A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A formação Humanística dos estudantes de Medicina da Universidade de São Paulo Geraldo Otávio Milet Cândido Freitas, Marcel Ferreira, Marcelo Goncarov.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A formação Humanística dos estudantes de Medicina da Universidade de São Paulo Geraldo Otávio Milet Cândido Freitas, Marcel Ferreira, Marcelo Goncarov."— Transcrição da apresentação:

1 A formação Humanística dos estudantes de Medicina da Universidade de São Paulo Geraldo Otávio Milet Cândido Freitas, Marcel Ferreira, Marcelo Goncarov Costa, Mariana Scaff Haddad Bartos, Norma de Cássia Ricomine, Vinicius Duarte, Viviani Anze Greer Universidade de São Paulo Escola de Artes, Ciências e Humanidades Resolução de Problemas II – Professor Rogério Mugnaini

2 Introdução O ínicio de tudo

3 Hipótese A Faculdade de Medicina da USP, ao longo da formação de seus alunos, INTERFERE no modo como estes vêem o mundo da medicina e a relação médico-paciente Objetivo Dimensionar a influência que a formação Humanística da FMUSP exerce nos graduandos. Justificativa -Novo paradigma - Importância da FMUSP Introdução

4 Metodologia 1.Metodologia de análise da grade Classificação das disciplinas - Conhecimento de saúde com base Humanística aplicada - Humanidade Clássica - Conhecimento biológico de interface Humanística - Conhecimentos mistos 1.1Análise das optativas 1.2Metodologia do eixo das entrevistas

5 Coleta de dados Distribuição das optativas Classificação Média vs. Mediana Tabulação dos dados 1.1Análise das optativas

6 1.2 Metodologia do Eixo das Entrevistas Roteiro da entrevista Calibração do instrumento e do entrevistador Aplicação Transcrição e tabulação das respostas Análise Resultados

7 Roteiro das Entrevistas 1) Data da entrevista 2) Ano do curso de entrevistado 3) Idade do entrevistado 4) Sexo 5) Qual a freqüência mensal com que você faz programas culturais (programas culturais incluem vídeo em casa, cinema, show, museu, teatro, passeios a parques,etc) ? 6) Além das leituras ligadas à faculdade/graduação, quais áreas do conhecimento te interessam: (artes, literatura, física, psicologia, etc)? 7) Dentre as disciplinas da graduação, quais as que você gosta mais: Disciplinas Básicas ou as mais aplicadas? 8) Dentre elas, você tinha preferência por disciplinas mais com cara de humanas ou mais com cara de biológicas? Ou as duas igual? 9) Quais foram e/ou são os motivos de sua preferência por determinadas disciplinas do seu curso? 10) Na sua avaliação, você acha que as disciplinas de humanidades/humanas, influenciaram à sua formação?

8 Roteiro das entrevistas 11) Qual foi essa influência? 12) Qual a sua avaliacáo das suas disciplinas de humanidades 13) Você participou de atividades de extensão (Ligas, Jornadas, Projeto Rondom, Universidade Solidária, projetos sociais)? 14) Qual foi a sua avaliação em relação a elas? 15) Elas influenciaram a sua formação? 16)Qual foi essa influência? 17) O que te motivou a fazer as atividades de extensão? 18) De quando você entrou para a faculdade para agora, a sua expectativa em relação à medicina (relação médico-paciente) mudou.? 19)Qual foi essa mudança? 20) Qual era a sua expectativa em relação à medicina (relação médico-paciente) quando você entrou e qual é ela hoje? Voltar

9 Resultados – Grade Curricular Padrão de escolha de disciplinas optativas conforme o ano cursado

10 Resultados – Grade Curricular Mediana da porcentagem de interesse pelos diferentes tipos de disciplinas.

11 Resultados – Entrevista com Izabel Rios, do CEDEM. Origem da Humanização da grade da FMUSP CEDEM (Centro de Desenvolvimento de Educação Médica)

12 Resultados – Entrevistas

13

14

15

16 100% dos entrevistados preferem disciplinas aplicadas

17 Resultados – Entrevistas Contradição da Hipótese

18 O interessado que se desinteressa “Antes de Medicina, pensava em prestar um curso de Humanas, mas na faculdade não gosto das matérias de Humanas”

19 Percepção dos alunos quanto às disciplinas de Humanidades “Não modificam muito o pensamento das pessoas. No geral, são apenas discussões superficiais”; “Foram fracas e desorganizadas”; “São mal ministradas” “A bibliografia é ruim”. “Pensava que [medicina] seria um curso muito mais difícil e no qual os alunos se preocupariam mais com a parte humana da Medicina. [estou] Um pouco decepcionada. Pra mim, a faculdade se preocupa com as Humanidades, mas falta interesse dos próprios alunos.”; “mas as pessoas não levam a sério”.

20 Importância Relativa das Humanidades “Ver mais o paciente e menos a doença”; “As humanidades dentro da Medicina são importantes para auxiliar o médico quanto a sua conduta diária, pois ele mexe com a vida de seus pacientes”.

21 Metáfora da Infiltração “Pois a matéria é muito subjetiva. Por ser ministrada em uma aula teórica, às vezes, torna-se difícil de infiltrar na mente da pessoa, acabando muitas vezes não humanizando ninguém”. Assunto Indivíduo Meio

22 Resultados – Entrevistas

23 Conclusão O problema mostrou-se mais complexo que a hipótese. Desbalanço na distribuição no oferecimento das optativas (baixo oferecimento das disciplinas de tipo misto e biológico com interface humanística aplicada): implicações na percepção da formação em humanidades. Condições para uma aprendizagem significativa (aplicabilidade, sensibilização, problematização) Atuando como gestor: sugestões de atuação por parte do CEDEM (análise de custos para a maximização do resultado: eficácia, eficiência e efetividade; horizonte temporal)

24 Referências Bibliográficas CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. 11 ed. Rio de Janeiro: civilização brasileira, D'ARAUJO, Maria Celina; SOARES, Gláucio Ary Dillon (Org.) 21 ANOS de regime militar: balanços e perspectivas. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, p FMUSP. Cedem – Quem somos. Disponivel em: em 23/11/2009.http://www.fm.usp.br/cedem/hum/quem.php FMUSP. CEDEM – Ensino humanidades. Acesso em 23/11/2009).http://www.fm.usp.br/cedem/hum/disciplinas.php GALLIAN, Dante MC. “A (re) humanização da Medicina”. Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP-EPM), São Paulo, GALLIAN, Dante MC, op. cit. GALVÃO, Vítor França. Da relação médico-paciente: aspectos semióticos de paixão e persuasão. Tese (Doutorado em Letras) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, LEFÉVRE, Fernando. O Medicamento como problema de saúde pública: contribuição para o estudo de uma mercadoria simbólica. Tese de doutoramento. Faculdade de Saúde Pública, ______________. Mitologia Sanitária. São Paulo: Edusp, LEFÉVRE, Fernando; Lefèvre, Ana maria cavalcanti. Promoção da Saúde. A Negação da Negação. Rio de Janeiro: Vieira e Lent, Jornal de Brasília, AUTOMEDICAÇÃO NÃO CAUSA MORTES, APONTAM LEVANTAMENTOS, caderno cidades, Acesso em 24 de Novebro de 2009.http://www.snifbrasil.com.br/?noticia=1379

25 Referências Bibliográficas MACEDO, LINO de. Ensaios construtivistas. Coleção Psicologia e Educação, 2ª ed. São Paulo: Casa do Psicólogo, _____________. Aprender com jogos e situações-problema. Lino de Macedo, Ana Lúcia S. Petty e Norimar C. Passos. Porto Alegre: ArtMed Sul, MACHADO, M.F.A., et al. Integralidade, formação de saúde, educação em saúde e as propostas do sus - uma revisão conceitual, Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, vol.12, no.2, MARTINS, M.A. Projeto Pedagógico do Curso de Medicina da FMUSP – in: (acesso em 23/11/2009) MONTORO, Franco. Cultura dos Direitos Humanos. In: Carneiro, J. M. B. (org.). Cinqüenta anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. São Paulo: Fundação Konrad Adenauer, MOURA, Demócrito 1989 Saúde não se dá, conquista-se. São Paulo, Hucitec. PEREIRA, Ricardo Tapajós Martins Coelho. “O ensino da medicina através das humanidades médicas: análise do filme ‘And the band played on’ e seu uso em atividades de ensino/aprendizagem em educação médica”. Tese de Doutoramento apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. São Paulo, Periódico Mensal ANVISA, Acesso em 11 de Novembro de 2009.http://www.anvisa.gov.br/divulga/imprensa/clipping/2006/setembro/ pdf PESSOTI, Isaías. “A Formação Humanística do Médico”, In Medicina, Ribeirão Preto. Trabalho apresentado no simpósio “Ensino Médico de Graduação”. Ribeirão Preto, RIOS, Isabel Cristina. Entrevista concedida ao grupo “Formação humanística dos estudantes de medicina da Universidade de São Paulo”, disciplina Resolução de Problemas II. São Paulo, 2009.


Carregar ppt "A formação Humanística dos estudantes de Medicina da Universidade de São Paulo Geraldo Otávio Milet Cândido Freitas, Marcel Ferreira, Marcelo Goncarov."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google