A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Um homem é um ser essencialmente relacional, criado (Gên. 1:26-27) para comunhão em dupla dimensão: comunhão vertical com Deus e comunhão horizontal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Um homem é um ser essencialmente relacional, criado (Gên. 1:26-27) para comunhão em dupla dimensão: comunhão vertical com Deus e comunhão horizontal."— Transcrição da apresentação:

1

2

3

4 Um homem é um ser essencialmente relacional, criado (Gên. 1:26-27) para comunhão em dupla dimensão: comunhão vertical com Deus e comunhão horizontal com seus semelhantes.

5 A COMUNHÃO

6 Podemos ver a comunhão na trindade, Pai Filho e Espírito Santo, e na comunhão com seus discípulos que creram nEle e a comunhão destes para com seus semelhantes.

7 Deus criou o homem para uma vida de comunhão com Ele, mas o pecado interrompeu e destruiu a comunhão; desde então o homem tem fugido e experimentado a solidão (Gên. 3:8)

8 “O anelante desejo de comunhão com Deus cessa quando o Espírito de Deus é por nós afugentado; quando, porém, Cristo, a esperança da glória, está em nós, somos constantemente levados a relacionar pensamentos e atos com a glória de Deus.” (Para Conhecê-Lo. p. 193)

9 1. Comunhão Mediante a oração

10 1.1 Evitar a facilidade das orações simplistas que se faz com descuido e pressa.

11 1.2 Evitar nas orações o formalismo fariseu

12 1.3 Cuidar do sentimentalismo irracional que pode descompor e degenerar a oração.

13 Jesus nos deixou um modelo prático e efetivo da oração, quis que aprendêssemos a orar, a fazer da paixão pela oração nosso ponto de referência.

14 “Temos de estar muito em comunhão com Deus. A oração secreta, enquanto as mãos se entregam ao labor; a oração enquanto andamos pelo caminho; oração à noite, fazendo sempre ascender a Deus os desejos do coração - eis nossa única segurança.... Deste modo nosso Exemplo obtinha forças para palmilhar o espinhoso caminho de Nazaré ao Calvário.” (Para Conhecê-Lo. p. 252)

15 2. Comunhão na Leitura da Bíblia

16 Ler em comunhão é permitir que se repita novamente a Palavra dita pelo Verbo da Vida, é ir um pouco mais adiante do “está escrito”, para ouvir o “assim diz o Senhor” que nunca é diferente do “está escrito”.

17 “Oh, que profundas, preciosas experiências poderíamos adquirir caso estivéssemos consagrando toda a capacidade que Deus nos dá, a buscar conhecimento e força espirituais dEle!... Quão pouco sabemos realmente do que seja a...

18 ...doce comunhão com Deus! Quão pouco sabemos dos mistérios da vida futura! Podemos saber incomparavelmente mais do que sabemos se todas as nossas faculdades forem santificadas para discernir o caráter de Cristo.” (Para Conhecê-Lo. p. 252)

19 A MISSÃO

20 1. Em que consiste nossa missão

21 A missão da igreja consiste em pregar o evangelho e fazer discípulos (Mar. 16:15 e Mat. 18:19). Quando se prega o evangelho só se está cumprindo a metade da missão.

22 “Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo...” (I Pedro 2:5 e 4)

23 2. A missão de pregar o evangelho

24 Pregar é a missão de proclamar com vigor e em voz alta o evangelho a um grupo numeroso de ouvintes. (Barclay, 2001)

25 3. O conteúdo da pregação

26 “Também vos notifico, irmãos, o evangelho... que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.” (I Cor. 15:1,3,4)

27 Pregar o evangelho é mostrar que Jesus é o Messias esperado..

28 A missão de pregar o evangelho deve estar centrada em Cristo; deve exaltar, engrandecer, honrar a Cristo e a tudo o que Ele tem feito para justificar, santificar e salvar ao homem pecador.

29 4. Pregar o evangelho como guerreiros do grande conflito

30 A pregação do evangelho é lutar contra os espíritos do mau, cujos níveis de autoridade, segundo Ef. 6:12, e Daniel 10:13 e 20, são: os principados (Gr. archai), potestades (exousia), governadores (dunamis) e hostes espirituais da maldade (kosmokratoras).

31 A mente humana é o principal campo de batalha (Raposo 2009), e as principais armas espirituais que os discípulos devem usar neste conflito é a oração, o estudo da Bíblia e a obra missionária valente, inteligente e comprometida, que se resume em uma vida de comunhão e missão para um discipulado total.


Carregar ppt "Um homem é um ser essencialmente relacional, criado (Gên. 1:26-27) para comunhão em dupla dimensão: comunhão vertical com Deus e comunhão horizontal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google