretes; ADMUR (Associaçãode Desenvolvimentodos Moveleiros deUbáeRegião); ADUBAR (AgênciadeDesenvolvimentodeUbáeRegião) -Capacitaçãodelideranças DesenvolvimentodeAlternativasdeSuprimentode Madeira -Implantaçãodeprojetosdereflorestamento De acordo com as Prioridades Estratégicas Sebrae De acordo com as Prioridades Estratégicas Sebrae Premissas para Dimensionamento dos resultados 1.Crescimento econômico anual (país e estado) não inferior a 2,5% ao ano, no período 2.Estabilidade econômica, cominflaçcãoinferior a dois dígitos, situada entre 6 e 9% a.a 3.Manutenção de taxa cambial favorável à exportação, não inferior a R$ 2,80/US$ 4.Taxa de juros com tendência de queda Valor Total R$ Valor Total R$ Horizonte de Planejamento 3anos Horizonte de Planejamento 3anos Acordo de resultados aprovado em: 28 de Janeiro de 2004 Acordo de resultados aprovado em: 28 de Janeiro de 2004 Cadeia produtiva de móveis no território do APL de Ubá, com ênfase nas micro e pequenas empresas Público Alvo Cadeia produtiva de móveis no território do APL de Ubá, com ênfase nas micro e pequenas empresas Público Alvo Ampliaromercadoeincrementaracompetitividadedacadeiaprodutivademóveisdoterritóriodo APL deUbáparagerarocupaçãoerendade formasustentável Objetivo Geral Ampliaromercadoeincrementaracompetitividadedacadeiaprodutivademóveisdoterritóriodo APL deUbáparagerarocupaçãoerendade formasustentável Objetivo Geral Ações Curso como vender mais e melhor (CVMM) Curso como vender mais e melhor (CVMM) Desenvolvimento do Design Realização da FEMUR 2004 Programa Produção Mais Limpa LicençaAmbientalLicençaAmbiental Capacitação para exportar Curso de Pró-DesignCurso de Pró-Design Capacitação em Gestão Empresarial Elevaçãodoníveldeescolaridadeda forçadetrabalho Elevaçãodoníveldeescolaridadeda forçadetrabalho Consolidação de Central de Compras Missão de Lojistas Rodada de Negócios Gestão pela Qualidade Valor SEBRAE R$ Valor SEBRAE R$ Elevar em 12% o volume físico de vendas de dezembro de 2003 até dezembro de 2004 Indicador: Volume de vendas 1 Elevar em 12% o volume físico de vendas de dezembro de 2003 até dezembro de 2004 Indicador: Volume de vendas Elevar em 12% o volume físico de vendas de dezembro de 2003 até dezembro de 2004 Indicador: Volume de vendas 1 Elevar em 3% o número de pessoas ocupadas da cadeia produtiva do APL até dezembro de 2004 Indicador: Número de pessoas ocupadas 2 Elevar em 3% o número de pessoas ocupadas da cadeia produtiva do APL até dezembro de 2004 Indicador: Número de pessoas ocupadas Elevar em 3% o número de pessoas ocupadas da cadeia produtiva do APL até dezembro de 2004 Indicador: Número de pessoas ocupadas 2 Elevar em 4% produtividade da mão-de- obra dedez/2003até dez/2004 Indicador: Produtividade da mão-de-obra (no. peças produzidas/ trabalhador) 3 Elevar em 4% produtividade da mão-de- obra dedez/2003até dez/2004 Indicador: Produtividade da mão-de-obra (no. peças produzidas/ trabalhador) Elevar em 4% produtividade da mão-de- obra dedez/2003até dez/2004 Indicador: Produtividade da mão-de-obra (no. peças produzidas/ trabalhador) 3 Atingir número de 75 empresas com 5S implantado e de 33 empresas com Qualidade Total até dez/2005 Indicador:Número de empresas com 5S e Qualidade Total implantados 4 Atingir número de 75 empresas com 5S implantado e de 33 empresas com Qualidade Total até dez/2005 Indicador:Número de empresas com 5S e Qualidade Total implantados Atingir número de 75 empresas com 5S implantado e de 33 empresas com Qualidade Total até dez/2005 Indicador:Número de empresas com 5S e Qualidade Total implantados 4 Elevar de 30% o faturamento e em 30% o volume físico da produção anual exportada, até dez/2004 Indicador: produção destinada ao mercado externo 5 Elevar de 30% o faturamento e em 30% o volume físico da produção anual exportada, até dez/2004 Indicador: produção destinada ao mercado externo Elevar de 30% o faturamento e em 30% o volume físico da produção anual exportada, até dez/2004 Indicador: produção destinada ao mercado externo 5 VI. Atuar, prioritariamente em ações coletivas,com foco em arranjos produtivos locais, através de soluções integradas OtimizaçãodoProcessoProdutivoOtimizaçãodoProcessoProdutivo SEBRAE Parceiros Reduzir em 5% o custo médio de insumos até dezembro de 2004 Indicador: custo médio de insumos 6 Reduzir em 5% o custo médio de insumos até dezembro de 2004 Indicador: custo médio de insumos Reduzir em 5% o custo médio de insumos até dezembro de 2004 Indicador: custo médio de insumos 6 Reduzir em 30% o prazo de entrega e 10% o custo médio de transporte de produtos, até dezembro de 2004 Indicadores: prazo e custo médios de transporte de produto 7 Reduzir em 30% o prazo de entrega e 10% o custo médio de transporte de produtos, até dezembro de 2004 Indicadores: prazo e custo médios de transporte de produto Reduzir em 30% o prazo de entrega e 10% o custo médio de transporte de produtos, até dezembro de 2004 Indicadores: prazo e custo médios de transporte de produto 7 Central deFreteCentral deFrete AumentodeFornecedoresLocaisAumentodeFornecedoresLocais CampanhaInternado PoloCampanhaInternado Polo SistemadeInformaçõesdo APLSistemadeInformaçõesdo APL Implantação de Linhas Específicas de Crédito (Banco do APL) Implantação de Linhas Específicas de Crédito (Banco do APL) CooperativadeCréditoCooperativadeCrédito AmpliaçãodoEsforçoExportadorAmpliaçãodoEsforçoExportador Plano deDesenvolvimkentodaInfra- estruturado APL Plano deDesenvolvimkentodaInfra- estruturado APL InteligênciaComercialInteligênciaComercial Realizaçàodebenchmakringde competitividade Realizaçàodebenchmakringde competitividade FortalecimentoInstitucionaldo INTERSIND do INTERSIND FortalecimentoInstitucionaldo INTERSIND do INTERSIND FortalecimentodaImagemdo APLFortalecimentodaImagemdo APL ProjetodeReflorestamentoProjetodeReflorestamento

6 Público – Alvo A quem o projeto deverá beneficiar? Quais grupos de pessoas, empresas, comunidades, instituições ou setores que serão atingidos pelos resultados do projeto? Que abrangência deve ter o público-alvo para assegurar que a cadeia de ações e resultados se estabeleça? Onde está localizado? A quem o projeto deverá beneficiar? Quais grupos de pessoas, empresas, comunidades, instituições ou setores que serão atingidos pelos resultados do projeto? Que abrangência deve ter o público-alvo para assegurar que a cadeia de ações e resultados se estabeleça? Onde está localizado?

7 Exemplos de público-alvo APL de Calçado de São João Batista: Cadeia produtiva de calçados no território do APL de São João Batista, com ênfase nas micro e pequenas empresas. Floricultura da Zona da Mata de Alagoas: Produtores atuais e potenciais de flores, folhagens e plantas ornamentais tropicais da Zona da Mata de Alagoas, com ênfase nos empreendimentos de pequeno porte. APIS Maranhão (exemplo de segmentação): Grupos de apicultores, organizados e em fase de organização; pequenas unidades de beneficiamento, distribuição e comercialização de mel e derivados, e pequenos fornecedores de insumos para a atividade apícola das regiões do Alto Turi, Baixada Maranhense e Lagos Maranhense APL de Calçado de São João Batista: Cadeia produtiva de calçados no território do APL de São João Batista, com ênfase nas micro e pequenas empresas. Floricultura da Zona da Mata de Alagoas: Produtores atuais e potenciais de flores, folhagens e plantas ornamentais tropicais da Zona da Mata de Alagoas, com ênfase nos empreendimentos de pequeno porte. APIS Maranhão (exemplo de segmentação): Grupos de apicultores, organizados e em fase de organização; pequenas unidades de beneficiamento, distribuição e comercialização de mel e derivados, e pequenos fornecedores de insumos para a atividade apícola das regiões do Alto Turi, Baixada Maranhense e Lagos Maranhense

8 Objetivo Geral O que se quer agregar com esse projeto ao público-alvo? Que transformação se pretende alcançar na situação do público-alvo ao final do projeto? O que se quer agregar com esse projeto ao público-alvo? Que transformação se pretende alcançar na situação do público-alvo ao final do projeto?

9 Objetivo Geral - Exemplos APL de Móveis de Cuiabá e Várzea Grande Ampliar as vendas da indústria moveleira de Cuiabá e Várzea Grande nos mercados regionais, nacional e internacional de forma competitiva e sustentável.... Artesanato em Tobias Barreto Gerar ocupação e aumentar a renda, …, dos artesãos organizados em associações produtivas do artesanato de linha dos povoados Capitoa, Jabeberi, Samambaia, Barriga, Taquara e Agrovila no município de Tobias Barreto-SE. APL de Móveis de Cuiabá e Várzea Grande Ampliar as vendas da indústria moveleira de Cuiabá e Várzea Grande nos mercados regionais, nacional e internacional de forma competitiva e sustentável.... Artesanato em Tobias Barreto Gerar ocupação e aumentar a renda, …, dos artesãos organizados em associações produtivas do artesanato de linha dos povoados Capitoa, Jabeberi, Samambaia, Barriga, Taquara e Agrovila no município de Tobias Barreto-SE.

10 Resultados Finalísticos e Intermediários Resultados Finalísticos são os efeitos que devem ser produzidos no público-alvo ou junto a ele com a execução do projeto num dado horizonte de tempo. Resultados Intermediários são os efeitos esperados da realização das ações do projeto que contribuem para o alcance dos resultados finalísticos. Resultados Finalísticos são os efeitos que devem ser produzidos no público-alvo ou junto a ele com a execução do projeto num dado horizonte de tempo. Resultados Intermediários são os efeitos esperados da realização das ações do projeto que contribuem para o alcance dos resultados finalísticos.

11 Definição dos Resultados Elevar, em 20%, o número de pessoas diretamente ocupadas na apicultura, até dezembro de 2004 Resultado = Transformação + Indicador + Meta + Prazo Resultado = Transformação + Indicador + Meta + Prazo Transformação: Elevar o número de pessoas ocupadas na apicultura Indicador: Pessoas ocupadas na apicultura Meta: 20% Prazo: Dezembro de 2004

12 Resultados Finalísticos e Intermediários Nem sempre é possível medir um resultado desejado, pela impossibilidade de obtenção de dados Neste caso, escolher outro, passível de mensuração, que mais se aproxime Exemplo: faturamento volume físico de vendas Um pequeno número de resultados finalísticos dá clareza e foco ao projeto Nem sempre é possível medir um resultado desejado, pela impossibilidade de obtenção de dados Neste caso, escolher outro, passível de mensuração, que mais se aproxime Exemplo: faturamento volume físico de vendas Um pequeno número de resultados finalísticos dá clareza e foco ao projeto

13 Foco Estratégico Primeira aproximação do escopo do projeto orientado para resultados Indica os fatores-chave que devem ser considerados pelo projeto: demandas relevantes (sociais ou empresariais), condições de mercado, potencialidades, dificuldades, pontos de estrangulamento ou desafios da competitividade Identifica as linhas de ação para superar os estrangulamentos e aproveitar as potencialidades, no sentido de alcançar os resultados almejados Primeira aproximação do escopo do projeto orientado para resultados Indica os fatores-chave que devem ser considerados pelo projeto: demandas relevantes (sociais ou empresariais), condições de mercado, potencialidades, dificuldades, pontos de estrangulamento ou desafios da competitividade Identifica as linhas de ação para superar os estrangulamentos e aproveitar as potencialidades, no sentido de alcançar os resultados almejados

14 Estruturação das Ações Gestão Estratégica Orientada para Resultados

15 Projeto APIS-ARARIPE Ação: Desenvolver Cartilha ADR/APIS Coordenador da Ação Mercês (SEBRAE/Picos) Descrição Desenvolvimento de metodologia, editoração e publicação de cartilhas para orientação dos Agentes de Desenvolvimento Rural – ADR e de produtores nos 15 estados. Resultados que influencia:Todos Meta: cartilhas publicadas Prazo: Abril/2004 Valor: R$ ,00 – SEBRAE/NA Parcerias: Marcos Críticos Até 20/02/2004 Desenvolvimento da metodologia ADR/APIS – 75% Até 15/03/2004 Pré-diagramação e validação da metodologia ADR/APIS – 15% Até 05/04/2004 Publicação de cartilhas ADR/APS – 10%

16 Definição dos Marcos Críticos Eventos mais significativos e essenciais ao desenvolvimento do projeto. Demanda grande atenção da equipe gerencial ou grande esforço dos executores. Uma vez ultrapassados, ampliam a dinâmica do projeto Eventos mais significativos e essenciais ao desenvolvimento do projeto. Demanda grande atenção da equipe gerencial ou grande esforço dos executores. Uma vez ultrapassados, ampliam a dinâmica do projeto

17 Premissas para dimensionamento dos resultados Pressupostos quanto à evolução de fatores não controláveis que poderão afetar os resultados do projeto: Fatores ou variáveis macro: ambiente externo geral Fatores ou variáveis micro: ambiente específico em que o projeto está inserido Pressupostos quanto à evolução de fatores não controláveis que poderão afetar os resultados do projeto: Fatores ou variáveis macro: ambiente externo geral Fatores ou variáveis micro: ambiente específico em que o projeto está inserido

18 Premissas para Dimensionamento dos Resultados Meu Primeiro Negócio Estabilidade econômica, com inflação inferior a dois dígitos, situada entre 6 e 9% a.a Crescimento econômico anual do país e do estado não inferior a 2% no período de 5 anos. Manutenção das taxas de juros reais decrescentes Comércio de Confecção em Jaciara Manutenção do nível de emprego nas grandes empresas locais (usina de cana-de-açucar) Manutenção e melhoria do nível de cooperação entre os parceiros centrais: Sistemas Sebrae e CACB. Meu Primeiro Negócio Estabilidade econômica, com inflação inferior a dois dígitos, situada entre 6 e 9% a.a Crescimento econômico anual do país e do estado não inferior a 2% no período de 5 anos. Manutenção das taxas de juros reais decrescentes Comércio de Confecção em Jaciara Manutenção do nível de emprego nas grandes empresas locais (usina de cana-de-açucar) Manutenção e melhoria do nível de cooperação entre os parceiros centrais: Sistemas Sebrae e CACB.

19 O Gerenciamento: A Governança O Gerenciamento: A Governança GEOR

20 Níveis de Supervisão do Projeto Nível Local: Fórum Núcleo gestor Gestor do projeto Coordenador de ação Nível Estadual: Coordenador Estadual Nível Nacional: Coordenador Nacional Nível Local: Fórum Núcleo gestor Gestor do projeto Coordenador de ação Nível Estadual: Coordenador Estadual Nível Nacional: Coordenador Nacional

21 Funções do Monitoramento Gerar informações em tempo hábil para a tomada de decisões Viabilizar atuação preventiva e corretiva diante de eventuais restrições ao desenvolvimento do projeto Provocar decisões que facilitem a implantação do projeto Gerar informações em tempo hábil para a tomada de decisões Viabilizar atuação preventiva e corretiva diante de eventuais restrições ao desenvolvimento do projeto Provocar decisões que facilitem a implantação do projeto

22 Contratualização GEOR

23 Pacto de caráter operacional que define compromissos em três dimensões: Resultados – que as instituições participantes se comprometem a atingir. Ações – para as quais se explicitam as responsabilidades de cada instituição participante, quanto à execução, apoio técnico e financiamento. Gerenciamento – indicação das pessoas responsáveis pela coordenação de ações em cada entidade participante e pela gestão do projeto. Pacto de caráter operacional que define compromissos em três dimensões: Resultados – que as instituições participantes se comprometem a atingir. Ações – para as quais se explicitam as responsabilidades de cada instituição participante, quanto à execução, apoio técnico e financiamento. Gerenciamento – indicação das pessoas responsáveis pela coordenação de ações em cada entidade participante e pela gestão do projeto. Acordo de Resultados

24 Anexos 1.Descrição do projeto: árvore de configuração detalhada 2.Ações e respectivos responsáveis pela viabilização financeira, execução ou apoio técnico 3.Quadro resumo das participações financeiras, por parceiro Anexos 1.Descrição do projeto: árvore de configuração detalhada 2.Ações e respectivos responsáveis pela viabilização financeira, execução ou apoio técnico 3.Quadro resumo das participações financeiras, por parceiro


Carregar ppt "Gestão Estratégica Orientada para Resultados 20/03/2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google