A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO Adaptados de material elaborado pela Profª AIZA ARÔXA ___________________________________________________.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO Adaptados de material elaborado pela Profª AIZA ARÔXA ___________________________________________________."— Transcrição da apresentação:

1 PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO Adaptados de material elaborado pela Profª AIZA ARÔXA ___________________________________________________

2 O QUE É PLANEJAMENTO?

3 É um processo de previsão de necessidade e racionalização de emprego dos meios materiais e dos recursos humanos disponíveis, a fim de alcançar objetivos concretos, em prazos determinados e em etapas definidas a partir do conhecimento e avaliação científica da situação original. Martinez& Lahone. 1997

4 NÍVEIS DE PLANEJAMENTO

5 1º NÍVEL – Esferas do Governo - Políticas Educacionais PLANOSCURRÍCULOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PNE – Plano Nacional de Educação PCN – Parâmetros Curriculares Nacionais DCN – Diretrizes Curriculares Nacionais PROVA BRASIL PROVA BRASIL ANRESC (Avaliação Nacional do Rendimento Escolar) ANEB - (Avaliação Nacional da Educação Básica ) PEE – Plano Estadual de Educação BCC – Base Curricular Comum SAEPE (Sistema de Avaliação do Estado de PE) ALFABETIZAR COM SUCESSO PME – Plano Municipal de Educação Proposta Curricular do Município Alguns Municípios já estão implantando

6 2º NÍVEL – Nas ESCOLAS PLANOSCURRÍCULOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PPP – Projeto Político Pedagógico Proposta Curricular da Escola Algumas escolas já estão implantando 3º NÍVEL – Nas SALAS DE AULA PLANOS DE ENSINO *das disciplinas ( bimestral, semestral, anual) *de aula

7 OS PLANOS DE EDUCAÇÃO (NACIONAL – ESTADUAL - MUNICIPAL)

8 ELEMENTOS CONSTITUTIVOS I – INTRODUÇÃO Histórico Objetivos e Prioridades II – NÍVEIS DE ENSINO ( Diagnóstico – Diretrizes – Objetivos e metas ) A – EDUCAÇÃO BÁSICA 1. Educação Infantil 2. Ensino Fundamental 3. Ensino Médio

9 ELEMENTOS CONSTITUTIVOS B – EDUCAÇÃO SUPERIOR 4 – Educação Superior III – MODALIDADES DE ENSINO 5 – Educação de Jovens e Adultos 6 – Educação à Distância e Tecnologias Educacionais 7 – Educação Tecnológica E Formação Profissional 8 – Educação Especial 9. Educação Indígena 10. Educação Rural* 11. Quilombolas*

10 ELEMENTOS CONSTITUTIVOS IV – MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO BÁSICA 10 – Formação dos Professores e Valorização do Magistério V – FINANCIAMENTO E GESTÃO VI – ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DO PLANO

11 DIAGNÓSTICO – DIRETRIZES – OBJETIVOS E METAS

12 DIAGNÓSTICO Histórico e estudo geográfico e demográfico ( do Nação, Estado ou Município) História da educação e índices escolares. Principais problemas e demandas de escolarização ( evasão, repetência, distorção idade-série, índices de analfabetismo, acesso e permanência à escola, nº de vagas, relação educação/sociedade, diferenças zona rural e urbana.... ) Levantamento dos recursos financeiros

13 DIRETRIZES É a linha reguladora do plano. O caminho. Estão contidas na Constituição Federal, na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e nas Diretrizes Curriculares Nacionais. Nos cinco primeiros anos de vigência deste plano, o ensino fundamental deverá atingir a sua universalização, sob a responsabilidade do Poder Público, considerando a indissociabilidade entre acesso, permanência e qualidade da educação escolar (PNE/Ens. Fund)

14 OBJETIVOS e METAS (curto, médio e longo prazo) O que se quer?(objetivo). A quantificação (meta) 1. Ampliar a oferta de educação infantil de forma a atender, em cinco anos, a 30% da população de até 3 anos de idade e 60% da população de 4 e 6 anos (ou 4 e 5 anos) e, até o final da década, alcançar a meta de 50% das crianças de 0 a 3 anos e 80% das de 4 e 5 anos. (PNE – Ed. Inf.) 2. Ampliar para nove anos a duração do ensino fundamental obrigatório com início aos seis anos de idade, à medida que for sendo universalizado o atendimento na faixa de 7 a 14 anos. (PNE – Ens. Fund)

15 PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

16 É o Conjunto de intenções da comunidade escolar. A identidade da escola. PROJETO = Planejamento POLÍTICO = Participação coletiva nas tomadas de decisões. PEDAGÓGICO = Foco no Ensino e na aprendizagem

17 História da Escola e sua relação com o entorno social Diagnóstico da escola - Dados Concepções pedagógicas e filosóficas Valores, missão, visão de futuro Objetivos – metas – ações - cronograma ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

18 PROPOSTA CURRICULAR

19 São elaboradas tendo como bases legais a CF 88, a LDB 9394/96, O PNE, PEE, PME, os PCN e DCN.

20 1.APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA 2.DIAGNÓSTICO DA REALIDADE 3.POLÍTICA EDUCACIONAL Fundamentos ( Concepções Filosóficas e Pedagógicas ) Objetivo geral do cada nível e modalidade de ensino. ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

21 PLANOS DE CURSO (de cada área / disciplina ) Objeto de estudo Objetivos gerais Competências Conteúdos Orientação Didática Avaliação Referências Bibliográficas Referências Eletrônicas ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

22 PLANO DE ENSINO DAS DISCIPLINA

23 Operacionalizam toda ação escolar, configurada no Proposta curricular. São elaborados para cada disciplina em cada série. Assim como os demais planos, devem ser elaborados coletivamente e amplamente divulgado principalmente para os alunos Devem ser elaborado, executado e monitorado pela equipe escolar.

24 ELEMENTOS CONSTITUTIVOS DESCRITORES DE DESEMPENHO CONTEÚDOS SITUAÇÃO DIDÁTICA AVALIAÇÃO (INSTRUMENTOS E CRITÉRIOS) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

25 PLANO DE AULA

26 É elaborado por cada professor tendo como base e em consonância com os planos das diversas esferas /níveis e a partir dos dados fornecidos pela sondagem e interpretados pelo diagnóstico. Deve ser manuseado e seguido durante cada aula pelo professor.

27 ELEMENTOS CONSTITUTIVOS * Conteúdo/ Assunto * Objetivo da aula * Atividades * Cronograma das atividades * Recursos * Avaliação da aula * Referências Bibliográficas

28 OBJETIVOS

29 OBJETIVOS descrição clara do que se pretende alcançar. EDUCACIONAIS Metas e valores mais amplos INSTRUCIONAIS Proposições mais específicas referentes à mudanças comportamentais Ex: Estimular no aluno o hábito da consciência grupal Ex: Usar adequadamente os serviços públicos. PILLETI. Claudino. Didática Geral.Éd. Ática.SP..2006

30 OBJETIVO GERAL é uma declaração de caráter geral e abrangente OBJETIVO ESPECÍFICO É uma declaração de caráter específico e bem definido sobre o que se pretende realizar para alcançar aquilo que está expresso no objetivo geral. Deve expressar o que será feito (verbo de ação) para obter os resultados esperados. Podem ser: 1.Tipo SOLUÇÃO – definido e declarado em forma de solução para um problema gerador de um projeto. 2.Tipo AÇÃO – Declara várias ações a serem realizadas para se alcançar, em conjunto, os resultados esperados. 3.Tipo META – dá ênfase na apresentação de resultados mensuráveis e com prazos de realização definidos. MOURA.Dário G. BARBOSA. Eduardo F.Trabalhando com Projetos. Ed. Vozes. Petrópoles. RJ

31 DIAOBJETIVO DA AULA CONTEÚDOHORA/ ATIVIDADE RECURSOAVALIAÇÃO PLANO DE AULA: De forma mais prática....

32 IMPORTANTE! O PLANEJAMENTO NÃO DEVE SER ELABORADO APENAS PARA FINS BUROCRÁTICOS, ANTES ELE DEVE SERVIR COMO BÚSSOLA PARA A PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES, E PARTICIPAÇÃO ATIVA DOS ALUNOS NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO.

33 UMA VISÃO DE PLANEJAMENTO

34 Era uma vez um caçador que contratou um feiticeiro para ajudá-lo a conseguir alguma coisa que lhe pudesse facilitar o seu trabalho nas caçadas. Depois de alguns dias, o feiticeiro lhe entregou uma flauta mágica que, ao ser tocada, enfeitiçava os animais, fazendo-os dançar.. Desse modo, o caçador teria facilitada a sua ação.

35 Entusiasmado com o instrumento, o caçador organizou uma caravana convidando dois outros amigos caçadores para a África. Logo no primeiro dia da caçada, o grupo se deparou com um feroz tigre. De imediato, o caçador pôs-se a tocar a flauta e, milagrosamente, o tigre, que já estava próximo de um dos seus amigos, começou a dançar. Foi fuzilado à queima roupa.

36 Horas depois, um sobressalto. A caravana foi atacada por um leopardo que saltava de uma árvore. Ao som da flauta, contudo, o animal transformou-se de agressivo, ficou manso e parou. Os caçadores não hesitaram e o mataram com vários tiros. E assim, flauta sendo tocada, animais ferozes dançando, caçadores matando.

37 Ao final do dia, o grupo encontrou pela frente um leão faminto. A flauta soou mas o leão não dançou. Ao contrário, atacou um dos amigos do caçador flautista, devorando-o. Logo depois, devorou o segundo. O tocador de flauta, desesperadamente, fazia soar as notas musicais, mas sem resultado algum. O leão não dançava. E, enquanto tocava e tocava, o caçador foi devorado.

38 Dois macacos, em cima de uma árvore próxima, a tudo assistiam. Um deles observou com sabedoria: Eu sabia que eles iam se dar mal quando encontrassem um SURDINHO!

39 MORAL DA HISTÓRIA: Não confie cegamente nos métodos que sempre deram certo; Um dia podem falhar! Tenha sempre planos de contingência; Prepare alternativas para as situações imprevistas; Preveja tudo que pode dar errado e prepare- se; Esteja atento às mudanças e não espere as dificuldades para agir. CUIDADO COM O LEÃO SURDO!


Carregar ppt "PLANEJAMENTO PLANEJAMENTO Adaptados de material elaborado pela Profª AIZA ARÔXA ___________________________________________________."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google