A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL – BACIAS HIDROGRÁFICAS REGIONALIZAÇÃO DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PROFESSOR: REGINALDO MILANI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL – BACIAS HIDROGRÁFICAS REGIONALIZAÇÃO DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PROFESSOR: REGINALDO MILANI."— Transcrição da apresentação:

1 CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL – BACIAS HIDROGRÁFICAS REGIONALIZAÇÃO DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PROFESSOR: REGINALDO MILANI

2 INTRODUÇÃO A REGIONALIZAÇÃO CONDIÇÃO BÁSICA PARA O HIDROLOGO – CONHECIMENTO DOS PROCESSOS HIDROLÓGICOS DE UMA BACIA. QUANTIFICAÇÕES DOS PROCESSOS DEPENDE DA OBSERVAÇÃO AO LONGO DO TEMPO. NENHUM MODELO, TÉCNICA MATEMÁTICA OU ESTATÍSTICA CRIA INFORMAÇÕES, MAS EXPLORAM MELHOR AS EXISTENTES. DADOS HIDROLÓGICOS: PLUVIÔMETROS E FLUVIÔMETROS, REPRESENTANDO A ENTRADA E SAIDA DO SISTEMA(BACIA). UMA REDE HIDROMÉTRICA EM TODOS OS PONTOS É DIFICIL. SEMPRE EXISTIRÃO LACUNAS TEMPORAIS E ESPACIAIS A SEREM PREENCHIDAS.

3 POSTOS FLUVIOMÉTRICOS E PLUVIOMÉTRICOS NO OESTE DA BACIA DO BAIXO TIETÊ

4 INTRODUÇÃO À REGIONALIZAÇÃO REGIONALIZAÇÃO – TRANSFERÊNCIA DE INFORMAÇÕES DE UM LOCAL PARA OUTRO DENTRO DE UMA ÁREA COM COMPORTAMENTO HIDROLÓGICO SEMELHANTE. ESSA INFORMAÇÃO PODE SER: - UMA VARIÁVEL – COMPORTAMENTO DE UM PROCESSO OU FENÔMENO,Ex: VAZÃO INST.DE UMA SEÇÃO, PRECIPITAÇÃO EM UM PONTO DA BACIA. - FUNÇÃO HIDROLÓGICA – RELAÇÃO ENTRE UMA VARIÁVEL HIDROL. E UMA OU MAIS VARIÁVEIS EXPLIC. OU ESTATÍSTICAS,EX: CURVA DE PERMANÊNCIA, CURVA DE PROBABILIDADE DE VAZÃO MINIMA, ÁREA IMPERM. X DENSID. HABITACIONAL. - UM PARÂMETRO.- UMA CARACTERÍSTICA DO SISTEMA HIDRICO: ÁREA DA BACIA, COEF. DE RUGOSIDADE,TEMPO DE CONCENTRAÇÃO.

5 VARIABILIDADE HIDROLÓGICA É UMA VARIAÇÃO DAS CONDIÇÕES DA BACIA MOTIVADA POR DIVERSOS FATORES: A) CONDIÇÕES CLIMÁTICAS DE PRECIPITAÇÃO. B) EVAPOTRANSPIRAÇÃO. C) RADIAÇÃO SOLAR. D) RELEVO. E) GEOLOGIA. F) GEOMORFOLOGIA E SOLO. G) COBERTURA VEGETAL E USO DO SOLO. H) AÇÕES ANTROPICAS SOBRE O SISTEMA FLUVIAL.

6 VARIABILIDADE HIDROLÓGICA ESSE CONJUNTO DE ELEMENTOS VARIÁVEIS TRANSFORMA A ESTIMATIVA NUM GRANDE PROBLEMA. A REPRESENTATIVIDADE ENVOLVE: VARIEDADE CLIMÁTICA AO LONGO DOS ANOS – NUMA SÉRIE HIDROLÓGICA É POUCO REPRESENTATIVA, NA SEQUÊNCIA DE ANOS CHUVOSOS E SECOS. BACIAS COM TAMANHOS DIFERENTES – PODEM APRESENTAR DIFERENTES COMPORTAMENTOS. NÃO HÁ DADOS DE BACIAS MENORES. DIFERENÇAS HIDROLÓGICAS. REPRESENTATIVIDADE ESPACIAL- COBERTURA DE POSTOS EM UMA REGIÃO DEVE SER REPRESENTATIVO DAS CARAC. FIS., HIDROL. E CLIMATICAS REGIONAIS.

7 QUALIDADE DA INFORMAÇÃO A QUALIDADE É ESSENCIAL PARA A INFORMAÇÃO. CLASSIFICAÇÃO DE POSTOS CONF. SUA QUALIDADE, APRESENTANDO TENDÊNCIA DAS SÉRIES MAIS CONFIÁVEIS. NENHUM ESTUDO GERA NOVAS INFORMAÇÕES, APENAS EXPLORA AS EXISTENTES. SE OS DADOS NÃO POSSUEM QUALIDADE A REGIONALIZAÇÃO SERÁ TENDENCIOSA. ESTE PROCESSO ENVOLVE AS SEGUINTES ETAPAS: TRIAGEM PRELIMINAR DOS DADOS – ESTABELECIDO METAS PARA REGIONALIZAÇÃO, DESCARTANDO POSTOS QUE NÃO ATINGEM AS CONDIÇÕES MIINIMAS.EX: CRITÉRIOS PARA VAZÕES; A) POSTOS COM DADOS DE VAZÕES; B) SÉRIES COM PELO MENOS CINCO ANOS DE DADOS.

8 QUALIDADE DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DOS DADOS SELECIONADOS – ENVOLVE A ELABORAÇÃO DA CONSISTÊNCIA DAS INFORMAÇÕES QUANTO A COERÊNCIA LOCAL E REGIONAL DOS VALORES DE SÉRIES.EX: NO CASO DE VAZÕES; A)EXAME DA CURVA DE DESCARGA; B) ANÁLISE DA CONTINUIDADE DE VOLUME; C)VALORES DE INDICES COMO COEF. ESCOAMENTO, VAZÃO ESPECIFICA, ENTRE OUTROS;D) TENDÊNCIA TEMPORAL. NOTA: NENHUM ESTUDO DE REGIONALIZAÇÃO SUBST. UMA REDE ADEQUADA DE MONITORAMENTO. A REGIONALIZAÇÃO NÃO É UM METODO SEGURO PARA EXTRAPOLAÇÃO HIDROLÓGICA, DEVIDO A VARIABILIDADE DAS ESCALAS. A FALTA DE DADOS NAS PEQUENAS BACIAS NÃO PODE SER SUPRIDO PELA REGIONALIZAÇÃO.

9 VARIÁVEIS EXPLICATIVAS AS VARIÁVEIS EXPLICATIVAS PODE SER ENTENDIDAS COMO AS USADAS PARA ESTIMAR O VALOR DE VARIÁVEIS REGIONALIZADAS. A FUNÇÃO: Y = F (X, Z, W ) Y É A VARIÁVEL REGIONALIZADA. X, Z E W SÃO VARIÁVEIS QUE EXPLICAM Y ATRAVÉS DA FUNÇÃO F (...)

10 VARIÁVEIS EXPLICATIVAS Variável generalizadaVariáveis explicativas Vazão médiaÁrea da bacia, precipitação Vazão média de cheiaÁrea da bacia, precipitação, declividade e comprimento do rio Vazão mínimaÁrea da bacia e densidade de drenagem Tempo de concentraçãoComprimento, declividade, área da bacia

11 VARIÁVEIS EXPLICATIVAS CONDIÇÕES BÁSICAS DESSA VARIAÇÃO: AS VARIÁVES EXPLICATIVAS DEVEM SER FACILMENTE DETERMINADAS. EVITAR MÉTODOS INDIRETOS COM MUITAS INCERTEZAS. MUITAS VARIÁVEIS EXPLICATIVAS POSSUEM FORTE CORRELAÇÃO ENTRE SI- SEM AUMENTO DE INFORMAÇÃO. EX:COMPRIMENTO DO RIO E SUA ÁREA DE DRENAGEM. A REGIONALIZAÇÃO DEVE PROVER O USUÁRIO DE METODOLOGIA DE ESTIMATIVA DE VARIAVEIS EXPLICATIVAS NAS DIFERENTES ÁREAS. A REGIONALIZAÇÃO DEVE FORNECER NIVEIS DE INCERTEZA PARA ESTIMATIVA DA VARIÁVEL DEPENDENTE.

12 TIPOS DE REGIONALIZAÇÃO DE UMA BACIA HIDROGRÁFICA A REGIONALIZAÇÃO DE UMA BACIA HIDROGRÁFICA PODE SER REALIZADA PARA: VARIÁVEIS – QUANDO UMA VARIÁVEL COMO A PRECIPITAÇÃO MÉDIA, VAZÃO DE ENCHENTE, ETC. PODE SER DETERMINADA NUMA REGIÃO COM BASE ESTABELECIDAS PELOS DADOS PONTUAIS EXISTENTES. FUNÇÕES – DA MESMA FORMA QUE A DEFINIÇÃO ANTERIOR, QUANDO UMA FUNÇAÕ HIDROLÓGICA (CURVA DE INTENSIDADE X DURAÇÃO X FREQUÊNCIA, ETC.) PARÂMETROS – OS PARÂMETROS DE UMA FUNÇÃO OU MODELO MATEMÁTICO, OBTIDOS PELA SUA RELAÇÃO COM CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DAS BACIAS. OS INDICADORES REGIONAIS – SÃO OS VALORES MÉDIOS DE VARIÁVEL OU PROPORÇÕES QUE PERMITAM RÁPIDA ESTIMATIVA DE UMA VARIÁVEL.


Carregar ppt "CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL – BACIAS HIDROGRÁFICAS REGIONALIZAÇÃO DAS BACIAS HIDROGRÁFICAS PROFESSOR: REGINALDO MILANI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google