A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Doutoranda: Lucirene Catini Lanzi Profa. Dra. Silvana Ap. Borsetti Gregorio Vidotti Prof. Dr. Edberto Ferneda Programa de Pós-Graduação em Ciência da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Doutoranda: Lucirene Catini Lanzi Profa. Dra. Silvana Ap. Borsetti Gregorio Vidotti Prof. Dr. Edberto Ferneda Programa de Pós-Graduação em Ciência da."— Transcrição da apresentação:

1

2 Doutoranda: Lucirene Catini Lanzi Profa. Dra. Silvana Ap. Borsetti Gregorio Vidotti Prof. Dr. Edberto Ferneda Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências – Universidade Estadual Paulista – Campus Marília

3 PROBLEMÁTICA Distanciamento entre Biblioteca Escolar e instituição. Falta de aproximação entre bibliotecário/alunos/professores. Pouca visibidade nos eventos e trabalhos da biblioteca.

4 OBJETIVOS Buscar refere ̂ ncias e apresentar experie ̂ ncias que favorec ̧ am um novo conceito de biblioteca escolar que engloba as TIC como facilitadoras no processo de ensino-aprendizagem e no crescimento pessoal e coletivo dos usuarios.

5 METODOLOGIA PESQUISA – AÇÃO – PARTICIPATIVA  Visto se tratar de uma experiência prática, ou seja, o pesquisador participa como ator social da mesma realidade.

6 ANTES

7 DEPOIS

8 HOJE

9 EMBASAMENTO TEÓRICO Teoria de desenvolvimento cognitivo de Jean Piaget, que aborda as etapas de assimilação e acomodação do conhecimento por práticas cooperativas.

10 EMBASAMENTO BIBLIOGRÁFICO O levantamento das necessidades informacionais cotidianas de adolescentes urbanos – Sandra Hughes-Hassell e Denise Agosto (2007); Estudos da UCL (2008) – pesquisadores buscam identificar como os pesquisadores do futuro interagirão com os recursos digitais no futuro.

11 PESQUISA 1.Para a aplicac ̧ a ̃ o desta investigac ̧ a ̃ o foram selecionados 30 adolescentes entre 12 e 18 anos, alunos do Colegio. Os estudantes cursam entre o 6º ano do Ensino Fundamental e o Cursinho Pré-Vestibular e te ̂ m como perfil familiar, a preocupac ̧ a ̃ o com o investimento na formac ̧ a ̃ o educacional. 2. A selec ̧ a ̃ o dos participantes da pesquisa teve como criterio: estudantes que menos frequentam a biblioteca do colegio e possuem mais proximidade com computadores, Internet e respectivos aplicativos e ferramentas. Os adolescentes se dispuseram voluntariamente a participar da pesquisa.

12 PESQUISA 3. Foi realizado um levantamento de dados, baseado na pesquisa de Hughes-Hussell & Agosto (2007), em que os (trinta) adolescentes responderam perguntas referentes a ̀ idade, sexo, tarefas e hobbies cotidianos, alem de questo ̃ es relacionadas a ̀ utilizac ̧ a ̃ o do computador e Internet. Tudo isso possibilitou a determinac ̧ a ̃ o de caracteristicas sociais, econo ̂ micas e culturais dos entrevistados.

13 PERFIL DOS PARTICIPANTES Percebe-se que a maioria dos participantes da investigac ̧ a ̃ o possuem 13 anos (40%); 40% possuem apenas 1 computador e que predomina a Internet banda larga (73,33%); 3,33% utilizam o computador do colegio para suas atividades.  Isso se deve ao fato de o colegio na ̃ o permitir o uso dos computadores em ambientes colaborativos digitais, como os blogs, Facebook e os proprios enderec ̧ os eletro ̂ nicos (e- mails).

14 PERFIL DOS PARTICIPANTES 50% iniciaram o uso de computadores entre 6 e 10 anos; Em suas atividades do dia a dia, 26,67% fazem uso do computador para realizar as suas atividades habituais.

15 ENTREVISTA Foi realizada uma entrevista semiestruturada tendo como base três questionamentos principais: Quais são os tipos de informação que os jovens buscam em seu dia a dia? Quais canais de informação são utilizados para a busca dessas informações? Quais as fontes de informação consultadas pelos adolescentes quando procuram informação no dia a dia?

16 RESUTADOS DA PESQUISA INTERESSES POLITICOS, FILOSOFICOS E SOCIAIS, IDENTIDADE / HERANC ̧ A CULTURAL, COLEGIO E CARREIRA 53% buscam a Internet e Google, para assuntos ligados ao colegio; 57% confiam suas buscas no site do proprio colegio; 33% - carreira e identidade e heranc ̧ a cultural; 53% - confiam na Internet e Google.

17 RESUTADOS DA PESQUISA ATUALIZAC ̧ A ̃ O, ROTINA, BENS E SERVIC ̧ OS E FINANC ̧ AS PESSOAIS 27% - a Internet; 13% - buscadores Google; 13% - portais de informac ̧ a ̃ o como o Terra; 10% - Facebook(10%) sa ̃ o prefere ̂ ncia entre os adolescentes, somando um percentual de 63% de busca.  20% - financ ̧ as pessoais a maioria dos entrevistados na ̃ o tem interesse e os que o demonstram recorrem a ̀ familia.

18 RESUTADOS DA PESQUISA SAUDE, PESQUISAS ESCOLARES, PERFORMANCE CRIATIVA E CONSUMO CRIATIVO 27% - precedendo a Internet; 13% - revistas 63% - como local de procura de informac ̧ a ̃ o, no que se refere a ̀ s pesquisas escolares o Google ; 13% - livros/biblioteca 23% - A Internet - performance criativa; 13% - Google e os amigos aparecem empatados; 20% - os que na ̃ o possuem interesse; Outro ponto interessante e o consumo criativo, onde a Internet se destaca com 33%, ficando as lojas em segundo (23%) e o Google logo em seguida, com 20%.

19 RESULTADOS DA PESQUISA FACULDADE, CULTURA ESCOLAR, EVENTOS E SEXUALIDADE, SEGURANC ̧ A SEXUAL E IDENTIDADE SEXUAL 20% - a sexualidade a Internet; 20% - familia; 50% - faculdade na Internet e Google; 33%- informac ̧ o ̃ es, com relac ̧ a ̃ o a descoberta ou divulgac ̧ a ̃ o de eventos, a Internet; 33% - a respeito de cultura escolar, a Internet

20 RESULTADOS DA PESQUISA Diante das informac ̧ o ̃ es apresentadas e dos demais componentes da pesquisa, percebeu-se que a Internet, por meio de seus websites, servic ̧ os de busca e interac ̧ a ̃ o, e prefere ̂ ncia dos adolescentes no que se refere a ̀ busca informacional, convergindo com os resultados de pesquisa da UCL (2008).

21 CONFRARIA DA BIBLIOTECA Constitui um grupo de estudo para que os atores possam construir e compartilhar informações e conhecimentos sobre temas de interesse coletivo quanto ao uso das tecnologias de informação e comunicação, em especial de ambientes informacionais digitais.

22 AMBIENTES DIGITAIS BLOG TUMBLR

23 AMBIENTES DIGITAIS FACEBOOK

24 AMBIENTES DIGITAIS TWITTER

25 CONSIDERAÇÕES FINAIS Maior dinamismo nas ações da Biblioteca. Um amadurecimento na competência informacional dos usuários. Uma maior convivência entre alunos, professores e bibliotecário.

26 CONSIDERAÇÕES FINAIS VÍDEO

27 REFERÊNCIA BARCH, J. A.; MCKENNA, K.Y.A. The Internet and social life. Annual Review in Psychology. V. 55, p , BONALS, J. O trabalho em pequenos grupos na sala de aula. Porto Alegre: Artmed, CASTELLS, M. Communication, power and conter-power in the network society. International Journal of Communication, n.1, p Disponível em: Acesso em: 11 fev __________. A sociedade em rede: a era da informação, economia, sociedade e cultura. São Paulo: Paz e Terra, V. 1. CAVALCANTI, M.; NEPOMUCENO, C. O conhecimento em rede: como implantar projetos de inteligência coletiva. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, COHEN, L. Manifesto de um bibliotecário 2.0. Disponível em: Acesso em 20 dez FICHMANN, S. Gestão, transdisciplinaridade e comunidade virtual de aprendizagem: uma utopia pragmática Disponível em: Acesso em: 30 abr JORENTE, M. J. V.; SANTOS, P. L. A. da C.; VIDOTTI, S. A. B. G. Quando as Web se encontram: social e semântica – promessa de uma visão realizada? Informação e Informação, Londrina, v. 14, n. esp., p. 1-24, McAFEE, A. Empresas 2.0: a força das mídias colaborativas para superar grandes desafios empresariais. Rio de Janeiro: Elsevier, MANNAK-JOCHMANN, H.; HUIBERS, T.; SANDERS, T. Children’s information retrieval beyond examining search strategies and interfaces. Disponível em: Acesso em: 5 fev http://www.bos.org/content/conmediafile/9392_reinounido MARTELETO, R. M. Análise de Redes Sociais: Aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p , jan./abr MEIRIEU, P. O cotidiano da escola e da sala de aula: o fazer e o compreender. Porto Alegre: Artmed, PALFREY, J.; GRASSER, U. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Artmed, PETARNELLA, L. Escola analógica e cabeças digitais: o cotidiano escolar frente às tecnologias midiáticas e digitais de informação e comunicação. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade de Sorocaba. Programa de Pós-graduação em Educação. Sorocaba, PIAGET, J. A equilibração das estruturas cognitivas: problema central do desenvolvimento. 3 ed. Rio de Janeiro: LTC Editora S.A., RECUERO, R. Redes Sociais na Internet. Porto Alegre: Sulina, SANTAELLA, L.; LEMOS, R. Redes Sociais digitais; a cognição conectiva do Twitter. São Paulo: Paulus, SANTOS, M. L. R. História da educação brasileira; a organização escolar. Campinas: Autores e Associados, SUAIDEN, E.J.; OLIVEIRA, C.L. A Ciência da Informação e um novo modelo educacional: escola digital integrada. In: MIRANDA, A.; SIMEÃO,E (Orgs.). Alfabetização digital e acesso ao conhecimento. Brasília: Universidade de Brasília, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, 2006.

28 AGRADECIMENTOS


Carregar ppt "Doutoranda: Lucirene Catini Lanzi Profa. Dra. Silvana Ap. Borsetti Gregorio Vidotti Prof. Dr. Edberto Ferneda Programa de Pós-Graduação em Ciência da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google