A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lei de Amor. Amor – I carta de Paulo aos Corintios "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lei de Amor. Amor – I carta de Paulo aos Corintios "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que."— Transcrição da apresentação:

1 Lei de Amor

2 Amor – I carta de Paulo aos Corintios "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine. "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.

3 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.

4 O amor é paciente, é benigno, não arde em ciúme; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor é paciente, é benigno, não arde em ciúme; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado. O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos; mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.

5 Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor." Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor."

6 Amor Mundano X Amor Divino Amor Mundano X Amor Divino Amor – Caridade Amor – Caridade “Amar ao próximo como a ti mesmo.” “Amar ao próximo como a ti mesmo.”

7 Recordar últimas palestras Fé que transporta montanhas Mônica A caridade segundo o Apóstolo Paulo André Perdão e Misericórdia Aldo Obsessão Daniel e Sérgio Causas espirituais das doenças Neury Conhece-se a árvore pelos frutos Márcia Chico Xavier - uma lição de amor Janaína

8 A Vitória do Amor Joana de Ângeles

9 Amor - Terapia A conquista do amor é resultado de processos emocionais amadurecidos, vivenciados pela conquista do Si (alma da vida-individualidade). A conquista do amor é resultado de processos emocionais amadurecidos, vivenciados pela conquista do Si (alma da vida-individualidade). O amor como antídoto as doenças modernas: pânico, depressão (ausência de alegria), angustia, impulsos doentios e perversos... O amor como antídoto as doenças modernas: pânico, depressão (ausência de alegria), angustia, impulsos doentios e perversos... Quando começamos... A sentir consciência paulatina da humanidade em latência, a solidariedade, interdependência no grupo social, afetividade desinteressada, participação no processo de crescimento da humanidade. São sinais de nosso desenvolvimento emocional. Egoísmo  Altruísmo. Quando começamos... A sentir consciência paulatina da humanidade em latência, a solidariedade, interdependência no grupo social, afetividade desinteressada, participação no processo de crescimento da humanidade. São sinais de nosso desenvolvimento emocional. Egoísmo  Altruísmo.

10 O sentimento de amor mostra que a pessoa ao lado ou distante não é mais competidora, mas participante das mesmas alegrias e oportunidades. O sentimento de amor mostra que a pessoa ao lado ou distante não é mais competidora, mas participante das mesmas alegrias e oportunidades. O pensamento quando emite ondas de simpatia afetuosa estimula os neurônios a produção de enzimas saudáveis, harmonizando o sistema nervoso simpático e estimulando as glândulas de secreção endócrina, superando as toxinas de qualquer natureza, responsáveis pelos processos degenerativos e pela deficiência imunológica que facilitam a instalação de doenças. O pensamento quando emite ondas de simpatia afetuosa estimula os neurônios a produção de enzimas saudáveis, harmonizando o sistema nervoso simpático e estimulando as glândulas de secreção endócrina, superando as toxinas de qualquer natureza, responsáveis pelos processos degenerativos e pela deficiência imunológica que facilitam a instalação de doenças. A alegria de viver estimula a multiplicação de imunoglobulinas que nos preservam de infecções. A alegria de viver estimula a multiplicação de imunoglobulinas que nos preservam de infecções.

11 O universo é estruturado em energia em forma de raios, ondas e vibrações. O fator comum em tudo, na terra ou no universo, é o amor. O universo é estruturado em energia em forma de raios, ondas e vibrações. O fator comum em tudo, na terra ou no universo, é o amor. Os animais, plantas recebem e emitem amor. Os animais, plantas recebem e emitem amor. O homem é mais sensível as essas irradiações (tanto do amor quanto do ódio) – podendo ser afirmado que VIVE em função do amor ou DESORGANIZA-SE em função de sua carência. O homem é mais sensível as essas irradiações (tanto do amor quanto do ódio) – podendo ser afirmado que VIVE em função do amor ou DESORGANIZA-SE em função de sua carência. O AMOR-TERAPIA – decorre do auto-amor, quando se enriquece de estima por si mesmo, descobrindo seu lugar de importância sob o sol da vida, e transbordando de alegria reparte com as demais, ampliando-o de maneira vigorosa em benefício de todas as criaturas. O AMOR-TERAPIA – decorre do auto-amor, quando se enriquece de estima por si mesmo, descobrindo seu lugar de importância sob o sol da vida, e transbordando de alegria reparte com as demais, ampliando-o de maneira vigorosa em benefício de todas as criaturas.

12 Agora todos juntos: Agora todos juntos: Eu me amo. Eu me amo. Eu amo vocês. Eu amo vocês.


Carregar ppt "Lei de Amor. Amor – I carta de Paulo aos Corintios "Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google