A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TENSOATIVO Histórico Quando surgiram os detergentes? Quem foram os inventores dessa maravilha? Eles são provenientes de onde? Encontramos na natureza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TENSOATIVO Histórico Quando surgiram os detergentes? Quem foram os inventores dessa maravilha? Eles são provenientes de onde? Encontramos na natureza."— Transcrição da apresentação:

1

2 TENSOATIVO

3 Histórico Quando surgiram os detergentes? Quem foram os inventores dessa maravilha? Eles são provenientes de onde? Encontramos na natureza ou temos que produzi-lo? Qual seu princípio ativo? 2

4 3 Tudo começou com o sabão? -O inicio da história dos Detergentes é um tanto obscura, existem alguns relatos de que desde os tempos remotos, já eram conhecidos alguns tipos de carbonatos, cinzas de madeiras, plantas que foram usados como detergentes no nordeste da África.

5 4 Quem foram os inventores dessa maravilha? O sabão foi o 1º a ser inventado na Itália e datam de 1000 AC e depois foi passado para outras civilizações.

6 5 Onde podemos encontrar os tensoativos? Remédios Pães Creme Dental Produtos de limpeza e detergentes

7 6 Vamos aprender algumas características sobre a água.

8 Água : Água : por si só não é um limpador eficiente ; 7

9 TENSOATIVOS OU SURFANTANTES O QUE SÃO? * Surface * Active * Agent Substâncias que possuem na mesma molécula grupos polares e apolares.

10 Tensoativo ou Sulfactante : Substância química que em solução aquosa, reduz as forças de tensão superficial e interfacial da sujeira com o substratos ; Classificação : Aniônico ; Catiônico ; Não Ionico Anfotérico 9

11 10 Como podemos definir a tensão superficial? Tensão superficial é o trabalho necessário para se aumentar a superfície de um líquido em um cm2. Uma gota dágua colocada sobre uma superfície lisa é o exemplo clássico para o estudo da tensão superficial.

12

13 Primeiro tensoativo sintético: o sabão

14 Classificação de tensoativos Aniônico Catiônico Anfótero pH > 7 Não-iônico

15 Tipos de tensoativos Não iônicos Parte hidrófila derivada de óxido de etileno Parte hidrófoba pode ser um Álcool graxo, Nonilfenol, Amina graxa, entre outros Nonilfenol etoxilado Álcoois graxos etoxilados Álcoois graxos etoxilados e propoxilados Ácidos graxos etoxilados

16 Aniônicos Parte hidrófila composta por grupos com carga negativa Parte hidrófoba pode ser um Álcool graxo, Dodecilbenzeno, Ácidos graxos, entre outros Alquilbenzeno sulfonato de Sódio Lauril sulfato de sódio Ácidos graxos saponificados ou Sabões

17 Catiônicos Parte hidrófila composta por grupos com carga positiva Quaternários de amônio com cadeia graxa Anfóteros Parte hidrófila pode apresentar carga positiva ou negativa, de acordo com o pH Betaínas

18 ABCD Tensão superficial Concentração (log 10 C) CMC A D C B TENSÃO SUPERFICIAL E FORMAÇÃO DE MICELAS

19 - Micelas-

20 HLB do Tensoativo Balanço Lipófilo / Hidrófilo Griffin (1949) números de 0 a 20 Griffin (1949) números de 0 a 20 Expressa a relação numérica entre os grupos polar e apolar da molécula de tensoativo. Expressa a relação numérica entre os grupos polar e apolar da molécula de tensoativo. Está relacionado à solubilidade do tensoativo nas fases oleosa e aquosa. Está relacionado à solubilidade do tensoativo nas fases oleosa e aquosa.

21 HLB > 6 HLB > 6 maior solubililidade em água maior solubililidade em água tensoativo é mais hidrófilo tensoativo é mais hidrófilo emulsões O/A emulsões O/A HLB < 6 HLB < 6 menor solubililidade em água menor solubililidade em água tensoativo é lipófilo tensoativo é lipófilo emulsões A/O emulsões A/O

22 Faixa de HLB Emulsionante A/O Umectante Emulsionante O/A Detergentes Solubilizantes - 2 a 3 3 a a 23 1,8 4,0 4 a 40 9,5 a 15 5 a 40 Nonilfenóis etoxilados (moles de EO) Aplicação Álcoois Laurílicos etoxilados (moles de EO) Aplicação do HLB

23 Os principais fenômenos da detergência são : 22

24 Objetivo do tensoativo Agir como conciliador entre compostos sem afinidade, pela alteração da tensão superficial principalmente da água. Denominações dos tensoativos Emulsionante Dispersante Umectante Detergente Antiespumante Surfactante Desengraxante Lubrificante Amaciante Solubilizante Espumante Espalhante Emoliente Penetrante

25 Ação Umectante(ou tensoativa) 24 Propriedade do detergente de diminuir a tensão superficial do meio, aumentando a capacidade de penetração, e facilitando a remoção dos resíduos. Os agentes umectantes abaixam a tensão superficial da água pela quebra das linha de força magnética.

26 Ação Emulsificante : 25 Emulsificação é a ação mecânica em que graxas e óleos são divididos em partículas muito pequenas, uniformemente misturados com a água.

27 26

28 Ação Saponificante: 27 Saponificação é a reação química entre um álcali e uma gordura animal ou vegetal resultando em um sabão.

29 Ação Dispersante: 28 Propriedade do detergente caracterizada pela desagregação de resíduos depositados na superfície de objetos e ambientes inanimados, em partículas minúsculas, favorecendo a sua suspensão e facilitando a sua remoção.

30 Peptizantes: 29 Peptização é a transformação física das deposições que só podem ser parcialmente solúveis em soluções coloidais. Esta ação, em parte, é similar à dispersão, mas é particularmente aplicável à materiais tais como deposições de proteína.

31 Outros componentes : Inibidores de corrosão Solubilizantes Anti-redepositantes Alvejantes Alcalinizantes Ação de Tamponamento: Hidrótopo: Branqueador Ótico: Ácidos 30

32 Inibidores de corrosão: 31 Substância que quando incorporado ao detergente, reduz o efeito corrosivo de ácidos ou cáusticos sobre superfícies metálicas, cerâmicas, vidro, plástico, etc. Ex: O Silicato de Sódio ou Metassilicato de Sódio inibe a corrosão da soda cáustica sobre o Alumínio. Ácido Nítrico inibe a corrosão do Peróxido de Hidrogênio sobre o aço inox.

33 Solubilizantes: 32 Substância que quando incorporada ao detergente, auxilia a solubilização de sujidade de origem orgânico como gorduras. Ex.: Solventes Glicólicos, Álcool.

34 Anti-redepositantes: 33 Anti-redepositante é a ação que mantém partículas insolúveis suspensas em uma solução. Esta ação impede a deposição de sólidos que poderiam formar depósitos. Facilita também a remoção por enxágüe das partículas insolúveis no equipamento. Ex: O Silicato de Sódio, ácidos acrílicos.

35 Alvejantes: 34 Utilizado para auxiliar no clareamento de fibras naturais como algodão, linho, celulose,etc. Ex: Hipoclorito de Sódio, Peróxido de Hidrogênio.

36 Alcalinizantes ; 35 Substância químicas utilizadas para saponificação das gorduras. Alguns tipos são corrosivo para alumínio, estanho, zinco, latão e muito irritante para a pele. Ex: Soda Cáustica, Carbonato de Sódio.

37 Ação de Tamponamento: 36 A resistência de uma solução a mudança de seu pH. Ex: Bicarbonato de Sódio, Tetraborato de Sódio, Fosfatos de Sódio.

38 Hidrótopo: 37 Compostos químicos que têm a propriedade de aumentar a solubilidade em água de várias substâncias orgânicas pouco solúveis neste meio. Ex: Cumeno Sulfonato de Sódio, Tolueno Sulfonato de Sódio.

39 Branqueador Ótico: 38 Substância química que absorve radiações ultravioleta e emite radiação na região visível.

40 Ácidos inorgânicos: 39 É um grupo importante de produtos químicos que tem valores específicos contra deposições alcalinas. Os ácidos são classificados em 02 tipos gerais: orgânicos e inorgânicos. Os ácidos Inorgânicos são derivados dos minerais e são na maioria fortes e corrosivos. Ex: Ácido Clorídrico, Ácido Fosfórico.

41 Ácido Clorídrico / Muriático: 40 Este ácido é comumente empregado para a descalcificação e desincrustação de equipamentos pesado, onde a perda de um pouco de ferro não é séria. o Ponto de ebulição: 53 o C.

42 Ácido Nítrico: 41 Este ácido mineral tem ação diferente dos outros porque possui forte ação oxidante. Esta ação oxidante forma em certos metais como aço inox um filme de oxido que protege o metal de ataque de peróxidos em geral.

43 Ácido Fosfórico: 42 Este um ácido mineral forte muito utilizado em alimentos e bebidas. Os fosfatos sobre o ferro tem uma certa ação de proteção, mas não se deve depender deles para prevenção à corrosão.

44 Ácido Orgânicos: 43 É um grupo importante de produtos químicos muito utilizado como auxiliares de limpeza, fabricação de sabão e sabonetes, conservante, sequestrante, bactericida, etc. Ácido Acético Ácido Fosfônico Ácido Oléico Ácido Caprílico

45 Produtos Alcalinos: 44 É o grupo de produtos químicos mais utilizados na limpeza em geral. Ex: Carbonato de Sódio, Hidróxido de Sódio.


Carregar ppt "TENSOATIVO Histórico Quando surgiram os detergentes? Quem foram os inventores dessa maravilha? Eles são provenientes de onde? Encontramos na natureza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google