A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Língua Portuguesa Claudete Vieira da Costa Claudete Vieira da Costa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Língua Portuguesa Claudete Vieira da Costa Claudete Vieira da Costa."— Transcrição da apresentação:

1 Língua Portuguesa Claudete Vieira da Costa Claudete Vieira da Costa

2 Língua Portuguesa Morfologia - ( classe de palavras) Sintaxe – ( função ) Semântica – ( sentido)

3 Morfologia SubstantivosVerbosAdjetivosPronomesAdvérbiosPreposiçõesArtigosConjunçõesNumeraisInterjeições

4 Morfologia SubstantivosSubstantivos - Classe de palavras variáveis com que se designam e nomeiam os seres em geral. Substantivos VerbosVerbos - Classe de palavras de forma variável que exprimem o que se passa, isto é, um acontecimento representado no tempo. Indicam ação, fato, estado ou fenômeno. Toda palavra que se pode conjugar. Verbos

5 Morfologia ArtigosArtigos - Classe de palavras que acompanham os substantivos, determinando-os. Artigos AdjetivosAdjetivos - Classe de palavras que indicam as qualidades, origem e estado do ser. O adjetivo é essencialmente um modificador do substantivo. Adjetivos

6 Morfologia NumeraisNumerais - Classe de palavras quantitativas. Indica-nos uma quantidade exata de pessoas ou coisas, ou o lugar que elas ocupam numa série. Numerais PronomesPronomes - Classe de palavras com função de substituir o nome, ou ser; como também de substituir a sua referência. Servem para representar um substantivo e para o acompanhar determinando-lhe a extensão do significado. Pronomes

7 Morfologia AdvérbiosAdvérbios - Classe de palavras invariáveis indicadoras de circunstâncias diversas; é fundamentalmente um modificador do verbo, podendo também modificar um adjetivo, outro advérbio ou uma oração inteira. Advérbios PreposiçõesPreposições - Classe de palavras invariáveis que ligam outras duas subordinando a segunda à primeira palavra. Preposições

8 Morfologia ConjunçõesConjunções - Classe de palavras invariáveis que ligam outras duas palavras ou duas orações. Conjunções InterjeiçõesInterjeições -Classe de palavras invariáveis usadas para substituir frases de significado emotivo ou sentimental. Interjeições

9 PUC / PR 2000 Em “ olha que bela tarde!....”, o termo tarde é : a) advérbio b) adjetivo c) substantivo d) verbo e) pronome

10 ( FUVEST 2006) “ Cansado de levar o cano, o dono de uma vendinha em Quirinópolis, Estado de Goiás, resolveu suspender o fiado e pregou na entrada da venda uma tabuleta com o aviso: ‘ Só vendo vendo; não vendo, não vendo’ “ Cansado de levar o cano, o dono de uma vendinha em Quirinópolis, Estado de Goiás, resolveu suspender o fiado e pregou na entrada da venda uma tabuleta com o aviso: ‘ Só vendo vendo; não vendo, não vendo’ Essa forma linguística tem a mesma função morfológica em todas as suas ocorrências? Justifique a sua resposta. _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________ Essa forma linguística tem a mesma função morfológica em todas as suas ocorrências? Justifique a sua resposta. _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________ _____________________________________________

11 (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul – 2005 Leia o relato abaixo: Bresson morre numa época em que está sendo elaborada uma nova linguagem fotográfica, sem que saibamos onde tudo isso vai dar. Suponha que um historiador faça esse mesmo relato daqui a 50 anos. Em seu texto, as palavras grifadas deveriam ser substituídas, respectivamente, por: A) morreu – ia sendo – sabiam – aquilo daria; A) morreu – ia sendo – sabiam – aquilo daria; B) morreria – ia sendo – soubessem – isso fosse dar; B) morreria – ia sendo – soubessem – isso fosse dar; C) tinha morrido – era – saberiam – isso iria dar; C) tinha morrido – era – saberiam – isso iria dar; D) morreria – seria – soubéssemos – aquilo deu; D) morreria – seria – soubéssemos – aquilo deu; E) morreu – estava sendo – se soubesse – aquilo ia dar. E) morreu – estava sendo – se soubesse – aquilo ia dar.

12

13 (UEMS)- Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul No segundo texto “Hino ao sono”, as palavras sem – pequena – noite – cada apresentam, respectivamente, a seguinte classificação morfológica: No segundo texto “Hino ao sono”, as palavras sem – pequena – noite – cada apresentam, respectivamente, a seguinte classificação morfológica: A) artigo – substantivo – adjetivo – numeral; B) preposição – adjetivo – substantivo – pronome indefinido; C) preposição – substantivo – substantivo – verbo; D) conjunção coordenativa – substantivo – adjetivo – advérbio; E) numeral – adjetivo – adjetivo – pronome pessoal.

14 (UTFPR/PR) Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR/PR) Universidade Tecnológica Federal do Paraná A economia brasileira caminha para completar cinco anos de crescimento ininterrupto. Esse crescimento, embora oscilante e de ritmo moderado, vem se traduzindo, conforme seria de esperar, numa melhora progressiva do mercado de trabalho em geral. Para a população jovem, no entanto, a melhora tem sido muito menos pronunciada. A economia brasileira caminha para completar cinco anos de crescimento ininterrupto. Esse crescimento, embora oscilante e de ritmo moderado, vem se traduzindo, conforme seria de esperar, numa melhora progressiva do mercado de trabalho em geral. Para a população jovem, no entanto, a melhora tem sido muito menos pronunciada. Dentre as várias causas do alto desemprego entre os jovens brasileiros, a falta de qualificação profissional é reconhecidamente uma das mais importantes. (____) os cursos públicos de educação profissional técnica, elogiados por sua qualidade, continuam a padecer de uma deficiência grave. Segundo estimativas do Ministério da Educação, citadas no estudo do IPEA, a oferta de vagas atende a apenas 11% da demanda potencial. (Folha de São Paulo, p. A2, 24/05/2008) Dentre as várias causas do alto desemprego entre os jovens brasileiros, a falta de qualificação profissional é reconhecidamente uma das mais importantes. (____) os cursos públicos de educação profissional técnica, elogiados por sua qualidade, continuam a padecer de uma deficiência grave. Segundo estimativas do Ministério da Educação, citadas no estudo do IPEA, a oferta de vagas atende a apenas 11% da demanda potencial. (Folha de São Paulo, p. A2, 24/05/2008)

15 No texto de referência, a lacuna entre parênteses deve ser preenchida com uma conjunção que estabeleça uma relação adversativa entre o primeiro e o segundo períodos. Assinale a alternativa em que as três conjunções podem exercer essa função. A) Mas, porém, portanto. B) Ademais, porém, entretanto. C) Entretanto, já que, no entanto. D) Posto que, apesar de, embora. E) Entretanto, porém, todavia. A) Mas, porém, portanto. B) Ademais, porém, entretanto. C) Entretanto, já que, no entanto. D) Posto que, apesar de, embora. E) Entretanto, porém, todavia.

16 Sintaxe Estudo das relações entre as palavras. Estudo das relações entre as palavras. Frase, oração e período; Período simples; Período composto ( por coordenação, por subordinação) SujeitoPredicado Objeto direto Objeto indireto

17 Complemento nominal Agente da passiva Termos acessórios ( adjunto adnominal, adjunto adverbial, aposto, vocativo) Concordância Nominal Concordância Verbal Regência nominal Regência verbal


Carregar ppt "Língua Portuguesa Claudete Vieira da Costa Claudete Vieira da Costa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google