A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métodos contraceptivos

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métodos contraceptivos"— Transcrição da apresentação:

1 Métodos contraceptivos

2 Introdução Este trabalho tem como função informar a turma acerca dos métodos contraceptivos existentes. O trabalho visa informar, não só acerca dos métodos contraceptivos artificiais, ou seja, aqueles em que se introduzem no corpo substâncias estranhas a este, mas vamos também apresentar os métodos contraceptivos naturais, que são baseados nas alterações que ocorrem no corpo durante o período de ovulação da mulher.

3 MÉTODOS CONTRACEPTIVOS
ARTIFICIAIS NATURAIS PRESERVATIVO MASCULINO / FEMININO MÉTODO DO MUCO MÉTODO DO CALENDÁRIO PÍLULA COITO INTERROMPIDO DIU MÉTODO DA TEMPERTURA INJECTÁVEL DIAFRAGMA ESPERMICIDA ADESIVO CONTRACEPTIVO IMPLANTES DÉRMICOS ANEL VAGINAL CONTRACEPÇAO DE EMERGÊNCIA

4 Métodos contraceptivos artificiais

5 PRESERVATIVO (FEMININO E MASCULINO)
Retém os espermatozóides; Evita a fecundação; Protege contra doenças sexualmente transmissíveis; É de fácil acesso; Eficiente (8-20%). Fig.1 Preservativo masculino Fig.2 Preservativo feminino

6 PÍLULA Inibe a ovulação através de hormonas;
É apenas utilizada com prescrição médica; Não interfere no acto sexual; Existem efeitos colaterais; Muito eficiente (0,1%). Fig.3 Pílula Fig.4 Pílula

7 DISPOSITIVO INTRA UTERINO (DIU)
É colocado no interior do útero por um médico especialista; Permanece lá entre 3 a 5 anos; Aumenta as dores e fluxo o menstrual; Não interfere no acto sexual; Muito eficiente (0,1%). Fig.5 DIU Fig.6 DIU

8 CONTRACEPÇAO HORMONAL INJECTÁVEL
É aplicada uma injecção que contém hormonas que actuam da mesma forma que a pílula normal; Pode fazer desaparecer o fluxo menstrual; É cómodo; Muito eficiente (0,1%). Fig.7 Contracepção hormonal injectável

9 Dispositivo constituído por látex; Inserido no interior da vagina;
DIAFRAGMA Dispositivo constituído por látex; Inserido no interior da vagina; Deve ser utilizado conjuntamente com outro método contraceptivo; Antes da sua utilização a mulher deve consultar um ginecologista ; Eficiente (8-20%). Fig.8 Diafragma

10 ESPERMICIDA Inactiva quimicamente o esperma;
Deve ser aplicado no colo do útero; Deve ser utilizado conjuntamente com outro método contraceptivo; Pouco eficiente (20%). Fig.9 Espermicida

11 Actua da mesma forma que a pílula;
PENSO CONTRACEPTIVO Actua da mesma forma que a pílula; É um adesivo que se coloca sobre a pele; Fácil utilização; Este método só pode ser utilizado mediante prescrição médica; Muito eficiente (0,1%). Fig.10 Penso contraceptivo

12 IMPLANTES DÉRMICOS São colocado no interior da pele; Têm a mesma forma de funcionamento e a mesma função da pílula convencional; Tem duração de três anos; Provoca alterações no ciclo menstrual.

13 ANEL VAGINAL É um anel de plástico flexível e transparente;
Coloca-se no interior da vagina; Apenas deve ser utilizado após consulta com ginecologista; Muito eficiente (0,1%). Fig.11 Anel Vaginal

14 É um método contraceptivo de emergência;
PÍLULA DO DIA SEGUINTE É um método contraceptivo de emergência; Utiliza-se em último caso; Não é necessário receita médica para a adquirir. Fig.12 Pílula do dia seguinte

15 Métodos contraceptivos naturais

16 Substância produzida no colo do útero;
MÉTODO DO MUCO Substância produzida no colo do útero; Devem analisar-se as alterações que o muco sofre ao longo do ciclo menstrual; Deve recorrer-se a uma aprendizagem antes da utilização deste método; Pouco eficiente(10-20%). Fig.13 Muco Vaginal

17 Subtraem-se ao menor ciclo 18 dias e ao maior ciclo 11 dias;
MÉTODO DO CALENDÁRIO A mulher deve anotar a duração dos seus ciclos menstruais durante um ano; Subtraem-se ao menor ciclo 18 dias e ao maior ciclo 11 dias; Os números obtidos correspondem ao período da ovulação; Pouco eficiente(10-20%). Fig.14 Calendário

18 Consiste em retirar o pénis da vagina antes de ejacular;
COITO INTERROMPIDO Consiste em retirar o pénis da vagina antes de ejacular; É um método pouco seguro; Pouco eficiente(15-20%). Fig.15 Coito interrompido

19 MÉTODO DA TEMPERATURA Medição diária da temperatura do corpo da mulher ( que aumenta no período da ovulação ); Nos dias em que a temperatura esta mais elevada a mulher deve abster-se do acto sexual; Pouco eficiente. Fig.16 Termómetro

20 Métodos irreversíveis
Laqueação das trompas Vasectomia

21 Trata-se de uma esterilização através de uma cirurgia;
LAQUEAÇÃO DE TROMPAS Trata-se de uma esterilização através de uma cirurgia; Pode ser feita por corte ou por bloqueio com clipes articulados das trompas de Falópio; Não apresenta efeitos colaterais. Fig.17 Laqueação de trompas

22 Consiste na laqueação dos canais deferentes , através de cirurgia;
VASECTOMIA Consiste na laqueação dos canais deferentes , através de cirurgia; Não afecta a vida sexual do homem; Nos primeiros meses o homem deve manter o uso de preservativo . Fig.18 Vasectomia

23 VANTAGENS DO USO DE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS:
A maioria dos métodos apresenta alta eficácia; São seguros; Os femininos podem ser utilizados desde a adolescência até a menopausa, sob controlo médico; A maioria deles é reversível; Os métodos artificiais ingeridos pelo organismo regulam a menstruação;

24 Previnem o cancro do endométrio e dos ovários;
Um dos métodos (o preservativo) protege contra as Doenças Sexualmente Transmissíveis; Não interferem com o coito; Impedem uma gravidez não desejada.

25 DESVANTAGENS DO USO DE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS:
A maioria não protege contra Doenças Sexualmente Transmissíveis; Os de uso diário têm o inconveniente de que a mulher se pode esquecer de os tomar; São introduzidas hormonas em excesso no corpo, em alguns casos;

26 A sua utilização tem de ser planeada com antecedência;
A eficácia de cada método contraceptivo depende do regulamento pelas das instruções;

27 Conclusão É importante salientar que em todas as relações sexuais, mesmo que seja apenas a primeira ou tenha sido só uma vez, pode resultar uma gravidez ou pode ter como consequência uma doença que pode levar a pessoa infectada à morte. Importa sublinhar que não deve ser apenas a mulher a ter cuidados, utilizando métodos contraceptivos. Também o homem deve procurar preocupar-se em utilizar um método anticoncepcional, no caso, o preservativo.


Carregar ppt "Métodos contraceptivos"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google